introduÇÃo - dnocs.gov.br .ministério do planejamento, orçamento e gestão. secretaria de...

Download INTRODUÇÃO - dnocs.gov.br .Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Planejamento

Post on 10-Feb-2019

223 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

INTRODUO

Elaborado em atendimento Portaria CGU N 2270, de 04 de novembro de 2009,

combinada com a Deciso Normativa n 100, de 07 de outubro de 2009 do Tribunal de Contas

da Unio e visando constante melhoria na qualidade da gesto, o presente relatrio contempla

as principais atividades e projetos realizados em 2009 pelas diversas Diretorias e Coordenadorias

que compe o DNOCS, descrevendo aes e resultados voltados ao cumprimento dos objetivos

institucionais.

Desta forma, este Relatrio Anual de Gesto apresenta aspectos qualitativos e

quantitativos, alm de uma anlise acerca do processo geral de desenvolvimento das aes,

registrando os avanos obtidos, os obstculos que dificultaram o trabalho, bem como as

iniciativas ou medidas que devem ser desencadeadas.

A disposio e o detalhamento das informaes deste relatrio obedecem aos

padres sugeridos nas Orientaes Complementares para Elaborao do Relatrio de Gesto1 e

em conformidade com o Anexo II da Deciso Normativa supramencionada, tendo em vista que

este relatrio cumpre a finalidade legal de apresentar a prestao de contas do poder executivo.

A coordenao e o suporte tcnico para a sua elaborao so da responsabilidade

da Diretoria Administrativa e sua realizao uma corresponsabilidade que conta com a

participao de todas as Diretorias, Coordenaes e Coordenadorias Estaduais.

1 Disponvel em: http://www.cgu.gov.br/Legislacao/Arquivos/Portarias/Orientacoes_Complementares _ AnexoI _ Portaria 2270.pdf. Acesso em: 04/01/2010.

http://www.cgu.gov.br/Legislacao/Arquivos/Portarias/Orientacoes_Complementareshttp://www.cgu.gov.br/Legislacao/Arquivos/Portarias/Orientacoes_Complementares_AnexoI

17

APRESENTAO DA INSTITUIO

O Departamento Nacional de Obras Contras as Secas (DNOCS) um rgo do

governo federal, vinculado ao Ministrio da Integrao Nacional e com a sede da administrao

central em Fortaleza.

Constitui-se na mais antiga instituio federal com atuao no Nordeste. Criado

sob o nome de Inspetoria de Obras Contra as Secas (IOCS) pelo Decreto N 7.619 de 21 de

outubro de 1909, recebeu, em 1919 o nome de Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas pelo

Decreto N 13.687, at que em 1945 passou a chamar-se DNOCS, atravs do Decreto-Lei N

8.846, vindo a tornar-se autarquia federal pela Lei N 4.229/1963.

As aes desenvolvidas pelo DNOCS, obedecem s diretrizes do Ministrio da

Integrao Nacional - MI, seguindo a orientao estratgica do governo federal, notadamente, a

promover a incluso social e a reduo das desigualdades; a promover do crescimento com

sustentabilidade, gerao de empregos e distribuio de renda e a implantao de infraestrutura

eficiente e integradora do territrio brasileiro, conforme expresso nas Orientaes Estratgicas

de Governo - OEG Plano Plurianual 2008-2011: plano plurianual 2008-20112.

Desta maneira, o DNOCS contribui, atravs da implantao de obras estruturais

de forma articulada, inclusive atravs do Programa de Acelerao de Crescimento - PAC e do

Projeto de Integrao do rio So Francisco, preocupando-se com o aproveitamento de

potencialidades endgenas com sustentabilidade ambiental e com o desenvolvimento local com

incluso social.

2 Brasil. Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto. Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratgicos. Orientao Estratgica de Governo - OEG Plano Plurianual 2008-2011: plano plurianual 2008-2011/ Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto. Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratgicos. Braslia: MP, 2007.

18

1. IDENTIFICAO

Tabela 1: Dados identificadores da unidade jurisdicionadaNome Completo da Unidade e Sigla

Departamento Nacional de Obras Contra as Secas - DNOCS

Cdigo no CIORG 367Cdigo na LOA da UJ titular do relatrio

53204

Principal atividade e Cdigo CNAE

4539-2

CNPJ 00.043.711/0001-43Natureza Jurdica Autarquia do Poder ExecutivoVinculao Ministerial Ministrio da Integrao NacionalEndereo Completo da Sede Av. Duque de Caxias, 1700 Centro / Fortaleza - Cear

CEP: 60035-111Telefones de contato ( 85 ) 32885100 / 32885200.

