iv congresso nacional da fepodi direito civil e processo civil

Download iv congresso nacional da fepodi direito civil e processo civil

Post on 09-Jan-2017

218 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • IV CONGRESSO NACIONAL DA FEPODI

    DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL

    LIVIA GAIGHER BOSIO CAMPELLO

    MARIANA RIBEIRO SANTIAGO

  • Copyright 2016 Federao Nacional Dos Ps-Graduandos Em Direito

    Todos os direitos reservados e protegidos. Nenhuma parte deste livro poder ser reproduzida ou transmitida sejam quais forem os meios empregados sem prvia autorizao dos editores.

    Diretoria FEPODI Presidente - Yuri Nathan da Costa Lannes (UNINOVE) 1 vice-presidente: Eudes Vitor Bezerra (PUC-SP) 2 vice-presidente: Marcelo de Mello Vieira (PUC-MG) Secretrio Executivo: Leonardo Raphael de Matos (UNINOVE) Tesoureiro: Srgio Braga (PUCSP) Diretora de Comunicao: Vivian Gregori (USP) 1 Diretora de Polticas Institucionais: Cyntia Farias (PUC-SP) Diretor de Relaes Internacionais: Valter Moura do Carmo (UFSC) Diretor de Instituies Particulares: Pedro Gomes Andrade (Dom Helder Cmara) Diretor de Instituies Pblicas: Nevitton Souza (UFES) Diretor de Eventos Acadmicos: Abimael Ortiz Barros (UNICURITIBA) Diretora de Ps-Graduao Lato Sensu: Thais Estevo Saconato (UNIVEM) Vice-Presidente Regional Sul: Glauce Cazassa de Arruda (UNICURITIBA) Vice-Presidente Regional Sudeste: Jackson Passos (PUCSP) Vice-Presidente Regional Norte: Almrio Augusto Cabral dos Anjos de Castro e Costa (UEA) Vice-Presidente Regional Nordeste: Osvaldo Resende Neto (UFS) COLABORADORES: Ana Claudia Rui Cardia Ana Cristina Lemos Roque Daniele de Andrade Rodrigues Stephanie Detmer di Martin Vienna Tiago Antunes Rezende

    ET84

    tica, cincia e cultura jurdica: IV Congresso Nacional da FEPODI: [Recurso eletrnico on-line]

    organizao FEPODI/ CONPEDI/ANPG/PUC-SP/UNINOVE;

    coordenadores: Livia Gaigher Bosio Campello, Mariana Ribeiro Santiago So Paulo:

    FEPODI, 2015.

    Inclui bibliografia

    ISBN: 978-85-5505-143-2

    Modo de acesso: www.conpedi.org.br em publicaes

    Tema: tica, cincia e cultura jurdica

    1. Direito Estudo e ensino (Ps-graduao) Brasil Congressos. 2. tica. 3. Cincia. 4.

    Cultura jurdica. I. Congresso Nacional da FEPODI. (4. : 2015 : So Paulo, SP).

    CDU: 34

    www.fepodi.org

    http://www.conpedi.org.br/http://www.fepodi.org/

  • IV CONGRESSO NACIONAL DA FEPODI

    DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL

    Apresentao

    Apresentamos toda a comunidade acadmica, com grande satisfao, os anais do IV

    Congresso Nacional da Federao de Ps-Graduandos em Direito FEPODI, sediado na

    Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo PUC/SP, entre os dias 01 e 02 de outubro de

    2015, com o tema tica, Cincia e Cultura Jurdica.

    Na quarta edio destes anais, como resultado de um trabalho desenvolvido por toda a equipe

    FEPODI em torno desta quarta edio do Congresso, se tem aproximadamente 300 trabalhos

    aprovados e apresentados no evento, divididos em 17 Grupos de Trabalhos, nas mais

    variadas reas do direito, reunindo alunos das cinco regies do Brasil e de diversas

    universidades.

    A participao desses alunos mostra comunidade acadmica que preciso criar mais

    espaos para o dilogo, para a reflexo e para a trota e propagao de experincias,

    reafirmando o papel de responsabilidade cientfica e acadmica que a FEPODI tem com o

    direito e com o Brasil.

    O Formato para a apresentao dos trabalhos (resumos expandidos) auxilia sobremaneira este

    desenvolvimento acadmico, ao passo que se apresenta ideias iniciais sobre uma determinada

    temtica, permite com considervel flexibilidade a absoro de sugestes e nortes, tornando

    proveitoso aqueles momentos utilizados nos Grupos de Trabalho.

    Esses anais trazem uma parcela do que representa este grande evento cientfico, como se

    fosse um retrato de um momento histrico, com a capacidade de transmitir uma parcela de

    conhecimento, com objetivo de propiciar a consulta e auxiliar no desenvolvimento de novos

    trabalhos.

    Assim, com esse grande propsito, que nos orgulhamos de trazer ao pblico estes anais

    que, h alguns anos, tm contribuindo para a pesquisa no direito, nas suas vrias

    especialidades, trazendo ao pblico cada vez melhores e mais qualificados debates,

    corroborando o nosso apostolado com a defesa da ps-graduao no Brasil. Desejamos a

    voc uma proveitosa leitura!

    So Paulo, outubro de 2015.

