informe policía de brasil.pdf

Download Informe Policía de Brasil.pdf

Post on 13-Apr-2018

216 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 7/24/2019 Informe Polica de Brasil.pdf

    1/44

    MJ SERVIO PBLICO FEDERALDEPARTAMENTO DE POLCIA FEDERAL

    SUPERINTENDNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANGT/LAVAJATO/DRCOR/SR/DPF/PR

    1

    A Sua Excelncia o SenhorJuiz Federal da 13 Vara Federal de Curitiba/PR

    Curitiba, 05 de fevereiro de 2016.

    OPERAO LAVAJATOURGENTESIGILOSO

    Assunto: Representao por medidas cautelares aditamentoReferncia: Autos n 5003682-16.2016.4.04.7000/PR

    Autos n 5046271-57.2015.4.04.7000/PR (IPL 1985/2015)Autos n 5005002-38.2015.4.04.7000/PR (IPL 0276/2015)Autos n 5048739-91.2015.4.04.7000/PRAutos n 5053355-12.2015.4.04.7000/PR

    Senhor Juiz,

    A presente representao busca complementar os pedidos formalizados no Evento 1 dos

    Autos n 5003682-16.2016.4.04.7000 (REPRESENTACAO_BUSCA1).

    O Ministrio Pblico Federal opinou pelo provimento dos pedidos feitos pela Autoridade

    Policial ora subscritora. (EVENTO 6, PROMOCAO1).

    * * *

    Colaciono, para justificar a origem do presente pedido, trechos das razes paraapresentao posterior das concluses do pedido do Evento 30 dos Autos n 5053355-12.2015.4.04.7000

    (REPRESENTACAO_BUSCA1):

    Antes da integral implementao das quebras, aps novas consultas em bancos de dadosdisponveis, da anlise preliminar do contedo da caixa do e-mail ,utilizado por FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, e de diligncias complementares, obtiveram-senovos endereos de e-mail que demandam a extenso da deciso citada para que tambm tenhamseus sigilos afastados.(...)Por sua vez, em relao a FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, aps breve e sumria anlise dacaixa , foi possvel identificar um novo endereo de e-mail por ele

  • 7/24/2019 Informe Polica de Brasil.pdf

    2/44

    MJ SERVIO PBLICO FEDERALDEPARTAMENTO DE POLCIA FEDERAL

    SUPERINTENDNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANGT/LAVAJATO/DRCOR/SR/DPF/PR

    2

    utilizado e o seu atual paradeiro, uma vez que se encontra fora do pas.Em mensagem encaminhada por VERA RIBEIRO para PATRCIA MUSA, em 04.11.2015, com cpia para diversas pessoas, dentre elasFERNANDO MIGLIACCIO , observa-se que tambm foi encaminhadacpia para outra caixa de e-mail do investigado, a saber, o endereo ,conforme abaixo verificado:

    Ao se ler o contedo da mensagem, observa-se que trata da compra de churrasqueiras para reacomum de um condomnio. Os leitores em cpia so, em sua maioria, residentes do condomnioPENINSULA II, localizado em Aventura, Miami, Estados Unidos da Amrica.O endereo preciso de FERNANDO e de sua famlia encontra-se em outro e-mail identificado a partirde compras realizadas na APPLE. O logradouro indiciado 3301 NE 183rd St, Peninsula II, Unit 606,Aventura, FL 33160-4476, USA:

    A partir da anlise parcial e sumria constatou que FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, executivoda CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT foragido (cf. Evento 8,REPRESENTACAO_BUSCA1, Autos n 5048739-91.2015.4.04.7000), possui outro endereo de e-

    mail que demanda afastamento de sigilo e, ao lado disso, possui endereo fixo nos Estados Unidosda Amrica, local em permanece at os dias atuais. (...)

