intervalo democrático

Download Intervalo democrático

Post on 05-Jun-2015

3.427 views

Category:

News & Politics

7 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Arquivo em ppt do Professor Rafael S. Gonçalves - Colégio Murialdo - Porto Alegre

TRANSCRIPT

  • 1. INTERVALO DEMOCRTICO 1945-1964 O Brasil entre duas ditaduras (a Repblica Populista) Professor Rafael S. Gonalves

2. O Governo Eurico Gaspar Dutra (1946-1951)

  • 1946: Nova Constituio, liberal
  • Programa SALTE:S ade nicos setores
  • Al imentao em que o
  • T ransporte Estado poderia
  • E nergia intervir

3. Enfraquecimento da democracia brasileira, no contexto da Guerra Fria:

  • Poltica econmica liberal:
    • Liberdade de ao ao capital estrangeiro, no-interveno do Estado na economia
    • Abertura s importaes de bens manufaturados, como automveis, geladeiras, rdios, iois, meias de nylon, equipamentos obsoletos ferrovirios e de guerra e, por incrvel que parea,televisores(no existiam emissoras de TV no Brasil, somente a partir de 18/09/1950, PRF 3 TV Tupi)!
  • Rompimento das relaes com a URSS e extino do PCB, de acordo com as determinaes dos EUA
  • Represso aos operrios e privilgios aos empresrios

4. A instaurao doREGIME DEMOCRTICOdeu-se com oCERCEAMENTO DA PLENA LIBERDADE SINDICAL , oFECHAMENTO DO PARTIDO COMUNISTAe oALINHAMENTO INCONDICIONAL do Brasil com aPOLTICA EXTERNA NORTE-AMERICANA Contradio bsica do governo de Eurico Gaspar Dutra: 5. A volta de Getlio 6. O Governo de Getlio Vargas (1951-1954)

  • Poltica essencialmenteNACIONALISTA E INTERVENCIONISTA , voltada em especial para a petroqumica, siderurgia, transporte, energia e tcnicas agrcolas (Plano LAFER)
  • Criao da PETRO B R S em 1953 (O petrleo nosso)-> monoplioestataldo petrleo (reivindicao da oposio parlamentar)
  • Criao do BNDE
  • Lanamento da ELETROBRS (concretizada depois por Joo Goulart)
  • FORTE OPOSIO DAS ELITES NACIONAIS
  • E DO CAPITAL ESTRANGEIRO, UTILIZANDO-SE
  • PRINCIPALMENTE DA IMPRENSA ESCRITA

7. Recrudescimento da oposio ao Governo Vargas

  • 05/08/1954: Atentado da Rua Toneleros, matando o Major Vaz
  • 22/08/1954: Manifesto dos Generais da Aeronutica e da Marinha, exigindo a Renncia de Vargas
  • 24/08/1954: Suicdio de Vargas no Palcio do Catete
  • 1954 a 1956 : Caf Filho, Carlos Luz e Nereu Ramos

8. A Morte de Vargas 9. Eleies de 1955 10. O Governo de Juscelino Kubitschek (1956-1961)

  • Lema: Cinqenta anos de progresso em cinco anos de governo
  • PLANO DE METAS : transporte, estrada, energia e alimentao
  • Implantou asINDSTRIAS DE BENS DE CONSUMO DURVEIS(automobilismo e eletrodomsticos), dando apoio entrada de multinacionais
  • Fundao de Braslia(21.04.1960)
  • D o m i n a oc u l t u r a ld oe x t e r i o r( E U A )
  • INFLAO

11. Paradoxo do Governo de Juscelino Kubitschek O GOVERNO DE JK CARACTERIZOU-SE POR UM NACIONALISMO DESENVOLVIMENTISTA , ASSENTADO NO CAPITAL ESTRANGEIRO E A CONSEQENTEDESNACIONALIZAO DA ECONOMIABRASILEIRA 12. Eleies de 1960 13. O Governo de Jnio Quadros (jan. ago/ 1961)

  • Severa poltica antiinflacionria e estabilizadora
  • Combate corrupo e especulao
  • aproximao com os governos de Cuba e da URSS
  • proposta de Reforma Agrria (no chegou a ser posta em prtica)
  • poltica externaindependente , defendendo aautodeterminao dos
  • povos latino-americanos

14. 15.

  • OPOSIO E FORTES PRESSES DA UDN E DO CAPITALISMO NORTE-AMERICANO
  • 25/08/1961: Carta-renncia, aceita pelo Congresso Nacional e pelas Foras Armadas
  • Militares comeam a se organizar
  • REDE DA LEGALIDADE

16. O Governo Joo Goulart (1961-1964)

  • Em funo da campanha da Legalidade promulgado um Ato Adicional instituindo oParlamentarismono Brasil. Jango ento assume, em 07.09.1961, aceitando as condies que lhe foram impostas.
  • Sua estratgia scio-econmica foi formalizada atravs doPlano Trienal de Desenvolvimento Econmico e Social , organizado pelo Ministro do Planejamento, Celso Furtado.

17. O Plano Trienal: objetivos

  • Promover uma melhor distribuio das riquezas nacionais, atacando os latifndios improdutivos;
  • Encampao das refinarias particulares de petrleo;
  • Reduzir a dvida externa brasileira;
  • Diminuir a inflao e manter o crescimento econmico sem sacrificar exclusivamente os trabalhadores.

18. A volta ao Presidencialismo

  • 06.01.01963: Plebiscito
  • Parlamentarismo X Presidencialismo
  • A ampla maioria dos brasileiros foi favorvel extino do Parlamentarismo e volta do Presidencialismo . Aps o resultado do plebiscito, Jango assume a plenitude do poder presidencial, reforando, a partir de ento, sua linha de governo deTENDNCIA NACIONALISTA ,desencadeando fortes oposies (IPES, IBAD, CIA, multinacionais, burguesia nacional, imprensa e Foras Armadas).

19. As Reformas de Base

  • 13/03/1964 RJ Comcio:
    • REFORMA AGRRIA
    • REFORMA URBANA (socorrer milhes de favelados e moradores de cortios nas grandes cidades)
    • REFORMA EDUCACIONAL
    • REFORMA TRIBUTRIA
    • REFORMA ELEITORAL
    • Lei da remessa de lucros

20. 21. Marcha da famlia com Deus pela liberdade

  • O comcio das Reformas de Base de Jango acirra ainda mais a revolta das classes dominantes ligadas ao capital estrangeiro. A oposio realiza ento a Marcha da famlia com Deus pela liberdade em resposta ao comcio da Central do Brasil, de Jango (19.03.1964)

22. 23. O Golpe de 1964 na prtica... 24. ... E na teoria

  • Segundo o Novo Dicionrio Aurlio, o golpe de Estado asubverso da ordem constitucional . Porm, mais do que isso, no podemos nos esquecer que, alm desse fatorpoltico , tambm os fatoresideolgicoseeconmicosesto por trs do golpe. Alis,
  • por sintetizar explosivamente esses trs fatores [ideolgico, econmico e poltico] que o golpe de Estado um fenmeno poltico de carter excepcional, radical, e, na maioria dos casos, violento. tambm uma ao liderada por polticos que atuam dentro do aparelho de Estado, embora haja casos de golpes tramados por grupos situados margem dos rgos estatais . (Mrio Ferreira e Roberto Numeriano Golpe de Estado. Ed. Brasiliense, 1993, p.09)