Histria do Brasil - Curso Invest do Brasil Perodo da Regncia no Brasil Imprio (1831-1840) 1) Situao poltica Depois da abdicao de Dom Pedro I, o poder poltico no Brasil ...

Download Histria do Brasil - Curso Invest  do Brasil Perodo da Regncia no Brasil Imprio (1831-1840) 1) Situao poltica Depois da abdicao de Dom Pedro I, o poder poltico no Brasil ...

Post on 18-Feb-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

  • Histria do Brasil

    Perodo da Regncia no Brasil Imprio (1831-1840)

    1) Situao poltica

    Depois da abdicao de Dom Pedro I, o poder poltico no Brasil ficou dividido em

    trs grupos diferentes que dominar a vida pblica brasileira ate 1834, ano da morte

    de Dom Pedro I.

    Grupo dos Restauradores Defendia a volta de Dom Pedro I ao governo do

    Brasil. Era composto por alguns militares e grandes comerciantes

    portugueses. Uma das principais figuras desse grupo foi Jos Bonifcio, tutor

    do prncipe Pedro de Alcntara.

    Grupo dos Moderados Defendia o regime monrquico, mas no estava

    disposto a aceitar um governo absolutista e autoritrio. Era favorvel a um

    poder no Rio de Janeiro e lutava para manter a unidade territorial do Brasil.

    Grupo dos Liberais Exaltados Defendia um maior poder administrativo para

    as Provncias. Era favorvel a uma descentralizao do poder e a mudana do

    regime monrquico para um regime republicano.

    2) Revoltas

    Por causa das disputas entre os trs grupos, a Regncia perde apoio poltico, abrindo

    espao para diversas revoltas por todo pas: Cabanagem (1832 Pernambuco),

    Cabanagem (1835 Par), Revolta dos Mals (1835 Bahia) Sabinada (1837

    Bahia), Balaida (1838-1841 Maranho) e Farroupilha (1835-1845 Rio Grande

    do Sul e Santa Catarina). Estes dois ltimos movimentos, a Balaida de carter

    popular, e a Farroupilha de cunho elitista, foram os de maior durao e chegaram a

    colocar em risco a unidade nacional com a proclamao das Repblicas Piratini e

    Juliana no sul do Brasil. Alm de interesses locais, como a questo do charque no

    Rio Grande do Sul, os movimentos tinham como grande motivao o desejo de

    maior autonomia provincial que foi concedido pelo Ato Adicional (1834) que criou

    os legislativos provinciais e fez outras concesses federalistas. Mas, estas

    concesses no foram suficientes para acabar com as revoltas que vo durar pelas

    duas etapas da Regncia: Trina e Una.

  • 3) Regncia Trina (1831-1835)

    Regncia Trina Provisria Devido a minoridade do herdeiro do trono( Dom

    Pedro II) para governar o Brasil, foram eleitos, provisoriamente os regentes

    Francisco de Lima e Silva, Jos Joaquim Carneiro de Campos e Nicolau Campos

    Vergueiro. Essa Regncia durou de abril a julho de 1931.

    Regncia Trina Permanente Governou mais de 4 anos e teve como membros:

    Francisco de Lima e Silva, Joo Brulio Muniz e Jos Costa Carvalho. Foi a

    regncia do perodo mais violento. O Padre Diogo Antnio Feij se projetou como

    defensor da ordem pblica atravs da criao da Guarda Nacional para combater as

    Revoltas. Jos Bonifcio, tutor de Dom Pedro II, foi substitudo pelo Marques de

    Itanham. O Ato Adicional de 1834 alterou a Constituio de 1824, pois

    transformou os Conselhos Gerais das Provncias em Assemblias Provinciais, criou

    o Distrito Federal; aboliu o Conselho do Estado; e transformou a Regncia Trina em

    Una.

    4) Regncia Una (1835-1840)

    Regncia Una de Feij (1835-1837) Era regente o Padre Diogo Antnio Feij.

    Entre as suas principais medidas, estavam a criao do Cdigo de Processo Criminal

    e a fundao do Colgio Pedro II. Mas, a Regncia tambm foi marcada pelas

    disputas entre Feij e Jos Bonifcio; e por problemas como excesso de funcionrios

    pblicos, ameaa de epidemias, a m situao da educao no pas; e a oposio do

    Congresso as Reformas (liberais x conservadores).

    Regncia Una de Arajo de Lima (1837-1840) Diante de tantos problemas, o

    Regente Feij renunciou em favor de Arajo de Lima. Mas, como no conseguiu pr

    um as revoltas, a sua regncia foi interrompida com a antecipao da maioridade de

    Dom Pedro que, com 14 anos de idade, foi coroado Imperador do Brasil e passou a

    usar o ttulo de Dom Pedro II.

Recommended

View more >