Histria do Brasil do descobrimento aos dias atuais d s o Histria do Brasil do descobrimento aos dias atuais PERODO PR-COLONIAL (XV XVI) Portugal chega ao territrio brasileiro em 1500

Download Histria do Brasil do descobrimento aos dias atuais  d s o Histria do Brasil  do descobrimento aos dias atuais PERODO PR-COLONIAL (XV  XVI) Portugal chega ao territrio brasileiro em 1500

Post on 18-Feb-2018

225 views

Category:

Documents

8 download

TRANSCRIPT

HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais Histria do Brasil do descobrimento aos dias atuais PERODO PR-COLONIAL (XV XVI) Portugal chega ao territrio brasileiro em 1500 No encontrado, a princpio, nenhum produto que a metrpole tivesse grande interesse (ouro e prata) Portugal constri feitorias ao longo do litoral o Feitorias: unidade para organizao e fiscalizao das atividades econmicas Aplicao do exclusivo colonial Uso de mo-de-obra indgena para explorao do pau-brasil o Estanco: concesso que a coroa portuguesa dava para burgueses explorarem o pau-brasil o Escambo: pagamento da mo-de-obra indgena; poltica de trocas HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais PERODO COLONIAL I BRASIL AUCAREIRO (XVI XVII) O Brasil colnia foi dividido em capitnias hereditrias NOTA: o sistema de capitanias no foi indito, Portugal j havia aplicado esse sistema em algumas de suas colnias Sesmarias contriburam para concentrao fundiria NOTA: sesmarias eram pedaos de terras doados pelos capites-donatrios (donos das capitanias) Acar: solo, clima e demanda econmica Unio ibrica (1580 1640) NOTA: o rei portugus morreu em 1578, em 1580 o rei da Espanha alegando ser o nico herdeiro assumiu o trono NOTA: a Holanda fazia refino, transporte e venda do acar portugus na Europa. Entretanto Holanda e Espanha tinham problemas entre si. Com o domnio espanhol sobre a colnia (Brasil), a Espanha proibiu o comrcio do acar com a Holanda. Para no perder o lucrativo comrcio a Holanda invadiu o territrio Brasileiro Bahia (1624 1625) Pernambuco (1630 1654) Invases holandesas e francesas no perodo Insurreio Pernambucana expulsou holandeses do Brasil para as Antilhas Engenho: unidade de produo da empresa aucareira o Moenda relacionada diretamente com a produo do acar o Casa grande onde morava o senhor de engenho o Senzala onde moravam os escravos o Capela onde aconteciam as cerimnias religiosas Economia de plantation com mo-de-obra escrava negra NOTA: plantation: mo-de-obra escrava, latifndios, monocultura, produo voltada para o mercado externo Ao jesuta contribui para fragilizao da unidade tribal HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais PERODO COLONIAL II BRASIL MINERADOR (XVII XVIII) Descoberta do ouro em minas gerais Rebelies nativistas mostraram divergncias entre colnia e metrpole o Beckman (1684) NOTA: ocorreu devido escassez de mo-de-obra escrava; a partir desta, foi permitida a escravizao de ndios o Emboabas (1708) NOTA: ocorreu aps a coroa portuguesa apoderar-se das minas de ouro (MG) encontradas pelos paulistas nas entradas e bandeiras Entradas: expedies pblicas; financiadas pela metrpole Bandeiras: expedies privadas Ouro de lavagem Caa ao ndio Sertanismo de contrato Ouro e diamantes o Mascates (1710) NOTA: Conflito entre senhores de engenho de Olinda e comerciantes de Recife. tornou recife a capital de Pernambuco. o Vila Rica (ou Felipe dos Santos) (1720) NOTA: um grupo de revoltosos, liderados por Felipe dos Santos, pediu a extino das casas de Fundio, o pedido foi negado e todos foram presos. Minerao alterou capital e possibilitou mobilidade social Movimentos de libertao nacional o Inconfidncia mineira (1789) NOTA: ocorreu devido opresso da metrpole e crise econmica. recebeu influencia das revolues americana e francesa o Conjurao baiana (1798) NOTA: visava o fim da escravido e fundao de repblica democrtica rpida represso por parte da metrpole. Chegada da famlia real impediu avano da independncia HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais BRASIL DO SC XIX Perodo Joanino (1808 1820) NOTA: aps revoluo francesa, Napoleo Bonaparte assume o poder na Frana e ameaa invadir Portugal. A famlia real Portuguesa foge para o Brasil. o Criao de bancos, universidades e burocracia administrativa o Abertura de portos e promoo do Brasil a reino unido a Portugal e Algarves o Insurreio Pernambucana (1817) NOTA: com a queda do preo do acar e algodo, base da economia local (PE), pernambucanos iniciam rebelio que foi reprimida por tropas de D. Joo VI o Revoluo Liberal do porto, em 1820, exige que D. Joo volte a Portugal. 