integração de escolas da rede pública e privada do ensino ... ?· resumo os insetos são,...

Download Integração de Escolas da Rede Pública e Privada do Ensino ... ?· RESUMO Os insetos são, atualmente,…

Post on 09-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • REVISTA DE BIOLOGIA E CINCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 Volume 6- Nmero 2 - 2 Semestre 2006

    Integrao de Escolas da Rede Pblica e Privada do Ensino Fundamental e Mdio e UFRPE nas Atividades das Feiras de Cincias no Laboratrio de

    Entomologia

    Arlene Bezerra Rodrigues dos Santos1, Fernanda Alves da Silva2, Carlos Romero Ferreira de Oliveira1, Cludia Helena Cysneiros Matos3

    RESUMO

    Os insetos so, atualmente, o grupo dominante de animais na terra. Ultrapassam de longe, em nmero, todos os outros animais terrestres e ocorrem praticamente em todos os lugares, desde os desertos e geleiras at submersos em petrleo e sobrevivem as mais variadas condies climticas. O trabalho objetivou repassar atividades e conhecimentos tericos sobre a entomologia "estudo dos insetos" de forma simples, clara, lgica e sucinta; facilitando o raciocnio lgico dos alunos, despertando o interesse, a curiosidade e futuras aptides no ramo das pesquisas entomolgicas, como tambm, para apresentao em trabalhos prticos de sala de aula e atividades de conhecimento e Feiras de Cincias. Este foi desenvolvido no Laboratrio de Entomologia/Dept de Biologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, com os alunos do Ensino Fundamental e Mdio de Escolas Pblicas e Particulares, durante o perodo de julho a dezembro de 2004, sendo dividido em trs etapas: Atividades Pr-campo, Campo e Laboratrio. Com os resultados obtidos verificou-se que houve participao na pesquisa um total de 20 Escolas Pblicas, com 552 alunos e 12 Escolas Particulares, com 328, perfazendo um total de 880 estudantes e 32 Escolas atendidas. Observou-se ainda, que na realizao das Feiras de Cincias houve uma ampla divulgao da Extenso Universitria na sociedade, em virtude da interao entre Escolas Pblicas, Particulares e a UFRPE. Tanto nas Feiras de Cincias, como nas atividades de Classe, este trabalho tem sido de desmedida importncia educacional, levando novos conhecimentos na rea de Entomologia, para os colegas de classe, extra-classe, diretores e professores; como tambm, para o pblico participante e visitante das Feiras de Cincias e de Conhecimento.

    Palavras-chave: insetos, escolas, integrao, feiras de cincias.

    ABSTRACT

    The insects are a Class of the large animal present in earth. The insects there are on several living forms in different conditions. This work reporter the activities developed by students of fundamental education from Publics Schools and Privates Schools during the period from july to dezember 2004, about insects study to knowledge valuation, discursion as well to learn that the insects there are so many species and their potential as biological control agents is very important to our environment this work was done in Entomology Laboratory in Federal University of Pernambuco Brazil the activities were so divided: Pre-campus, Campus and Laboratory. The participation of the Publics Schools was in a total of 20 (552 students) and Privates School 12 (328 students). This result conducted a major participation of the communities during the realization of the Science fair" due to interation between Fundamental Education School and the University.

    Keywords: insects, schools, integration, science fair

    279

  • 1 - INTRODUO

    Os insetos so, atualmente, o grupo dominante de animais na terra. Ultrapassam de longe em abundncia todos os outros animais terrestres e ocupam os mais diversos hbitats, compreendendo cerca de 70% das espcies animais conhecidas (Ruppert et al., 2005). Muitos insetos so extremamente valiosos para o homem, devido s suas atividades de polinizao, ao fornecimento de diversos produtos como o mel, o prpolis e a cera de abelha, e de outros produtos de valor comercial (Costa-Neto, 1999, Costa-Neto, 2000). Alm de servirem de alimento para o homem e outros animais, muitos so utilizados no controle biolgico de pragas, servem como fonte de recursos para a medicina e para a pesquisa cientfica. Por outro lado, muitas espcies so nocivas ao homem e animais, seja como vetores de doenas ou como pragas nas plantas, causando anualmente enormes perdas nas colheitas agrcolas e produtos armazenados (Borror & Delong, 1988; Lara, 1992; Zimian et al., 1997; Ramos-Elorduy, 1998; Gallo et al., 2002).

    A Classe Insecta considerada, por muitos autores, a mais evoluda do Filo Arthropoda. O corpo desses organismos apresenta-se divido em trs regies tpicas e distintas: cabea, trax e abdome. (Gallo et al., 2002). Alm disso, variam grandemente de tamanho, havendo desde espcies com menos de 1mm at aquelas que ultrapassam 300 mm de comprimento (Maranho, 1977).

