índice de competitividade do turismo · pdf filegetulio vargas (fgv) consolidam, no...

Click here to load reader

Post on 17-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • NDICE DE COMPETITIVIDADE

    DO TURISMO NACIONAL

    CALDAS NOVAS

    2015

  • 2 NDICE DE COMPETITIVIDADE DO TURISMO NACIONAL CALDAS NOVAS 2015

    APRESENTAO

    A fim de dar continuidade ao trabalho iniciado em 2008, o Ministrio do Turismo (MTur), o

    Servio Brasileiro de Apoio s Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Nacional) e a Fundao

    Getulio Vargas (FGV) consolidam, no presente documento, os resultados da edio 2015 do

    ndice de Competitividade do Turismo Nacional.

    Por meio do ndice de competitividade do destino e dos ndices desagregados em 13

    dimenses ligadas atividade turstica, possvel analisar o nvel de desenvolvimento de um

    destino turstico sob a tica da competitividade conceito que impulsiona o destino a superar-

    se ano aps ano, proporcionando ao turista uma experincia cada vez mais positiva. A

    pesquisa realizada anualmente em 65 destinos selecionados pelo MTur e Sebrae Nacional.

    Tais resultados foram gerados a partir de respostas coletadas por pesquisadores da Fundao

    Getulio Vargas em visita a campo nos 65 municpios avaliados, realizada entre os meses de

    maio a agosto de 2015. A partir da identificao e do acompanhamento de aspectos objetivos,

    gera-se um diagnstico da realidade local.

    A principal finalidade deste documento permitir que os destinos estudados utilizem essas

    informaes para planejar e desenvolver vantagens competitivas, norteando a elaborao de

    polticas pblicas que eliminem, gradativamente, os entraves ao desenvolvimento sustentvel

    da atividade turstica.

    Ministrio do Turismo

    Sebrae Nacional

    Fundao Getulio Vargas

  • 3 NDICE DE COMPETITIVIDADE DO TURISMO NACIONAL CALDAS NOVAS 2015

    SUMRIO

    1. NDICE DE COMPETITIVIDADE 2015 ....................................................................................... 4

    2. RESULTADOS GERAIS............................................................................................................. 9

    3. RESULTADOS POR DIMENSO ............................................................................................. 14

    3.1. Infraestrutura geral ........................................................................................................... 14

    3.2. Acesso .............................................................................................................................. 16

    3.3. Servios e equipamentos tursticos ................................................................................... 19

    3.4. Atrativos tursticos ............................................................................................................ 21

    3.5. Marketing e promoo do destino ..................................................................................... 24

    3.6. Polticas pblicas .............................................................................................................. 26

    3.7. Cooperao regional ......................................................................................................... 29

    3.8. Monitoramento ................................................................................................................. 31

    3.9. Economia local ................................................................................................................. 34

    3.10. Capacidade empresarial ............................................................................................... 36

    3.11. Aspectos sociais ........................................................................................................... 38

    3.12. Aspectos ambientais ..................................................................................................... 40

    3.13. Aspectos culturais ......................................................................................................... 43

  • 4 NDICE DE COMPETITIVIDADE DO TURISMO NACIONAL CALDAS NOVAS 2015

    1. NDICE DE COMPETITIVIDADE 2015

    O contedo desse documento apresenta ao destino turstico os resultados do ndice de

    Competitividade, levantamento que visa refletir o estgio de desenvolvimento do destino de

    acordo com o seguinte conceito:

    Competitividade a capacidade crescente de gerar negcios nas atividades

    econmicas relacionadas com o setor de turismo, de forma sustentvel,

    proporcionando ao turista uma experincia positiva.

    A competitividade do destino avaliada de acordo com 13 dimenses e mais de 60 variveis

    (Figura 1). A soma ponderada dos resultados conquistados pelo destino em cada uma dessas

    dimenses resulta no ndice geral de competitividade do destino:

  • Figura 1. Dimenses e Variveis que compem o ndice de Competitividade

    DIMENSO VARIVEIS

    IND

    ICE

    DE

    CO

    MP

    ET

    ITIV

    IDA

    DE

    DO

    TU

    RIS

    MO

    NA

    CIO

    NA

    L

    NFRAESTRUTURA GERAL

    Capacidade de atendimento mdico para o turista no destino

    Fornecimento de energia

    Servio de proteo ao turista

    Estrutura urbana nas reas tursticas

    ACESSO Acesso areo

    Acesso rodovirio

    Acesso aquavirio Acesso ferrovirio

    Sistema de transporte no destino

    Proximidade de grandes centros emissivos de turistas

    SERVIOS E EQUIPAMENTOS TURSTICOS

    Sinalizao turstica

    Centro de atendimento ao turista

    Espao para eventos

    Capacidade dos meios de hospedagem

    Capacidade do turismo receptivo

    Estrutura de qualificao para o turismo

    Capacidade dos restaurantes

    ATRATIVOS TURSTICOS

    Atrativos naturais

    Atrativos culturais

    Eventos programados

    Realizaes tcnicas, cientficas ou artsticas

    Diversidade de atrativos, opes e equipamentos de lazer

    MARKETING E PROMOO DO DESTINO

    Plano de marketing

    Participao em feiras e eventos

    Promoo do destino

    Estratgias de promoo digital

    POLTICAS PBLICAS

    Estrutura municipal para apoio ao turismo

    Grau de cooperao com o governo estadual

    Grau de cooperao com o governo federal

    Planejamento para a cidade e para a atividade turstica

    Grau de cooperao pblico-privada

    COOPERAO REGIONAL

    Governana Projetos de cooperao regional

    Planejamento turstico regional

    Roteirizao Promoo e apoio comercializao de forma integrada

    MONITORAMENTO Pesquisas de demanda

    Pesquisas de oferta

    Sistema de estatsticas do turismo

    Medio dos impactos da atividade turstica

    Setor especfico de estudos e pesquisas

    ECONOMIA LOCAL

    Aspectos da economia local

    Infraestrutura de comunicao

    Infraestrutura e facilidades para negcios

    Empreendimentos ou eventos alavancadores

    CAPACIDADE EMPRESARIAL

    Capacidade de qualificao e aproveitamento do pessoal local

    Presena de grupos nacionais e internacionais do setor do turismo

    Concorrncia e barreiras de entrada

    Gerao de negcios e empreendedorismo

    ASPECTOS SOCIAIS

    Acesso educao

    Empregos gerados pelo turismo

    Uso de atrativos e equipamentos tursticos pela populao

    Cidadania, sensibilizao e participao na atividade turstica

    Poltica de enfrentamento e preveno explorao de crianas e adolescentes

    ASPECTOS AMBIENTAIS

    Estrutura e legislao municipal de meio ambiente

    Atividades em curso potencialmente poluidoras

    Rede pblica de distribuio de gua

    Rede pblica de coleta e tratamento de esgoto

    Coleta e destinao pblica de resduos

    Patrimnio natural e unidades de conservao no territrio municipal

    ASPECTOS CULTURAIS

    Produo cultural associada ao turismo

    Patrimnio histrico cultural

    Estrutura municipal para apoio cultura

    Fontes: FGV/MTUR/SEBRAE, 2015

  • 6 NDICE DE COMPETITIVIDADE DO TURISMO NACIONAL CALDAS NOVAS 2015

    PESQUISA DE CAMPO

    A pesquisa em Caldas Novas foi realizada entre os dias 18 e 22 de maio de 2015. Nesse perodo, o

    pesquisador da FGV realizou uma srie de entrevistas com diversos atores, pblicos e privados,

    envolvidos direta ou indiretamente com o turismo, como: prefeito; Secretaria Municipal de Turismo;

    outras secretarias municipais (Cultura, Meio Ambiente, Finanas, Infraestrutura ou Obras, Ao Social

    etc); representantes dos empresrios do setor hoteleiro; representantes dos empresrios do setor de

    alimentao; representantes dos empresrios do setor de receptivo; Sebrae; conselho municipal de

    turismo; e instncia de governana regional.

    Alm do levantamento de dados por meio de entrevistas, foram realizadas visitas tcnicas aos

    principais equipamentos e atrativos tursticos do destino, alm dos terminais de chegada ao destino.

    Nesta etapa, vrios pontos so observados pelo pesquisador, como as principais caractersticas fsicas

    dos atrativos tursticos e da estrutura urbana do destino. Por fim, parte das perguntas respondida

    com base em informaes oriundas de fontes secundrias, de abrangncia nacional, disponveis em

    nvel municipal. O levantamento dessas informaes permitiu que fosse preenchido o instrumento de

    coleta de dados da pesquisa, composto por mais de 500 perguntas, divididas entre as 13 dimenses

    que compem o ndice de Competitividade.

    CALCULO DO NDICE

    Estabeleceu-se uma srie de critrios junto a especialistas em diversas reas, com o intuito de definir

    a importncia e o peso de cada dimenso do estudo. Em seguida, foram atribudos pontos s perguntas

    e pesos tambm s variveis.

    A soma da pontuao obtida

View more