    * * *

    Em 01.02.2016 a Microsoft LatAm encaminhou o contedo atual das mensagens

    armazenadas na conta o.overlord@hotmail.com:

  • 7/24/2019 Informe Polica de Brasil.pdf

    3/44

    MJ SERVIO PBLICO FEDERALDEPARTAMENTO DE POLCIA FEDERAL

    SUPERINTENDNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANGT/LAVAJATO/DRCOR/SR/DPF/PR

    3

    Reporto-me, com transcrio parcial, ao Relatrio de Anlise de Email

    o.overlord@hotmail.com(OUT1, Evento 11).

    Inicialmente, identificou-se que FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA e sua famlia foram

    transferidos pelo GRUPO ODEBRECHT para os Estados Unidos da Amrica, sendo que o grupo empresarial

    arca, pelos elementos colhidos, com custos do investigado e seus familiares.

    Alm disso, identificou-se que o investigado possui uma gama de empresas offshore e contas

    mantidas nas mais diversas instituies financeiras estrangeiras. Cito, por exemplo, as offshores IRANA

    FINANCE INC, DORCHESTER LTD, BROKEN ARROW INVESTMENT PARTNERS LP, alm das contas

    mantidas no PKB PRIVATE BANK, BANQUE AUDI (SUISSE) S/A, BARCLAYS BANK (SUISSE) S.A..

    Por sua vez, identificou-se que FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA possui poderes de

    administrao sobre contas das offshores CONSTRUCTORA INTERNACIONAL DEL SUR e KLIENFELD

    SERVICES LTD, utilizadas pelo GRUPO ODEBRECHT para lavagem de capitais e pagamento de vantagens

    indevidas a funcionrios pblicos da PETROBRAS e, como se descortinou, para funcionrios de outrospases no caso, para o ex-Secretrio de Transportes do Governo Federal da Argentina.

    Foi possvel constatar, igualmente, que VINICIUS VEIGA BORIN, ento representante do

    ANTIGUA OVERSEAS BANK instituio financeira que gerenciava a conta em nome das offshores

    INNOVATION ENGINEERING AND RESEARCH LTD e KLIENFELD SERVICES LTD , executava ordens

    bancrias a pedido de FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, corroborando, assim, a tese inicial adotada

    nesta investigao policial, de que a ligao entre VINICIUS VEIGA BORIN, FERNANDO MIGLIACCIO, LUIZ

    EDUARDO DA ROCHA SOARES, OLIVIO RODRIGUES JUNIOR e MARCELO RODRIGUESrevestia-se de

    ilicitude. O que chamou a ateno que VINICIUS VEIGA BORIN, conforme demostrado na anlise do e-mail

  • 7/24/2019 Informe Polica de Brasil.pdf

    4/44

    MJ SERVIO PBLICO FEDERALDEPARTAMENTO DE POLCIA FEDERAL

    SUPERINTENDNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANGT/LAVAJATO/DRCOR/SR/DPF/PR

    4

    o.overlord@hotmail.com, executava transferncias bancrios relacionadas a outra instituio financeira da

    ilha de Antigua e Barbuda. Trata-se do MEINL BANK (ANTIGUA) LIMITED, instituio que tambm mantinha

    contas das offshores KLIENFELD SERVICES LTD e INNOVATION ENGINEERING AND RESEARCH LTD.

    importante consignar que VINICIUS VEIGA BORINj foi inquirido sobre sua relao com o

    ANTIGUA OVERSEAS BANK e com FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, LUIZ EDUARDO DA ROCHA

    SOARES, OLIVIO RODRIGUES JUNIOR e MARCELO RODRIGUES. Na oportunidade, alegou que sua

    relao com tais pessoas era apenas de amizade e que nunca havia desempenhado atividades bancrias em

    nome do ANTIGUA OVERSEAS BANK. Certo que todas as alegaes de VINICIUS so inverdicas. Oquadro agravado pelo fato de que o investigado j tem cincia da apurao pela Polcia Federal, no mbito

    desta operao policial, do envolvimento de FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, LUIZ EDUARDO DA

    ROCHA SOARES, OLIVIO RODRIGUES JUNIOR e MARCELO RODRIGUES na prtica de atos criminosos

    em nome do GRUPO ODEBRECHT.

