interação humano-computador - história, conceitos e heurísticas de nielsen

Download Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen

Post on 19-Jul-2015

12.357 views

Category:

Design

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Ergonomia Informacional e IHC

Ergonomia Informacional e IHCInterao Humano-Computador

Rosendy Jess Fernandez Galaborj@fgalabo.com@zndgalabo

Ementa da discplina5.5 Ergonomia e usabilidade de programas e interao homem-computador5.5.1 Usabilidade e utilidade de interfaces5.5.2 Navegao em sistemas multimdia e hipertexto5.5.3 Projeto de telas5.5.4 Compreensibilidade de signos5.5.5 Legibilidade de textos eletrnicosBibliografiaBARBOSA, S.D.J.; SILVA, B.S. Interao Humano-Computador. Editora Campus - Elsevier, 2010.CYBIS, W. A.; BETIOL, A. H.; FAUST, R . Ergonomia e Usabilidade: conhecimentos, mtodos e aplicaes. 2. ed. So Paulo: Novatec Editora, 2010. 422p.KRUG, Steve. No me faa pensar. 2 ed. Rio de Janeiro: Alta Books. 2011. 201p.

BibliografiaKRUG, Steve. Simplificando Coisas que Parecem Complicadas. 1 ed. Rio de Janeiro: Alta Books. 2010. 168p.GARRETT, Jesse James. The elements of user experience: user-centered design for the web. New York: News Riders, 2003.NIELSEN, Jakob; LORANGER, Hoa. Usabilidade na Web: projetando websites com qualidade. Rio de Janeiro: Campus, 2007.

BibliografiaPREECE, J.; ROGERS, Y.; SHARP, H. Design de interao: alm da interao homem-computador. Porto Alegre: Bookman, 2005.SANTA ROSA, Jos Guilherme; MORAES, Anamaria de. Avaliao e projeto no design de interfaces. 1. Ed. Terespolis, RJ: 2AB, 2008.UNGER, R. CHANDLER, C. O Guia para Projetar UX: A Experincia do Usurio (UX) para projetistas de contedodigital, aplicaes e web sites. Rio de Janeiro: Alta Books, 2009. 268p.

Origens da Interao Humano-ComputadorDurante os anos 1960 e incio dos 1970, pesquisadores das ergonomia passaram a dar mais ateno a mapear o processamento da informao e de habilidades decisrias do usurio tpico. (SANTA ROSA e MORAES, 2008)

Origens da Interao Humano-Computador Final dos anos 1970, o amplo projeto de cincia cognitiva, que incorporou a psicologia cognitiva, inteligncia artificial, lingstica, antropologia cognitiva e a filosofia da mente, havia se formado. Parte do programa era articular as aplicaes sistemticas e cientificamente informada a ser conhecida como engenharia cognitiva (CARROLL, 2009)

Assim, em apenas um ponto quando a computao pessoal apresentou a necessidade prtica de HCI, a cincia cognitiva apresentada pessoas, conceitos, habilidades, e uma viso para abordar essas necessidades. HCI foi um dos primeiros exemplos de engenharia cognitiva.

7Origens da Interao Humano-ComputadorAt final de 1970 Profissionais da tecnologia da informao e profissionais dedicadosComputao grfica surgiu na dcada de 1970.

rapidamente chegaram a reconhecer que os sistemas interativos eram a chave para avanar alm das realizaes iniciais

GUI8Origens da Interao Humano-Computador1973 - Primeiro computador pessoal, Alto, desenvolvido no Xerox Palo Alto Research Center (PARC) o primeiro sistema comercial com um editor de texto, mouse, e interface grfica.

rapidamente chegaram a reconhecer que os sistemas interativos eram a chave para avanar alm das realizaes iniciais

GUI9Origens da Interao Humano-ComputadorComputao PessoalAplicaes de produtividadeEditores de texto e planilhasJogos de computadorSistemas operacionais

Todos no mundo desenvolvido, um usurio de computador em potencial, e vividamente destaque as deficincias de computadores no que diz respeito usabilidade para aqueles que queriam usar os computadores como ferramentas.

10Origens da Interao Humano-ComputadorMeados de 1980A engenharia de fatores humanos, que desenvolveu muitas tcnicas para a anlise emprica do sistema de interaes humanas em domnios chamados de controle, tais como aviao e fabricao, passou a ver IHC como um domnio importante e desafiador no qual os operadores humanos regularmente exerciam maior resoluo de descrio problemas. (CARROLL, 2009)Origens da Interao Humano-Computador1990Tim Berners-Lee desenvolve a World-Wide Web (WWW)

Origens da Interao Humano-Computador1993Lanamento do Mosaic, o primeiro browser amplamente utilizado.

O que IHC?IHC um campo de estudo interdisciplinar que tem como objetivo geral entender como e por que as pessoas utilizam (ou no utilizam) a tecnologia da informao. (SANTA ROSA e MORAES, 2008).

IHCO que IHC? a rea da ergonomia que estuda formas de aumentar a compatibilidade entre as caractersticas comportamentais humanas e o processamento / representao das informaes atravs do computador (SCAPIN, 1993) Complementando... Rocha e Baranauskas (2003) afirmam que:HCI trata do design de sistemas computacionais que auxiliem as pessoas de forma que possam executar suas atividades produtivamente e com segurana.

