InfORMAçãO-ExAME fInAL nACIOnAL literatura pOrtuguesa ... ?· A prova tem por referência o Programa…

Download InfORMAçãO-ExAME fInAL nACIOnAL literatura pOrtuguesa ... ?· A prova tem por referência o Programa…

Post on 13-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Prova 734 1 / 4

    O presente documento divulga informao relativa prova de exame final nacional do ensino secundrio da disciplina de Literatura Portuguesa, a realizar em 2014, nomeadamente:

    Objeto de avaliao Caracterizao da prova Critrios gerais de classificao Material Durao

    Realizam a prova os alunos que se encontram abrangidos pelos planos de estudo institudos pelo Decreto-Lei n. 139/2012, de 5 de julho. Deve tambm ser considerada a Portaria n. 243/2012, de 10 de agosto.

    Os itens das provas anteriores desta disciplina, disponveis em www.gave.min-edu.pt, podem constituir exemplos de itens das provas a realizar em 2014.

    Objeto de avaliao

    A prova tem por referncia o Programa de Literatura Portuguesa (consultar aqui) e permite avaliar a aprendizagem passvel de avaliao numa prova escrita de durao limitada.

    Considerando o horizonte da formao em Literatura Portuguesa (10. e 11. anos), a prova reflete uma viso integradora e articulada dos diferentes contedos programticos da disciplina, privilegiando-se a avaliao dos conhecimentos e das capacidades que a seguir se enunciam:

    compreenso e interpretao de textos de diferentes modos e gneros, nomeadamente, lricos, dramticos, narrativos e ensasticos;

    explicitao de elos de ligao entre significados, circunstncias de produo e/ou opes do(s) autor(es) no que respeita a modos e gneros, estrutura e linguagem;

    reconhecimento de aspetos relativos aos contextos culturais de produo e de receo das obras e respetivas contingncias;

    deteo e interpretao de diferenas e de semelhanas entre textos; desenvolvimento e fundamentao de uma argumentao interpretativa; utilizao, em tarefas interpretativas, de teorias e de terminologia adequadas e rigorosas; produo de textos de diferentes tipologias, com correo e coerncia, envolvendo e distinguindo diferentes perspetivas: recriativa (escrita com o texto), pessoal e experiencial (escrita a partir do texto) e analtico-descritiva (escrita sobre o texto);

    articulao da Literatura com outras formas de arte e outros produtos culturais da atualidade, evidenciando a especificidade da experincia esttica e da fruio individual que dela podem decorrer.

    InfORMAO-ExAME fInAL nACIOnAL

    literatura pOrtuguesa Dezembro de 2013prova 734 | 2014

    11. Ano de Escolaridade

    http://www.dge.mec.pt/ensinosecundario/index.php?s=directorio&pid=2

  • Prova 734 2 / 4

    Relativamente aos contedos, lembra-se que, dentro do Quadro de Referncias I do Programa, so indicados como sendo de leitura obrigatria os textos de Poesia e Prosa Medievais e da lrica camoniana. As restantes indicaes programticas desse Quadro de Referncias I permitem escolhas apenas condicionadas pela obrigatoriedade/recomendao de representao dos modos literrios indicados em cada mdulo e referidos no Programa enquanto Poesia, Textos de Teatro e Prosa. Por esse motivo, quando se opta por autores ou obras constantes do Quadro de Referncias I, em regime de leitura opcional, a avaliao pode ser realizada por duas vias, a seguir explicitadas:

    a) Se a prova incluir itens que incidem em conhecimentos de obras, de autores ou de contextos histrico-literrios, so propostas tantas alternativas quantas as que so necessrias para garantir a equivalncia de circunstncias a todos os examinandos. Por exemplo, no caso da opo por texto de teatro referente ao mdulo intitulado Do Renascimento ao Pr-Romantismo, surgem, em alternativa, conjuntos de itens relativos a todas as possibilidades programticas, ou seja: Ins Pereira, Lusitnia e Dom Duardos, de Gil Vicente, e Guerras do Alecrim e Manjerona, de Antnio Jos da Silva.

    b) Se a prova incluir itens que visam avaliar o desempenho de competncias de leitura do texto literrio, anteriormente identificadas, sem exigir conhecimentos especficos relativos a autores, a obras ou a contextos histrico-literrios, apresentado apenas um texto para anlise. neste caso, requerido ao examinando que mobilize os saberes interpretativos e estratgicos envolvidos na leitura literria, bem como factos e conceitos previstos no Quadro de Referncias III, sobretudo enquanto elementos auxiliares da leitura e da escrita.

