Inovação empresarial e aumento da produtividade

Download Inovação empresarial e aumento da produtividade

Post on 05-Jul-2015

2.526 views

Category:

Education

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. Inovao Empresarial e o Aumento da produtividade Organizao Cientfica do Trabalho</li></ul> <p> 2. </p> <ul><li>Inovao significa inovar, renovar, introduzir algo novo ou diferente do existente. </li></ul> <ul><li>A inovao a princpio parece estar presente em quase toda a actividade humana; parece algo caracterstico, da natureza humana, j que somos dotados de inteligncia e de livre arbtrio para guiar todas as nossa aces.</li></ul> <p> 3. </p> <ul><li>A aplicao das inovaes sejam tecnolgicas ou organizacionais so sempre fontes de reduo de custos, aumento de produtividade, lucratividade e aumento do poder competitivo dentre outros factores, quando bem usadas no negcio. </li></ul> <p> 4. </p> <ul><li>Muito provavelmente grande parte das empresas que esto procura de inovaes. Actualmente, o que se pode perceber que, a empresa atravs de seus profissionais tem procurado adquirir mais conhecimentos, principalmente como forma de aumentar a competitividade e diferenciao no ambiente de negcios. </li></ul> <p> 5. FrederickTaylor </p> <ul><li>Frederick Winslow Taylor nasceu a 20 de Maro de 1856 em Filadelfia.</li></ul> <ul><li>Taylor era conhecido por F. W. Taylor ou o pai da Teoria Cientifica do Trabalho. Este formou-se em engenheiro mecnico em Harvard Law School.</li></ul> <ul><li>Teve inmeras profisses como: tcnico de mecnico, operrio, aprendiz industrial e professoruniversitrio. </li></ul> <p>Tnia Silva 6. </p> <ul><li>A 1900, Taylor foi condecorado com uma medalha de ouro individual na Exposio de Parise com a medalha de Elliot Cresson, pelo Instituto Franklin, da Filadlfia, devido a experiencia que realizou com o ao.</li></ul> <ul><li>Taylor morreu a de 21 Maro de 1915 em Filadelfia, devido a uma pneumonia. </li></ul> <p>Tnia Silva 7. O objectivo deFrederick Taylor </p> <ul><li>Ao longo da sua vida Taylor sempre conviveu e observou de perto as empresas industriais, ora era aprendiz de industrial ora era j o responsvel por toda a produo da fbrica. Foi nesta altura que Taylor comeou os seus estudos em relao a um mtodo que pudesse aumentar a receita das produes.</li></ul> <p>Tnia Silva 8. O raciocniode Taylor </p> <ul><li>Taylor idealizou que ao subdividir o processo de produo em pequenos segmentos, que eliminava todo o tipo de movimentos escusados dos trabalhadores, poupando assim tempo e acelerando o ritmo de produo, ou seja, cada trabalhador tinha apenas uma e uma s funo. Para isso, passou a ocupar-se de critrios como a seleo de pessoal e da sua formao.Alm disso existia superviso do trabalho executado e organizao na distribuio. </li></ul> <p>Tnia Silva 9. </p> <ul><li>Com este raciocnio Taylor introduz quatro princpios fundamentais para um aumento de produo, ou seja: </li></ul> <ul><li><ul><li>Princpio do Planjeamento </li></ul></li></ul> <ul><li><ul><li>Princpio da Seleo </li></ul></li></ul> <ul><li><ul><li>Princpio de Controle </li></ul></li></ul> <ul><li><ul><li>Princpio de Execuo </li></ul></li></ul> <ul><li>A ideia de Taylor era uma produo eficaz e eficiente atravs da agilidade e rapidez dos trabalhadores gerando lucro e aumento de produtividade. </li></ul> <p>Tnia Silva 10. </p> <ul><li>Para Taylor este mtodo parecia (e foi de facto) produtivo, no entanto ele sabia que para haver a concretizao deste mtodo era necessrio haver um incentivo tanto a nvelsalarial de mrito para os trabalhadores como boas condies de trabalho. </li></ul> <ul><li>Introduziu assim em 1881 um mtodo para o aumento da produtividade, ou seja, a chamada: Administrao cientifica ou Taylorismo, que revolucionou o sistema produtivo das empresas. </li></ul> <p>Tnia Silva 11. Obras </p> <ul><li>Em 1903 Taylor publica seu primeiro livro:Shop Management ( administrao ciencitifica); </li></ul> <ul><li> The Art of Cutting Metals(A Arte de Cortar Metais), em 1906; </li></ul> <ul><li> Principles do Scientific Management(Princpios da Administrao Cientfica), em 1911; </li></ul> <p>Tnia Silva 12. Henry FordFtima Sousa 13. Biografia </p> <ul><li>Nasceu a 30 de Julho de 1863 em Springwells. </li></ul> <ul><li>Foi um empreendedor estadunidense e o primeiro empresrio a aplicar montagem em srie. </li></ul> <ul><li>Ficou conhecido por ser o fundador da Ford Motor Company. </li></ul> <p>Ftima Sousa 14. </p> <ul><li>Vivia do consumismo. </li></ul> <ul><li>Ford deixou a maior parte da sua riqueza sua fundao (Fundao Ford) </li></ul> <ul><li>Faleceu em Dearborn a 7 de Abril de 1947.