_instalações hidraulicas

Download _instalações hidraulicas

Post on 16-Oct-2015

126 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1

    Instalaes Hidrulicas

    ndice

    INSTALAO HIDRULICA Pisos e paredes Pg. 2-5

    BOMBA DGUA Instalao, problemas e solues, como escolher, esquema de funcionamento, como fazer instalao hidrulica de uma bomba, instalao eltrica da bomba;

    Pg. 6-31

    CAIXA DGUA Limpeza, instalao, assentamento, furao, tubulao, como impermeabilizar, como consertar trincas

    Pg. 32-45

    DESCARGAS SANITRIAS Instalao de redes de esgoto, sistema de descarga, consumo, montagem e instalao de acentos sanitrios, anis de vedao;

    Pg. 46-55

    ECONOMIA Medidas eficientes para economizar gua e dinheiro, projeto hidrulico, simulador de consumo de gua;

    Pg. 56-61

    CANOS Instalao dos canos, tamanhos, que modelos usar, medidas, altura das tubulaes, esquema de distribuio do encanamento;

    Pg. 62-72

    HIDRMETRO Como realizar a ligao da gua, instalao do relgio de gua, como colar canos de PVC para gua fria e gua quente;

    Pg. 73-80

    ESGOTO Fossas spticas, caractersticas tcnicas da fossa, instalao da fossa, construo do sumidouro, esquema de instalao do sumidouro e da fossa, vlvula de reteno;

    Pg. 81-93

    CAIXA DE GORDURA Manuteno da caixa de gordura, limpeza, clculo de necessidades, modelos de caixas;

    Pg. 94-100

    TERMOS HIDRULICOS MAIS USADOS E SEUS SIGNIFICADOS

    Pg. 107-111

    SOLUES PRTICAS Canos entupidos, goteira, vazamentos, teste;

    Pg. 112-125

  • 2

    Instalao hidrulica * A instalao

    * No piso

    * Nas paredes

    Instalaes Hidrulicas

    A instalao

    sempre bom contar com a ajuda de um encanador (bombeiro), mas... Primeiro monte o cavalete para a ligao do medidor de gua da empresa que distribui a agua.. As lojas de material de construo tm cavaletes prontos (kits). Em seguida, coloque a caixa dgua no ponto mais alto da casa. Depois faa a ligao do cavalete at a caixa dgua. No se esquea de colocar uma bia com registro, uma sada para limpeza e um ladro na caixa dgua (veja pag. caixa de gua).

    Feito isso, desa com a tubulao para cozinha, tanque, banheiro, etc. Lembre-se de colocar um registro na sada dessas tubulaes. Para o vaso sanitrio, existem vrios sistemas de descarga. Pergunte ao encanador (bombeiro) como deve ser feita a instalao.

  • 3

    No piso

    Lembre-se que um projeto (desenho) das canalizaes muito importante e trs bastante economia na hora de passar prtica.

    Antes de fazer o piso, coloque os tubos de esgoto do banheiro e da cozinha com as esperas para os ralos. Calce os tubos com concreto magro.

  • 4

    Depois, nivele o cho e soque bem. Coloque uma camada de, no mnimo, 8 cm de concreto magro sobre o cho, para formar o contrapiso. (veja as pags.Pisos Nivel). Neste caso, os ralos e tubos de esgoto tambm j devem ter sido colocados.

    Obs.:

    No se esquea dos caimentos para escoar a gua dos pisos do banheiro e da

    cozinha.

    A sada da caixa de inspeo para a fossa sptica tambm feita com tubo de 100 mm.

    Importante:

    Para evitar mau cheiro, faa um respiro, aps o ralo sifonado, subindo um tubo de 40 mm at o telhado.

  • 5

    Nas paredes

    No nvel acima do piso toda a canalizao deve ser embutida nas paredes. Salvo algumas excesses.

  • 6

    Bomba dagua I * Como escolher

    * Bomba adequada

    * Trabalho de uma bomba

    * Seleo de uma bomba

    A escolha da bomba dgua !

    Como escolher

    A escolha do melhor sistema de bombeamento de um poo artesiano depende da anlise de vrios fatores, onde se incluem: o dimetro e a profundidade do poo, a profundidade do nvel de gua e seu rebaixamento, a capacidade e durao do bombeamento, a qualidade da gua, os custos iniciais e de manuteno, e a potncia requerida.

    Sempre consulte um tcnico para escolher a bomba de acordo com sua necessidade. Como veremos adiante, a escolha no to simples como possa parecer. Tem que ser considerado: altura, distncia, bitola do cano, freqncia de uso, qualidade da gua, capacidade da rede eltrica, etc.

  • 7

    Bomba adequada

    A preservao da qualidade da gua e a vida til de um poo esto diretamente relacionadas, a escolha da bomba adequada.

    Dentre os principais tipos de equipamentos, destacam-se:

    BOMBA SUBMERSA (bomba sapo):

    o tipo ideal e de maior rendimento para poos de qualquer profundidade. O conjunto moto-bomba instalado dentro do poo, submerso em alguns metros abaixo do nvel dinmico, funciona silenciosamente e requer pouqussima manuteno quando bem especificado e corretamente instalado.

    BOMBA INJETORA:

    uma bomba centrfuga horizontal convencional com um dispositivo (ejetor ou injetor) instalado nas tubulaes de suco e de retorno, submerso no poo.

