Jornada ProAC AULA 1 | Lei | Inti Queiroz - Setembro de 2014 Rede Cemec

Jornada ProAC AULA 1 | Lei  | Inti Queiroz - Setembro de 2014 Rede Cemec slide 0
Download Jornada ProAC AULA 1 | Lei  | Inti Queiroz - Setembro de 2014 Rede Cemec

Post on 04-Jun-2015

114 views

Category:

News & Politics

3 download

DESCRIPTION

Jornada ProAC AULA 1 | Lei | Inti Queiroz | A criao e atualizaes nos sete anos da Lei, o que representa nos momento poltico, cultural e econmico atual, as tendncias e oportunidades. Com oito anos de existncia e cada vez mais relevncia para o desenvolvimento do setor cultural paulista, o Programa de Ao Cultural do Estado de So Paulo - o ProAC, movimenta mais de 150 milhes de reais anualmente, impulsionando a produo cultural e o desenvolvimento de negcios criativos. A Jornada ProAC quer apresentar o mecanismo como oportunidade de negcios, apresentando suas funcionalidades para produtores e profissionais de cultura a utilizarem da melhor maneira possvel, ampliando suas possibilidades de atuao em favor do setor cultural brasileiro.

TRANSCRIPT

1. JORNADAPROAC LEI DO ICMS SPA CRIAO E ATUALIZAES NOS SETE ANOS DALEI, O QUE REPRESENTA NOS MOMENTOSPOLTICO, CULTURAL E ECONMICO, ASTENDNCIAS E OPORTUNIDADES.Docente: Inti QueirozInti.queiroz@gmail.com 2. HISTRICOData de 1986, a 1 lei de incentivo cultura no pas, a LeiSarney, lei federal que em 1991, d lugar Lei Rouanet. Ao lado das leis de incentivo de panorama federal, temosos mecanismos das esferas governamentais menores,como as leis de incentivo cultura estaduais emunicipais.A cidade de Vitria no Esprito Santo foi pioneira nacriao de uma lei de incentivo cultural em mbitosmunicipais, seguida, meses depois, pela criao da leimunicipal na cidade de So Paulo, a Lei Mendona. 3. HISTRICO Logo depois, no ano de 1992, o estado do Rio deJaneiro criou a primeira lei estadual de incentivo cultura.At 2003, 17 estados do Brasil contavam com leisculturais de incentivo em mbitos estaduais emunicipais.Hoje, de acordo com dados encontrados no site doMinistrio da Cultura, estima-se que 24 estadosbrasileiros j dispem de algum tipo de mecanismoestadual de incentivo fiscal cultura. 4. HISTRICONo ano de 1996, o Estado de So Pauloregulamentou sua primeira a lei estadual deincentivo cultura, lei 8.819/94, tambm conhecidacomo LINC (Lei de Incentivo Cultura).A LINC foi escrita e implantada por MarcosMendona.Apesar de um incio crescente, a lei teve umdecrescimento de investimentos governamentais aolongo dos primeiros anos e no ano de 1999, foiengavetada. 5. PROAC HISTRICOAt que, em 2006, aps a mobilizao de produtoreslocais, aconteceu a regulamentao de uma nova leiestadual de incentivo cultura.Sob a batuta do ento Secretario Estadual de Cultura ocineasta Joo Batista de Andrade foi lanado o programade incentivo cultura do Estado de So Paulo, o PAC(Programa de Ao Cultural), regulamentado pela lei12.268/2006, que utiliza os benefcios fiscais do ICMSpara o incentivo cultura no Estado.O programa foi chamado a partir do ano de 2009 dePROAC para que no houvesse coincidncia com oprograma de economia federal, com sigla homnima,lanado pouco tempo depois. 6. LEGISLAO PROACLei 12.268/2006 Lei do ICMSDecreto SF n 51.944, de 29 de junho de 2007 rev asalquotas de patrocnio.Decreto n 54.275, de 27 de abril de 2009 regulamentaa lei criando novos critrios(complementa a lei).RESOLUO SC N 96, DE 22 DE NOVEMBRODE 2011 - critrios de envio de projetos. RESOLUO SC N 48, 03/08/2012 contrapartidasRESOLUO SC N 49, 03/08/2012 tabelas FGVRESOLUO SC N 50, 03/08/2012 Tetos porsegmento. 7. RESOLUO SC N 96, 22 novembro 2011No 2o semestre de 2011, aps uma mobilizao deprodutores locais, apoiados pelo ento coordenador doProac Andr Sturm, a SEC realizou alteraes nosprocedimentos de inscrio de projetos culturais viamecenato propondo novas regras.As novas regras buscavam organizar a inscrio de projetos,porm, a resoluo ampliou o volume de documentossolicitados aos proponentes e tambm a complexidade daburocracia.A resoluo foi escrita em conjunto com diversosprodutores locais que participaram da mobilizao eauxiliaram na escrita do texto em conjunto com o entoCoordenador do PROAC Andr Sturm. 