1 Reinado (1822 1830) D. Pedro I o Partidos polticos: brasileiro e portugus o Independncia do Brasil NOTA: surgem desafios na transio colnia nao o Perda da provncia cisplatina (Uruguai) o Morte de Lbero Badar e noite das garrafadas o Outorgou constituio de 1824 e reprimiu confederao do equador o Criao do poder moderador NOTA: poder minerador era um 4 poder, acima do legislativo, executivo e judicirio. poder moderador chave mestra da opresso da nao brasileira Perodo Regencial (1831 1840) o Regncia trina provisria regncia tria permanente regncia una (Feij) regncia una (Araujo Lima) o Ocorrncia de revolues regenciais Sabinada Farroupilha Balaiada Cabanagem 2 Reinado (1840 1889) o Partidos polticos: conservador e liberal o Libertao dos escravos Lei Euzbio de Queirs (1850) Lei do Ventre livre (1871) Lei dos Sexagenrios (1885) Lei urea (1888) o Parlamentarismo s avessas o Era Mau: tentativa de industrializao HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais BRASIL DO SC XX Repblica Velha (1889 1930) o Crise do encilhamento foi tentativa de industrializao. o Constituio determinou voto aberto. o Guerra de canudos mostrou fragilidade das relaes no campo. o Rep. Oligrquica (1898 1930) Coronelismo Voto de cabresto Poltica dos governadores Poltica do caf-com-leite Valorizao do caf o Emprstimo no exterior resolveu crise econmica. o Reforma no rio de janeiro revolta da vacina. o Migrao no Brasil na dcada de 1900 (japoneses em 1908). o Preocupao com os ndios com o SPI de Marechal Rondon (Nilo Peanha). o Revolta da chibata e modernizao da marinha na dcada de 1910. o Surto industrial durante a 1 Guerra Mundial. o Revoluo Russa influenciou movimentos sociais no Brasil. o Crise de 1929 derrubou oligarquia cafeeira e Vargas, aps golpe, assumiu em 1930. Era Vargas (1930 1945) NOTA: Governo Provisrio (1930 1934) Governo Constitucional (1934 1937) Estado Novo (1937 1945) o Golpe militar colocou Vargas no poder. o Revoluo constitucionalista em 1932 exigiu nova constituio. o Constituio de 1934 aprovou legislao do trabalho e voto feminino. o Intentona comunista (1935) foi tentativa de tomada do poder pelos comunistas; liderados por Lus Carlos Prestes. o Estado novo (1937- 1945) [influencia de ideais nazi-fascistas]: Militarizao Propaganda Autoritarismo o Vargas legalizou o partido comunista e criou o PTB. Deodoro da Fonseca (1889 1891) Floriano Peixoto (1891 1894) Prudente de Moraes (1894 -1898) Campos Salles (1898 1902) Rodrigues Alves (1902 1906) Afonso Pena (1906 1909) Nilo Peanha (1909 1910) Hermes da Fonseca (1910 1914) Wenceslau Brs (1914 1918) Delfim Moreira (1918 1919) Epitfio Pessoa (1919 1922) Arthur Bernardes (1922 1926) Washington Luis (1926 1930) Presidentes do perodo HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais Eurico Gaspar Dutra (1946 1951) o Recebeu visita do presidente estadunidense Harry Truman. o Brasil se alia OTAN para combate ao comunismo. o Abertura do mercado brasileiro aos produtos e capitais internacionais. o Criou o plano SALTE (sade, alimentao, transporte e energia). o Inflao levou Dutra ao descrdito Getulio Vargas (1951 1954) o Jornalista Carlos Lacerda criticava o seu governo. o Carter nacionalista: recusa de empresa estrangeiras. o Criao da Petrobras e campanha o petrleo nosso. o Tentando driblar inflao, promove aumento de 100% no salrio mnimo. NOTA: Joo Goulart o ministro do trabalho no perodo. o Carlos Lacerda sofre atentado, que ser atribudo