indica†ƒo geogrfica no territ“rio do sisal na...

Download INDICA‡ƒO GEOGRFICA NO TERRIT“RIO DO SISAL NA .“Indica§£o Geogrfica do Sisal de Valenteâ€‌

Post on 25-Jan-2019

214 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Revista GEINTEC ISSN: 2237-0722. So Cristvo/SE 2012. Vol. 2/n.4/ p.365-377 365 D.O.I.: 10.7198/S2237-0722201200040004 Edio Especial Indicao Geogrfica

INDICAO GEOGRFICA NO TERRITRIO DO SISAL NA BAHIA: POSSIBILIDADES E PERSPECTIVAS

GEOGRAPHICAL INDICATION IN THE TERRITORY OF SISAL BAHIA: POSSIBILITIES AND PERSPECTIVES

CARVALHO, Graciele dos Reis; DIAS, Accia Batista; Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS Feira de Santana/BA Brasil

gracireis24@hotmail.com Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS Feira de Santana/BA Brasil

acaciabatista02@gmail.com

Resumo As Indicaes Geogrficas (IGs) instituem-se como uma forma de proteo dos produtos ou servios que se tornaram conhecidos ao longo do tempo por serem oriundos de determinada regio ou localidade. Tal proteo, por sua vez, no que se refere esfera jurdica, decorre do fato das Indicaes Geogrficas se constiturem um instrumento da Propriedade Industrial. O presente trabalho tem por finalidade verificar o potencial de Indicaes Geogrficas no Territrio do Sisal. A metodologia utilizada na investigao foi de natureza qualitativa descritiva, onde se procurou primar pela qualidade das informaes. O embasamento terico deste trabalho foi amparado por produes cientficas que abordam o tema das Indicaes Geogrficas na perspectiva da Propriedade Industrial evidenciando a importncia das mesmas para o processo de desenvolvimento local e regional. De tal modo, pode-se afirmar que o Sisal (Agave Sisalana Pierre), produzido em alguns dos municpios que pertencem ao referido Territrio, foi identificado como potencial para solicitao de registro de Indicao Geogrfica, na modalidade Denominao de Origem (DO), segundo a Lei 9.279/96, que trata dos direitos da propriedade industrial no pas. Palavras-chave: indicaes geogrficas; propriedade intelectual; desenvolvimento local.

Abstract

The Geographical Indications (GIs) are instituted as a way to protect the products or services that have become known over time since they are from a particular region or locality. Such protection, in turn, with regard to the legal sphere, due to the fact Geographical Indications would constitute an instrument of Industrial Property. The present study aims to investigate the potential of the Territory of Sisal for Geographical Indications. The methodology used in the research was a qualitative descriptive, where they sought to prioritize the quality of information. The theoretical foundation of this work was supported by scientific productions that address geographical indications in the perspective of Intdustrial Property highlighting their importance to the process of local and regional development. In this way, one can say that the Sisal (Agave sisalana Pierre) produced in some of the cities belonging to the territory, was identified as a

Revista GEINTEC ISSN: 2237-0722. So Cristvo/SE 2012. Vol. 2/n.4/ p.365-377 366 D.O.I.: 10.7198/S2237-0722201200040004 Edio Especial Indicao Geogrfica

potential request for registration of Geographical Indication, the modality Denomination of Origin (DO), according Law 9279/96, which deals with industrial property rights in the country.

Key-words: geographical indications; intellectual property; local development.

1. Introduo

As Indicaes Geogrficas (IGs) instituem-se como uma forma de proteo dos produtos ou servios

que se tornaram conhecidos ao longo do tempo por serem oriundos de determinada regio ou localidade. Tal

proteo, por sua vez, no que se refere esfera jurdica, decorre do fato das Indicaes Geogrficas se

constiturem um instrumento da Propriedade Industrial. A Conveno da Organizao Mundial da

Propriedade Intelectual (OMPI) define a Propriedade Intelectual (PI) como a soma dos direitos relativos s

obras literrias, artsticas e cientficas, s interpretaes dos artistas intrpretes e s execues de radiofuso,

s invenes em todos os domnios da atividade humana, s descobertas cientficas, aos desenhos e modelos

industriais, s marcas industriais, comerciais e de servios, bem como s formas comerciais, proteo a

concorrncia desleal e todos os outros direitos inerentes atividade intelectual nos domnios industrial,

cientfico, literrio e artstico.

No entanto, para que os produtos e/ou servios adquiram o selo de Indicao Geogrfica preciso que

estes disponham de uma reputao e uma forma de produo ou saber-fazer especfico que os diferenciem

e os tornem singulares, distinguindo-os de produtos similares produzidos em outras regies. Conforme

Blume e Pedrozo (2008), a utilizao das Indicaes Geogrficas tornou-se um mecanismo normativo para

garantir as especificidades que valorizam os produtos de determinado espao geogrfico, assim como atestar

para o consumidor a segurana dos mesmos, por meio da vinculao a um instrumento jurdico reconhecido,

perante a fluidez do competitivo mercado globalizado.

