guia do consumidor bancrio - bcv.cv .guia do consumidor bancrio guia do consumidor bancrio

Download GUIA DO CONSUMIDOR BANCRIO - bcv.cv .Guia do Consumidor Bancrio Guia do Consumidor Bancrio

Post on 11-Nov-2018

231 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Banco de Cabo Verde

    CADERNOS DO BANCO DE CABO VERDE

    GUIA DO CONSUMIDOR BANCRIO

  • Banco de Cabo Verde

    Guia do Consumidor Bancrio

    Banco de Cabo VerdePraia - 2012

  • Guia do Consumidor BancrioGuia do Consumidor Bancrio

    Ficha Tcnica

    Ttulo: Guia do Consumidor Bancrio

    Autor: Banco de Cabo VerdeEditor: Banco de Cabo Verde

    Av. Amlcar Cabral, n 27C.P. 101 - Praia - Cabo VerdeTel: (+238) 260 70 00 - Fax: (+238) 261 44 47

    Coleco: Cadernos de Educao Financeira

    Srie: Consumidor, n 1/2012Paginao e ilustrao: Banco de Cabo VerdeImpresso: Tipografia Santos, Lda

    Tiragem: 1000 exemplares

  • Guia do Consumidor Bancrio 3Guia do Consumidor Bancrio

    NDICE

    INTRODUO ..............................................................................................................................5

    CAPTULO I - QUESTES GERAIS ..........................................................................................71. Noo de consumidor ..............................................................................................................72. De que direitos goza o consumidor nacional? ......................................................................73. O que o direito qualidade dos bens e servios? ..............................................................84. O que o direito proteco da sade e da segurana fsica? ...........................................85. O que o direito formao e educao? ..........................................................................96. O que so o direito informao e o dever de informar? ...................................................97. O que o dever de comunicao por parte das empresas de monoplio ou exclusivo? ........108. O que o direito proteco dos interesses econmicos? ...............................................109. O que o direito reparao de danos? ..............................................................................1210. O que o direito de participao por via representativa? ...............................................1211. O que o direito do consumidor publicidade que no atente contra os

    seus direitos? ........................................................................................................................12

    CAPTULO II - DEVER DE INFORMAO A PRESTAR PELAS INSTITUIESDE CRDITO E PARABANCRIAS CLIENTELA ...............................13

    1. O que so instituies de crdito? ........................................................................................132. O que so instituies parabancrias? .................................................................................143. A que dever de informao esto vinculadas as instituies de crdito e

    parabancrias relativamente sua clientela? ......................................................................144. Com que fundamento feita a cobrana das comisses pelas instituies de crdito? ....16

  • Guia do Consumidor Bancrio

    CAPTULO III - CONTAS DE DEPSITOS ...........................................................................17 1. Quais as modalidades de depsitos possveis? ...................................................................172. Quem pode abrir uma conta de depsito? ..........................................................................183. Quais os deveres que recaem sobre as instituies de crdito relativamente

    abertura de contas de depsito? ...........................................................................................194. Outros deveres das instituies de crdito? ........................................................................215. Quais os deveres de informao do titular da conta? ........................................................226. Existe algum limite movimentao da conta? .................................................................237. Em que consistem as contas especiais emigrante? .............................................................238. Qual o objectivo da conta emigrante? .................................................................................26

    CAPTULO IV - CRDITO HABITAO ..........................................................................271. Qual o significado da expresso crdito habitao? .....................................................272. Que tipos de regime de crdito habitao existem? ........................................................273. Que instituies podem conceder o crdito habitao? ....................................................284. Existe a possibilidade do crdito ser amortizado antecipadamente? ..............................295. necessria a prestao de alguma garantia para a obteno do emprstimo? ............306. Como se determina a taxa de juro aplicvel a cada emprstimo? ....................................307. Quais as regras para o crdito bonificado? .........................................................................318. Existem outras proibies a considerar no regime de crdito bonificado? ....................329. A que outros deveres se encontra vinculado o muturio? ................................................3210. Quais as especificidades para o crdito jovem bonificado? ............................................3311. O beneficirio poder mudar o seu regime de crdito durante a vigncia do mesmo? ......33

