Histria - Pr-Vestibular Impacto - Mundo Medieval

Download Histria - Pr-Vestibular Impacto - Mundo Medieval

Post on 06-Jun-2015

3.482 views

Category:

Documents

12 download

TRANSCRIPT

JACKY30/01/08.

Frente: 01

Aula: 02

PROF: Vinicius/Nadson/SidonA Certeza de Vencer

O MUNDO MEDIEVALjustificava-se por conta da destruio sobre a civilizao clssica, durante a decadncia do mundo romano, ou, por conta de que supostamente seria uma poca em que no houveram manifestaes artsticas ou que outras formas de realizaes culturais praticamente no teriam existido. Devido a isso, o enfoque que normalmente se direciona ao termo medieval, caracteriza uma condio de sentido bastante depreciativo, entre o extremamente arcaico, ou demasiadamente atrasado, da ento as referncias sobre determinados elementos ditos como antiquados, ou rsticos, serem denominados por exclamaes como mas isso medieval!!. Na verdade, contrariamente ao que se pensou por muito tempo, o processo do perodo medieval, seria muito mais caracterizado como a etapa de formao de novas culturas e sociedade, em relao ao mundo anterior da poca antiga: novas formaes arquitetnicas, uma culturicidade e valores de religiosidade, prprios de sua realidade social seriam desenvolvidos, o que demonstrariam portanto sobre a falsa idia de que o perodo medieval seria ento uma idade de trevas. Reforando: no seu equvoco o termo erradamente denominado por Idade das Trevas, foi na verdade seno processo histrico que daria um novo nascimento do ocidente, ou tambm de igual maneira um perodo que resultaria na estruturao de bases sociais que resultariam na construo da sociedade europia como um todo. O chamado tempo dos castelos, dos cavaleiros e das lutas entre reinos distantes, senhores, reis e rainhas, prncipes e princesas, seriam elementos prprios desta poca, o que podemos chamar como sua marca registrada na histria, onde alm destes elementos, muitos outros mostrariam a riqueza de estudos sobre o mundo medieval. Vamos iniciar a este estudo? Ao final, voc poder julgar ento se este perodo foi ou no rico de cultura e diversidade social, at hoje ainda presente em nossos estudos de abordagem para entendimento das sociedades. 2. O PROCESSO MEDIEVAL: ORIGENS DA BASE DE FORMAO OCIDENTAL A poca tradicionalmente conhecida por Idade Mdia, abrangeu cerca de um milnio, perodo durante o qual um conjunto de caracteres mercantes e especficos, estabeleceu uma nova formao social, estruturando assim um novo perodo no mundo ocidental. Erradamente denominada de Idade das Trevas, foi na verdade seno o nascimento do ocidente, mas tambm de igual maneira estruturou a base de formulaes para a sociedade europia como um todo.

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

1. AS PRIMEIRAS NOES Nesta unidade iremos estudar um perodo bastante extenso da Histria, conhecido normalmente como Idade Mdia. Como ponto de partida, importante iniciar este material de estudo por meio de uma questo ou problematizao: o que medieval, ou o que foi o perodo medieval?

Uma Idade Mdia? No seu sentido inicial, a palavra mdia ou mdio, tem por significncia o elemento do meio, ou seja: se estaremos estudando o perodo da Idade Mdia ou medieval, ser o estudo do perodo que est no meio, isto , entre dois outros perodos. O perodo anterior ser o da Antigidade, estudado no ano anterior e o outro perodo, que ainda estudaremos este ano, o perodo moderno ou a poca da modernidade. Mas ainda assim, fica no ar, o mesmo questionamento: o que foi este perodo e porque esta denominao como medieval? Esta denominao como sendo a idade do meio explicada pelo fato de que a sociedade teve durante muito tempo, um conhecimento errado sobre o que seria a Idade Medieval. Pensou-se por muito tempo que os dez sculos que compreenderiam a poca medieval fossem mil anos de escurido, ou uma assim chamada idade das trevas:

FAO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

FUNDAMENTAL - 2008

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Em seus parmetros culturais, a chamada Idade Mdia, constituiu antes de tudo, uma poca de sntese enquanto estrutura de organizao social, poltica e econmica, onde ser estabelecido o entrelaamento da cultura greco-latina do perodo clssico com as sociedade dos povos de cultura brbara. O fenmeno latinizador na vasta regio ocidental, imposta pela civilizao do Imprio de Roma, iria entrar em estreito contato com os povos das regies do extremo norte e litoral do continente europeu, sob a denominao genrica de "brbaros" ( germnicos, eslavos e tambm orientais: varos, hunos, magiares, etc.). As Origens o princpio do perodo medieval, assinala-se inicialmente j por volta do contexto da crise do sc. III no mundo romano, com a ocorrncia de sua crise interna (anarquia e instabilidade poltica, guerras internas e a crise de escravismo), a qual corroborou para uma srie de pequenas incurses (invases) brbaras nos limites do mundo civilizado. 3. AS NOVAS FORMAES NO ESTADO CLSSICO

Haveria ento um clima de desinteresse em elaborar-se novas cidades, e de igual maneira uma prpria escassez populacional, gerada pelas guerras, fome e consequentemente a morte e epidemias, o que iria gerar uma retirada em massa para os campos rurais. Conforme as palavras de um Monge italiano que viveu por volta dos sculos IV e V, haveria um bom demonstrativo sobre o contato de mudanas da poca clssica para os tempos novos: (...) Os tempos so confusos para ns: Pode-se pensar em escrever sob golpes do inimigo, quando se verem devastados, diante de ns cidades e campos, guando preciso fugir atravs dos perigos do Mar e que o prprio exlio no vos coloca ao abrigo de toda a apreenso? Diante de nossos olhos (..) brbaros incendiaram Reggio. O estreito brao do mar que separa a Itlia da Siclia, era nossa nica proteo.(COURCELLE. P., Histria Literria das Grandes Invases Germnicas, Vozes, p.54).

Nesta poca da histria romana em transio, j se configuravam os primeiros contatos culturais entre os povos, quer fossem por via pacifica (assentamentos), ou de carter belicoso, com saques, pilhagens e destruio de origem brbara. O novo modelo de trabalho rural de igual maneira, a transio observada no mundo romano caracteriza-se por suas modificaes internas, como no uso do trabalho semi-livre (regime de colonato), assim como pela prpria decadncia poltica do imperador, consequenciando sua fragmentao do poder.

Outros elementos afora as transformaes que ocorreriam na regio ocidental do antigo mundo romano, na base europia, haveriam outras reas, que seriam tambm bons demonstrativos deste movimento de novas formaes sociais: haveria tambm de igual importncia uma histria bizantina e islmica, neste perodo medieval. Vamos saber o que seria? No extremo leste do decadente imprio, ainda haveria uma resistncia romana, muito mais grega do que latina, que seria redenominada por Imprio Bizantino (o antigo Imprio Romano do Oriente). De igual maneira, as fronteiras do oriente prximo que tambm seriam anteriormente provncias do domnio romano, ficariam durante a crise imperial, legadas a prprias sorte, retomando seus prprios caminhos, onde seriam reagrupadas pela formao islmica, sobre a sociedade dos povos rabes. O estudo sobre estas duas sociedades, ser nossa prxima etapa de conhecimentos para a Idade Mdia. COMETRIOS:

FAO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

FUNDAMENTAL - 2008

Tais transformaes se apresentariam no contexto da nova ruralizao da sociedade ocidental, consequenciando na reduo das atividades urbanas e mercantis ou artesanais do perodo romano. De igual maneira, a fragmentao poltica do Imprio, marcaria assim a pouca segurana e estabilidade para estas atividades, onde o grande ncleo das URBES sempre seriam os mais visados nas fases de anarquia e destruio.