jornal afolha edição 347

Download Jornal Afolha Edição 347

Post on 08-Feb-2016

219 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Afolha Edição 347 edição digital

TRANSCRIPT

  • 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

    1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123ALVORADA, 07 A 13 DE JUNHO DE 2012 - ANO XVI - N 347 - R$ 1,00

    Salas multifuncionaisincrementam escolas

    municipais PGINA 2

    Atividades marcam osdois anos da URS III

    PGINA 2

    Independente daidade da criana,

    Salrio-Maternidadedeve ser pago a todasas mes por 120 dias

    PGINA 4

    Servios dos Correiossero discutivos emaudincia pblica

    PGINA 4

    Alvorada se destaca no rankingdas Cidade Digital do pas

    Alvorada atingiu o 37 lugar no ndice das Cidades Digitais do Brasil. O estudocontou com a participao de 101 municpios brasileiros que foram avaliados commetodologia desenvolvida pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento emTelecomunicaes (CPqD),da Telebrs. PGINA 7

    Programa Mais Educaovaloriza cultura gacha

    com aulas de danatradicionalista na escola

    Alice de CarvalhoPGINA 4

    Cresce base de apoio apr-candidatura deBorba para prefeito.

    Agora foi a vez do PRTBanunciar sua adeso

    PGINA 5

    TODA SEMANAA MELHOR INFORMAO

    Voc pode ajudar asalvar o planeta.

    Veja na pgina 6algumas atitudespositivas e faa

    tambm sua parte.

  • 2 ALVORADA, 07 A 13 DE JUNHO DE 2012GERAL

    E X P E D I E N T E

    T E X T O S A S S I N A D O S S O D E R E S P O N S A B I L I D A D E D O A U T O R , N O R E F L E T I N D O A O P I N I O D O J O R N A L .

    VIP EMPRESA JORNALSTICA LTDA. CNPJ: 01.329.315/0001-40Jornal A FOLHA - FUNDADO EM 14 DE JUNHO DE 1996

    Redao e Oficina:RUA VEREADOR ARY MLLER, 34

    PDA. 47 B. MARINGCEP 94810-470 - ALVORADA

    CIRCULAO: SEMANAL - A l v o r a d a / R S - ( 5 1 ) 3 4 8 3 - 5 3 3 4 / Fax: 3442.0449 E - m a i l : a f o l h a @ g m a i l . c o mDiretoresNELSON SILVA SANTOSROBERTO SILVA SANTOS

    Impresso:TOTALGRAF - NOVO HAMBURGORepr. Comercial em POA: JPD NAIBERTFone: (51) 3266-5016 - Fax: 32665191

    Jornalista - REG. PROF. 11159UBIRATAN BANDEIRADiagramaoVERSON MACHADO KILA

    Diretor/EditorPAULO ROBERTO SANTOS

    Frente a FrenteCOM A COM A COM A COM A COM A PALAVRADANIEL DA LUZ MACHADO

    E por falar em dever cumprido...

    Ol queridos amigos! Antes de iniciar esta colu-na estava acompanhando o final do segundo set dofantstico jogo entre o timo tenista argentino DelPotro e o genial Roger Federer, para mim e muitosamantes do tnis, simplesmente o maior jogador detodos os tempos. O Federer genial. J assisti mui-to de suas partidas ao longo dos anos no circuitosempre que o meu horrio de folga coincide com atransmisso de seus jogos programa essencialpara mim contemplar a sua direita mgica. Com opassar dos anos a competitividade aumentou muitoe hoje o Federer nem sempre ganha os grandes tor-neios, at porque no seu caminho surgiram simples-mente dois jogadores geniais que so Rafael Nadale Novak Djokovic, mas independente de grandes vi-trias o Roger Federer com o seu brilho pode jogarsem presso porque ele um atleta que tem o seudever cumprido.

    Nas batalhas do nosso dia a dia, as derro-tas so inevitveis. No se pode ganhar sem-pre. Ora perdemos em uma seleo de em-prego, em um concurso pblico, ora perdemosum familiar ou amigo querido, perdemos o amorinspirador que enche nossos olhos e corao,enfim cedo ou tarde lamentamos que algumacoisa no tenha ocorrido dentro do roteiro queidealizamos.

    bvio e se no fosse estaramos loucos,que as vitrias so sempre melhores em rela-o s perdas, mas em ambas salutar umainterpretao concisa para que saibamos oporqu dos seus acontecimentos.