Alm disso, as IGs simbolizam um mecanismo de valorizao de tradies, costumes, prticas e

demais bens imateriais, os quais esto relacionados a uma identidade territorial, estabelecendo um

contraponto dinmica geral do sistema agroalimentar no que diz respeito globalizao, comoditizao e

oligopolizao dos mercados (NIEDERLE, 2009). Nesse sentido, considera-se as IGs uma ferramenta de

inestimvel importncia na contemporaneidade, uma vez que estas permitem tambm manter viva a cultura

de uma regio e os saberes de seus habitantes.

Na Bahia perceptvel a incipincia de estudos sobre a temtica das Indicaes Geogrficas, assim

como um nmero inexpressivo de IGs em processo de requerimento junto ao Instituto Nacional de

Propriedade Industrial (INPI). No momento, tem-se cincia de que apenas o processo de solicitao da

Cachaa de Abara, na microrregio da Chapada Diamantina, est tramitando no INPI. Contudo, essa uma

situao que tende a mudar devido aos investimentos de agncias estaduais de fomento na divulgao e

incentivo investigao de IGs no estado, a exemplo da Fundao de Amparo Pesquisa no Estado da Bahia

Revista GEINTEC ISSN: 2237-0722. So Cristvo/SE 2012. Vol. 2/n.4/ p.365-377 367 D.O.I.: 10.7198/S2237-0722201200040004 Edio Especial Indicao Geogrfica

(FAPESB) que lanou edital1 especfico para identificao de produtos com potencial de IG e incentivo de

pedidos de proteo; e do Servio Brasileiro de Apoio s Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE/BA),

escritrio regional Bahia, o qual est desenvolvendo um diagnstico, apresentado em fruns, mas ainda no

publicado, sobre produtos baianos com possibilidade de aquisio do registro. Essas aes objetivam a

divulgao e o incentivo s solicitaes de pedidos de Indicao Geogrfica, haja vista a diversidade de

produtos que atende aos requisitos do INPI, quer na modalidade de Indicao de Procedncia (IP) quer na

modalidade de Denominao de Origem (DO).

Ao reconhecer o potencial das Indicaes Geogrficas para o processo de desenvolvimento

socioeconmico local e regional, e ao considerar o cenrio do Territrio do Sisal, o qual se caracteriza,

dentre outros fatores, pelo cultivo do sisal (Agave Sisalana) em alguns dos seus municpios, julgou-se

pertinente verificar o potencial deste Territrio para as IGs. Anlises sobre os desdobramentos das IGs

revelam o combate ao xodo rural, na medida em que propicia a reputao de regies, expanso da oferta de

trabalho, impulsiona o desenvolvimento do turismo, alm de outros mecanismos que contribuem para a

fixao da populao, especialmente o segmento composto por jovens, reduzindo assim, o fenmeno da

emigrao. . Ressalta-se que a populao do Territrio do Sisal, em sua maior parte, vive na zona rural, e tem

vivenciado a necessidade de investimentos e possibilidades que garantam melhores condies de vida,

especialmente no tocante a gerao de emprego e renda.

2. Proteo Jurdica das Indicaes Geogrficas

No mbito da propriedade industrial registra-se as patentes, as marcas, os desenhos industriais, as

indicaes geogrficas e a proteo de cultivares. No que se refere proteo jurdica da propriedade

intelectual destaca-se a Organizao Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), como organizao que

trata da normatizao internacional dos direitos da PI, dentre eles, as IGs. Deste modo, conforme salienta

Chadad (1996 citado em Glass e Castro, 2009), em sua maior parte os tratados e acordos internacionais a

respeito da propriedade intelectual so geridos por esta organizao, a qual tem como objetivo proteger a

propriedade intelectual mundialmente, bem como desenvolver, modernizar e criar a legislao acerca deste

tema.

Para Locatelli (2008), mesmo no se tratando de um fenmeno contemporneo, a proteo jurdica da

propriedade intelectual ainda muito desigual em vrios pases no que concerne aos diferentes nveis de

proteo nacional existentes. No entanto, fato que os pases que investem em tecnologia buscam uma

proteo mais rigorosa usufruindo dos benefcios desta. 1 O Edital de Indicao Geogrfica do Estado da Bahia 021/2011 contemplou cinco projetos, entre os quais o projeto Indicao Geogrfica do Sisal de Valente (TSC0024/2011), sob a responsabilidade da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) em parceria com a Associao de Desenvolvimento Sustentvel e Solidrio da Regio Sisaleira (APAEB-Valente). O trabalho aqui desenvolvido antecedeu a aprovao do referido projeto na FAPESB, resultado das atividades desenv

View more >