iob - icms/ipi - piauí - nº07/2016 - 3ª sem fevereiro

Download IOB - ICMS/IPI - Piauí - nº07/2016 - 3ª Sem Fevereiro

Post on 25-Jul-2016

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

IOB ICMS-IPI, Piaui,07-2016,3a Sem Fevereiro

TRANSCRIPT

  • Acesse a verso eletrnica deste fascculo em www.iob.com.br/boletimiobeletronico

    Boletimj

    Manual de Procedimentos

    Veja nos Prximos Fascculos

    a IPI - Estabelecimento industrial e equiparado a industrial

    a ICMS - Crdito do imposto

    a ICMS - Isenes do imposto

    ICMS - IPI e OutrosFascculo No 07/2016

    Piau

    /a FederalIPIContribuintes e responsveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 01

    /a EstadualICMSEFD - Apurao do ICMS - Bloco E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 04

    /a IOB SetorialFederalBebidas - IPI - Bebidas quentes - Novas regras de tributao . . . . . . 13

    /a IOB ComentaEstadualProcedimentos fiscais relativos ao levantamento do estoque dos pro-dutos excludos do regime da substituio tributria . . . . . . . . . . . . 14

    /a IOB Perguntas e RespostasIPIDCTF - Retificao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15

    ICMSSubstituio tributria - Cest - Vigncia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16

    ICMS/PIAlquotas - Exerccio de 2016 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16

  • 2016 by SAGE | IOB

    Capa:Marketing SAGE | IOB

    Editorao Eletrnica e Reviso: Editorial SAGE | IOB

    Telefone: (11) 2188-7900 (So Paulo)0800-724-7900 (Outras Localidades)

    Todos os direitos reservados. expressamente proibida a reproduo total ou parcial desta obra, por qualquer meio ou processo, sem prvia autorizao do autor (Lei no 9.610, de 19.02.1998, DOU de 20.02.1998).

    Impresso no BrasilPrinted in Brazil Bo

    letim

    IOB

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP) (Cmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

    ICMS, IPI e outros : IPI : contribuintes e responsveis. -- 12. ed. -- So Paulo : IOB SAGE, 2016. -- (Coleo manual de procedimentos)

    ISBN 978-85-379-2650-5

    1. Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios - Brasil 2. Imposto sobre Produtos Industrializados - Brasil 3. Tributos - Brasil I. Srie.

    16-00231 CDU-34:336.223(81) ndices para catlogo sistemtico:

    1. Brasil : Imposto sobre Circulao de Mercadorias e Servios : ICMS : Direito tributrio 34:336.223(81) 2. Brasil : Imposto sobre Produtos Industrializados : IPI : Direito tributrio 34:336.223(81)

  • Manual de ProcedimentosICMS - IPI e Outros

    Boletimj

    07-01Boletim IOB - Manual de Procedimentos - Fev/2016 - Fascculo 07 PI

    a FederalIPI

    Contribuintes e responsveis SUMRIO 1. Introduo 2. Contribuintes 3. Autonomia dos estabelecimentos 4. Responsveis 5. Responsabilidade solidria 6. Responsabilidade por substituio

    1. INTRODUOO princpio da legalidade ou da reserva legal

    inserido no art. 150, caput, I, da Constituio Federal de 1988 (CF/1988), estabelece que nenhum tributo poder ser exigido ou aumentado sem que a lei o estabelea.

    Dessa forma, o poder tributante (sujeito ativo da obrigao princi-pal - Unio, Estados, Municpios e Distrito Federal) s poder exigir qualquer espcie de tributo quando este for institudo por lei.

    A lei, dentre outras disposies, deve definir quais so os contribuintes do imposto (sujeito passivo da obrigao principal), com estrita observncia das normas gerais em matria tributria estabelecidas em lei complementar Constituio, a que se refere o art. 146, caput, III, da Carta Magna.

    O art. 121 do Cdigo Tributrio Nacional (CTN), aprovado pela Lei n 5.172/1966, incorporado ao art. 21 do Regulamento do IPI (RIPI), aprovado pelo Decreto n 7.212/2010, define como sujeito passivo da obrigao principal a pessoa obrigada ao pagamento do tributo ou da penalidade pecuniria.

    O pargrafo nico do citado art. 121 do CTN, incorporado nos incisos I e II do art. 21 do RIPI, clas-sifica o sujeito passivo da obrigao principal como:

    a) contribuinte, quando tiver relao pessoal e direta com a situao que constitua o respec-tivo fato gerador;

    b) responsvel, quando, sem revestir a condio de contribuinte, sua obrigao decorra de dis-posio expressa de lei.

    Portanto, a sujeio passiva pode ser direta (relacionada com aquele que efetivamente pratica o fato gerador - o contribuinte) ou indireta (relacionada quele que, embora no pratique o fato gerador, qualificado como responsvel, em decorrncia de disposio expressa de lei).

    Neste texto, examinaremos o tratamento fiscal previsto na legislao do IPI aos

    contribuintes e responsveis pelas obrigaes contidas nessa

    legislao.

    (CF/1988, art. 146, caput, III, e art. 150, caput, I; CTN - Lei n 5.172/1966, art. 121; RIPI/2010, art.