</li></ul> <p>Ftima Sousa 15. Fordismo </p> <ul><li>Ford e mais 11 investidores formaram a Ford Motor Company em 1903. </li></ul> <ul><li>Em 1914, ofereceu o pagamento de 5,00 dlares por dia aos seus trabalhadores.</li></ul> <ul><li>Foi o pioneiro do capitalismo do bem-estar social concebido para melhorar a situao dos seus trabalhadores. </li></ul> <p>Ftima Sousa 16. </p> <ul><li>A filosofia de Henry Ford defendia a independncia econmica para os Estados Unidos.</li></ul> <ul><li>Os europeus viram o tamanho, o ritmo, a padronizao e a filosofia da produo demonstrada nos trabalhos de Ford como um servio nacional.</li></ul> <p>Ftima Sousa 17. </p> <ul><li>As ideias de Ford modificaram todo o pensamento da poca, foi atravs delas que se desenvolveu a mecanizao do trabalho, produo em massa, padronizao do maquinrio e do equipamento.</li></ul> <ul><li>Ele revolucionou o tratamento dispensando aos trabalhadores, pois melhorou o salrio deles. Por isso, pode-se dizer que Henry Ford tornou-se um grande marco, sendo hoje muito estudado nas reas de administrao.</li></ul> <p>Ftima Sousa 18. Pensar o trabalho mais difcil que existe. Talvez por isso to poucos se dediquem a ele. Henry Ford Ftima Sousa 19. Peter DruckerAna Silva 20. Qual a sua origem? </p> <ul><li>Peter Ferdinand Drucker </li></ul> <ul><li>Nasceu a 19 de novembro de 1909 </li></ul> <ul><li>Foi filsofo, economista, </li></ul> <ul><li> considerado o pai da administrao moderna </li></ul> <ul><li>Faleceu a 11 de novembro de 2005 </li></ul> <p>Ana Silva 21. O seu pensamento </p> <ul><li>Peter Drucker afirmava que a empresaque conseguir vender o produto/servio certo, para o cliente, com a distribuio adequada, por um preo justo e no momento oportuno, veros seus esforos de venda reduzirem-se a quase zero, ou seja, a venda tornar-se- automtica em funo de a demanda ter sido corretamente equacionada e trabalhada. </li></ul> <p>Ana Silva 22. </p> <ul><li>Outra caracterstica importante referida por ele, era a existncia de duas foras de trabalho distintas disposio dos empregadores: a das pessoas de menos e a de mais de 50 anos de idade.</li></ul> <ul><li>As empresas devero remuner-las tambm de modos diferentes: as primeiras necessitaro de renda constante e emprego estvel; as segundas podero cuidar dos trabalhos temporrios. </li></ul> <p>Ana Silva 23. Conceitos de Drucker</p> <ul><li> (Re)privatizaoes significa a privatizao dos servios pblicos, como forma de reduzir a burocracia </li></ul> <ul><li> Gesto por objectivos um tipo de gesto caracterizada como um mtodo de planejamento eavaliao, baseado em fatores quantitativos </li></ul> <ul><li> Descentralizao das empresas Drucker explicava como sendo a diviso de trabalho </li></ul> <p>Ana Silva 24. Drucker numminuto</p> <ul><li>explicou como gerir a grande empresa (corporation, no dizer dos americanos);</li></ul> <ul><li>garantiu que a gesto se podia aprender, que no era exclusiva de uns quantos iluminados;</li></ul> <ul><li>projectou de novo o papel do empreendedor, a mais importante personagem na inovao do tecido econmico;</li></ul> <p>Ana Silva 25. </p> <ul><li>revelou a sociedade emergente do nosso sculo, baseada no conhecimento;</li></ul> <ul><li>deu nobreza gesto em todo o gnero de organizaes sem fins lucrativos </li></ul> <p>Ana Silva 26. Gesto </p> <ul><li>Na sua viso, a Gesto uma disciplina prtica e humanista. uma "arte" que se alimenta de cincias como a Economia, Psicologia, Histria, Matemtica, Teoria Poltica e Filosofia. E tambm uma prtica como a Medicina no sentido em que no interessa se o tratamento , ou no, cientfico, mas sim se cura o doente </li></ul> <p>Ana Silva 27. Publicaes</p> <ul><li>The End of Economic Man: The Origins of Totalitarianism(1939) </li></ul> <ul><li>The Changing World of the Executive (1982) </li></ul> <ul><li>Management Challenges for the 21st Century (1999) </li></ul> <ul><li>Managing in the Next Society (2002) </li></ul> <ul><li>The Effective Executive in Action (2005), </li></ul> <ul><li> . </li></ul> <p>Ana Silva 28. No h pases desenvolvidos , h pases subgeridosPeter Drucker, 1993Ana Silva 29. Fontes </p> <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Taylorismo </li></ul> <ul><li>http://www.infoescola.com/biografias/frederick-taylor/ </li></ul> <ul><li>http://www.centroatl.pt/drucker/peterdrucker.html </li></ul> <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Peter_Drucker </li></ul> <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Henry_Ford </li></ul> <ul><li>http://www.ford.pt/SobreFord/InformacaoSobreEmpresa/Heritage/TheHenryFordStory </li></ul>