a Vargas. o Sob presso de parte da populao, culpa de um atentado, bem como as atitudes quanto ao salrio mnimo, que levam os empresrios a no o apoiarem, Vargas sai da vida para entrar na histria. o Caf Filho assume presidncia at ocorrerem as prximas eleies. Juscelino Kubitschek (1956 1960) o Convidou transnacionais para o territrio brasileiro. o Postura desenvolvimentista: avanar 50 anos em 5. o Plano de metas: alimentao, indstria de base, educao. o Transferncia da capital para Braslia, com auxilio de Oscar Niemeyer. o Intenso xodo rural rumo ao centro-sul. o SUDENE e SUDAM eram tentativas de industrializao do Nordeste e Amaznia, respectivamente. o Inflao, dvida externa e corrupo foram vils do governo. Jnio Quadros (1961) o Poltica anticorrupo, com o lema varre, varre vassourinha! o Tentou reaproximao com governo chins, ento socialista. o Condecorou Guevara com a ordem do cruzeiro do sul. o O jornalista Carlos Lacerda o acusou de pretender dar um golpe. o Janio Quadros renuncia. o Joo Goulart, o vice-presidente estava fora do pas no momento da renncia. Durante o perodo 1946 1992 a poltica nacional foi influenciada pelo contexto histrico da GUERRA FRIA, que opunha bloco capitalista sob liderana dos EUA e bloco socialista, sob comando da URSS. HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais Joo Goulart (1961 1964) o Enquanto Joo Goulart encaminhava-se para assumir a presidncia, o Brasil passou a ter um regime parlamentarista. o Props o Plano Trienal de Desenvolvimento Econmico e Social. Melhor distribuio da riqueza nacional. Reduo da divida externa. Combate s disparidades regionais. o Reformas de base. o Em 1964 ocorre golpe militar e implantada a ditadura militar. Ditadura Militar (1964 1985) o Militares assumem poder para conter ameaa socialista. o Economia Poltica antiinflacionria visava conter inflao. Adoo de poltica de achatamento salarial. Aumento da arrecadao de impostos. MILAGRE ECONOMICO (1969 1973) Grande crescimento da economia. Inflao moderada. Ampliao e criao de empresas estatais. Investimento estrangeiro. Concentrao de renda. Aumento do preo do petrleo, aumento da divida externa e desequilbrio da balana comercial levaram ao fim do milagre. o Poltica Centralizao do poder com o fortalecimento do executivo. Controle da estrutura partidria. Represso oposio. Atos institucionais como forma de controle social. Luta pela liberdade e democracia leva ao fim da ditadura. Durante o perodo 1946 1992 a poltica nacional foi influenciada pelo contexto histrico da GUERRA FRIA, que opunha bloco capitalista sob liderana dos EUA e bloco socialista, sob comando da URSS. Castelo Branco (1964 1967) Costa e Silva (1967 1969) Mdici (1969 1974) Geisel (1974 1979) Figueiredo (1979 1985) Presidentes do perodo HISTRIA BRASIL: da colonizao aos dias atuais BRASIL DO SC XXI NOTA: Aps ditadura militar tem inicio o perodo denominado nova repblica, que se mantm at os dias atuais. Tancredo Neves/Jos Sarney (1986 1991) o Tancredo Neves eleito, porm morre antes de assumir, seu vice-presidente, Jos Sarney, assume, portanto. o Constituio permite votos para todos os cidados brasileiros maiores de 16 anos. o Planos econmicos para combate inflao. Fernando Collor/ Itamar Franco (1991 1994) o Bloqueio de contas correntes e poupanas. o Escndalo de corrupo. o Impeachment do ento presidente Fernando Collor. o Fernando Henrique, ministro da fazenda do governo Itamar Franco desenvolve o plano real para combate a inflao. Fernando Henrique Cardoso (1994 2002) o Consolidao das instituies democrticas. o Controle efetivo da inflao. o Criao de programas sociais. Luis Incio Lula da Silva (2002 2010) o Avano dos programas sociais. o Enfrenta escndalo do mensalo e corrupo. o Intenso crescimento do pas a partir da venda de produtos no industrializados/commodities. Dilma Rousseff (2010 -) o Criao de estrutura para eventos internacionais. o Possibilidade de volta da inflao. o Populao vai s ruas pedindo melhores condies de vida (sade, educao, saneamento etc.)