    Quando a prova incluir textos de autor ou de obra no indicados no Quadro de Referncias I, o procedimento adotado o descrito na alnea b).

    Caracterizao da prova

    A prova integra itens que abrangem, no todo ou em parte, as atividades a seguir indicadas:

    atividades de interpretao e de anlise de um texto literrio; atividades relacionadas com a leitura de um texto literrio, em articulao com um ou mais textos (outro texto literrio, texto crtico, verbete de dicionrio especializado, excerto de uma Histria da Literatura, etc.);

    atividades relacionadas com a leitura de um texto crtico, de um verbete de dicionrio especializado, de um excerto de uma Histria da Literatura, etc.;

    atividades de escrita relacionadas com a leitura de um texto literrio.

    A prova cotada para 200 pontos.

    A valorizao dos contedos apresenta-se no Quadro 1.

  • Prova 734 3 / 4

    Quadro 1 Valorizao dos contedos

    ContedosCotao

    (em pontos)

    LEITuRA

    Texto Literrio

    Quadro de Referncias I Poesia e Prosa Medievais Do Renascimento ao Pr-Romantismo Romantismo, Realismo e Simbolismo Do Orpheu Contemporaneidade

    Texto de autor includo, ou no, no Quadro de Referncias II

    Texto Informativo Verbete de dicionrio Texto de teoria ou de crtica literria

    Conceitos de teorizao literria apresentados no Quadro de Referncias III

    120

    ESCRITA

    Escrita analtico-descritiva

    Escrita recriativa

    Escrita pessoal e experiencial

    80

    A tipologia de itens, o nmero de itens e a cotao por item apresentam-se no Quadro 2.

    Quadro 2 tipologia, nmero de itens e cotao

    tipologia de itensNmerode itens

    Cotao por item (em pontos)

    Itens de construoResposta restrita 6 a 10 15 a 30

    Resposta extensa 1 40

    Critrios gerais de classificao

    A classificao a atribuir a cada resposta resulta da aplicao dos critrios gerais e dos critrios especficos de classificao apresentados para cada item.

    As respostas ilegveis ou que no possam ser claramente identificadas so classificadas com zero pontos.

    A classificao das provas nas quais se apresente, pelo menos, uma resposta escrita integralmente em maisculas sujeita a uma desvalorizao de cinco pontos.

    no presente ano letivo, na classificao das provas, continuaro a ser consideradas corretas as grafias que seguirem o que se encontra previsto quer no Acordo Ortogrfico de 1945, quer no Acordo Ortogrfico de 1990 (atualmente em vigor), mesmo quando se utilizem as duas grafias numa mesma prova.

  • Prova 734 4 / 4

    Itens de construo

    A cotao dos itens de resposta restrita e de resposta extensa distribuda por parmetros relativos aos aspetos de contedo (C) e aos aspetos de estruturao do discurso e correo lingustica (f).

    Os critrios de classificao relativos aos aspetos de contedo (C) apresentam-se organizados por nveis de desempenho. A cada nvel de desempenho corresponde uma dada pontuao mxima.

    nos itens de resposta extensa, os critrios de classificao do parmetro relativo aos aspetos de estruturao do discurso e correo lingustica (f) tambm se apresentam organizados por nveis de desempenho, sendo indicada, para cada um desses nveis, a pontuao mxima a atribuir.

    Esto previstos descontos por aplicao de fatores de desvalorizao no domnio da correo lingustica. Estes descontos so efetuados at ao limite das pontuaes indicadas nos critrios de classificao.

    O afastamento integral dos aspetos de contedo implica que a resposta seja classificada com zero pontos.

    nos itens de resposta extensa, so desvalorizadas as respostas que no respeitem as indicaes apresentadas relativamente extenso.

    A verso integral dos critrios gerais de classificao ser publicada antes da realizao da prova, em simultneo com as instrues de realizao.

    Material

    O examinando apenas pode usar, como material de escrita, caneta ou esferogrfica de tinta indelvel, azul ou preta.

    As respostas so registadas em folha prpria, fornecida pelo estabelecimento de ensino (modelo oficial).

    no permitida a consulta de dicionrio.

    no permitido o uso de corretor.

    Durao

    A prova tem a durao de 120 minutos, a que acresce a tolerncia de 30 minutos.

Recommended

View more >