imagens da inconfidência mineira da pintura ao romanceiro da inconfidência, de cecília meireles...

Download Imagens da Inconfidência Mineira da pintura ao Romanceiro da Inconfidência, de Cecília Meireles Por Ronaldo de Carvalho Silva Oliveira

Post on 17-Apr-2015

107 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Imagens da Inconfidncia Mineira da pintura ao Romanceiro da Inconfidncia, de Ceclia Meireles Por Ronaldo de Carvalho Silva Oliveira
  • Slide 2
  • Observe as imagens que se seguem e tente responder s seguintes questes:
  • Slide 3
  • O julgamento de Tiradentes. Quem o personagem que mais se destaca na imagem? Na sua opinio, o personagem ao centro parece ser vtima ou culpado de alguma coisa? A disposio das cores, na sua opinio, d um tom alegre ou triste imagem?
  • Slide 4
  • Como Tiradentes retratado na imagem? Descreva pontos importantes da imagem? Martrio de Tiradentes, de Aurlio de Figueiredo e Melo, 1893
  • Slide 5
  • A tela foi terminada em 1893 por encomenda do regime republicano recm instaurado no Brasil. Voc saberia dizer porque essa imagem foi produzida no incio do perodo republicano? Para ler uma dica, clique aqui.clique aqui Novamente como Tiradentes foi retratado? Tiradentes esquartejado, de Pedro Amrico (1843-1905).
  • Slide 6
  • O que se pode concluir a respeito das imagens anteriores? Sabendo-se que: alguns dos inconfidentes falavam em instaurar uma repblica; as imagens foram produzidas no perodo republicano; a repblica foi proclamada sob liderana do militares; e que Tiradentes era um militar.
  • Slide 7
  • Com base nas imagens responda: Como os inconfidentes e, em especial, Tiradentes so apresentados?
  • Slide 8
  • A Inconfidncia Mineira atravs da poesia. Leia os poemas a seguir, retirados do livro O Romanceiro da Inconfidncia, de Ceclia Meireles, lanado em 1953. Procure identificar as principais idias relacionadas com o tema.
  • Slide 9
  • Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, brilham fardas e casacas, junto com batinas pretas. (...) e h grossas mos vigorosas, de unhas fortes, duras veias, e h mos de plpito e altares, de Evangelhos, cruzes, bnos. Uns so reinis, uns, mazombos ; reinis, mazombos ; e pensam de mil maneiras; mas citam Verglio e Horcio, e refletem, e argumenta, falam de minas e impostos, De lavras e de fazendas; De ministros e de rainhas E das colnias inglesas. colnias inglesas Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, uns sugerem, uns recusam, uns ouvem, uns aconselham. Se a derrama for lanada,a derrama H levante com certeza. Corre-se por essas ruas? corta-se alguma cabea? Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poeta: vigrio Poeta "Escreva-me aquela letra do versinho de Verglio..." E d-lhe o papel e a pena. E diz o Poeta ao Vigrio, com dramtica prudncia: "Tenha meus dedos cortados, antes que tal verso escrevam... " LIBERDADE, AINDA QUE TARDE, ouve-se ao redor da mesa. E a bandeira j est viva, e sobe, na noite imensa. E os seus tristes inventores j so rus pois se atreveram a falar em liberdade (que ningum sabe o que seja). Trecho do ROMANCE DA BANDEIRA DA INCONFIDNCIA
  • Slide 10
  • Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poeta: vigrio Poeta "Escreva-me aquela letra do versinho de Verglio..." E d-lhe o papel e a pena. E diz o Poeta ao Vigrio, com dramtica prudncia: "Tenha meus dedos cortados, antes que tal verso escrevam... " LIBERDADE, AINDA QUE TARDE, ouve-se ao redor da mesa. E a bandeira j est viva, e sobe, na noite imensa. E os seus tristes inventores j so rus pois se atreveram a falar em liberdade (que ningum sabe o que seja). Reinis: Nascidos na metrpole, ou seja em Portugal. Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, brilham fardas e casacas, junto com batinas pretas. (...) e h grossas mos vigorosas, de unhas fortes, duras veias, e h mos de plpito e altares, de Evangelhos, cruzes, bnos. Uns so reinis, uns, mazombos ; reinis, mazombos ; e pensam de mil maneiras; mas citam Verglio e Horcio, e refletem, e argumenta, falam de minas e impostos, De lavras e de fazendas; De ministros e de rainhas E das colnias inglesas. colnias inglesas Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, uns sugerem, uns recusam, uns ouvem, uns aconselham. Se a derrama for lanada,a derrama H levante com certeza. Corre-se por essas ruas? corta-se alguma cabea? Trecho do ROMANCE DA BANDEIRA DA INCONFIDNCIA
  • Slide 11
  • Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, brilham fardas e casacas, junto com batinas pretas. (...) e h grossas mos vigorosas, de unhas fortes, duras veias, e h mos de plpito e altares, de Evangelhos, cruzes, bnos. Uns so reinis, uns, mazombos ; reinis, mazombos ; e pensam de mil maneiras; mas citam Verglio e Horcio, e refletem, e argumenta, falam de minas e impostos, De lavras e de fazendas; De ministros e de rainhas E das colnias inglesas. colnias inglesas Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, uns sugerem, uns recusam, uns ouvem, uns aconselham. Se a derrama for lanada,a derrama H levante com certeza. Corre-se por essas ruas? corta-se alguma cabea? Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poeta: vigrio Poeta "Escreva-me aquela letra do versinho de Verglio..." E d-lhe o papel e a pena. E diz o Poeta ao Vigrio, com dramtica prudncia: "Tenha meus dedos cortados, antes que tal verso escrevam... " LIBERDADE, AINDA QUE TARDE, ouve-se ao redor da mesa. E a bandeira j est viva, e sobe, na noite imensa. E os seus tristes inventores j so rus pois se atreveram a falar em liberdade (que ningum sabe o que seja). Mazombos: Naturais da terra, ou seja, nascidos na Amrica portuguesa. Trecho do ROMANCE DA BANDEIRA DA INCONFIDNCIA
  • Slide 12
  • Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poeta: vigrio Poeta "Escreva-me aquela letra do versinho de Verglio..." E d-lhe o papel e a pena. E diz o Poeta ao Vigrio, com dramtica prudncia: "Tenha meus dedos cortados, antes que tal verso escrevam... " LIBERDADE, AINDA QUE TARDE, ouve-se ao redor da mesa. E a bandeira j est viva, e sobe, na noite imensa. E os seus tristes inventores j so rus pois se atreveram a falar em liberdade (que ningum sabe o que seja). Colnias inglesas: as treze colnias da Amrica do Norte que, em 1776, haviam conquistado a independncia da Inglaterra, tornando-se assim os Estados Unidos da Amrica. Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, brilham fardas e casacas, junto com batinas pretas. (...) e h grossas mos vigorosas, de unhas fortes, duras veias, e h mos de plpito e altares, de Evangelhos, cruzes, bnos. Uns so reinis, uns, mazombos ; reinis, mazombos ; e pensam de mil maneiras; mas citam Verglio e Horcio, e refletem, e argumenta, falam de minas e impostos, De lavras e de fazendas; De ministros e de rainhas E das colnias inglesas. colnias inglesas Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, uns sugerem, uns recusam, uns ouvem, uns aconselham. Se a derrama for lanada,a derrama H levante com certeza. Corre-se por essas ruas? corta-se alguma cabea? Trecho do ROMANCE DA BANDEIRA DA INCONFIDNCIA
  • Slide 13
  • Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poeta: vigrio Poeta "Escreva-me aquela letra do versinho de Verglio..." E d-lhe o papel e a pena. E diz o Poeta ao Vigrio, com dramtica prudncia: "Tenha meus dedos cortados, antes que tal verso escrevam... " LIBERDADE, AINDA QUE TARDE, ouve-se ao redor da mesa. E a bandeira j est viva, e sobe, na noite imensa. E os seus tristes inventores j so rus pois se atreveram a falar em liberdade (que ningum sabe o que seja). Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, brilham fardas e casacas, junto com batinas pretas. (...) e h grossas mos vigorosas, de unhas fortes, duras veias, e h mos de plpito e altares, de Evangelhos, cruzes, bnos. Uns so reinis, uns, mazombos ; reinis, mazombos ; e pensam de mil maneiras; mas citam Verglio e Horcio, e refletem, e argumenta, falam de minas e impostos, De lavras e de fazendas; De ministros e de rainhas E das colnias inglesas. colnias inglesas Atrs de portas fechadas, luz de velas acesas, uns sugerem, uns recusam, uns ouvem, uns aconselham. Se a derrama for lanada,a derrama H levante com certeza. Corre-se por essas ruas? corta-se alguma cabea? Derrama: Sistema de cobrana do quinto real (20% do ouro extrado) pelo qual no apenas os mineradores pagariam, mas toda a populao. A derrama deveria ocorrer quando a cota fixa de 100 arrobas de ouro equivalente a 1500 kg no fosse paga. Trecho do ROMANCE DA BANDEIRA DA INCONFIDNCIA
  • Slide 14
  • Do cimo de alguma escada, profere-se alguma arenga? Que bandeira se desdobra? Com que figura ou legenda? Coisas da Maonaria,Maonaria, do Paganismo ou da Igreja? A Santssima Trindade? Um gnio a quebrar algemas? Atrs de portas fechadas, (...) acontece a Inconfidncia. E diz o vigrio ao Poet