    Transcrevo os trechos do Relatrio de Anlise que permitiram esta concluso:

    (...)

    2.12:

    Na mensagem de 17.05.2012, FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA solicita a VINICIUS VEIGABORIN, titular da conta vinicius@meinlbank.com.ag, a realizao de pagamento de invoice, a serexecutado com recursos da offshore DORCHESTER LTD:

    VINICIUS VEIGA BORIN, na sequncia, encaminha o formulrio da transferncia (wire transfer)solicitada por FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVApara que este assine-a (Anexo XIV). Curioso que VINICIUS VEIGA BORIN age como verdadeiro funcionrio do MEINL BANK (ANTIGUA)LIMITED. Sabia-se, at ento, de sua vinculao com o ANTIGUA OVERSEAS BANK. Ao serouvido nesta SR/DPF/PR pela Autoridade Policial signatria, VINICIUS negou exercer qualqueratividade bancria relacionada as instituies da Ilha de Antigua e Barbuda:

  • 7/24/2019 Informe Polica de Brasil.pdf

    5/44

    MJ SERVIO PBLICO FEDERALDEPARTAMENTO DE POLCIA FEDERAL

    SUPERINTENDNCIA REGIONAL NO ESTADO DO PARANGT/LAVAJATO/DRCOR/SR/DPF/PR

    5

    (...) QUE o DECLARANTE foi funcionrio do ANTIGUA OVERSEAS BANKREPRESENTAES E PARTICIPAES, instituio da qual era representante LUIZAUGUSTO FRANA; QUE a instituio representava os interesse do grupo ABI, de Antigua eBarbuda, no qual estava includo o AOB BANK; QUE a representao brasileira no podiaexercer funes bancrias, tal como abertura de contas e gesto de recursos, pois no haviaautorizao do BACEN para tanto; QUE o DECLARANTE tinha como funo captar negcios eclientes que buscassem realizar investimentos na ilha de Antigua e Barbuda; QUE nuncacaptou clientes que desejavam abrir contas no AOB Bank localizado; QUE no disponibilizou aLUIZ EDUARDO e FERNANDO MIGLIACCIO a opo de abrirem contas diretamente no AOBBank em Antigua e Barbuda; QUE, contudo, no sabe informar o que LUIZ EDUARDO eFERNANDO MIGLIACCIO fizeram ou deixaram de fazer aps terem sido apresentados aosdirigentes do ABI GROUP, em especial a SIR FRED; QUE LUIZ EDUARDO e FERNANDOnunca comentaram com o DECLARANTE que teriam procedido abertura de contas no AOB

    BANK; QUE o MEINL BANK (ANTIGUA) LTD tambm tinha sede na ilha de Antigua e Barbuda;QUE a instituio era concorrente do grupo que o DECLARANTE representava (...) (Evento15, Autos n 50462715720154047000)

    VINICIUS VEIGA BORIN, como se observa, faltou com a verdade, pois a mensagem acimademontra que ele exercia atividades bancrias em favor de FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA atpara a instituio financeira que considerava rival. Ademais, notrio que as offshoresINNOVATION RESEARCH AND ENGINEERING e KLIENFELD SERVICES LTDmantinham contastanto no MEINL BANK (ANTIGUA) LTDAe ANTIGUA OVERSEAS BANK.

    Comprovado que VINICIUS VEIGA BORIN executava transferncias bancrias a pedido deFERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA, correto concluir que aquele tambm deve ter realizadotransferncias relacionadas as offshores indicadas, utilizadas pelo GRUPO ODEBRECHT parapagamentos de vantagens indevidas no exterior e para lavagem de capitais abaixo, demonstrar-se- que FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA tinha ingerncia sobre contas da KLIENFELDSERVICES LTD e CONSTRUTORA INTERNACIONAL DEL SUR, ambas utilizadas pelo GRUPOODEBRECHT para o cometimento de crimes.

    2.13:

    Na mensagem abaixo, FERNANDO MIGLIACCIO DA SILVA enca