O que IHC?IHC a disciplina preocupada com o design, avaliao e implementao de sistemas computacionais interativos para uso humano e com o estudo dos principais fenmenos ao redor delesBenefcios do IHCAumentar a produtividade;

Reduzir o nmero e a gravidade dos erros cometidos pelos usurios;

Reduzir o custo de treinamento;

Reduzir o custo de suporte tcnico;

Aumentar as vendas e fidelidade do cliente;- Aumentar a produtividade dos usurios, pois, se a interao for eficiente, os usurios podem receber apoio computacional para alcanar seus objetivos mais rapidamente.- Reduzir o nmero e a gravidade dos erros cometidos pelos usurios, pois eles podero prever as consequncias de suas aes e compreender melhor as respostas do sistema e as oportunidades de interao.- Reduzir o custo de treinamento, pois os usurios podero aprender durante o prprio uso e tero melhores condies de se sentirem mais - seguros e motivados para explorar o sistema;- Reduzir o custo de suporte tcnico, pois os usurios tero menos dificuldades para utilizar o sistema e, se cometerem algum erro, o prprio sistema oferecer apoio para se recuperarem dos erros cometidos. E- Aumentar as vendas e fidelidade do cliente, pois os clientes satisfeitos recomendam o sistema a seus colegas e amigos e voltam a comprar novas verses.

18Elementos envolvidos na interao usurio-sistemaInterface - o meio pelo qual o dilogo entre o computador e o ser humano estabelecido. Este dilogo acontece em harmonia, quando fatores humanos so considerados. (PRESSMAN, 1995).

Elementos envolvidos na interao usurio-sistemaInterao Usurio-Sistema Pode ser considerada como tudo o que acontece quando uma pessoa e um sistema computacional se unem para realizar tarefas, visando um objetivo (Hix e Hartson, 1993)

Elementos envolvidos na interao usurio-sistemaAffordance conjunto das caractersticas de um objeto capazes de revelar aos seus usurios as operaes e manipulaes que eles podem fazer com ele (Norman, 1988)

Em IHC, a affordance de um objeto corresponde ao conjunto das caractersticas de um objeto capazes de revelar aos seus usurios as operaes e manipulaes que eles podem fazer com ele (Norman, 1988). Em uma interface grfica por exemplo, a affordance de um boto de comando diz respeito possibilidade de pression-lo usado o mouse ou o teclado , assim, acionar uma operao do sistema.

21Usabilidade

Comunicabilidade e acessibilidade22UsabilidadeEm IHC, comumente utiliza-se a usabilidade como um dos critrios de qualidade de uso em sistemas interativos. (BARBOSA e SILVA, 2010)

No intuito de facilitar o acesso e a navegao dentro em um website ou um sistema, estudos na rea de Interao Humano-Computador (IHC) so frequentemente utilizados sob a forma de recomendaes de usabilidade. (SANTA ROSA e MORAES, 2008).Comunicabilidade e acessibilidade23UsabilidadeNielsen (2003) define usabilidade como uma medida da qualidade da experincia do usurio ao interagir com alguma coisa seja um site na Internet, um aplicativo de software tradicional, ou outro dispositivo que o usurio possa operar de alguma forma.

UsabilidadeUm atributo de qualidade relacionado facilidade do uso de algo. Refere-se rapidez com que os usurios podem aprender a usar alguma coisa, a eficincia deles ao us-la, o quanto lembram daquilo, seu grau de propenso a erros e o quanto gostam de utiliz-las. Se as pessoas no utilizarem um recurso, ele pode muito bem no existir. (NIELSEN e LORRANGER, 2007). UsabilidadeDe acordo com a ISO 9241-11, a usabilidade uma medida na qual um produto pode ser usado por usurios especficos para alcanar objetivos especficos com eficcia, eficincia e satisfao em um contexto especfico de uso.

EFETIVIDADEEFICINCIASATISFAOUSABILIDADE

Usurios especficosTarefas especficasAmbientes especficosCritrios e princpios para o projeto de interfacesSegundo Cybis et al. (2010), h uma configurao base a partir da qual uma interface pode favorecer o estabelecimento da usabilidade na relao usurio-sistema. Essa configurao se faz respeitando critrios, princpios ou heursticas de usabilidade propostos por diversos autores e instituies nas ltimas dcadas.

Regras de Ouro (Ben Shneiderman)Princpios de dilogo (ISO 9241:10)Critrios ergonmicos (Bastien & Scapin)Heursticas de usabilidade (Jakob Nielsen)

Critrios e princpios para o projeto de interfacesRegras de ouro (Ben Shneiderman)Perseguir a consistncia;Fornecer atalhos;Fornecer feedback informativo;Marcar o final dos dilogos;Fornecer preveno e manipulao simples de erros;Permitir o cancelamento de aes;Fornecer controle e iniciativa ao usurio;Reduzir a carga de memria de trabalho.Bem Shneiderman em seu livro clssico Designing the user interface prope oito regras de ouro se referindo especificamente ao projeto de dilogos entre humanos e computadores (SHNEIDERMAN & PLAISANT, 2004). So elas:

28Critrios e princpios para o projeto de interfacesPrincpios de dilogo (ISO 9241:10)Adaptao tarefa;Autodescrio (feedback);Controle ao usurio;Conformidade s expectativas do usurio;Tolerncia aos erros;Facilidade de individualizao;Facilidade de aprendizagemA norma ISO 9241:10 prope em sua parte 10, Princpios de Dilogo, sete princpios para o projeto e avaliao de interfac