    CAPTULO V - CARTES BANCRIOS ...............................................................................351. O que so cartes bancrios? ................................................................................................352. De que tipo podem ser os cartes bancrios? ....................................................................353. Quais as regras a que devem obedecer os contratos referentes a cartes bancrios? ....364. Qual o contedo obrigatrio que deve constar dos contratos? ........................................375. Quais so os deveres do titular do carto? ..........................................................................38

    LEGISLAO ...............................................................................................................................41

    Caderno do Consumidor Bancrio4

  • Caderno1

    Guia do Consumidor Bancrio 5

    INTRODUO

    Inserido nos cadernos de educao financeira do Banco de Cabo Verde, o Guia do Consumidor Bancrio visa munir o consumidor que pretenda aceder a produtos e servios bancrios de uma ferramenta que, com total transparn-cia, o apoie na compreenso e escolha consciente do que se prope contratar.

    Pretende-se que este seja um instrumento que ajude na di-minuio da iliteracia financeira, levando a que os consu-midores se sintam mais protegidos pelo conhecimento que advm das regras que disciplinam o produto ou servio bancrio pretendido e que estejam subjacentes sua con-tratao.

    Neste pressuposto, entendeu-se por bem abordar inicial-mente os direitos que, em geral, assistem a qualquer con-sumidor, incidindo, seguidamente, sobre as questes colo-cadas e as respostas dadas sobre as reas que tm suscitado maiores dvidas no quotidiano bancrio por parte dos con-sumidores, designadamente, abertura de contas de depsi-tos, direito informao, cobrana de comisses, cartes de dbito e de crdito e crdito habitao.

    O presente instrumento no pretende ser definitivo, tendo em conta que se ancora nas disposies legais e regulamen-tares existentes at ao momento no ordenamento jurdico nacional, as quais acompanharo as mudanas que podero surgir no mercado financeiro.

  • Guia do Consumidor Bancrio

  • Caderno1

    Guia do Consumidor Bancrio 7

    CAPTULO I - QUESTES GERAIS

    1. Noo de consumidor

    O que o consumidor?

    De acordo com o artigo 2 da Lei do consumidor1, consumidor todo aquele a quem sejam fornecidos bens, prestados servios ou transmitidos quaisquer direitos, destinados ao uso no profissional por pessoa que exera com carcter profissional uma actividade econmica.

    2. De que direitos goza o con-sumidor nacional?

    A nossa lei fundamental, a Constituio da Repblica2, salvaguarda, entre os direitos e deveres econmicos, sociais e culturais, os seguintes direitos do consumidor:

    qualidade dos bens e serviosconsumidos;

    adequadainformao;

    1 Lei n 88/V/98 de 31 de Dezembro, que aprova o regime jurdico de proteco e defesa dos consumidores, definindo as funes do Estado e das autarquias locais, os direitos dos consumidores e a interveno das associaes de consumidores.

    2 Lei Constitucional n 1/VII/2010, de 3 de Maio.

  • Caderno1

    Guia do Consumidor BancrioGuia do Consumidor Bancrio8

    protecodasade,daseguranaedosseusinteresseseconmicos;

    reparaodosdanossofridospelaviolaodetaisdireitos.

    A estes direitos, acrescem outros enumerados na Lei do consumidor, encontrando-se o contedo de cada um den-sificado nas normas desta lei.

    3. O que o direito qualidade dos bens e servios?

    Significa que os bens e servios destinados ao consumo de-vem estar aptos a satisfazer os fins e as necessidades a que destinam e produzir efeitos que se lhes atribui, segundo as normas normalmente estabelecidas ou, na falta delas, de modo adequado s legtimas expectativas do consumidor.

    Garantias:

    Garantia de bom funcionamento de bens mveis: 1 anoGarantia nos imveis: 5 anosO decurso do prazo de garantia suspende-se durante o perodo de tempo em que o consumidor se achar pri-vado do uso dos bens, em virtude das operaes de reparaes resultantes de defeitos originrios.

    4. O que o direito proteco da sade e da se-gurana fsica?

    Este direito traduz-se na proibio do fornecimento de bens ou prestao de servios que, em condies de uso normal previsvel, incluindo a durao, impliquem riscos incom-

  • Caderno1

    Guia do Consumidor Bancrio 9

    pat