  • Yuri Nathan da Costa Lannes

  • ALIENAO PARENTAL: LEI 12.318/2010 E O DANO MORAL LUZ DA RESPONSABILIDADE CIVIL NO DIREITO DE FAMLIA

    PARENTAL ALIENATION: LAW 12.318/2010 AND MORAL DAMAGE IN THE PERSPECTIVE OF CIVIL RESPONSIBILITY IN FAMILY LAW

    Gabriel Henrique Zani FurlanTefilo Marcelo de Ara Leo Jnior

    Resumo

    O presente resumo expandido busca novas vises de um problema familiar atual chamado de

    Alienao Parental, no qual ressalta a possibilidade da imputao do dano moral nesse campo

    especfico do Direito de Famlia. Sabe-se que o conceito de Alienao Parental surgiu em

    meados de 1980 com os estudos do psiquiatra Richard Gardner. No Brasil, a lei 12.318/2010

    definiu como o prejuzo causado ao estabelecimento ou manuteno do vnculo familiar entre

    a criana ou adolescente para com um dos genitores por quem exercer algum tipo de

    autoridade ou vigilncia sobre esses. Nessa vereda, no corpo desse trabalho ressalta-se as

    formas descritas na lei como condutas que geram a prtica da Alienao, assim como

    algumas das sanes tipificadas, fazendo liame entre a divergncia doutrinria quanto a teoria

    da responsabilidade civil no Direito de Famlia e a configurao do dano moral na prtica da

    Alienao Parental.

    Palavras-chave: Sndrome da alienao parental, Responsabilidade civil, Dano moral, Alienao parental

    Abstract/Resumen/Rsum

    This summary expanded search new visions of a current family problem called Parental

    Alienation, highlighting the possibility of imputing moral damage in that particular field of

    family law. It is known that the Parental Alienation concept emerged in the mid 1980s with

    studies psychiatrist Richard Gardner. In Brazil, the law 12.318/2010 set as the damage

    caused to the establishment or maintenance of family ties between the child or adolescent

    with a parent for whom exercise some kind of authority or supervision over those. In this

    path, in the body of this work it emphasizes the ways described in the law as conduct that

    generate the practice of Sale, as well as some of typified sanctions, making link between the

    doctrinal divergence as the theory of liability in the Family Law and the configuration the

    moral damage in the practice of Parental Alienation.

    Keywords/Palabras-claves/Mots-cls: Parental alienation syndrome, Civil responsability, Moral damage, Parental alienation

    74

  • INTRODUO

    A Alienao Parental, com tal denominao, foi constatada pelo psiquiatra Richard

    Alan Gardner, em meados de 1980, aps anos em que ele desenvolveu suas pesquisas

    voltadas a comportamentos familiares. Na sociedade brasileira, tal tema ganhou destaque

    recentemente, impulsionado pela doutrina como resultado da promulgao da lei n 12.318, de

    26 de agosto de 2010. Entretanto, mesmo nos dias atuais, ainda h pouca disseminao

    jurisprudencial.

    Logo de incio, esse trabalho versar sobre o conceito e as formas de configurao da

    Alienao Parental, tanto as molduras previstas na lei como os formatos vrios que se

    verificaram, muitos inimaginveis antes de acontecerem. Em seguida, passar a tratar das

    sanes disciplinadas com o objetivo de intimidar e punir a prtica desse grave

    comportamento, destacando-se algumas das quais a lei tipifica.

    Por conseguinte, ser feita a abordagem da Responsabilidade Civil e do Dano Moral,

    com a averiguao da possibilidade ou no de se aplicar a teoria da responsabilidade civil no

    Direito de Famlia pela conduta praticada pelo alienador. Para tanto, sero abordados

    conceitos de maneira geral e as divergncias doutrinrias encontradas, com grande ateno,

    para no ultrapassarem os lindes da temtica fundamental.

    O fechamento do trabalhado se dar com a concluso, momento em que se reportar

    temtica central, com a consequente retomada conduta censurvel e ao especfico

    tratamento judicial ditado pela responsabilizao civil no mbito do direito de famlia.

    DESENVOLVIMENTO

    Conceitua-se a Alienao Parental como a induo de sentimentos na criana ou

    adolescente, preponderando o intuito negativo e carter repulsivo, cuja prtica de algum

    que detenha alguma autoridade, guarda ou vigilncia, com o fito de afastar e romper o

    convvio de um dos genitores para com a prpria prole. O tema ganhou destaque na sociedade

    brasileira principalmente aps 2010, ano da promulgao da lei 12.318. Esclarece o

    doutrinador Carlos Roberto Gonalves:

    A Lei n. 12.318, de 26 de agosto de 2010, visa coibir a denominada

    alienao parental, expresso utilizada por Richard Gardner no ano de 1985

    ao se referir s aes de guarda de filhos nos tribunais norte-americanos em

    que se constatava que a me ou o pai de uma criana a induzia a romper os

    laos afetivos com o outro cnjuge (Parental Alienation Syndrome). O

    75

  • vocbulo ingls alienation significa criar antipatia, e parental quer dizer

    paterna (GONALVES, 2014, p. 306)

    O art. 2 da lei 12.318/2010, ainda que de modo simples, mostra um conceito claro:

    Art. 2o Considera-se ato de alienao parental a interferncia na formao

    psicolgica da criana ou do adolescente promovida ou induzida por um dos

    genitores, pelos avs ou pelos que tenham a criana ou adolescente sob a sua

    autoridade, guarda ou vigilncia para que repud

Recommended

View more >