8. O PROACO PROAC (Programa de Ao Cultural) se divide em 2modalidades:Mecenato ICMS - PatrocnioEditais verba direta fundo estadual de culturaAs duas modalidades esto diretamente relacionadascom a lei 12.268/2006. 9. EDITAIS PROACDesde a 1a edio em 2006, os editais do PROACtrouxeram a oportunidade para projetosdesenvolvidos em todo o estado de So Paulo, nasmais diversas reas, de realizar atividades artsticas eculturais.O Programa de Ao Cultural viabilizou a realizaode projetos de diversos tamanhos e tipos ao contarcom modalidades diferentes em cada um dos editais.J no primeiro ano 26 editais foram criados e 500projetos culturais de diversas reas artsticasapoiados com verba direta do estado. 10. EDITAIS PROACEm 2008 o programa j era considerado um sucesso porconta do histrico de mais de 1000 projetos incentivadospor meio dos editais, com investimento de 19 milhes.No mesmo ano foram aproximadamente 250 projetosaprovados no mecenato, totalizando um investimento de80 milhes de reais/ ano.No ano de 2012 o Proac ofereceu 36 editais sendo queboa parte deles visavam contemplar artistasindependentes.No ano de 2013 o programa chegou ao timo nmero de42 editais, ampliando ainda mais a diversidade de reasculturais e o apoio aos artistas iniciantes. Em 2014 sero44 editais e a prioridade so projetos no interior e litoral. 11. EDITAIS PROACA criao de editais para projetos de primeiras obrasem diversas reas artsticas a partir de 2010democratizou ainda mais o acesso s verbas pblicasde cultura para artistas iniciantes do Estado.A incluso de editais inovadores como os de a culturaindgena, tradicional caipira, histria em quadrinhos,fotografia, espaos independentes de arte, difuso daliteratura e editais para o pblico LGBTTs, entreoutros, mostraram o carter inovador e abrangentedo programa. 12. Proac EDITAIS201342 editais(maro / setembro) 13. EDITAIS PROAC 2014 abertosEdital Proac n 13/2014 - RESTAURAO DE IMVEIS TOMBADOS PELOCONDEPHAAT - Vigncia: 04/09/2014 a 20/10/2014Edital Proac n 21/2014 - TELEFILME PARA O PBLICO INFANTIL E/OUJUVENIL - Vigncia: 25/08/2014 a 10/10/2014Edital Proac n 24/2014 - DESENVOLVIMENTO DE SRIE DE TV- Vigncia: 22/08/2014 a 06/10/2014Edital Proac n 23/2014 - DESENVOLVIMENTO DE PROJETO DE LONGA-METRAGEM- Vigncia: 22/08/2014 a 06/10/2014Edital Proac n 22/2014 - AES DE FOMENTO AO AUDIOVISUAL- Vigncia: 22/08/2014 a 06/10/2014Edital Proac n 25/2014 - APRIMORAMENTO TCNICO-ARTSTICO- Vigncia: 11/08/2014 a 24/09/2014n 14. Novos editais Proac em 2014Edital 25 Concurso de Apoio a Projetos deAprimoramento ArtsticoPara projetos que contemplem a formao,especializao e/ou aperfeioamento tcnico ouartstico do artista ou grupo.Edital 26 Concurso de Apoio a Projetos deTerritrio das Artes (Manuteno deEspaos)Edital voltado para espaos independentes. 15. EDITAIS PROAC 2014Em 2014 o investimento nos editais do Proac de 40milhes de reais em 44 editais e 680 projetos. (so 10milhes a amais que em 2013)Maior investimento em projetos no interior do estado (de30% a 70% em alguns editais).Ampliao de valores e de nmero de contemplados emalguns editais.Inscrio mista: online e impressa.A SEC justifica que o crescimento em alguns editaisacontece a partir da ampliao no nmero de inscries noseditais anteriores. Esta tambm a justificativa para aampliao na dotao em 10 milhes. 16. MECENATOPROPONENTEEMPRESA,INSTITUIOOU PFSECRETARIA DEESTADO DACULTURAFINANCIADORPATROCINADOREmpresa tributadano ICMS em SPSECRETARIADA FAZENDAESTADUAL 17. LEI DO ICMS SP - mecenatoA lei do ICMS de So Paulo prev a utilizao de deduofiscal para as empresas patrocinadoras que podemdeduzir parte devida do ICMS (Imposto sobre OperaesRelativas Circulao de Mercadorias e sobre Prestaode Servios de Transporte Interestadual).Os patrocnios das empresas so baseados empercentuais aplicveis ao valor do saldo devedor do ICMSapurado pelo contribuinte, devendo esses percentuaisvariar de 0,01% a 3,0 % do valor devido de acordo comescalonamento por faixas de saldo devedor anual. 