III SEMINRIO DEMOCRACIA, DIREITO E GESTO PBLICA Tema 2: Equilbrio democrtico e controle social Sociedade civil e participao social nas organizaes.

Download III SEMINRIO DEMOCRACIA, DIREITO E GESTO PBLICA Tema 2: Equilbrio democrtico e controle social Sociedade civil e participao social nas organizaes.

Post on 18-Apr-2015

103 views

Category:

Documents

1 download

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • III SEMINRIO DEMOCRACIA, DIREITO E GESTO PBLICA Tema 2: Equilbrio democrtico e controle social Sociedade civil e participao social nas organizaes pblicas Prticas colaborativas na atuao dos rgos de Justia no enfrentamento da violncia domstica e familiar contra a mulher Jaqueline Barbosa Pinto Silva Tema apresentado como Trabalho de Concluso de Curso (FD/UnB), sob a orientao do professor Andr Felipe Gomma de Azevedo Braslia 2011
  • Slide 2
  • Eficcia da lei = elaborao de leis justas + aplicao da lei pelo juiz
  • Slide 3
  • Slide 4
  • Lei Maria da Penha Lei n. 11.340, de 7 de agosto de 2006 aplicao forma articulada do conjunto de medidas para enfrentamento do fenmeno (art. 8, 9 e 23) Medidas de punio, Medidas de proteo de direitos civis, Medidas de assistncia e de proteo integridade fsica da mulher, Medidas de preveno. condies necessrias para o exerccio dos direitos das mulheres em situao de violncia domstica e familiar encontram-se definidas (art. 3) Poltica Nacional de Enfrentamento Violncia contra as Mulheres: conceitos, princpios e diretrizes Pacto Nacional pelo Enfrentamento Violncia contra as Mulheres: objetivos, metas e instncias de implementao
  • Slide 5
  • Aplicao da Lei (eficincia dos rgo de justia): ? Balano do Pacto Nacional pelo Enfrentamento Violncia contra as Mulheres (SPM, 2010) Relatrio Final da Pesquisa Condies para aplicao da Lei 11.340/06 (Lei Maria da Penha) nas Delegacias Especializadas de Atendimento Mulher (DEAMS) e nos Juizados de Violncia Domstica e Familiar nas capitais e no Distrito Federal (OBSERVE, 2010) Relatrio da Pesquisa Identificando entraves na articulao dos servios de atendimento s mulheres vtimas de violncia domstica e familiar em cinco capitais (OBSERVE, 2011)
  • Slide 6
  • Prticas bem sucedidas: Especializao + institucionalizao + articulao em rede (cooperao/colaborao)
  • Slide 7
  • Apoio a criao das varas especializadas Realizao quatro Jornadas da Lei Maria da Penha; Elaborao do Manual de Rotinas e Estruturao dos Juizados Monitoramento de dados processuais, ainda que restrito ao controle de produtividade Criao do Frum Nacional de Juizados de Violncia Domstica e Familiar contra a Mulher FONAVID Promoo do I Encontro Nacional de Promotoras Legais Populares, Acompanhamento das denncias contra juzes na aplicao da Lei Maria da Penha Rede Nacional de Cooperao Judiciria, os Centros Judicirios de Soluo de Conflitos e Cidadania, as Casas de Justia e Cidadania
  • Slide 8
  • COLLABORATIVE JUSTICE (PROBLEM-SOLVING COURTS): Colaborao Decises informadas Resultados Servios individualizados Responsabilizao do ofensor Envolvimento com a comunidade
  • Slide 9
  • Slide 10
  • III SEMINRIO DEMOCRACIA, DIREITO E GESTO PBLICA Tema 2: Equilbrio democrtico e controle social Sociedade civil e participao social nas organizaes pblicas Prticas colaborativas na atuao dos rgos de Justia no enfrentamento da violncia domstica e familiar contra a mulher Jaqueline Barbosa Pinto Silva Jaqueline.bps@gmail.com Braslia 2011

Recommended

View more >