história dos protestantes e evangélicos até o brasil

Download História dos Protestantes e Evangélicos até o Brasil

Post on 30-Oct-2014

16 views

Category:

Spiritual

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O conhecimento da História dos Protestantes e Evangélicos, até o Brasil, pode evitar erros para o futuro desse grupo Cristão.

TRANSCRIPT

  • 1. HISTRIA DA IGREJA CRISTContexto da Histria dos Evanglicos do Brasil Alguns Temas Importantes

2. Marcos 13:8 - 10 (8) - Porque se levantar nao contra nao, e reino contra reino, e haver terremotos em diversos lugares, e haver fomes e tribulaes. Estas coisas so os princpios das dores. (9) - Mas olhai por vs mesmos, porque vos entregaro aos conclios e s sinagogas; e sereis aoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. (10) - Mas importa que o evangelho seja primeiramente pregado entre todas as naes. 3. O Estopim da Reforma A experincia religiosa de Lutero. A eleio do sacro imperador romano (Alemanha). Arcebispo Alberto A escolha do arcebispo de Mainz (Alberto de Brandemburgo) A venda das indulgncias. 1517 (31/10) Pregou numa porta de igreja suas 95 Teses que expunham os erros do Igreja Catlica. Caixa de Coletas 4. A REFORMA Martinho Lutero (1483 1546) Salvao pela graa de Deus e f em Jesus, no por obras boas dos cristos (justificao pela f). 1520 foi excomungado pelo Papa Leo X. Rasgou em pblico a carta do Papa. 5. A REFORMA Lutero traduz a Bblia para a lngua alem. Cristos em todo o mundo (Europa) voltam a ler a Bblia. Expanso da Reforma. Seus seguidores fundam a Igreja Luterana 1529 o nome PROTESTANTES usado pela primeira vez. 6. A CONTRA-REFORMA Incio de Loyola (1491 1556) Monge de descendncia espanhola, devoto, paraltico devido a um acidente. Com habilidade iniciou uma contra ofensiva Reforma. Cria a Companhia de Jesus em 1534. Catolicismo reconquista terreno em lugares que tinha perdido (Educao). Conclio de Trento 1546 (Insero dos livros apcrifos no Velho Testamento) (Incremento da Inquisio) 7. A Reforma do Sculo XVI Movimento restaurador. Primariamente religiosa; dimenses polticas, econmicas e sociais. Origem das igrejas histricas do protestantismo. Quatro manifestaes principais: luteranismo, calvinismo, anabatismo e anglicanismo. 8. A Reforma Calvinista O segundo movimento de reforma surgiu na Sua. Seus primeiros lderes foram Ulrico Zunglio (Zurique) e Joo Calvino (Genebra). Esta segunda expresso histrica do protestantismo ficou conhecida como movimento reformado. 9. Joo Calvino Com a morte precoce de Zunglio, o movimento reformado passou liderana de Joo Calvino. 1509 - Calvino nasce em Noyon, no nordeste da Frana. Seus pais so Grard Cauvin e Jeanne Le Franc. 1523 - Estuda e humanidades e teologia em Paris. 10. CalvinoMartin Butzer 1538-41 - Calvino passa trs anos felizes em Estrasburgo: Pastoreia uma igreja de refugiados franceses. Participa de conferncias com o reformador Martin Butzer. Leciona na academia de Joo Sturm. Casa-se com Idelette de Bure. Escreve diversas obras. 11. Calvino Calvino e os pastores de Genebra 1541 - Calvino retorna a Genebra; Escreve as Ordenanas Eclesisticas. Enfrenta uma longa luta com os magistrados. 1559 - Torna-se cidado de Genebra, funda a Academia e publica a ltima edio das Institutas. 1564 - Morre no dia 27 de maio. 12. Fundamentos da Doutrina Calvinista Livro Sagrado: A Bblia a nica fonte de f. Salvao Humana: pela f em Deus. Predestinao Sacramentos: Eucaristia e Batismo Rito religioso: culto simples (lngua nacional) reas de influncia:Sua, Pases Baixos, parte da Frana (huguenotes), Inglaterra (puritanos), Esccia (presbiterianos). 13. Princpios Anabatistas Voltar ao ideal da igreja primitiva. Separao entre igreja e estado. Batismo de adultos, por imerso. Afastamento do mundo. Fraternidade e igualdade. Pacifismo: proibio de porte de armas e servio militar. Vida comunitria em colnias agrcolas. 14. A Reforma Anglicana Na Inglaterra, o rei Henrique VIII rompeu com o papado, aps este se recusar a cancelar o casamento do rei. Henrique VIII funda o anglicanismo e aumenta seu poder e suas posses, j que retirou da Igreja Catlica uma grande quantidade de terras. 15. Esposas de Henrique VIII 16. Esccia Luta contra os franceses Joo Knox x Maria Stuart Parlamento criou a Igreja da Esccia (presbiteriana) - 1559 17. Joo Knox 18. Os PresbiterianosJoo Knox No sculo XVII, os calvinistas ingleses e escoceses realizaram a Assemblia de Westminster. Os escoceses-irlandeses levaram o presbiterianismo e os padres de Westminster para os Estados Unidos. Simonton, um descendente de escoceses, trouxe o presbiterianismo para o Brasil. 19. Os Puritanos e Separatistas O Puritanismo foi o movimento que surgiu na Igreja Anglicana na segunda metade do sculo XVI e tentou levar a reforma desta Igreja alm das normas estabelecidas durante o perodo da Rainha Elizabeth I (1559). O puritanismo foi perseguido pelo o catolicismo e pelos que eram de idias reformistas - protestantes. A palavra puritanismo tambm utilizada como referncia a valores e atitudes caractersticos dos puritanos. Desta forma, os Separatistas (sculo XVI), os Quacres ou Sociedade de Amigos (sculo XVII) e os Noconformistas podem ser denominados puritanos mesmo sem fazer parte da Igreja oficial. 