hipertensão arterial no idoso fatores dificultadores para a adesão ao tratamento medicamentoso

Download Hipertensão arterial no idoso   fatores dificultadores para a adesão ao tratamento medicamentoso

If you can't read please download the document

Post on 02-Nov-2014

8 views

Category:

Health & Medicine

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

TRANSCRIPT

  • 1. Andr de Oliveira DantasHIPERTENSO ARTERIAL NO IDOSO: FATORESDIFICULTADORES PARA A ADESO AOTRATAMENTO MEDICAMENTOSOTrabalho de Concluso de Curso apresentado ao Curso deEspecializao em Ateno Bsica em Sade da Famlia,Universidade Federal de Minas Gerais, para obteno doCertificado de Especialista.Orientador: Prof. Eulita Maria BarcelosTEOFILO OTONI2011

2. Andr de Oliveira DantasHIPERTENSO ARTERIAL NO IDOSO: FATORESDIFICULTADORES PARA A ADESO AOTRATAMENTO MEDICAMENTOSOTrabalho de Concluso de Curso apresentado ao Curso deEspecializao em Ateno Bsica em Sade da Famlia,Universidade Federal de Minas Gerais, para obteno doCertificado de Especialista..Orientador: Prof. : Eulita Maria BarcelosBanca ExaminadoraProf: Eulita Maria BarcelosProf. Ktia Ferreira Costa CamposAprovado em Belo Horizonte: 12/07/2011 3. Dedico este trabalho primeiramente a Deus, poissem Ele, nada seria possvel. A minha famliapelo apoio incondicional e pacincia nosmomentos de ausncia. Aos mestres pela direo,conselhos e incentivo nesta trajetria. 4. AGRADECIMENTOSAgradeo aos meus pais Nelson Dantas (in memorian) e Marly, pois sem o incentivo, apoioe conselhos deles, no estaria aqui neste momento, e cada passo que subo no degrau da vida,devo a eles por terem sido um grande exemplo de perseverana, mesmo em momentos degrandes dificuldades e provaes, a eles agradeo quem sou hoje.Agradeo a minha esposa, por sua compreenso; ao meu filho, que mesmo na inocncia dasua infncia, fez o que pde para ter pacincia, enquanto o papai ficava horas na frente docomputador sem ter tempo para brincar com ele.Enfim agradeo a todos que direta e indiretamente contriburam para que eu pudesse realizareste trabalho. 5. RESUMOAs doenas cardiovasculares so a principal causa de mortalidade no Brasil e ahipertenso arterial est entre os seus principais fatores de risco. A hipertenso arterialsistmica um problema de sade pblica cujo controle, de forma continuada, visapreveno de alterao irreversveis no organismo e relacionadas a morbimortalidadecardiovascular. O controle da presso arterial sistmica est diretamente relacionado ao graude adeso do paciente ao tratamento. A no-adeso a teraputica medicamentosa uma dasprincipais causas das baixas taxas de controle da hipertenso e constitui um dos maisimportantes problemas enfrentados pelos profissionais que atuam na ateno primria. Oobjetivo deste trabalho foi identificar os fatores que influenciam na adeso ao tratamento dahipertenso arterial em pacientes idosos hipertensos. Foi realizada uma reviso de literatura-tipo narrativa, considerando um recorte temporal os ltimos 10 anos (2001-2011) para aspublicaes no idioma portugus e ingls. Feito um levantamento na base de dados, daLiteratura Latino-Americana e do Caribe em Cincias da Sade LILACs e tambm noScientific Electronic Library Online SCIELO, alm dos manuais do Ministrio da Sade eda Secretaria Estadual de Sade, de Minas Gerais e tambm no banco de informaes doDATA-SUS. Os resultados apontaram que os principais fatores que dificultam a adeso aotratamento anti-hipertensivo esto na falta de poder aquisitivo para adquirir osmedicamentos, efeitos colaterais causados pela medicao, sedentarismo, falta de dietaequilibrada, etilismo, tabagismo, fatores emocionais, deficincias fsicas e mentais,abandono familiar. Estes fatores sozinhos ou associados desestimulam ou dificultam otratamento correto principalmente dos idosos hipertensos.Palavras-chave: hipertenso arterial sistmica (HAS), tratamento anti-hipertensivo, adesoao tratamento anti-hipertensivo, no adeso ao tratamento, idosos. 6. ABSTRACTCardiovascular diseases are the leading cause of death in Brazil and hypertension areamong its main risk factors. Hypertension is a public health problem whose control,continuously aims to prevent irreversible changes in the body and related to cardiovascularmorbidity and mortality. The control of blood pressure is directly related to the degree ofadherence to treatment. Non-adherence to drug therapy is a major cause of low rates ofhypertension control and is one of the most important problems faced by professionalsworking in primary care. The objective of this study was to identify factors that influenceadherence to treatment of hypertension in elderly hypertensive patients. We performed aliterature review-type narrative, considering a time frame the last 10 years (2001-2011) forpublications in English and Portuguese. A survey in the database of the Latin American andCaribbean Health Sciences - Lilacs and also in the Scientific Electronic Library Online -SciELO, in addition to the manuals of the Ministry of Health and State Health Secretariat ofMinas Gerais and also in the information bank of DATA-SUS. The results showed that themain factors that hinder adherence to antihypertensive treatment are the lack of purchasingpower to acquire the drugs, side effects caused by medications, inactivity, poor diet,alcoholism, smoking, emotional, and physical disabilities mental, family abandonment.These factors alone or associated discourage or hinder the correct treatment of the mainlyelderly hypertensives.Key Words: high blood pressure (HBP), anti-hypertensive treatment, adherence toantihypertensive treatment, Not adherence to treatment, the Elderly. 