Fax: (85) 32811037. Endereo da Pgina Institucional na Internet

www.DNOCS.gov.br

Normativos de criao, definio de competncias e estrutura organizacional, regimento interno ou estatuto da unidade de que trata o Relatrio de Gesto e Respectiva data de publicao no Dirio Oficial da Unio

Criado pelo Decreto N 7.619/1909 como Inspetoria de Obras Contra as Secas IOCSPela legislao atual, Lei n 10.204 de 22 de fevereiro de 2001 (altera a Lei n 4.229 de 01 de junho de 1963 que transforma o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas DNOCS em autarquia e d outras providncias) estabelece suas competncias.A estrutura organizacional do Departamento se encontra definida pelo Decreto n 4.650 de 27 de maro de 2003 que aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comisso e das Funes Gratificadas do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas - DNOCS, e d outras providncias.Em janeiro de 2007 foi publicado no DOU de 12 de janeiro de 2007, Regimento Interno do DNOCS atravs da Portaria n 48, de 11 de janeiro de 2007.

Cdigo da UJ titular do relatrio 193002Cdigo das UJ abrangidas 193001, 193002, 193003, 193004, 193005, 193007, 193008,

193009, 193010, 113001Situao da Unidade quanto ao funcionamento

Em funcionamento.

Funo de governo predominante Gesto Ambiental.Tipo de Atividade Recurso HdricosUnidades gestoras utilizadas no SIAFI

Nome CdigoCEST/PI 193001CEST/CE 193003CEST/RN 193004CEST/PB 193005CEST/PE 113801CEST/AL 193007CEST/SE 193008CEST/BA 193009CES/MG 193010

19

2 OBJETIVOS E METAS INSTITUCIONAIS E / OU PROGRAMTICOS

2.1 RESPONSABILIDADES INSTITUCIONAIS

Com a misso de

Promover, de forma participativa, os meios necessrios ao desenvolvimento sustentvel, em sua rea de atuao, atravs de aes de captao, desenvolvimento, aproveitamento, gesto e preservao dos recursos hdricos, visando a melhoria da qualidade de vida do homem,

o DNOCS, de acordo com o Art. 2 3 da Lei n 10.204, de 22 de fevereiro de 2001, tem como rea de atuao:

Art. 2 3 - A rea de atuao do DNOCS corresponde regio abrangida pelos Estados do Piau, do Cear, do Rio Grande do Norte, da Paraba, de Pernambuco, de Alagoas, de Sergipe, da Bahia, a zona do Estado de Minas Gerais situada no denominado "Polgono das Secas" e as reas das bacias hidrogrficas dos Rios Parnaba e Jequitinhonha, nos Estados do Maranho e de Minas Gerais, respectivamente.

Segundo a Lei n 10.204, de 22 de fevereiro de 2001, que altera a Lei n 4.229, de 1 de junho de 1963, compete ao DNOCS:

Art. 2 Ao DNOCS, na sua rea de atuao, compete:I - contribuir para a implementao dos objetivos da Poltica Nacional de Recursos Hdricos, tal como definidos no art. 2 da Lei no 9.433, de 8 de janeiro de 1997, e legislao subseqente;II - contribuir para a elaborao do plano regional de recursos hdricos, em ao conjunta com a Superintendncia do Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE e os governos estaduais de sua rea de atuao;III - elaborar projetos de engenharia e executar obras pblicas de captao, acumulao, conduo, distribuio, proteo e utilizao de recursos hdricos, em conformidade com a Poltica e o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hdricos, de que trata a Lei n 9.433, de 1997;IV - contribuir para a implementao e operao, sob sua responsabilidade ou conjuntamente com outros rgos, com vistas melhor distribuio das disponibilidades hdricas regionais;V - implantar e apoiar a execuo dos planos e projetos de irrigao e, em geral, de valorizao de reas, inclusive de reas agricultveis no-irrigveis, que tenham por finalidade contribuir para a sustentabilidade do semi-rido;VI - colaborar na realizao de estudos de avaliao permanente da oferta hdrica e da estocagem nos seus reservatrios, visando procedimentos operacionais e emergenciais de controle de cheias e preservao da qualidade da gua;VII - colaborar na preparao dos planos regionais de operao, manuteno e segurana de obras hidrulicas, incluindo atividades de manuteno preventiva e corretiva, anlise e avaliao de riscos e planos de ao emergencial em casos de acidentes;VIII - promover aes no sentido da regenerao de ecossistemas hdricos e de reas degradadas, com vistas correo dos impactos ambientais decorrentes da implantao de suas obras, podendo celebrar convnios e contratos para a realizao dessas aes;IX - desenvolver e apoiar as atividades voltadas para a organizao e capacitao administrativa das comunidades usurias dos projetos de irrigao, visando sua emancipao;

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2ixhttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2viiihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2viihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2vihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2vhttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2ivhttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9433.htmhttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2iiihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2iihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9433.htm#art2http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2ihttp://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L4229.htm#art2

20

X - promover, na forma da legislao em vigor, a desapropriao de terras

Recommended

View more >