    Apresenta baixo rendimento e conseqente maior custo operacional devido ao fato de utilizar motores eltricos de maior potncia do que uma bomba submersa de igual vazo e presso.

    BOMBA CENTRFUGA: Tem grande limitao devido ao fato de que sua utilizao somente possvel em poos onde o nvel dinmico (inferior) no ultrapasse a profundidade de aproximadamente 8 metros, no mximo.

  • 8

    COMPRESSOR DE AR (AIR-LIFT): Tem um funcionamento prtico e simples. Trabalha na superfcie, com motor eltrico ou diesel, tendo em sua instalao dois tubos at o fundo do poo, sendo um tubo para recalque da gua e o outro de menor dimetro para injeo de ar.

    o ideal para poos onde exista grande volume de areia misturada a gua ou com tendncia a acumular sedimentos e tambm para locais com indisponibilidade de energia eltrica, devido possibilidade do uso de motores diesel.

    De negativo registramos o alto nvel de rudo e o baixo rendimento, requerendo motores de maior potncia que as bombas do tipo submersas. fonte: Hidrovector.com.br

    Trabalho de uma bomba

    Uma bomba destina-se a elevar um volume de fluido a uma determinada altura, em um certo intervalo de tempo, consumindo energia para desenvolver este trabalho e para seu prprio movimento, implicando, pois, em um rendimento caracterstico.

    Estas, ento, so as chamadas grandezas caractersticas das bombas, isto :

    Vazo Q,

    Altura manomtrica H,

    Rendimento h

    Potncia P.

  • 9

    Definida a marca e de posse da vazo e da altura manomtrica do recalque consultamos os catlogos de produtos de linha ou linhas escolhidas.

    Seleo de uma bomba

    So condies fundamentais para seleo das bombas, as hidrulicas do escoamento, ou seja, o ponto de funcionamento do sistema, a natureza do projeto, as caractersticas da gua a ser recalcada, os equipamentos existentes no mercado e a similaridade com os j instalados e em operao para flexibilizar a reposio de peas defeituosas ou desgastadas. Alm disso, tambm deve ser elaborado um estudo intensivo da dimenso da obra e etapas de construo, e um programa de que facilite a operao e manuteno dos servios.

  • 10

    Instrues gerais para instalao e uso de bombas centrifugas!

    Definio

    Bombas Centrfugas so bombas hidrulicas que tm como princpio de funcionamento a fora centrfuga atravs de palhetas e impulsores que giram no interior de uma carcaa estanque, jogando lquido do centro para a periferia do conjunto girante.

    A Bomba centrfuga o equipamento mais utilizado para bombear lquidos no saneamento bsico, na irrigao de lavouras, nos edifcios residenciais, na indstria em geral, transferindo lquidos de um local para outro.

    Ela funciona da seguinte maneira: Uma fonte externa bomba, como um motor eltrico, motor a diesel, etc., gira um ou mais rotores dentro do corpo da bomba, movimentando o lquido e criando a fora centrfuga que se trasnforma em energia de presso.

    A entrada do lquido na bomba chamada de suco, onde a presso pode ser inferior atmosfrica (vcuo) ou superior.

    Descrio da bomba

    Constam de uma cmara fechada, carcaa, dentro da qual gira uma pea, o rotor, que um conjunto de palhetas que impulsionam o lquido atravs da voluta. O rotor fixado no eixo da bomba, este contnuo ao transmissor de energia mecnica do motor. A carcaa a parte da bomba onde, no seu interior, a energia de velocidade transformada em energia de presso, o que possibilita o lquido alcanar o ponto final do recalque. no seu interior que est instalado o conjunto girante (eixo-rotor) que torna possvel o impulsionamento do lquido.

  • 11

    fonte: www.dec.ufcg.edu.br

    Tipo de carcaa

    compacta;

    bipartida (composta de duas sees separadas, na maioria das situaes, horizontalmente a

    meia altura e aparafusadas entre si);

    Um corte esquemtico de uma bomba centrfuga tpica de mdia presso para pequenas vazes e para funcionamento afogado ou com altura positiva, eixo horizontal e carcaa compacta, fluxo radial com rotor fechado em monoestgio de alta rotao, suco nica, entrada axial e sada de topo.

    Corte esquemtico de uma bomba centrfuga tpica

  • 12

    Mtodo bsico para seleo de uma bomba centrifuga !

    (PARA ALTURA DE SUCO INFERIOR A 8 mca)

    1. CRITRIOS: Para calcular-se com segurana a bomba centrfuga adequada a um determinado sistema de abastecimento de gua, so necessrios alguns dados tcnicos fundamentais do local da instalao e das necessidades do projeto:

    C. Distncia em metros entre a captao, ou reservatrio inferior, e o ponto de uso final, ou reservatrio superior, isto , caminho a ser seguido pela tubulao, ou, se j estiver instalada, o seu comprimento em metros lineares, e os tipos e quantidades de conexes e acessrios existentes;

    D. Dimetro (Pol. ou mm) e material (PVC ou metal), das tubulaes de suco e recalque, caso j forem existentes;

    E. Tipo de fonte de captao e vazo disponvel na mesma, em m/h;

    F. Vazo requerid