i seminrio internacional de licenciamento ambiental .2 objetivo: contribuir com a...

Download I Seminrio Internacional de Licenciamento Ambiental .2 Objetivo: contribuir com a dissemina§£o

Post on 07-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Pedro Neves

Pesquisador de O&G

Data: 07/11/2018

I Seminrio Internacional de Licenciamento Ambiental Offshore

Painel 2 Licenciamento ambiental e Descomissionamento

Contextualizao

2

Objetivo: contribuir com a disseminao de conhecimento, informaes e anlises de mercado sempre atualizadas, alm de

auxiliar no debate de temas relevantes e no desenvolvimento de organizaes dos setores pblico e empresarial, assim como da

academia.

reas de estudo: petrleo, gs natural, eletricidade, energia nuclear, biocombustveis, energia renovvel, recursos energticos

distribudos, transio energtica, entre outros.

A FGV Energia auxilia entidades pblicas, empresas e o setor a avaliar investimentos e aplicaes de recursos energticos

de maneira sustentvel.

A FGV Energia tambm mantm parcerias com outros centros da FGV, alm de colaborar com renomados institutos

acadmicos e de pesquisa do Brasil e do exterior.

A equipe da FGV Energia altamente qualificada: mestres, doutores e especialistas no setor de energia.

FGV Energia

FGV Energia e o Descomissionamento

Apresentao e introduo da linha de pesquisa da FGV Energia (05/2018);

Artigo e apresentao acerca dos impactos socioeconmicos da atividade (09/2018) ;

Artigo cientfico na Revista de Direito Econmico e Socioambiental anlise da regulao

atual e propostas de reforma com base em benchmarking internacional (submetido em

10/2018);

Artigo de coluna interna oportunidades atuais e projeo da demanda por

descomissionamento no Brasil e no mundo (10/2018);

Dissertao de Mestrado Descomissionamento de Sistema Submarino com utilizao do

mtodo multicritrio para tomada de deciso (03/2019);

Dissertao de Mestrado Investigao de metodologias de auxlio a tomada de deciso

dos impactos ambientais do descomissionamento de sistemas de produo offshore (at

07/2019).

3

Atuao na desmistificao do assunto no cenrio brasileiro, investigao dos seus impactos socioeconmicos eambientais e contribuio na busca pela reviso da regulao atual

/

Demanda global por descomissionamento de estruturas

Golfo do Mxico:

- Mais de 1900 estruturas em atividade (BOEM, 2018);

- Mais de 1000 projetos de descomissionamento concludos entre 2010 e 2014 - custo total de US$ 9 bilhes (BCG,

2017);

- Estimativa de custo remanescente - US$ 38,2 bilhes (US GAO, 2017).

Mar do Norte:

- Mais de 500 unidades de produo, das quais apenas cerca de 10% j foram descomissionadas (Oil&Gas UK, 2017);

- Estimativa de plataformas a serem removidas entre 2017-2025 - 206 (Oil&Gas UK, 2017);

- Estimativa de custo para o perodo de 2017-2025 mais de US$ 3,8 bilhes (Oil&Gas UK, 2017).

Brasil:

- Total de 158 unidades de produo, das quais 41% tm mais de 25 anos de operao (ANP, 2018);

- 3 projetos de descomissionamento concludos pela ANP e 2 j executados (FPSO Brasil e FPSO Marlim Sul).

Como algumas das maiores regies de explorao offshore do mundo tem lidado com a atividade?

4

Projeo mundial para atividades de descomissionamento

24

31

102

9

7

3

38

20

2

31

15

6

3

1

3

1

44

24

6

0 20 40 60 80 100 120 140 160

2031-2040

2017-2030

2000-2016

Mdia anual de ativos

Por

Reg

io

Amrica do Norte

Amrica Central e Sul

Europa

frica

Oriente Mdio

Eursia

Pacfico Asitico

Regio e tipo de estrutura.

80

64

103

46

19

10

24

15

5

0 20 40 60 80 100 120 140 160

2031-2040

2017-2030

2000-2016

Mdia anual de ativos

Por

tip

o d

e es

tru

tura

Plataforma

Tie Back Submarino

Outros

5 Fonte: Adaptado de WEO, 2018

Cenrio offshore brasileiro

Localizao das unidades produtivas: 40% em Campos, 18% na bacia Potiguar

e 16% em Sergipe-Alagoas;

Tipo de plataformas: 56% fixas, 30% FPSOs e 10% SS;

Profundidade das plataformas: mais de 60% das unidades em operao esto

situadas em guas rasas;

Idade das plataformas: 44% com menos que 15 anos, 15% com 15 a 25 anos e

41% com mais de 25 anos;

Fator de recuperao: mdia nacional de 21% vs. 35% do resto do mundo vs. at

50% da Noruega.

7

Baseado em diferentes critrios e com dados da ANP.

Estimativas de custo para o descomissionamento por etapa

Disposio, remediao e monitoramento

2%

Preparao do topside6%

Descomissionamento do subsea e tubulao

12%

Remoo das plataformas15%

Gerenciamento do projeto16%

Abandono de poos49%

A aplicabilidade dessas porcentagens no caso brasileiro perpassa por uma srie de variveis.

8

Fonte: Oil&Gas UK, 2017

Convenes internacionais

9

Um recente estudo publicado pela IOGP (2017) enumera uma lista de convenes internacionais que impactam naatividade de descomissionamento em cada um dos pases produtores de petrleo.

Convenes Data

UNCLOS I (Conveno de Genebra) 1958 (em vigncia a partir de 1964)

Conveno de Londres 1972

OLADE 1973

Guia da OMI 1989

UNCLOS 3 1982 (em vigncia a partir de 1994)

Conveno OSPAR 1992

Conveno da Basileia 1992

Protocolo de Londres 1996

Prticas internacionais inspiradoras

Instituio de um regulamento de controle sobre o incio do processo de descomissionamento (MER);

Programa Rigs-to-Reef;

Criao de acordos governo-indstria (DSA);

Estabelecimento de um rgo coordenador que unifica os interesses de reguladores e operadores

(NOPSEMA);

Reforma da legislao vigente com um programa poltico baseado em metas e com mecanismos de

punio pr-definidos (Netherlands masterplan for decommissioning and re-use);

Construo de uma reserva financeira que caminhe junto com o ativo (Superfund Act e PDL).

10

Como o mundo tem endereado esse tema e o que tm feito de diferente?

pedro.goncalves@fgv.br

fgvenergia.fgv.br

Recommended

View more >