Ícaro arÊba pinto teoria do direito de kant e sua ... ?caro arêba pinto ra... · kant é um...

Download ÍCARO ARÊBA PINTO TEORIA DO DIREITO DE KANT E SUA ... ?caro Arêba Pinto RA... · Kant é um jusnaturalista…

Post on 11-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • CENTRO UNIVERSITRIO DE BRASLIA

    CARO ARBA PINTO

    TEORIA DO DIREITO DE KANT E SUA APLICAO AO DIREITO CONTRATUAL

    TENDO EM VISTA AS MUDANAS PROVOCADAS PELO DESENVOLVIMENTO

    DOS PRINCPIOS SOCIAIS MODERNOS.

    BRASLIA

    Outubro/2012

    CARO ARBA PINTO

  • CARO ARBA PINTO

    TEORIA DO DIREITO DE KANT E SUA APLICAO AO DIREITO CONTRATUAL

    TENDO EM VISTA AS MUDANAS PROVOCADAS PELO DESENVOLVIMENTO

    DOS PRINCPIOS SOCIAIS MODERNOS.

    Projeto de monografia apresentado para

    concluso do curso de direito do centro

    universitrio de Braslia.

    Orientador: Jos Rossini Campos do

    Couto Corra

    BRASLIA

    Outubro/2012

  • RESUMO

    O presente trabalho tem por objetivo investigar a possibilidade da Teoria do Direito de Kant ser aplicada ao moderno Direito Contratual. Indaga-se sobre esta possibilidade em funo da modificao trazida estrutura contratual pela criao dos princpios sociais dos contratos. O trabalho apresenta o contexto histrico do surgimento do Estado Liberal e desenvolve a Teoria do Direito de Immanuel Kant. No segundo captulo analisada a evoluo dos contratos a partir do estudo de Durkheim sobre o tema. Faz uma pontuao das principais formas contratuais que antecederam o contrato consensual e equitativo, modelos finais do instituto dos contratos. No terceiro captulo so apresentados os conceitos dos princpios clssicos do direito contratual e posteriormente feita uma comparao com a nova ideologia trazida ao sistema jurdico pelos princpios sociais; como o princpio da funo social dos contratos, da boa f objetiva e da equivalncia material. Por fim, aps o esclarecimento sob o aspecto filosfico do pensamento de Kant e o desenvolvimento dos princpios objeto deste trabalho, feita uma vinculao entre a teoria do direito de Immanuel Kant e os novos pensamentos da esfera do direito contratual. Busca responder desta forma a indagao sobre a possibilidade ou no de esta vinculao ser feita assim como aconteceu em relao poca dos princpios clssicos.

    Palavras-chave: Immanuel Kant. Contratos. Autonomia da Vontade. Princpio

    da Funo Social dos Contratos

    SUMRIO

  • INTRODUO...........................................................................................................5 CAPTULO 1...............................................................................................................7 1.1 Contexto histrico do surgimento do Estado Liberal...........................................7 1.1.1 Teorias do Jusnaturalismo................................................................................9 1.1.2 Teorias da Separao dos Poderes................................................................10 1.1.3 Teorias da Soberania Popular.........................................................................10 1.2 Do pensamento de Kant. A Metafsica dos Costumes.......................................11 1.2.1 O que liberdade para Kant............................................................................12 1.2.2 Razo prtica derivada da liberdade positiva..................................................13 1.2.3 Do imperativo Categrico................................................................................14 1.3Do Direito e da Doutrina do Direito......................................................................17 1.3.1 A justia para Kant..........................................................................................18 1.3.2A necessidade da coero ..............................................................................19 1.3.3 A posse............................................................................................................20 1.3.4 O contrato........................................................................................................21 CAPTULO 2. CONTRATOS....................................................................................23 2.0 Estudo sociolgico de Durkheim acerca da Evoluo histrica dos contratos...23 2.1 Uma definio simples do contrato.................................................................... 23 2.2 A origem da vinculao das vontades................................................................25 2.3 O Contrato consensual.......................................................................................28 2.4 As obrigaes bilaterais no contrato consensual................................................31 2.5 Questo do contrato de boa f............................................................................33 2.6 O Consentimento nos contratos..........................................................................34 2.7 O contrato equitativo...........................................................................................37 CAPTULO 3.............................................................................................................38 3.0 Negcios Jurdicos..............................................................................................38 3.1 Contratos.............................................................................................................39 3.2 Princpios dos contratos......................................................................................41 3.2.1 Autonomia da Vontade.....................................................................................41 3.2.2 Princpio da fora obrigatria dos contratos.....................................................43 3.2.3 Princpio da relatividade subjetiva dos efeitos do contrato...............................44 3.3 Dos princpios sociais dos Contratos...................................................................45 3.3.4 Princpio da funo social do contrato. Sua convergncia teoria de Kant.....46 3.3.5 Boa f objetiva..................................................................................................48 3.3.6 A boa f em relao ao pensamento de Kant...................................................50 3.3.7 Princpio da equivalncia Material.....................................................................51 Concluso...................................................................................................................53

