interbits – superpro – superpro web pgina 2 de 25 como a presso atmosfrica interfere no...

Download Interbits – SuperPro – SuperPro Web Pgina 2 de 25 Como a presso atmosfrica interfere no escoamento da gua, nas situaes com a garrafa tampada e destampada, respectivamente? a) Impede

Post on 19-May-2018

223 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 1 de 25

    1. (Espcex (Aman) 2014) Um cubo macio e homogneo, com 40 cm de aresta, est em equilbrio esttico flutuando em uma piscina, com parte de seu volume submerso, conforme desenho abaixo.

    Sabendo-se que a densidade da gua igual a 1 g/cm3 e a distncia entre o fundo do cubo (face totalmente submersa) e a superfcie da gua de 32 cm, ento a densidade do cubo: a) 0,20 g/cm3 b) 0,40 g/cm3 c) 0,60 g/cm3 d) 0,70 g/cm3 e) 0,80 g/cm3 2. (Fuvest 2014)

    Um bloco de madeira impermevel, de massa M e dimenses 32 3 3 cm , inserido muito lentamente na gua de um balde, at a condio de equilbrio, com metade de seu volume submersa. A gua que vaza do balde coletada em um copo e tem massa m. A figura ilustra as situaes inicial e final; em ambos os casos, o balde encontra-se cheio de gua at sua capacidade mxima. A relao entre as massas m e M tal que a) m = M/3 b) m = M/2 c) m = M d) m = 2M e) m = 3M 3. (Enem 2013) Para realizar um experimento com uma garrafa PET cheia de gua, perfurou-se a lateral da garrafa em trs posies a diferentes alturas. Com a garrafa tampada, a gua no vazou por nenhum dos orifcios, e, com a garrafa destampada, observou-se o escoamento da gua, conforme ilustrado na figura.

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 2 de 25

    Como a presso atmosfrica interfere no escoamento da gua, nas situaes com a garrafa tampada e destampada, respectivamente? a) Impede a sada de gua, por ser maior que a presso interna; no muda a velocidade de

    escoamento, que s depende da presso da coluna de gua. b) Impede a sada de gua, por ser maior que a presso interna; altera a velocidade de

    escoamento, que proporcional presso atmosfrica na altura do furo. c) Impede a entrada de ar, por ser menor que a presso interna; altera a velocidade de

    escoamento, que proporcional presso atmosfrica na altura do furo. d) Impede a sada de gua, por ser maior que a presso interna; regula a velocidade de

    escoamento, que s depende da presso atmosfrica. e) Impede a entrada de ar, por ser menor que a presso interna; no muda a velocidade de

    escoamento, que s depende da presso da coluna de gua. 4. (Ufsm 2013) Um certo medicamento, tratado como fluido ideal, precisa ser injetado em um paciente, empregando-se, para tanto, uma seringa.

    Considere que a rea do mbolo seja 400 vezes maior que a rea da abertura da agulha e despreze qualquer forma de atrito. Um acrscimo de presso igual a P sobre o mbolo corresponde a qual acrscimo na presso do medicamento na abertura da agulha? a) P. b) 200 P.

    c) P

    .200

    d) 400 P.

    e) P

    .400

    5. (Espcex (Aman) 2013) Um elevador hidrulico de um posto de gasolina acionado por um

    pequeno mbolo de rea igual a 4 24 10 m . O automvel a ser elevado tem peso de 42 10 N

    e est sobre o mbolo maior de rea 20,16 m . A intensidade mnima da fora que deve ser aplicada ao mbolo menor para conseguir elevar o automvel de a) 20 N b) 40 N c) 50 N

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 3 de 25

    d) 80 N e) 120 N 6. (Unesp 2013) O sifo um dispositivo que permite transferir um lquido de um recipiente mais alto para outro mais baixo, por meio, por exemplo, de uma mangueira cheia do mesmo lquido. Na figura, que representa, esquematicamente, um sifo utilizado para transferir gua de um recipiente sobre uma mesa para outro no piso, R um registro que, quando fechado, impede o movimento da gua. Quando o registro aberto, a diferena de presso entre os pontos A e B provoca o escoamento da gua para o recipiente de baixo.

    Considere que os dois recipientes estejam abertos para a atmosfera, que a densidade da gua seja igual a 103 kg/m3 e que g = 10 m/s2. De acordo com as medidas indicadas na figura, com o registro R fechado, a diferena de presso A BP P , entre os pontos A e B, em pascal, igual a a) 4 000. b) 10 000. c) 2 000. d) 8 000. e) 12 000. 7. (G1 - cftmg 2013) Um corpo de massa M = 0,50 kg est em repouso, preso por um fio, submetido a uma tenso T, submerso na gua de um reservatrio, conforme ilustrao.

    No instante em que o fio cortado, a acelerao do corpo, em m/s2, ser a) 2,0. b) 4,0. c) 6,0. d) 8,0. 8. (Ufrgs 2013) Uma esfera macia de ao est suspensa em um dinammetro, por meio de um fio de massa desprezvel, e todo este aparato est imerso no ar. A esfera, ainda suspensa ao dinammetro, ento mergulhada completamente num lquido de densidade desconhecida.