7. SUMRIO1 INTRODUO ........................................................................................................... 92 OBJETIVO .................................................................................................................113 ABORDAGEM METODOLGICA........................................................................124 REVISO DE LITERATURA................................................................................. 144.1 Hipertenso Arterial no Idoso ...................................................................................144.2 Fatores de risco..........................................................................................................164.3 Tratamento da Hipertenso........................................................................................194.4 Dificuldade de adeso do Idoso ao tratamento para Hipertenso Arterial ................214.5 Fatores interferentes na adeso ao tratamento da Hipertenso a Arterial .................225 CONSIDERAES FINAIS.................................................................................... 25REFERNCIA.............................................................................................................. 27 8. 81 INTRODUOA hipertenso arterial um dos grandes problemas de sade pblica no Brasil e nomundo. O Brasil possui aproximadamente cerca de 17 milhes de portadores de hipertensoarterial, isto significa que 35% da populao de 40 anos e mais so hipertensos ( BRASIL,2006).Esta patologia crnica, no transmissvel, de incio silencioso com repercussesclnicas importantes para os sistemas cardiovasculares e renovasculares, acompanhadosfreqentemente de co-morbidades de grande impacto para os indicadores de sade dapopulao (MINAS GERAIS, 2006).Conforme Lessa (2001) a hipertenso arterial uma doena basicamente detectvelpor meio da medida da presso arterial. Essa doena se tornou um grave problema de sadepblica no Brasil devido s dimenses que tomou.Reforando Robbins & Cotran, (2000) abordam que a hipertenso arterial sistmica(HAS) pode evoluir para complicaes nos sistemas cardiovascular, renal e vascular, como:insuficincia renal, acidente vascular enceflico, infarto do miocrdio e insuficincia cardaca.Para complicar ainda mais a situao, importante lembrar que um grande contingente depacientes hipertensos tambm apresenta outras co-morbidades, como diabete, dislipidemia eobesidade.Essas complicaes podem ocorrer principalmente pela no utilizao ou utilizaoinadequada da medicao.Segundo Busnello (2001) a no adeso ao tratamento proposto pode resultar emgrande prejuzo a sade do paciente, seqelas irreparveis e at mesmo a morte.De modo geral a no-adeso ao tratamento da hipertenso arterial um dos maiores emais importantes problemas enfrentados pelos profissionais de sade que atuam na atenoprimria. Em particular quando se trata da pessoa idosa, segundo Schroeter et al, (2007), aprevalncia da hipertenso aumenta com a idade e sua magnitude depende dos aspectosbiolgicos, do estilo de vida predominante em cada uma delas, do ambiente fsico epsicossocial.Rouquayrol (1994) citado por Arajo & Garcia, (2006) abordam que dentre outrasconseqncias do envelhecimento da populao, a mais preocupante o significativo aumentoda carga de doenas cardiovasculares, que constituem as causas mais freqentes de bito dapopulao idosa. A hipertenso arterial sistmica (HAS) ocupa lugar de destaque no contextoda transio epidemiolgica que vem ocorrendo no Brasil a partir da dcada de 1960 do 9. 9sculo passado. O cenrio epidemiolgico brasileiro demonstra uma transio: as doenasinfecciosas que eram responsveis por 46% das mortes em 1930, em 2003 respondem porapenas 5% da mortalidade, dando lugar s doenas cardiovasculares, aos cnceres, aosacidentes e a violncia (MINAS GERAIS, 2006). sabido que o idoso consome mais servios de sade, as internaes so freqentes emais longas quando comparada a outras faixas etrias. De modo geral, as enfermidades dosidosos so crnicas e mltiplas, persistem por vrios anos, exigem acompanhamento mdico ede equipes multidisciplinares. Os servios de sade, por sua vez, possuem importncia crucialpara a reduo das doenas crnicas e de suas complicaes.Essa faixa etria merece uma preocupao maior e mais intensiva dos profissionais desade devido o aparecimento de doenas degenerativas e at mesmo mentais, sendo assim ahipertenso arterial pode surgir como um fator complicador, reduzindo drasticamente aqualidade de vida deste indivduos (LIMA; BARRETO; GIATTI, 2003).Diante destas questes proponho desenvolver uma reviso de literatura para que sejamlevantados os fatores que dificultam a adeso ao tratamento medicamentoso da hipertensoarterial pelos idosos, pois este um grande problem

Recommended

View more >