jornal dce agosto 2009

Download Jornal DCE Agosto 2009

Post on 18-Mar-2016

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal do DCE Calourada

TRANSCRIPT

  • DCE - UFFProg

    ram

    ao

    FFU

    TANO

    C ASS

    E

    12

    h - Ato

    -Sopo - Voc tem

    e

    fom de qu?

    Bandejo nae

    aPraia Verm

    lh J!

    12

    h -1

    8h

    o

    - Debate:

    Educa no

    m

    ercadoria!!! Educao

    Pblica e Cursos Pagos.

    18h -a

    ie

    Locl: A

    uditro Florestan F

    rnandesBloco D

    , Gragoat

    Qu

    farta-

    eira

    tQ

    uina-feira

    10

    h as 22

    h i

    fs

    - Semnrio Em

    dee

    a da: abort

    re H

    uda V

    io e D

    iitos

    manos

    10

    h as 22

    h -

    CALOU

    RAD

    A2009/022009/02

    25

    10

    02

    09

    30

    Dir

    eto

    rio

    cntra

    l dos e

    studa

    ntes li

    rev

    da

    uff

    eD

    ireto

    rio

    cntra

    l dos e

    studa

    ntes

    da

    uff

    e

    Calorda ua

    CAD

    AALO

    UR

    DCE - UFF

    Qarta-f

    irau

    e

    (Agosto - Setem

    bro)

    era-

    eia

    T

    fr

    Tera-fir

    ea

    14h

    aF

    ndes

    - Deb

    te: u

    ata

    aP

    Estais

    e aS

    de blica

    14h -

    co

    Loal: Faculdade de D

    ireit

    Local: Prdio 30

    , Valonguinho

    Lal

    da r

    eloc

    : Cam

    pusPraia Ve

    mha

    18

    h - Deu C

    rise! Econoia,

    meio A

    mbiente, Energia...

    M 18

    h -

    ocalri

    do bloo

    ,

    L: audit

    o c

    O G

    ragoat

    10Q

    un

    a-feiri

    ta

    1h

    9

    ebatr

    rt

    , e

    - De: P

    a pe

    opobr

    epu

    , c

    a,i

    por

    ada

    tapol

    i pr

    so e

    r.

    1h

    9 -

    14

    h e

    tH

    an- D

    ebate: Dir

    ios um

    ose

    rl

    aSegu

    ana Pbic

    14

    h -

    Pelo plebiscito sobre os cursos pagos! Vamos ao CUV!!Pelo plebiscito sobre os cursos pagos! Vamos ao CUV!!

    h2

    2

    - U

    FFolia,A

    Festa!h

    22

    -

    Local: Gragoat

    ra

    eC

    om a bate

    ia Bfo d

    Tigre dos

    lM

    orro do Etado e D

    j Aro

    do (F

    s)

    eta M

    aracangalha

    ra

    eC

    om a bate

    ia Bfo d

    Tigre dos

    lM

    orro do Etado e D

    j Aro

    do (F

    s)

    eta M

    aracangalha

    1h

    8a

    Men

    - Deb

    te: ovim

    to e

    FEstudantil

    UF

    1h

    8 -

    ocal:F

    e e

    etrL

    aculdad

    dL

    as

    Festa de Inaugurao do Prdio do D

    CE, com

    graffiti e roda de Funkcom

    MC

    Junior e MC

    Leonardo.

    Festa de Inaugurao do Prdio do D

    CE, com

    graffiti e roda de Funkcom

    MC

    Junior e MC

    Leonardo.

    CLocal:

    Teatro MPB4

    - DE

  • comeou h mais ou menos 10 anos e no foi mera coicidncia o fato dele no ter avanado. Os grupos que se mantm no poder precisam dessa estrutura para se manter e vem como ameaa qualquer processo que questione seus poderes, como a realizao desse plebiscito.

    Por isso, precisamos garant i r a mobilizao dos estudantes no Conselho Universitrio para garantir que o plebiscito apresentada foi que as universidades buscassem Voc j pensou em quanto dinheiro se

    acontea.outra forma de financiamento, que no o pblico e ganha em mensalidade de um curso de ingls na foram criadas pelo pas centenas de fundaes UFF? S pro primeiro semestre, no Programa de ditas de apoio.Lnguas Estrangeiras Modernas (PROLEM), o

    Essas fundaes t rans fo rmam a valor R$ 475,00 por estudante. universidade em um verdadeiro balco de Pois , s entre 2001 e 2004 a FEC negcios, onde se utiliza da estrutura fsica de (Fundao Euclides da Cunha), uma entidade funcionrios/servidores, deixando na maioria das privada responsvel por gerir esse dinheiro, lucrou vezes de prestar contas e com um repasse mnimo mais de 121 milhes de reais e virou alvo de para a universidade.investigao do Ministrio Pblico. Alm do

    Por causa de denncias sobre as fundaes PROLEM, existem diversos outros cursos que so de apoio, a ocupao da Unb derrubou o reitor oferecidos pela UFF que so pagos. Timothy, envolvido. Na UFMG, a luta dos O pior que esse dinheiro vai pra conta da estudantes acabou com a cobrana FEC e no da UFF. Por conta dessa e de outras semestral pela matrcula. Na irregularidades na prestao de contas desses UFRGS, aps vrias denncias, a cursos, a Reitoria e as Unidades esto sendo justia proibiu a existncia de investigadas pelo Tribunal de Contas da Unio. O cursos pagos. fato que a ltima prestao de contas da FEC foi

    aprovada pelo Conselho Universitrio sem nem ser Pelo plebiscito dos lida, o que, convenhamos, facilita um pouco as