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 4 de 25

    Nesta situao, a leitura do dinammetro sofre uma diminuio de 30% em relao situao inicial. Considerando a densidade do ao igual a 8 g/cm3, a densidade do lquido, em g/cm3, aproximadamente a) 1,0. b) 1,1. c) 2,4. d) 3,0. e) 5,6. 9. (Enem 2012) O manual que acompanha uma ducha higinica informa que a presso mnima da gua para o seu funcionamento apropriado de 20 kPa. A figura mostra a instalao hidrulica com a caixa dgua e o cano ao qual deve ser conectada a ducha.

    O valor da presso da gua na ducha est associado altura a) h1. b) h2. c) h3. d) h4. e) h5. 10. (Unesp 2012) A maioria dos peixes sseos possui uma estrutura chamada vescula gasosa ou bexiga natatria, que tem a funo de ajudar na flutuao do peixe. Um desses peixes est em repouso na gua, com a fora peso, aplicada pela Terra, e o empuxo, exercido pela gua, equilibrando-se, como mostra a figura 1. Desprezando a fora exercida pelo movimento das nadadeiras, considere que, ao aumentar o volume ocupado pelos gases na bexiga natatria, sem que a massa do peixe varie significativamente, o volume do corpo do peixe tambm aumente. Assim, o mdulo do empuxo supera o da fora peso, e o peixe sobe (figura 2).

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 5 de 25

    Na situao descrita, o mdulo do empuxo aumenta, porque a) inversamente proporcional variao do volume do corpo do peixe. b) a intensidade da fora peso, que age sobre o peixe, diminui significativamente. c) a densidade da gua na regio ao redor do peixe aumenta. d) depende da densidade do corpo do peixe, que tambm aumenta. e) o mdulo da fora peso da quantidade de gua deslocada pelo corpo do peixe aumenta. 11. (G1 - cftmg 2012) Um balo esfrico, menos denso que a gua, de massa 10 g e volume 40 cm3, est completamente submerso e preso no fundo de uma piscina por um fio inextensvel, conforme ilustrao seguinte.

    A tenso nesse fio, em newtons, vale a) 0,40. b) 0,30. c) 0,20. d) 0,10. 12. (Unesp 2012) Duas esferas, A e B, macias e de mesmo volume, so totalmente imersas num lquido e mantidas em repouso pelos fios mostrados na figura. Quando os fios so cortados, a esfera A desce at o fundo do recipiente e a esfera B sobe at a superfcie, onde passa a flutuar, parcialmente imersa no lquido.

    Sendo PA e PB os mdulos das foras Peso de A e B, e EA e EB os mdulos das foras Empuxo que o lquido exerce sobre as esferas quando elas esto totalmente imersas, correto afirmar que a) PA < PB e EA = EB. b) PA < PB e EA < EB. c) PA > PB e EA > EB. d) PA > PB e EA < EB. e) PA > PB e EA = EB. 13. (Unisinos 2012)

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 6 de 25

    Segundo o Princpio de Arquimedes, um corpo parcialmente submerso, flutua na gua se sua ___________ for ___________ que a da gua. As lacunas so corretamente preenchidas, respectivamente, por a) densidade; menor. b) densidade; maior. c) pureza; maior. d) temperatura; menor. e) massa; menor. 14. (G1 - ifsp 2011) Uma caixa dgua est cheia de gua e, por um acidente, ela furada na sua parte inferior. Para consert-la e tampar o furo, voc dispe de uma rolha, que colocada de fora para dentro conforme a figura.

    A seguir so enumeradas as grandezas que podem ser relevantes para o clculo da fora que tender a empurrar a rolha para fora. I. Altura h; II. Presso atmosfrica; III. Densidade da gua;

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 7 de 25

    IV. rea de seco da rolha; V. Acelerao da gravidade. A alternativa que contm as grandezas corretas, para o clculo da fora, a) I, III e V, apenas. b) I, II e III, apenas. c) I, III, IV e V, apenas. d) I, II, IV e V, apenas. e) I, II, III, IV e V. 15. (Uel 2011) A figura a seguir apresenta um vaso preenchido com dois fluidos diferentes no miscveis. O fluido 1 apresenta densidade de 1 g/cm3 e o fluido 2, densidade de 0,7 g/cm3.

    Sendo h1 = h + h2, qual a razo h/h3? a) 0,7 b) 1 c) 5 d) 3,2 e) 100 16. (Upe 2011) A aparelhagem mostrada na figura abaixo utilizada para calcular a densidade do petrleo. Ela composta de um tubo em forma de U com gua e petrleo.

    Dados: considere a densidade da gua igual a 31.000kg / m Considere h = 4 cm e d = 5 cm. Pode-se afirmar que o valor da densidade do petrleo, em

    3kg / m , vale a) 400 b) 800 c) 600 d) 1200 e) 300 17. (Uesc 2011) Considere um tubo em forma de U, contendo gua, de densidade 31,0g / cm ,

    e mercrio, de densidade 313,6g / cm , em equilbrio. Sabendo-se que o mdulo da acelerao

    da gravidade local igual a 210m / s e que a altura da coluna de mercrio, medida a partir de separao, de 5,0cm, correto afirmar que a altura da coluna de gua, medida a partir do mesmo nvel da superfcie de separao, igual, em cm, a a) 13,6

  • Interbits SuperPro Web

    Pgina 8 de 25

    b) 27,2 c) 40,8 d) 54,4 e) 68,0 18. (Unesp 2011) A diferena de presso mxima que o pulmo de um ser humano pode gerar

    por inspirao em torno de 50,1 10 Pa ou 0,1 atm. Assim, mesmo com a ajuda de um snorkel (resp

Recommended

View more >