    Os insetos sempre fascinaram as pessoas de diferentes formas, estando presentes na cultura de diferentes civilizaes. Devido ao grande interesse que esses organismos despertam, estudantes do Ensino Mdio e Fundamental freqentemente procuram as Universidades com o intuito de obter informaes sobre esses organismos, visando utilizar o conhecimento adquirido em atividades de classe ou na elaborao de trabalhos para Feiras de Cincia e de Conhecimentos. Diante disso, o presente estudo retrata a forma como a Universidade Federal Rural de Pernambuco, mais especificamente o Departamento de Biologia,

    tem auxiliado no desenvolvimento dessas atividades por alunos de Escolas Pblicas e Privadas da cidade do Recife - PE. Vale ressaltar que so repassados conhecimentos tericos e prticos, de maneira a facilitar a vivncia com os insetos no seu habitat natural, facilitando o raciocnio lgico dos alunos e despertando sua curiosidade no ramo das pesquisas entomolgicas. Alm disso, os trabalhos so desenvolvidos pelos alunos, fazendo com que eles sejam os prprios gestores do conhecimento.

    Essas atividades so de excepcional importncia educacional, pois permitem um melhor aprendizado sobre esses organismos por parte dos alunos, alm de promover a disseminao do conhecimento gerado dentro da Universidade para a sociedade como um todo, onde os alunos so o principal veculo das informaes.

    2 - MATERIAIS E MTODOS

    O trabalho foi desenvolvido no Laboratrio de Entomologia/Departamento de Biologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, com alunos do Ensino Fundamental e Mdio de Escolas Pblicas e Particulares, atravs de visitas agendadas previamente por professores e/ou diretores das mesmas, durante o perodo de julho a dezembro de 2004.

    Os alunos foram orientados por professores, tcnicos e estagirios do Departamento. As atividades foram divididas em trs etapas:

    2.1 - Atividades Pr-campo

    Para cada escola, antes da ida ao campo, foram ministradas aulas tericas sobre a morfologia externa dos insetos, suas importncias econmicas, mdicas e ecolgicas. Alm disso, foram repassadas informaes sobre procedimentos rotineiros em entomologia, como: mtodos de coleta, tipos de armadilhas, acondicionamento dos insetos coletados e orientaes sobre coletas que devem ser feitas apenas para fins didticos e cientficos. (Figura 1).

    280

  • 2.2 - Atividades de Campo

    Os alunos foram devidamente orientados sobre as tcnicas e materiais de coleta, atravs de procedimentos prticos. Foram utilizadas redes entomolgicas e de varredura para coleta direta dos insetos em vo ou repouso e insetos presentes na vegetao rasteira. Utilizou-se tambm tubos sugadores, que uma tcnica de coleta para pequenos insetos em folhas, ramos, caules e frutos (Almeida et al., 1998, Gallo et al., 2002).

    Foram feitas tambm coletas diretas em segmentos da planta hospedeira do inseto, removendo-se folhas, fololos, flores e galhos, com o auxlio de estiletes, pinas e pincis (Figuras 2 e 3). Os insetos coletados foram acondicionados em sacos plsticos devidamente etiquetados e levados ao laboratrio para triagem e identificao.

    Foram utilizados dois mtodos para matar os insetos:

    Mtodo qumico

    Os insetos foram acondicionados em frascos de vidro contendo papel-filtro embebido com clorofrmio (substncia mortfera), com a finalidade de que os mesmos ficassem sedados. Este procedimento de suma importncia, uma vez que evita a quebra de estruturas importantes do inseto como: antenas, patas e asas para identificao das Ordens, Famlias e Espcies.

    Mtodo mecnico

    Foi utilizado para a coleta insetos da Ordem Lepidoptera (borboletas e mariposas). Os indivduos coletados foram pressionados na regio do trax com os dedos indicador e polegar, tendo-se o cuidado de no danificar as patas e asas. Em seguida, foram acondicionados em envelopes entomolgicos e transportados para o Laboratrio. Esta tcnica importante porque no permite que o

    inseto perca as escamas das asas, que um dos critrios utilizados na classificao taxonmica. 2.3 - Atividades de Laboratrio

    Os insetos capturados foram levados ao laboratrio, procedendo-se a triagem desses organismos com o auxlio de pinas, os quais foram separados por Ordem, em placas de Petri. Em seguida, os alunos foram orientados sobre a montagem dos insetos, conforme as regras de montagem entomolgicas utilizadas para cada Ordem (Figura 4) (Almeida et al., 1998; Gallo et al., 2002). Os materiais utilizados foram: tbuas de isopor, alfinetes, pinas, estiletes entomolgicos, tiras de papel, estendedores (para as Ordens Lepidoptera e Odonata), tesouras, cola e tringulos de plstico duro transparente para a dupla montagem (usada para insetos muito pequenos). Posteriormente, os