  • 5

    INTRODUO

    O tema da monografia sobre a possibilidade ou no da aplicao

    da Teoria do Direito de Kant na teoria contratual moderna. Sabe-se que Kant foi um

    filsofo jusnaturalista que enfatizou enormemente a importncia da liberdade para o

    homem, chegando a considerar essa idia a prpria base de justia que deve

    regular o Estado. O que deve ser buscado e protegido para garantir a paz social, fim

    ltimo do Direito.

    Kant pensa no direito considerando profundamente a idia de justia

    e para isso estabelece toda uma linha de pensamento em que mostra como e

    porque a liberdade deve ser vista como o mais alto ideal a ser conservado pelo

    direito.

    Para que seja satisfatoriamente desenvolvido o tema, o captulo 1 ir

    tratar principalmente sobre a metafsica dos costumes desenvolvida por Kant, pois

    assim procedendo ser possvel desenvolver mais facilmente sua Teoria do Direito

    para depois analisar sua aplicao ou no aos princpios contratuais como hoje

    esto dispostos.

    A discusso que envolve a teoria contratual por si mesma apresenta

    um amplo campo de debates, j que, como disse Caio Mrio, o mundo atual o

    mundo dos contratos. Grande importncia tem estes negcios jurdicos na vida em

    sociedade, pois um dois meios mais eficazes de circulao de riquezas e

    consequentemente de evoluo social e jurdica tambm.

    Foi escolhido tratar antes dos princpios do que das espcies

    contratuais em si porque os princpios so regras gerais, abstratas, que esto

    desvinculados, de certa forma, de situaes concretas.

    Apesar dessa independncia dos princpios frente s

    particularidades, eles influenciam situaes especficas na medida em que

    determinam o que se deve buscar em cada caso dirio que se apresenta ao jurista.

    Por essa razo, ao tratar dos princpios ser possvel abranger todas as espcies

    contratuais sob um ponto de vista terico, semelhana das idias do filsofo a ser

    estudado neste trabalho, que preferiu criar uma teoria abstrata do Direito porque

    somente assim seria possvel analisa-lo livre das referncias de tempo ou local.

  • 6

    O captulo 2 ir trazer uma anlise da evoluo contratual feita do

    ponto de vista sociolgico, mostrando como o instituo se desenvolveu no passar dos

    anos para atingir a forma que hoje lhe peculiar.

    No captulo 3 ser feita a anlise dos princpios clssicos essncias

    teoria contratual e a mudana que provocou a incorporao dos chamados

    princpios sociais em nosso ordenamento jurdico. No decorrer desta anlise ser

    estudada ou no a possibilidade da Teoria do Direito de Kant continuar a ser

    aplicada aos contratos ou se as mudanas foram demasiadas significativas a ponto

    de se tornar incongruente sua anlise sob o ponto de vista do pensador que

    forneceu uma considervel base filosfica ao instituto contratual clssico.

    Ser usado para a realizao deste trabalho o mtodo de pesquisa

    bibliogrfico, com a leitura dos livros de Immanuel Kant, dos ensinamentos de Emil

    Durkheim, doutrinadores cveis e textos da lei para chegar ao resultado pretendido.

  • 7

    Captulo 1

    1.1 Contexto histrico do surgimento do Estado Liberal

    Kant um jusnaturalista cujo pensamento fornece as bases tericas

    jurdicas para o fundamento do prprio Estado Liberal, uma vez que ele teoriza a

    idia da justia como liberdade. Portanto, antes de apresentar o pensamento de

    Kant, ser necessrio situar, mesmo que de forma pontual, o contexto