    Cursos pagos!coisas.Do dinheiro que entra em mensalidades na

    Na UFF a ditadura conta da FEC, somente cerca de 30% repassado no acabou. O nosso de alguma forma entre a reitoria, ao departamento estatuto ainda o mesmo e a unidade.dos anos de chumbo.Ento por que aturar as fundaes? Entra

    O p r o c e s s o d e governo, sai governo e os investimentos na mudana desse estatuto educao continuam insuficientes. A sada

    Esse semestre a UFF tem o dever de dar um fim nessa situao. O plebiscito sobre os cursos pagos, conquista de todos os estudantes, a oportunidade de nos posicionarmos pela gratuidade total na universidade ou a manuteno desses cursos.

    Depois de muitos anos sem reforma, e muitos outros lutando por ela, a Gesto Levante e Cante, eleita no final do ano passado, tem o orgulho de inaugurar o prdio do DCE. Foi uma grande vitria para todos os estudantes essa reforma, que restaurou a fachada, a parte eltrica e hidrulica. Alm disso, todos os banheiros foram reformados e reformamos as salas do pr-vestibular comunitrio que funciona no segundo andar do prdio.

    E para comemorar, estamos organizando nessa calourada uma atividade no DCE. No teatro, teremos um debate sobre segurana pblica e criminalizao da pobreza, com a presena do Deputado Estadual Marcelo Freixo (Presidente da Comisso de Direitos Humanos da ALERJ), MC Leonardo (Apafunk) e (Associao do Morro do Estado).

    Ao som do hip-hop e da roda de funk, vai rolar tambm o graffiti da rampa de acesso ao DCE. A inaugurao ser no dia 27 de Agosto, a partir das 19 horas. No perca!!! e

    EditorialEditorialFala galerinha! Em primeiro lugar

    gostaramos de desejar boas-vindas para @s que j eram estudantes da UFF e @s calour@s. Pront@s para conhecer o que a universidade tem de melhor (e de pior tambm)? Na ltima edio do jornal do DCE tivemos como temas a luta pela reduo do preo das Xeroxs e o lamentvel caso do roubo que ocorreu na Faculdade de Educao.

    Aps a presso dos estudantes no Conselho Universitrio* conseguimos encaminhar um grupo de trabalho para regulamentao das Xeroxs na universidade, reativamos a comisso de regulamentao das festas nos campus, aprovamos uma moo que responsabiliza as empresas de segurana pelos roubos ocorridos e constrange a administrao da UFF a tomar providncias e encaminhamos duas comisses sobre a questo dos roubos, uma propondo uma poltica geral de procedncia para roubos na universidade e outra uma CPIzinha sobre o roubo especfico da pedagogia. Ufa!

    Nesse jornal temos como tema principal a nossa calourada do segundo semestre. Dessa vez com o tema Essa conta eu no pago para reivindicar mais assistncia estudantil, por uma nova poltica pblica de segurana, em defesa da produo cultural de resistncia das periferias (funk, hip-hop e samba), em defesa do conhecimento livre e em defesa do carter pblico e gratuito da nossa universidade. CONTRA OS CURSOS PAGOS na UFF! Na programao teremos debates, sopas, mostrA programao estar bombante! Debatam, dancem, pensem, curtam, conheam... Enfim!!!

    Seja bem-vind@ UFF novamente!

    *Instncia mxima de deliberao da UFF no qual participam professores, servidores e estudantes, embora

    Ufa! Deu trabalho mas voc conseguiu entrar na universidade. A UFF, Universidade Federal Fluminense, a tal universidade pblica, to esperada por ns na qualidade e no preo... Mas infelizmente conforme as coisas forem andando voc vai perceber que as coisas no so to boas quanto parece e que o carter pblico, gratuito e de qualidade j no to ileso assim... mas graas a nossa organizao e a nossa luta (o movimento estudantil da UFF mesmo com suas glrias e problemas) continuamos permanentemente defendendo a nossa UFF, para que ns e os muitos que viro possam desfrutar dela. Por isso convidamos voc tambm para lutar em defesa da nossa universidade pra que ela continue pblica, gratuita, de qualidade e pra que um dia ela seja tambm para tod@s que queiram estar nela.

    Bom... j deu pra perceber que pra ns a universidade mais do que um lugar para ganharmos profisses, mas um lugar para reflexes, transformaes, contestaes, e muita ao! Vamos junt@s?

    Se liga calour@s

    F a s es ut a r t ec dos ur os .alt de profes ores, tr ur prec ia, cons antes ameaas de f hamento c s .. s alguns dos es ados um apalhado es o pans par I do

    es es so r ult de atr proc s de ex o a o nterior Estado.os imos U F iou er os ampus ex o er de s ,N lt anos a F cr div sos nov c e pandiu nm o cur os e alunos es a o, po opor es es int s ado educ

    mas s expans que deria pr cionar aos tudant do erior do E t a o er it pblic uit de f f as .univ s ria a, grat a e qualidade, oi eita nas cox e ano c s eit de f ame no er v ibular e c de

    N ste o ur o de Dir o Maca oi aado de t est o ampus b Fri ta p dCa o o mb m o e abar.ac E r erO ncont o do Int ior

    U F do c 2 da F , realiza a ada o es anos, pao onde osa t s oestud n e de tod s