iluminao de emergncia rtiebt - estabelecimentos recebendo pblico iluminao de segurana com blocos...

Download Iluminao de Emergncia RTIEBT - Estabelecimentos recebendo pblico Iluminao de segurana com blocos autnomos Os blocos autnomos a utilizar na iluminao de segurana devem dispor de um dispositivo

Post on 17-Apr-2018

217 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Iluminao de EmergnciaRTIEBT

    Rui Florncio - Gestor de produto

  • 2

    Tipos de Estabelecimentos

    Estabelecimentos industriais;Estabelecimentos de servios tcnicos;Estabelecimentos agrcolas ou pecurios;Estabelecimentos de habitao;Estabelecimentos recebendo pblico.

  • 3

    Estabelecimentos industriais

    Fbricas;Oficinas;Laboratrios industriais;Instalaes de manuseamento de combustveis lquidos ou gasosos;Locais de manuteno e verificao de veculos motorizados;Locais de pintura onde sejam aplicados produtos inflamveis.

    Locais onde se realizem trabalhos de preparao, transformao, de acabamento ou manipulao de matrias primas, de montagem ou reparao de equipamentos.

  • 4

    Estabelecimentos de servios tcnicos

    Locais afectos a servios elctricos;Centrais de aquecimento, refrigerao ou climatizao.

    Locais destinados a garantir, por si ou pelos equipamentos neles instalados, servios complementares de apoio, de conforto ou de segurana da utilizao ou da actividade principal de um edifcio, ou parte dele.

  • 5

    Estabelecimentos agrcolas ou pecurios

    os celeiros, os silos e os palheiros;as adegas e os lagares;as cavalarias, os estbulos, e os currais;os avirios;as estufas.

    Locais destinados habitao particular.

    Estabelecimentos de habitao

  • 6

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Administrativo (Escritrios, reparties pblicas, bancos);Escolares (Escolas, seminrios, quartis, residncias de estudantes, museus, colnias de frias, salas de exposio, bibliotecas, auditrios);Hospitalares (Hospitais, casas de sade, centros de dia, sanatrios, asilos, lares, creches e infantrios);Tursticos ( Hotis, estabelecimentos de restaurao e bebidas);Comerciais (Hipermercados, supermercados, armazns, centros comerciais, lojas);Recintos de espectculos e divertimento pblico fechados (cinemas, teatros, circos, pavilhes desportivos, piscinas cobertas);Parques de estacionamentos cobertos (silos-auto, parques cobertos de edifcios);Culto (Igrejas, conventos).

    Locais onde sejam exercidas quaisquer actividades destinadas ao pblico em geral ou a determinados grupos de pessoas.

  • 7

    Estabelecimentos recebendo pblico

    N 50550 < N 2004200 < N 5003

    500 < N 10002N > 10001LotaoCategoria

    Classificao em funo da sua lotao.

    Autonomia mnima 1 horaUm dispositivo que permita, com uma nica manobra, comutar do estado de repouso para o estado de vigilncia e vice-versa.

  • 8

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Instalaes de segurana em edifcios de altura superior a 28 m.

    Em edifcios de altura superior a 28 m, as instalaes de segurana devem, independentemente do nmero de pessoas, ser alimentadas por uma fonte central de segurana.

  • 9

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Iluminao de Segurana

    A iluminao de segurana, deve permitir, em caso de avaria da iluminao normal, a evacuao segura e fcil do pblico para o exterior e a execuo das manobras respeitantes segurana e interveno dos socorros, inclui:

    a) A iluminao de circulao (evacuao)

    b) A iluminao de ambiente (anti-pnico)

  • 10

    Estabelecimentos recebendo pblico

    A iluminao de circulao (evacuao)

    A iluminao de circulao tem como objectivo permitir a evacuao das pessoas em segurana e possibilitar a execuo das manobras respeitantes segurana e interveno dos socorros.

    A iluminao de ambiente (anti-pnico)

    A iluminao de ambiente tem como objectivo reduzir o risco de pnico e permitir que as pessoas se dirijam, em segurana, para os caminhos de evacuao. Esta iluminao deve estar acesa durante a presena do pblico.

  • 11

    Estabelecimentos recebendo pblico

    A iluminao de ambiente, deve garantir, por cada metro quadrado dessa superfcie, um fluxo luminoso no inferior a 5 lm por forma a permitir uma boa visibilidade.

    Quando, na iluminao de segurana, forem utilizados aparelhos de iluminao do tipo blocos autnomos o seu fluxo luminoso no deve ser inferior a 60 lm.

  • 12

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Iluminao de segurana com blocos autnomos

    Os blocos autnomos a utilizar na iluminao de segurana devem dispor de um dispositivo (telecomando) que os coloque no estado de repouso, localizado num ponto central, na proximidade do dispositivo de comando geral da alimentao da iluminao do edifcio.

    A iluminao de ambiente deve ser feita por forma a que cada local seja iluminado por, pelo menos, dois blocos autnomos.

    A iluminao de circulao de cada caminho de evacuao de comprimento superior a 15 m deve ser feita por, pelo menos, doisblocos autnomos.

