introducao ao orcamento publico

Download Introducao Ao Orcamento Publico

Post on 13-Aug-2015

435 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Aos nossos alunos e colaboradores

Aos nossos alunos e colaboradores

Se constatarem que utilizamos na ntegra ou em parte e sem a devida citao da fonte obras protegidas por direito autoral, solicitamos entrarem em contato para que, sendo procedente a reclamao, providenciemos a imediata retirada do material indevidamente disponibilizado. Enfatizamos, contudo, o carter excepcional, inadvertido e de boa-f dos procedimentos, pois nosso objetivo principal difundir o conhecimento e a cidadania, por meio de oferta gratuita, plural e democrtica.

Equipe de Educao a Distncia do ILB

Apresentao do curso

APRESENTAO Seja bem-vindo ao Curso de Introduo ao Oramento Pblico!

Voc sabe como o oramento pblico afeta a vida no seu estado, na cidade onde mora e na sua vida pessoal? Como entender o fato de que pagamos elevados impostos, e o governo no consegue atender satisfatoriamente s necessidades bsicas da populao com sade, educao e habitao, sob a alegao de que no h recursos financeiros suficientes? E o mais estranho: a cada ms, tomamos conhecimento, pela mdia, das somas enormes de recursos que so arrecadados da populao e das empresas. O estudo do Oramento Pblico nos permite entender essas e outras questes relacionadas ao tema da despesa e da receita pblicas. Provavelmente, voc j ouviu algum dizer que o estudo do oramento muito difcil e, portanto, extremamente aborrecido. misso deste curso demonstrar que essa ideia no passa de um mito que se criou em torno do assunto. Claro, a complexidade existe e varia de acordo com o tipo de trabalho que se pretenda executar. Ao avanar no estudo, voc perceber, com tranquilidade, a importncia e a necessidade de conhecer as questes relacionadas ao oramento e a influncia que tm em nossa vida. Estude o assunto com afinco e faa os exerccios. Bons estudos!

Calendrio do Curso e Critrios de aprovao

CALENDRIO DO CURSO ATIVIDADES Frum de Apresentao 1 Frum Temtico 2 Frum Temtico 3 Frum Temtico Avaliao Final Prazo para correo da avaliao Fim do acesso ao curso INCIO 22/10 (segunda-feira) 01/11 (quinta-feira) 14/11 (quarta-feira) 27/11 (tera-feira) 27/11 (tera-feira) 27/11 (tera-feira) TRMINO 30/11 (sexta-feira) 09/11 (sexta-feira) 22/11 (quinta-feira) 04/12 (tera-feira) 07/12 (sexta-feira) 10/12 (segunda-feira)

10/12 (segunda-feira)

CRITRIO DE APROVAO ATIVIDADE 1 FRUM TEMTICO 20 Total 2 FRUM TEMTICO 20 100 3 FRUM TEMTICO 20 AVALIAO FINAL 40

Certificao Eletrnica: Conseguindo desempenho suficiente nas atividades programadas, ou seja, nota mnima de 70 pontos, voc estar apto

CERTIFICAO. Decorridos 10 dias aps a data de concluso do curso, entre com seu nome de usurio e senha e clique no cone Emitir certificado.

Guia do estudante

Guia do Estudante As orientaes abaixo ajudaro voc, estudante a distncia, a utilizar melhor os recursos didticos do nosso curso. Estas instrues visam a auxili-lo durante todo o seu percurso, levando-o a um maior aproveitamento e sucesso em seus estudos. O material didtico, elaborado conforme os preceitos da Educao a Distncia, est dividido em Mdulos, cujos contedos so colocados de maneira clara e compreensvel. Familiarize-se com os recursos disponveis em nosso ambiente virtual de aprendizagem, o Trilhas:

Guia do Estudante parte 2

Guia do Estudante parte 3

Guia do Estudante parte 4

Guia do Estudante parte 5

Guia do Estudante parte 6

Mdulo I - Aspectos Introdutrios

Mdulo I - Aspectos introdutrios ao estudo do oramento pblico

Este Mdulo apresenta os conceitos de Finanas Pblicas e de Oramento, analisa os princpios oramentrios necessrios compreenso do oramento no Brasil e aborda o carter autorizativo da pea oramentria.

Objetivos

Ao final do seu estudo, voc estar apto a:

identificar a origem dos recursos para a execuo de obras e prestao dos servios ofertados sua comunidade; descrever a importncia dos princcios oramentrios, bem como identific-los no texto constitucional; reconhecer as razes da discusso sobre o carter autorizativo versus impositivo do oramento no Brasil.

Vdeo

Assista a um vdeo educacional, produzido pelo ILB, que ilustra o estudo introdutrio de Oramento Pblico parte 1. (tempo: 6min50)

Unidade 1 - Conceitos Bsicos

Unidade 1 Conceitos Bsicos

Analisando a imagem ao lado, podemos ver uma cidade com monumentos gigantescos, ruas, transportes pblicos, instalaes eltricas etc. O mesmo acontece pertinho de voc, na sua comunidade, onde diariamente so ofertados servios que, de uma forma ou de outra, influenciam a sua vida. Ento, voc j parou para pensar de onde vm os recursos para a execuo das obras e prestao dos servios ofertados sua comunidade? A resposta simples e tambm o tema da nossa unidade, ou seja, os recursos vm do oramento pblico que, guardadas as devidas propores, na sua essncia assemelha-se ao oramento familiar. Estou certa de que, aps a conversa que teremos, voc estar apto a definir o oramento pblico e a identificar suas principais caractersticas.

