inspetor aula

Download inspetor aula

Post on 12-Jun-2015

1.878 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

SOLDAGEM

SOLDAGEMBasicamente a unio de materiais atravs de: aquecimento a temperaturas adequadas com ou sem aplicao de presso, podendo- se usar material de adio; somente com aplicao de presso (sem aquecimento)

Classificao de Processos

Soldagem por fuso : onde ocorrefuso do material base a ser soldado

Soldagem no estado slido : onde noocorre fuso de qualquer tipo

Brasagem e Solda Branda : ondeocorre fuso apenas do material de adio e no do material base.

PROCESSO???

Grandes estruturas, componentes, plataformas de petrleo, etc., s podem ser montadas j no local de trabalho e seriam impossveis de serem construdas de uma nica vez para depois serem transportadas at o local. Economia, pois um meio barato e seguro de interligao, diminuindo custos de transportes e custos de fabricao.

PROCESSO POR FUSO

Transferncia de energia de um sistema para outro provocando aquecimento e conseqentemente fuso do ponto aquecido; Esta poa de fuso atinge nveis de Temp.1000c

ER- SMAW- SAER

Processo de soldagem por arco eltrico no qual a fuso do metal produzida pelo aquecimento a partir de um arco eltrico que mantido entre a ponta de um eletrodo revestido e a superfcie do metal de base na junta que est sendo soldada

ER- SMAW- SAER

ER- SMAW- SAER

ER- SMAW- SAER

Toda soldagem por arco eltrico necessita de proteo da poa de fuso; Funes do revestimento est dividida em trs funes: Eltrica Metalrgica Mecnica

ER- SMAW- SAER

Os revestimento podem ser: celulsico(E6010) Grande quantidade de material orgnico, respingo elevado, alta penetrao, no recomendado para chanfros pois a soldagem contm elevado teor de hidrognio; Rutlico(E6013) Para uso geral, fcil soldagem desde de que usado em soldas sem grandes responsabilidades;

ER- SMAW- SAER

Bsico(E7018) Este o mais usado, elevadapropriedade mecnica, para soldas de alta responsabilidade. Este tipo de revestimento requer cuidados de armazenamento, e manuseio; A soldagem com este eletrodo requer habilidade apurada; Sua penetrao mdia

SAS - SAW

Utiliza eletrodos consumveis, nos quais o arco eltrico e a poa de fuso so protegidos do ambiente pelos produtos resultantes da queima de um fluxo que adicionado independente. Entre suas vrias vantagens destaca-se: Alta qualidade da solda

Taxa de deposio e velocidade dedeslocamento muito alta;

SAS - SAW

SAS - SAW Nenhum arco de soldagem visvel Pouca fumaa Utilizao de mltiplos arames Desvantagens: Ajuste preciso Soldagens em posio plana e horizontal em ngulo

SAT - FCAW

Processo a arco, onde a proteo doa arco se d pelo fluxo no interno do arame; a unio dos processos ER e MIG/MAG; Alta taxa de deposio; Semi automtico

SAT - FCAW

Para proteo da poa de fuso utiliza gs de proteo independente sendo eles CO ou CO + O ou Ar + He; aplicado apenas para aos carbono, liga e inoxidavel; Grande emisso da raios ultravioleta

TIG GTAW - SAGT

Soldagem a arco eltrico com eletrodo no consumvel de tungstnio. Pode ou no utilizar material de adio. Soldagem tig a unio de metais pelo aquecimento e fuso destes com um arco eltrico estabelecido entre um eletrodo de tungstnio no consumvel e a pea;

TIG GTAW - SAGT

Metal de adio adicionado manualmente, o que requer uma habilidade elevada; Embora a soldagem tig tenha um alto custo inicial e baixa produtividade, estes so compensados pela possibilidade de se soldar muitos tipos de metais, de espessuras e em posies no possveis em outros processos bem como obteno de soldas de alta qualidade e resistncia

TIG GTAW - SAGT

A soldagem tig possibilita soldar alumnio, titnio, cobre e outros aos inoxidveis, como metais de soldagem difcil Quanto menos aguda for a ponta do tungstnio maior a penetrao, quanto mais aguda maior a chance de defeito por incluso de tungstnio.

MIG/MAG - GMAW

MIG/MAG - GMAW

Praticamente igual ao processo arame tubular, sendo que este processo utiliza metal de adio slido; Sua vantagem em relao ao arame tubular que pode se soldar diversos metais;

MIG/MAG - GMAW

Desenvolvimentos subseqentes acrescentaram atividades com baixas densidades de corrente e correntes contnuas pulsadas, emprego em uma ampla gama de materiais, e o uso de gases de proteo reativos (particularmente o dixido de carbono, CO2) e misturas de gases. Esse desenvolvimento posterior levou aceitao formal do termo GMAW Gas Metal Arc Welding para o processo, visto que tanto gases inertes quanto reativos so empregados. No entanto, quando se empregam gases reativos, muito comum usar o termo soldagem MAG (MAG Metal Active Gas).

MIG/MAG - GMAW

O processo de soldagem funciona com corrente contnua (CC), normalmente com o arame no plo positivo. Essa configurao conhecida como polaridade reversa. A polaridade direta raramente utilizada por causa da transferncia deficiente do metal fundido do arame de solda para a pea.