20. Os Congregacionais Movimento que adotou a forma de administrao eclesistica na qual cada igreja local autnoma. Originou-se no puritanismo ingls, especificamente nos puritanos que emigraram para a Nova Inglaterra no sculo XVII. Seus princpios essenciais so a existncia de uma igreja local constituda de uma assemblia, autoridade para eleger seus prprios lderes, obrigao das igrejas autnomas de trabalhar em conjunto e uma clara distino entre Igreja e Estado.Os Batistas O principal grupo separatista foi o Batista. Essa Igreja surgiu no comeo do sculo XVII na Holanda e na Inglaterra, sob a direo de John Smeth e Thomas Helwes, lderes separatistas ingleses da Igreja anglicana. Seus membros aceitavam os princpios bsicos da Reforma do sculo XVI, embora tenham acrescentado outras crenas e prticas, que incluam: o batismo, ministrado somente a adultos e por imerso; o sacerdcio universal do crente; a separao da igreja e o estado; e a autonomia das igrejas locais. Apesar dos batistas adotarem algumas das crenas religiosas dos anabatistas, nunca existiu uma verdadeira conexo entre estes dois grupos. 21. JOHN WESLEY (1703 1791) Evangelista e Telogo Ingls. Fundou, na Universidade de Oxford, com seu irmo Charles, o Holy Club cujos membros deviam cumprir, com rigor e mtodo, os preceitos e as prticas religiosas, entre elas, visitar prisioneiros e confortar enfermos. Por este motivo, foram chamados, ironicamente, de metodistas pelos companheiros de universidade. 22. A Escola Dominical e Robert Raikes (1735-1811) Embora existissem algumas salas de aula nas igrejas Puritanas na Inglaterra, o incio da Escola Dominical atual atribudo ao jornalista episcopal Robert Raikes. Em Gloucester, Sul da Inglaterra, onde ele vivia, a delinqncia infantil era um problema que parecia insolvel. Menores trabalhavam em minas de carvo de segunda a sbado, tinham pouca ou nenhuma escolaridade, comportavam-se mal e envolviam-se em todo tipo de delitos e confuses. O Sr Raikes comeou convidar os pequenos transgressores para que se reunissem todos os domingos para aprender a Palavra de Deus. Juntamente com o ensino religioso, aprendiam disciplinas seculares: matemtica, histria e a lngua materna o ingls. No dia 3 de novembro de 1783, aproveitando-se da sua posio como proprietrio do jornal Gloucester Journal, o Sr. Raikes publicou o resultado do seu trabalho de orao, observaes e experimentos, contribuindo para a divulgao e propagao da Escola Dominical. Escola Dominical do nosso tempo 23. Nomes importantes em Misses Guilherme Carey - 1792 Motivou a formao de muitas agncias missionrias. Hudson Taylor (1832-1905) - pioneiro nas misses de f. Organizou a Misso para o Interior da China. Identificou a necessidade de se identificar culturalmente com o povo. Adoniran Judson (1788 - 1850) - Missionrio nas ndia e na Birmnia. Robert Moffat (1795 - 1883) - Pioneiro em misses na frica do Sul. David Livingstone (1813 - 1873) - Um dos mais famosos missionrios ao interior da frica. Robert Morrison (1782 - 1834) - Na China, foi o primeiro a traduzir a Bblia para Chins. John Paton (1824 - 1907) - Desenvolveu um belssimo trabalho nas Ilhas do Pacfico. 24. EVANGLICOS NO BRASIL Jesutas Misses Catlicas (Sc. XVI) Perseguies Catolicismo: quase unnime at final sculo XIX. Brasil Imprio (sc. XIX): Imigrantes alemes, holandeses, franceses, trouxeram as denominaes protestantes (Luteranos, Anglicanos etc). Final do sc. XIX: Metodistas, Congregacionais, Presbiterianos, Batistas Sc. XX (incio): Igrejas evanglicas pentecostais e depois neo-pentecostais. 25. Pentecostalismo Brasileiro No Brasil, o Pentecostalismo chegou em 1910-1911, com a vinda de missionrios originrios da Amrica do Norte: Louis Francescon, que dedicou seu trabalho entre as colnias italianas no Sul e Sudeste do Brasil, originando a Congregao Crist no Brasil; Daniel Berg e Gunnar Vingren, que inciaram suas misses na Amaznia e Nordeste, dando origem s Assemblias de Deus. O movimento pentecostal pode ser dividido em trs ondas: - A primeira, chamada pentecostalismo clssico, abrangeu o perodo de 1910 a 1950 (Congregao Crist no Brasil, Assemblia de Deus Igreja de Cristo no Brasil); - A segunda onda comeou a surgir na dcada de 1950, quando chegaram a So Paulo dois missionrios norte-americanos da International Church of The Foursquare Gospel. Na capital paulista, eles criaram a Cruzada Nacional de Evangelizao e, centrados na cura divina (Igreja do Evangelho Quadrangular. No seu rastro, surgiram O Brasil para Cristo, Igreja Pentecostal Deus Amor, Casa da Bno, Igreja Unida - So Paulo, 1963 - e diversas outras). 26. Pentecostalismo Brasileiro Cont. - A terceira onda, a neopentecostal, teve incio na segunda metade dos anos 70. Fundadas por brasileiros, a Igreja Universal do Reino de Deus (Rio de Janeiro, 1977), a Comunidade Evanglica Sara Nossa Terra (Braslia, 1992) e a Renascer em Cristo (So Paulo, 1986) Igreja Novo Destino (Belo Horizonte 2006) esto entre as principais. - Utilizam intensamente a m