instrumento convocatÓrio parte a pre .bpa: o sistema bpa - boletim de produção ambulatorial

Download INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO PARTE A PREÂ .BPA: O Sistema BPA - Boletim de Produção Ambulatorial

Post on 03-Jan-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DA SADE DO ESTADO DA BAHIA - SESAB SUPERINTENDENCIA DE GESTO DOS SISTEMAS E REGULAO DA ATENO SADE - SUREGS

Credenciamento n 006/2012 -fls. 1 -

INSTRUMENTO CONVOCATRIO

P ARTE A PRE MBULO

I. Regncia legal:

Lei Estadual n 9.433/05, conforme a Lei n 9.658/05, Lei Complementar n 123/06 e legislao pertinente.

II. rgo/entidade e setor:

Secretaria da Sade do Estado da Bahia - SESAB Superintendncia de Gesto dos Sistemas e Regulao da Ateno Sade - SUREGS

III. Nmero de ordem: IV. Instruo e Portaria pertinentes/DOE:

Credenciamento n 006/2012 Portaria Estadual N 1.177 de 08 de agosto 2012 e Instruo N 006/2012, ambas publicadas no DOE em 09/08/2012. Portaria n 722, publicada no DOE de 09 de julho de 2015.

V. Finalidade da licitao/objeto:

CREDENCIAMENTO PARA CONTRATAO DE SERVIOS DE SADE DE MDIA E ALTA

COMPLEXIDADE EM CARDIOLOGIA CLNICA, CIRRGICA E INTERVENCIONISTA.

VI. Processo administrativo no:

5550120046304

VII. Pressupostos para participao:

( x ) Sero admitidos a participar deste credenciamento os interessados que atenderem a todas as exigncias contidas neste instrumento e nos seus anexos, e que pertenam ao ramo de atividade pertinente ao objeto licitado, independentemente da apresentao do Certificado de Registro Cadastral, emitido pela Secretaria da Administrao do Estado da Bahia SAEB.

VIII. Regime de execuo (forma de medio do servio para efeito de pagamento):

Empreitada por preo

unitrio.

IX. Prazo do credenciamento:

A vigncia do credenciamento de 12 (doze) meses a contar da publicao da portaria a que se refere o item IV.

X. Local, data de incio e horrio para recebimento da documentao:

Endereo: Av. Magalhes Neto, n 1856, Edf. TK Tower, 12 Andar, Pituba Salvador BA.

Data: 10/08/2012 Horrio: Das 08h30 s 18h.

XI. Dotao oramentria:

Unidade Gestora: Fonte: Projeto/Atividade: Elemento de despesa:

3.19.400 30/81 4139 3.3.90.39

XII. Para a habilitao dos interessados, exigir-se-o os documentos relativos a:

XII-1. Habilitao jurdica, comprovada mediante a apresentao: a) de registro pblico no caso de empresrio individual.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DA SADE DO ESTADO DA BAHIA - SESAB SUPERINTENDENCIA DE GESTO DOS SISTEMAS E REGULAO DA ATENO SADE - SUREGS

Credenciamento n 006/2012 -fls. 2 -

b) em se tratando de sociedades empresrias, do ato constitutivo, estatuto ou contrato social, com suas eventuais alteraes supervenientes em vigor, devidamente registrados, acompanhados, quando for o caso, dos documentos societrios comprobatrios de eleio ou designao e investidura dos atuais administradores.

c) no caso de sociedades simples, do ato constitutivo, estatuto ou contrato social, com suas eventuais alteraes supervenientes em vigor, devidamente registrados, acompanhados dos atos comprobatrios de eleio e investidura dos atuais administradores.

d) decreto de autorizao, no caso de empresa ou sociedade estrangeira em funcionamento no Pas, e ato de registro ou autorizao para funcionamento expedido pelo rgo competente, quando a atividade assim o exigir.

XII-2. Regularidade fiscal e trabalhista, mediante a apresentao de: a) prova de inscrio no Cadastro Nacional de Pessoa Jurdica CNPJ. b) prova de inscrio no Cadastro de Contribuinte ( X ) Municipal, relativo ao domiclio ou sede do

licitante, pertinente ao seu ramo de atividade e compatvel com o objeto contratual. c) prova de regularidade para com a Fazenda Estadual e Municipal do domiclio ou sede do licitante. d) prova de regularidade para com a Fazenda Federal, inclusive INSS, nos termos do Decreto Federal n

5.586, de 19 de novembro de 2005. e) prova de regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Servio (FGTS), mediante a

apresentao do Certificado de Regularidade do FGTS - CRF. XII-2.1. A prova da inscrio a que se referem os itens a e b ser suprida com a apresentao das

certides a que se referem os itens c e d, respectivamente, se estas contiverem o nmero de inscrio da licitante.

XII-2.2 Regularidade trabalhista, mediante a apresentao de: prova de inexistncia de dbitos inadimplidos perante a Justia do Trabalho, atravs de certido negativa, ou positiva com efeitos de negativa, nos termos do Ttulo VII-A da Consolidao das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943.