ESW

Soldagem por ponto

SOG - OFW

Conjunto de processos de soldagem por fuso nos quais o aquecimento produzido pela chama resultante de uma mistura entre gs combustvel e oxigenio ( comburente ). Requer alta habilidade de soldagem; Soldagens de peas com baixa espessura; Superaquecimento da regio a ser soldada

TERMINOLOGIA

TERMINOLOGIA

JUNTA E CHANFRO

JUNTAS DE TOPO

JUNTAS DE NGULO

JUNTAS DE NGULO

CHANFRO

CHANFRO

CHANFRO

MODOS DE OPERAO

Manual depende totalmente do soldador; Semi-automtico parcialmente do soldador; Mecanizado Programao do soldador; Automtica no depende do soldador.

TERMOS GERAIS

Consumvel Material empregado na deposio ou proteo da solda, tais como: eletrodo revestido, vareta, arames, anel consumvel, gs, fluxo entre outros. Escria Resduo no metlico proveniente da dissoluo do fluxo ou revestimento e impurezas no metlicas na soldagem

TERMOS GERAIS

Perna de solda distncia entre a raiz da junta a margem da solda em ngulo

TERMOS GERAIS

Solda autgena Solda de fuso sem participao de metal de adio. Solda heterognea Solda cuja composio qumica da zona fundida, difere significafivamente do(s) metal(s) de base, no que se refere aos elementos de liga. Solda homognea solda cuja composio qumica da zona fundida aproxima a do metal de base.

CODIFICAO DE SOLDAGEM

Z.T.A, Pn, An e Fn termos muito utilizados quedevem ser de dominio de todos que estudam esta rea. Z.T.A Regio adjacente a soldagem que sofre aporte trmico elevado devido a energia desprendida

ZTAZona Fundida Material Base ZTA ou ZAC Zona de Ligao

ZTA

ZTA

Pn

Classificao dos materiais de acordo com sua estrutura cristalina e no por sua forma fisica, exemplo:

Pn

Pn 1 A maioria dos aos carbono Pn 4 e 5 A maioria dos aos ligas Pn 8 A maioria dos aos inoxidaveis

Fn

Cada consumvel de soldagem oferece uma dificuldade diferente de soldagem seja ele de mesmo processo ou diferente. Isto significa que um eletrodo para o processo smaw tem uma dificuldade maior ou menor para uma vareta de soldagem de acordo com a norma ASME IX

COLOCAR F NUMERO DO ASME

An

O metal de solda depositado uma mistura de dois materiais, o consumvel e o prprio metal base.

SIMBOLOGIA

SIMBOLOGIA / ENSAIO

SIMBOLOGIA

SIMBOLOGIA

COSUMVEIS

Todos materiais empregados na deposio ou proteo de solda; A seleo do consumvel depende do processo de soldagem que por sua vez escolhido em funo de vrios fatores: Metal de base Geometria da junta Espessura da pea Posio de soldagem Produtividade Tipo de fonte

COSUMVEIS

Todos consumveis de solda esto cobertos pela norma ASME SEC.II parte C/AWS. So designados por SFA; Para gases de proteo vale os requisitos de pureza previamente estabelecido no procedimento de soldagem

COSUMVEIS

SFA/A-5.1 Eletrodo revestido p/ ao carbono SFA/A 5.2 Oxiacetilenica SFA/A 5.4 Eletrodo revestido p/ ao inox SFA/A 5.5 Eletrodo revestido p/ baixa liga SFA/A 5.17 Eletrodos e fluxos par arco submerso de ao carbono SFA/A 5.20 Arames tubulares ao carbono SFA/A 5.28 Metal de adio p/ tig aos baixa liga SFA/A 5.29 Eletrodos tubulares baixa liga

SOLDAGEM A GS SFA-5.2

Gases combustvel acetileno, propano; Gases comburentes oxignio, ar atm. Varetas ( metal de adio ) Fluxos ( fundentes )

METALURGIA DE SOLDAGEM

A metalurgia de soldagem semelhante a metalurgia de materiais convencional, porem, os fenmenos so diferentes; O entendimento da metalurgia de materiais fundamental; Estudaremos a partir de agora os conceitos importantes de metalurgia.

METALURGIA DE SOLDAGEM

Podemos dizer que a soldagem a arco eltrico uma miniatura de siderurgia; Uma srie de condies influencia o tamanho de gro inicial. importante saber que a taxa de resfriamento e a temperatura tm grande influncia na estrutura de gros recentemente solidificada e no tamanho de gro.

METALURGIA DE SOLDAGEM

A formao dos primeiros cristais se inicia no local de menor temperatura da solda. Esse local situa-se no ponto onde o metal fundido e o metal de base no fundido se encontram. Com a continuao do processo de solidificao pode ser observado que os gros no centro so menores e possuem uma textura mais fina que os gros localizados nos limites exteriores do depsito de solda.

METALURGIA DE SOLDAGEM

METALURGIA DE SOLDAGEM

O tamanho de gro pode ter efeito na integridade da solda no sentido que gros pequenos so mais resistentes e mais dcteis que gros grandes. Se surgir uma trinca, a tendncia que ela se inicie na rea onde os gros so maiores. Metais com granulao fina possuem melhores propriedades