  • 13

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Iluminao de segurana com fonte central

    Fontes centrais com grupos geradores accionados por motores de combusto. Fontes centrais de segurana com baterias de acumuladores;

  • 14

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Quadro de Segurana

    Um dispositivo que coloque a iluminao de segurana de um estabelecimento que esteja franqueado ao pblico, no estado de vigilncia, passando ao estado de repouso no final do perodo de actividade do estabelecimento;Uma lmpada alimentada pela fonte central que ilumine o quadro de segurana;Dispositivos de proteco contra sobreintensidades na origem de cada um dos circuitos finais;Os eventuais dispositivos de proteco contra os contactos indirectos;Um ampermetro, que permita medir a corrente debitada pela fonte;Um voltmetro, que permita medir a tenso da instalao.

    Quando a iluminao de segurana for alimentada a partir de uma fonte central, os equipamentos devem ser alimentados a partir de um quadro de segurana, que deve ter, os seguintes equipamentos:

  • 15

    Estabelecimentos recebendo pblico

    Tipos de iluminao de segurana

    Iluminao de segurana do tipo A;Iluminao de segurana do tipo B;Iluminao de segurana do tipo C;Iluminao de segurana do tipo D.

    O tipo de iluminao de segurana indicado nestas regras especficas deve ser considerado como exigncia mnima.

  • 16

    Tipos de iluminao de segurana

    Iluminao de segurana do tipo A A iluminao de segurana deve ser alimentada por uma fonte

    central (baterias ou grupo gerador).

    A potncia absorvida pela iluminao de segurana deve ser totalmente fornecida a partir da fonte de segurana.

    Enquanto o estabelecimento estiver franqueado ao pblico, a iluminao de segurana deve ser alimentada em permanncia(lmpadas acesas).

    No caso de a fonte de segurana ser constituda por um grupo gerador accionado por motor de combusto, este deve fornecer a energia necessria iluminao de segurana enquanto o estabelecimento estiver franqueado ao pblico.

  • 17

    Tipos de iluminao de segurana

    Iluminao de segurana do tipo B A iluminao de segurana deve ser alimentada por uma fonte central

    (baterias ou grupo gerador) ou por blocos autnomos.

    Enquanto o estabelecimento estiver franqueado ao pblico, a iluminao de segurana deve ser alimentada em permanncia (lmpadas acesas).

    Blocos Autnomos devem ser fluorescentes do tipo permanente.

    Depois de uma falha de alimentao: Central de baterias - A recarga deve iniciar-se automaticamente com

    a tenso da rede e deve ter o mnimo de 80% da sua capacidade em menos 12 h.

    Grupo Gerador - Deve garantir a alimentao dos circuitos da iluminao de segurana num tempo no superior a 1s.

  • 18

    Tipos de iluminao de segurana

    Iluminao de segurana do tipo C A iluminao de segurana deve ser alimentada por uma fonte central

    (baterias ou grupo gerador accionado por motor de combusto) ou blocos autnomos.

    Blocos Autnomos podem ser do tipo permanente ou no permanente.

    Fonte central - Devem ser utilizados vrios pontos de deteco da falha da alimentao normal, por forma a que o dispositivo automtico entre em funcionamento a partir de qualquer um desses pontos de deteco.

    Iluminao de segurana do tipo D Pode ser constituda por lanternas portteis, alimentadas por pilhas ou

    por baterias.

  • 19

    Tipos de iluminao de segurana

    --C(4)C(4)CA5 (Locais ao ar livre)DCCCCA4 (Recintos itinerantes ou improvisados)DCCCB(7)A3 (Pavilhes desportivos)DC(6)C(6)B(5)B(5)A2 (Salas de diverso)

    C

    BB(1)C

    B(1)CC3

    DCCCDe culto

    DCB(5)B(5)A1 (Salas de espectculos)DB(1)A/B(3)A/B(3)ComercialDCCC(2)Turstico e estabelecimentos similaresDB(1)BBHospitalarDCCCEscolarDCCCAdministrativo5421

    CategoriasTipo de Edifcio

    (1) Para os compartimentos de lotao inferior a 100 pessoas, a iluminao de segurana pode ser limitada iluminao de circulao

    (2) Nos estabelecimentos de restaurao e de bebidas, a iluminao de segurana deve ser alimentada por uma fonte central.(3) - A iluminao do tipo A, constituda por grupo gerador accionado por motor de combusto ou iluminado do tipo B, constituda

    por bateria central.(4) A iluminao de segurana limitada iluminao de circulao.(5) Com fonte central.(6) No caso de o estabelecimento estar situado no subsolo, a iluminao de segurana deve ser do tipo B.(7) No caso de piscinas, a iluminao de segurana pode ser do tipo C.

  • 20

    Telecomando

    Sempre que o estabelecimento esteja franqueado ao pblico, os blocos autnomos devem ser colocados no estado de vigilncia; no final do perodo de actividade do estabelecimento os blocos autnomos devem ser colocados no estado de repouso.

    O estado de repouso um estado no qual a iluminao de segurana colocada fora de servio sempre que a alimentao da iluminao normal seja colocada fora de servio.

    O estado de vigilncia um estado no qual a iluminao de segurana est pronta para a entrada em servio, em caso de falha da alimentao da iluminao normal.

  • 21

    Telecomando com corte voluntrio de sec

Recommended

View more >