Unidade 1 - Conceitos Bsicos - pag.02

Como as decises tomadas pelos nossos dirigentes afetam a nossa vida em comunidades? Vejamos: A vida em cidades pequenas, mdias, grandes - nos d a oportunidade de utilizar os servios pblicos voltados educao, sade, transporte, entre outros. Encontramos obras construdas, ou em

construo, pelo governo, como drenagem de guas pluviais, canalizao de um crrego situado na periferia, ampliao da rodoviria da cidade ou a modernizao do aeroporto. A construo de obras, a prestao de servios, a concesso de benefcios, entre outras aes executadas pelo governo federal, estadual, municipal dependem do oramento pblico. nele que os governantes estimam o que vo arrecadar e como devem gastar os recursos obtidos com os impostos pagos pela sociedade. nele que so decididas as obras prioritrias, as promessas de campanha a serem cumpridas, que reivindicaes sociais da populao sero atendidas, por exemplo.

Unidade 1 - Conceitos Bsicos - pag.03

Por outro lado, voc j deve estar habituado a ouvir comentrios de polticos e especialistas no assunto no sentido de que no h recursos para aumentar o salrio mnimo, pagar melhor os professores e mdicos, aumentar o valor das penses e aposentadorias, por exemplo. E o que dizer da falta de policiamento nas escolas e da violncia nas cidades em geral? A situao se agrava quando se constata o estado precrio das rodovias e portos do Pas, to necessrios ao escoamento da produo agrcola, em especial, a voltada para o setor externo.

Sntese

A vida da comunidade e a economia em geral so afetadas diretamente pelas tomadas pelo dirigente, governador o prefeito.

Unidade 1 - Conceitos Bsicos - pag.04

Algumas famlias, conhecedoras da sua renda anual e das despesas que tm de efetuar para custear a sua sobrevivncia, programam-se para que, ms a ms, consigam fechar as contas no azul, ou melhor, no encerrem o ms no vermelho. Se houver sobra, timo: pode ir direto para a poupana ou financiar algum projeto futuro. Quem sabe a reforma da casa? Isso oramento. No caso do setor pblico, o estudo do oramento faz parte de uma disciplina mais ampla denominada Finanas Pblicas, cujo objeto de estudo a atividade financeira do Estado visando obter e utilizar bens e servios para atender s necessidades da sociedade a serem satisfeitas por meio da administrao pblica. Em outras palavras: a interveno do Estado para prover o atendimento das necessidades da

populao. Para executar essa atividade, o Estado necessita de recursos financeiros, obtidos de vrias fontes, dentre as quais a tributao, que representa uma transferncia de recursos da sociedade, pessoas e empresas, para o Estado. O objeto das Finanas Pblicas , portanto, o estudo da atividade fiscal, orientada em duas direes: poltica tributria, para captao de recursos, e poltica oramentria, para a aplicao dos recursos. Em nosso curso, vamos nos deter, especialmente, no estudo do oramento pblico.

Unidade 1 - Conceitos Bsicos - pag.05

Mas o que significa oramento? O conceito de oramento tem evoludo ao longo do tempo. Cada autor costuma apresentar mais de um conceito e escolhe o de sua preferncia, de acordo com o objetivo que pretende alcanar com a disciplina. Veja, por exemplo, o conceito que Sanches (2004, p. 234) apresenta: Oramento: termo que expressa, em sentido amplo, a ideia de computar, de avaliar, de calcular, em relao previso (realizao de estimativas) do comportamento provvel das receitas e dos gastos, de qualquer atividade econmica de um ente pblico ou privado, num certo perodo de tempo. O conceito que ser adotado neste curso o seguinte:

Oramento o documento que trata, em termos financeiros, do programa de trabalho do governo para cada ano, estima os recursos que devem ser arrecadados para financiar as despesas fixadas para a execuo do programa de trabalho.

Oramento pblico uma conta que o governo faz para saber onde vai aplicar o dinheiro que j gastou. (Baro de Itarar)

Unidade 1 - Conceitos Bsicos - pag.06

...Oramento - agora vamos decifrar o contedo do conceito: anual: o oramento, no Brasil, inicia-se em 1 de janeiro e encerra-se em 31 de dezembro, coincidindo com o ano civil. H pases que adotam datas diferentes. Todos os anos, o chefe do Poder Executivo (prefeito, governador e presidente da Repblica) deve elaborar a proposta de oramento e envi-la para discusso e votao na Cmara Municipal, no caso do municpio; na Assembleia Legislativa, no caso do Estado; e no Congresso Nacional, quando se tratar do Pas. um plano de trabalho: mais do que um documento de receitas e despesas, o oramento um programa de trabalho, com metas e objetivos a serem alcanados.

Exemplo de um plano de trabalho simples no oramento municipal:

Projeto de ampliao da escola municipal X no bairro de Ftima:Objetiv