ideologias de “futuroâ€‌ nas polأ­ticas educacionais da sme ... lendo e escrevendo o...

Download ideologias de “futuroâ€‌ nas polأ­ticas educacionais da SME ... LENDO E ESCREVENDO O AMANHأƒ: ideologias

Post on 13-Jun-2020

3 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ

    ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO

    MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE

    Jaqueline Marques Tavares de Oliveira

    LENDO E ESCREVENDO O AMANHÃ:

    ideologias de “futuro” nas políticas educacionais da SME/RJ dirigidas aos “territórios

    conflagrados”

    Rio de Janeiro

    2012

  • Jaqueline Marques Tavares de Oliveira

    LENDO E ESCREVENDO O AMANHÃ:

    ideologias de “futuro” nas políticas educacionais da SME/RJ dirigidas aos “territórios

    conflagrados”

    Dissertação apresentada à Escola Politécnica

    de Saúde Joaquim Venâncio como requisito

    parcial para obtenção do título de mestre em

    Educação Profissional em Saúde.

    Orientadora: Prof.ª Dr.ª Carla Macedo Martins

    Rio de Janeiro

    2012

  • Catalogação na fonte

    Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

    Biblioteca Emília Bustamante

    O48l Oliveira, Jaqueline Marques Tavares de Lendo e escrevendo o amanhã: ideologias

    de “futuro” nas políticas educacionais da

    SEM/RJ dirigidas aos “territórios

    conflagados”. / Jaqueline Marques Tavares

    de Oliveira. – 2012.

    99 f.

    Orientador: Carla Macedo Martins

    Dissertação (Mestrado Profissional em

    Educação Profissional em Saúde) – Escola

    Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio –

    Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro,

    2012.

    1. Política Educacional.

    2. Análise do Discurso. 3. Ideologia. 4.

    Território. 5. Violência. 6. Futuro. I.

    Martins, Carla Macedo. II. Título.

    CDD 379

  • Jaqueline Marques Tavares de Oliveira

    LENDO E ESCREVENDO O AMANHÃ:

    ideologias de “futuro” nas políticas educacionais da SME/RJ dirigidas aos “territórios

    conflagrados”

    Dissertação apresentada à Escola Politécnica

    de Saúde Joaquim Venâncio como requisito

    parcial para obtenção do título de mestre em

    Educação Profissional em Saúde.

    Aprovado em 26/06/2012

    BANCA EXAMINADORA

    ___________________________________________________________________________

    Prof.ª Dr.ª Carla Macedo Martins – FIOCRUZ / EPSJV

    ___________________________________________________________________________

    Prof.ª Dr.ª Marcela Alejandra Pronko – FIOCRUZ / EPSJV

    ___________________________________________________________________________

    Prof.ª Dr.ª Maria das Mercês Navarro de Vasconcelos – FIOCRUZ / Museu da Vida

    ___________________________________________________________________________

    Prof. Dr. Marco Antônio Carvalho Santos – FIOCRUZ / EPSJV

    ___________________________________________________________________________

    Prof. Dr. José dos Santos Rodrigues – UFF / FE

  • Dedico este trabalho

    à minha família,

    meu porto seguro;

    e aos meus alunos,

    razão deste estudo.

  • AGRADECIMENTOS

    À professora Carla, pela orientação segura e paciente. Agradeço a dedicação e as

    palavras de incentivo.

    À professora Mercês, que iniciou comigo os primeiros passos da pesquisa, apoiando e

    estimulando continuamente.

    Aos meus companheiros do grupo de estudos do projeto “Tecendo Redes por um

    Planeta Terra Saudável”, pelas calorosas e produtivas discussões, que muito colaboraram

    para a realização desta dissertação.

    Aos colegas e professores do curso de Mestrado da EPSJV, companheiros nesta

    caminhada.

    À minha mãe Zely, por ter me ensinado a valorizar a vida e a família e pelo

    investimento na minha formação.

    Ao meu pai Lucas, pelo exemplo de vida que trago até hoje em minha memória e no

    meu coração.

    Ao meu irmão Wellington, meu melhor amigo, com quem compartilho ideias, sonhos

    e planos.