    21)

    2. CONTRIBUINTES

    So contribuintes do IPI, portanto, obrigados ao pagamento do imposto, as pessoas relacionadas nos subitens seguintes, nas hipteses expressamente mencionadas.

    2.1 Importador

    O importador obrigado ao pagamento do IPI em relao ao fato gerador decorrente do desembarao aduaneiro de produto de procedncia estrangeira.

    Cabe destacar que a legislao considera como contribuinte do imposto o importador, sem fazer dis-tino entre pessoa fsica ou pessoa jurdica.

    (RIPI/2010, art. 24, I)

    O industrial obrigado

    ao pagamento do imposto em relao ao fato gerador decorrente

    da sada de produto que industrializar em seu estabelecimento, bem como quanto aos demais fatos

    geradores decorrentes de atos que praticar

  • 07-02 PI Manual de Procedimentos - Fev/2016 - Fascculo 07 - Boletim IOB

    Manual de Procedimentos

    ICMS - IPI e Outros

    2.2 Industrial

    O industrial obrigado ao pagamento do imposto em relao ao fato gerador decorrente da sada de produto que industrializar em seu estabelecimento, bem como quanto aos demais fatos geradores decor-rentes de atos que praticar.

    Estabelecimento industrial aquele que executa quaisquer das operaes caracterizadas como de industrializao (transformao, beneficiamento, mon-tagem, acondicionamento ou reacondicionamento e renovao ou recondicionamento), sendo irrelevantes o processo utilizado para obteno do produto e a localizao e as condies das instalaes ou dos equipamentos empregados.

    (RIPI/2010, art. 4 e art. 24, II)

    2.3 Estabelecimento equiparado a industrial

    O estabelecimento equiparado a industrial obrigado ao pagamento do IPI quanto ao fato gerador relativo aos produtos que dele sarem, bem como quanto aos demais fatos geradores decorrentes de atos que praticar.

    As hipteses de equiparao a estabelecimento industrial de carter obrigatrio esto previstas nos arts. 9, 10 e 137 do RIPI, enquanto que as de cunho opcional esto relacionadas no seu art. 11.

    Entre os casos de equiparao de carter obri-gatrio cita-se, por exemplo, os estabelecimentos importadores de produtos de procedncia estrangeira que derem sada a tais produtos.

    Portanto, os importadores esto obrigados ao pagamento do IPI em dois momentos distintos: no desembarao aduaneiro de produto de procedncia estrangeira (examinar subitem 2.1); e na sada pos-terior do mesmo produto, em razo da equiparao a industrial.

    (RIPI/2010, art. 9, art. 10, art. 11, art. 24, III, e art. 137)

    2.4 Livros, jornais e peridicos

    Esto obrigados ao pagamento do IPI os que consumirem ou utilizarem em outra finalidade, ou remeterem a pessoas que no sejam empresas jor-nalsticas ou editoras, o papel destinado impresso de livros, jornais e peridicos, quando alcanado pela imunidade prevista no art. 18, caput, I do RIPI.

    (RIPI/2010, art. 18, caput, I, e art. 24, IV)

    3. AUTONOMIA DOS ESTABELECIMENTOS

    Considera-se contribuinte autnomo qualquer estabelecimento de importador, industrial ou comer-ciante, em relao a cada fato gerador que decorra de ato que praticar.

    Tambm considerado autnomo, para efeito de cumprimento de obrigao tributria (pagamento do imposto, emisso de documentos, escriturao de livros fiscais etc.), cada estabelecimento mantido por uma mesma pessoa fsica ou jurdica.

    (RIPI/2010, art. 24, pargrafo nico, e art. 609, IV)

    4. RESPONSVEIS

    So obrigadas ao pagamento do IPI como responsveis (sujeio passiva indireta) as pessoas relacionadas nos subitens seguintes, nos casos expressamente mencionados.

    (RIPI/2010, art. 25)

    4.1 Transportador de produtos desacompanhados de documento fiscal

    O transportador responsvel pelo pagamento do IPI quanto aos produtos tributados que transportar desacompanhados da documentao comprobatria de sua procedncia.

    (RIPI/2010, art. 25, caput, I)

    4.2 Produtos desacompanhados de documento fiscal

    O possuidor ou o detentor responde pelo paga-mento do imposto em relao aos produtos tributados que possuir ou mantiver para fins de venda ou indus-trializao desacompanhados da documentao comprobatria de sua procedncia.

    (RIPI/2010, art. 25, caput, II)

    4.3 Produtos usados sem comprovao da origem

    responsvel pelo pagamento do IPI o estabele-cimento adquirente de produtos usados cuja origem no possa ser provada, pela falta de marcao, se exigvel, de documento fiscal prprio ou do recibo de venda, no caso de aquisio de produtos usados de particulares.

    (RIPI/2010, art. 25, caput, III, e art. 372)

  • 07-03Boletim IOB - Manual de Procedimentos - Fev/2016 - Fascculo 07 PI

    ICMS - IPI e Outros

    Manual de Procedimentos

    4.4 Proprietrio, possuidor, transportador ou detentor de bebidas ou cigarros destinados exportao

    obrigado ao pagamento do IPI o proprietrio, o possuidor, o transportador ou qualquer outro detentor de produtos naciona