XII-3. Qualificao Tcnica, atravs de: a) registro ou inscrio da pessoa jurdica no Conselho Regional de Medicina. b) comprovao de aptido para o desempenho de atividade pertinente e compatvel em caractersticas,

quantidades e prazos com o objeto do credenciamento, atravs da apresentao de um ou mais atestados fornecidos por pessoas jurdicas de direito pblico ou privado.

c) A declarao do proponente de que tomou conhecimento de todas as informaes e das condies para o cumprimento das obrigaes objeto deste credenciamento, conforme modelo constante do Anexo V.

d) alvar da vigilncia sanitria estadual ou municipal, dentro do prazo de validade. e) indicao das instalaes, do aparelhamento e do pessoal tcnico, adequados e disponveis para a

realizao do objeto da licitao, bem como da qualificao de cada um dos membros da equipe tcnica que se responsabilizar pelos trabalhos, conforme modelo do Anexo VI.

XII-3.1 A aptido exigida na letra e dever contemplar: I. relao, especificando e quantificando os equipamentos referentes ao servio pleiteado; II. comprovao de que a equipe tcnica apresentada na proposta vincula-se empresa, o que poder ser feito atravs de uma das seguintes formas: a) carteira de Trabalho; b) contrato social; c) contrato de prestao de servios; d) contrato de trabalho registrado na DRT ou e) termo atravs do qual o profissional assuma o compromisso de integrar o quadro tcnico da empresa no caso de ser deferido o credenciamento; III. cpia do Diploma e comprovao do registro junto aos respectivos Conselhos Regionais ou rgos de Classe dos profissionais; IV. prova de habilitao tcnica dos profissionais ao exerccio da especialidade.

XII-3.2 Somente ser admitida a substituio de algum membro da equipe tcnica, no curso da execuo do contrato, por outro profissional de comprovada experincia equivalente ou superior, e desde que previamente aprovado pela Administrao.

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DA SADE DO ESTADO DA BAHIA - SESAB SUPERINTENDENCIA DE GESTO DOS SISTEMAS E REGULAO DA ATENO SADE - SUREGS

Credenciamento n 006/2012 -fls. 3 -

XII-4. Qualificao econmico-financeira: ( X ) No exigvel

XII-5. Declarao de Proteo ao Trabalho do Menor Conforme o inciso XXXIII do art. 7 da Constituio Federal, para os fins do disposto no inciso V do art. 98 da Lei Estadual n 9.433/05, dever ser apresentada declarao quanto ao trabalho do menor, conforme modelo constante do Anexo III deste Instrumento.

XIII. Codificao no Certificado de Registro SAEB:

09.03

XIV. Documentos passveis de substituio pelo extrato do Certificado de Registro: ( X ) A licitao se processa com a utilizao do SIMPAS: ( X ) opo do licitante, o Certificado de Registro Cadastral-CRC, dentro do prazo de validade,

poder substituir os documentos relativos Habilitao Jurdica, Regularidade Fiscal, Qualificao Econmico-Financeira e Declarao de Proteo ao Trabalho do Menor, desde que colocado junto aos demais documentos de habilitao, ficando esclarecido que, caso exista algum documento vencido, o licitante dever apresentar a verso atualizada do referido documento junto com os demais documentos de habilitao.

XV. Garantia do contrato:

( x ) No exigvel

XVI. Local, horrio e responsvel pelos esclarecimentos sobre este instrumento:

Responsvel: Comisso Permanente de Credenciamento, constituda pela Portaria Estadual n 514 de 20 de maio de 2015, publicada no DOE de 21 de maio de 2015. Endereo: Av. Professor Magalhes Neto, n 1856, Ed. TK Tower, 12 andar, Pituba. CEP: 41.810.012

Salvador BA.

Horrio: Das 08:30 s 12:00 e das 13:30 s 18:00

Tel. 3117- 2804:

Fax: 3116- 3957

E-mail: suregs.credenciamento@saude.ba.gov.br

XVII. mbito geogrfico deste credenciamento:

Macro-regies, micro-regies e respectivos municpios definidos na portaria que se refere o item IV.

XVIII. Limite oramentrio para o perodo de vigncia deste Credenciamento (Art. 1, inc. V do Decreto Estadual n 9.376, de 23 de maro de 2005).

Conforme a portaria que se refere o item IV.

XIX. ndice de anexos:

( X ) I. MODELO DE REQUERIMENTO DE CREDENCIAMENTO;

( X ) II. MODELO DE PROCURAO PARA A PRTICA DE ATOS CONCERNENTES AO CERTAME;

( X ) III. MODELO DE DECLARAO DA PROTEO AO TRABALHO DO MENOR;

( X ) IV. TERMO DE ADESO AO CREDENCIAMENTO

( X ) V. MODELO DE DECLARAO DE CONHECIMENTO E ENQUADRAMENTO;

( X ) VI. MODELO DE INDICAO DAS INSTALAES, DO APARELHAMENTO E DO PESSOAL TCNICO;

( x ) VII. REGULAMENTO PARA O CREDENCIAMENTO N 006/2012;

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DA SADE DO ESTADO DA BAHIA - SESAB SUPERINTENDENCIA DE GESTO DOS SISTEMAS E REGULAO DA ATENO SADE - SUREGS

Credenciamento n 006/2012 -fls. 4 -

P ARTE B D ISPOSIES ESPECFICAS DESTE CERTAME

ESPECIFICAES DO OBJETO

INSTRUO DO CREDENCIAMENTO 006/2012

DISCIPLINA O CREDENCIAMENTO DE INTERESSADOS NA PRESTAO SERVIOS DE SADE DE MDIA E ALTA COMPLEXIDADE EM CARDIOLOGIA CLNICA, CIRRGICA E INTERVENCIONISTA.

O SECRETARIO DA SADE DO ESTAD

Recommended

View more >