18. Sistema PROAC onlineA nova lei estadual paulista trouxe um carterinovador s leis de incentivo cultura em todo paspor meio da informatizao digital para a inscriode projetos proporcionando uma maiordemocratizao de acesso de informaes, com ostrmites via internet.Esse pioneirismo influenciou a inscrio de projetosem outras instituies de cultura como o sistemaSALIC WEB/ MINC. 19. I Artes plsticas, visuais e design R$500.000,00;II Bibliotecas, arquivos e centrosculturais R$ 250.000,00;III Cinema R$ 800.000,00;IV Circo R$ 400.000,00;V Cultura Popular R$ 400.000,00;VI Dana R$ 500.000,00;VII Eventos Carnavalescos e Escola deSamba R$ 300.000,00;VIII Hip Hop R$ 100.000,00;IX Literatura R$ 250.000,00;X Museu R$ 500.000,00;XI Msica R$ 500.000,00;XII pera R$ 600.000,00;XIII Patrimnio Histrico e Artstico R$ 500.000,00;XIV Pesquisa e Documentao R$150.000,00;XV Teatro R$ 600.000,00;XVI Vdeo R$ 200.000,00;XVII Bolsas de estudos para cursos decarter cultural ou artstico, ministrados eminstituies nacionais ou internacionais semfins lucrativos R$ 75.000,00;XVIII Programas de Rdio e de Televisocom finalidades cultural, social e servios comunidade R$ 300.000,00;XIX Projetos Especiais primeiras obras,experimentaes, pesquisas, publicaes,cursos, viagens, resgate de modostradicionais de produo, desenvolvimentode novas tecnologias para as artes e culturae preservao da diversidade cultural R$300.000,00;XX Restaurao e Conservao de bensprotegidos por rgo oficial depreservao R$ 1.000.000,00;XXI Recuperao, Construo eManuteno de espaos de circulao daproduo cultural no Estado R$1.000.000,00. 20. MECENATO necessrio pensar o mecenato tambm a partir das esferas deinfluncia recproca que compe a esfera das polticas culturais.No primeiro nvel temos as esferas: Cultural, econmica epoltica. No segundo nvel temos: esfera (pblica) estatal - dilogo central esfera legislativa onde esto inscritas as leis de incentivo. esfera corporativa, aliada esfera publicitria - patrocnios esfera artstica onde os projetos so desenvolvidos. esfera miditica onde os projetos so divulgados. 21. Marketing cultural X ARTE Leis de incentivo cultura compromisso - constituio e sociedade. Projeto cultural carter artstico / cultural / comercial produtocultural eventual / sustentvel Projeto de captao de recursos venda do projeto / produto. Plano de mdia Mdia paga (assessoria de imprensa, anncios,propaganda, etc) e mdia espontnea (releases, clipping, etc)divulgao do projeto e do patrocinador. Retorno para o projeto crescimento da proposta em termos decontedo, pblico, verba, visibilidade. Retorno para o proponente crescimento proponente sustentabilidade Retorno para o patrocinador contrapartidas (comunicao / relaespblicas/ responsabilidade social) visibilidade. 22. ANLISE CRTICADeduo integral 100% do valor do patrocnio noimposto estadual (ICMS) no valor mximo de 0,01%a 3% de acordo com escalonamento por faixas desaldo devedor anual.Patrocnio mensal via boleto da Secretaria daFazenda estadual nem sempre funciona.Dotao (verba) anual no atende a demanda.Baixo ndice de aprovao de projetos (25%).Prestao de contas muito exigente.Baixo numero de projetos por proponente. 23. Reflexes finais...Qual a melhor ferramenta para viabilizar meu projeto?De onde viro os recursos financeiros para realizar meuprojeto?Inscrio em editais pblicos, privados ou captao direta?Captao de recursos diretamente com uma empresa oucaptadores?Quando penso em desenvolver meu projeto?Aprovei e Captei! E agora? Como realizar uma boaproduo cultural?A prestao de contas e o incio de um novo ciclo. 24. DICAS FINAISFaa um calendrio com os editais anuais para enviar seu projeto.Em seus projetos use linguagem objetiva: evite termos acadmicos oumetafricos.Faa um oramento compatvel: estimativas exorbitantes tm menoschancesProponha atividades complementares: atividades gratuitas, oficinas ouexibies itinerantes so pontos positivosAtenha-se cultura: projetos exclusivamente comerciais, de fundopoltico ou que tratem de religies especficas so reprovados.Especifique o pblico-alvo e porque o projeto relevante ideal j ter um patrocinador em vista antes da inscrio do projeto. 25. OBRIGADA! Inti.queiroz@gmail.comhttps://twitter.com/culturapraquemwww.erativa.art.br

Recommended

View more >