    Quando entendemos o porqu balizador denossos resultados, se tivermos propenso aoperdo iremos certamente nos perdoar e se-guir a vida em frente de cabea erguida e almaleve, condio esta indispensvel para voltar-mos a sorrir e nos prepararmos para grandesvitrias ou fortalecermos-nos para eventuaisnovos tropeos.

    Talvez a grande dificuldade que temos emperdoar nossos semelhantes, se d por queem primeiro lugar no conseguimos perdoar ans mesmos e sendo assim ficamos mastigan-do mgoas e no andamos em frente. Algumque dificilmente se perdoa como perdoar oseu prximo?

    Perdoar a si prprio mais do que uma ne-cessidade um exerccio de leveza, uma ala-vanca para continuar a caminhada sabendoque as dificuldades so inerentes a nossa con-dio humana, mas que essencialmente de-pende de ns mesmos estabelecermos a suareal dimenso em nossas vidas.

    Eu particularmente j me angustiei inme-ras vezes com perguntas do tipo: Por que nojuntei mais grana? Por que fui abrir a minhaboca? Por que no ouvi meus pais? Por queno ouvi o meu amigo? Por que vim por essarua? Enfim por que fiz isso ou aquilo e hojelamentei o resultado.

    Mas muitas vezes quando essas dvidasatrozes nos consomem e angustiam indicandoque no devamos nos perdoar surge algumaconstatao feita atravs de palavras, de umolhar, de uma simples pergunta que nos reme-te aquilo que perdemos e ento analisamoscom profundidade a situao e samos do im-brglio com a sensao de que fizemos o nos-so melhor e se a vitria no ocorreu no foi porque tenhamos sido desleixados ou por que notenhamos capacidade,mas sim porque algumacircunstncia da vida no foi de acordo com anossa vontade.

    E nessas horas podemos sair e caminharfelizes e leves com a sensao lmpida de de-ver cumprido.

    Avenida Frederico Dihl, 584 3483-2909Rua 24, 370 - J. Algarve 3443-5183

    EspEto CarnEsE MErCado

    CORTES ESPECIAIS E TODO TIPO DE CARNESPARA SEU CHURRASCO E PARA O SEU DIA-A-DIA

    MAURCIORELOJOARIA - JOALHERIATICA

    Av. Pres. Getlio Vargas, 1759 - Centro - Pda. 463483.4077 / 3044.7877 / 8132.1058

    E-mail: oticamauricio@uol.com.br

    30 anos

    30 ANOS servindo a comunidade deAlvorada com qualidade, preos e

    condies especiais de pagamento.Atendimento personalizado.

    A TICA PIONEIRA DE ALVORADA

    URS III completa dois anos de atividadesCom direito a bolo e

    salgadinhos, os servi-dores da Unidade deReferncia em Sade(URS) III celebraram,nesta quinta feira, 31,o aniversrio de doisanos do local. Na co-memorao, estiverampresentes o prefeitoCarlos Brum, o lder dogoverno na Cmara,professor Borba, o ve-reador Grson Luis, asecretria de Sade,Neusa Abruzzi, e a deMeio Ambiente, Nbia

    de Oliveira.Alm da comemora-

    o do aniversrio, aocasio serviu tambmpara o lanamento doprojeto que visa a im-plantao de um postode coleta de anlisesclnicas, na prpria uni-dade. A inteno agi-lizar o servio. Casoisso seja feita, o paci-ente consultaria eagendaria a coleta ou,em caso de prontoatendimento, coletariao exame de imediato.

    As amostras seriamencaminhadas para olaboratrio central.

    A URS III est situa-

    da na Rua FredericoDihl, 3170. A partir des-ta sexta feira, 1, o localfuncionar at s 21h.

    COMEMORAO

    10 Tilintar das ChilenasAcontece de 6 a 10 de junho o 10 Tilintar

    das Chilenas. O evento est sendo realizadono CTG Chilena de Prata, loc