    Ao meu esposo Elias, companheiro de todos os momentos, pelo carinho e incentivo

    constante para chegar ao fim desta etapa.

    Ao meu filho Lucas, meu maior tesouro, por ter me apoiado, mesmo nos momentos

    em que não pude estar perto dele.

  • “Querido amiguinho do futuro espero que

    você goste de minha cartinha e quero dizer

    que o futuro de vocês seja melhor que o meu

    porque o meu não é bom, mas é bem ruim!

    Espero que você goste de minha cartinha e

    que vocês façam o mundo de vocês um

    paraíso, bem melhor que o meu e que vocês

    sejam muito felizes.”

    (Estudante de uma escola de Manguinhos -

    8anos)

  • RESUMO

    Esta dissertação de Mestrado tem por objetivo analisar o discurso produzido sobre o programa

    intitulado “Escolas do Amanhã”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação do Rio

    de Janeiro (SME/RJ), desde o ano de 2009. O programa se propõe garantir o “futuro” para

    crianças e jovens dos territórios ditos “conflagrados”, isto é, espaços urbanos violentos, por

    meio da educação. As políticas educacionais se associam, neste programa, com as ações de

    segurança, saúde e assistência, demonstrando o caráter focalizado dessas políticas,

    direcionadas aos locais “pobres e violentos”. Nossa análise visa identificar os processos

    ideológicos presentes na elaboração e efetivação dessas políticas educacionais, a partir da

    configuração atual da sociedade capitalista, buscando, assim, compreender suas contradições.

    Como processos ideológicos que condicionam as políticas educacionais contemporâneas,

    consideramos a “educação compensatória”, a “medicalização da educação”, a “patologização

    da pobreza e da língua” e os “territórios conflagrados”. Para analisar o programa em foco,

    foram considerados documentos oficiais, entrevistas e reportagens. A partir da análise,

    concluímos que a noção de “futuro” nas políticas educacionais do capital busca legitimar as

    relações sociais vigentes, reproduzindo os processos ideológicos mencionados. Desse modo,

    apontamos, por fim, que a educação para um “futuro” de fato para estas crianças e jovens, só

    existe se for direcionada para além da lógica da sociabilidade capitalista.

    Palavras-Chave: Políticas Educacionais; Análise do discurso; Ideologia; Território; Violência;

    Futuro.

  • ABSTRACT

    This Master's thesis aims to analyze the discourse produced on the program called "Schools of

    Tomorrow," developed by the Municipal Education of Rio de Janeiro (SME / RJ), since 2009.

    This program aims intends to ensure a "future" for children and young people of the territories

    known as "embattled", that is, urban violence, through education. Educational policies are

    associated in this program with the actions of security, health care, demonstrating the narrow

    focus of these policies, directed at local "poor and violent" neighborhoods. Our analysis aims

    to identify the ideological processes present in the formulation and effective implementation

    of its educational policies, in the current context of capitalist society, trying to understand its

    contradictions on the basis of determinations of capitalism. As ideological processes that

    influence contemporary education policy, consider the "compensatory education", the

    "medicalization of education", the "pathologizing of poverty and language" and "embattled

    territories." To analyze the program in focus, were considered official documents, interviews

    and reports. From the analysis, we conclude that the notion of "future" in the educational

    policies of capital seeks to legitimize the current social relations. Thus, we point out, finally,

    that education for a "future" for these children and young people, exists only if directed

    beyond the logic of capitalist sociality.

    Keywords: Educational Policy, Discourse analysis, ideology; Territory; Violence; Future.

  • LISTA DE SIGLAS

    AID Associação Internacional de Desenvolvimento

    BIRD Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento

    BM Banco Mundial

    CIEDS Centro Integrado de Estudos e Programa de Desenvolvimento Sustentável

    COC Casa de Oswaldo Cruz

    ENEM Exame Nacional do Ensino Médio

    EPSJV Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio

    FMI Fundo Monetário Internacional

    IBOPE Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística

    IDEB Índice de Desenvolvimento da Educação Básica

    IDE-RIO Índice de Desenvolvimento da Educação do Rio de Janeiro

    INEP Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

    MEC Ministério da Educação

    OCDE Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico

    ONG Organização não Governamental

    OSCIP O