Guia de redução de despesas em - ?· prática oxigena o cérebro e ajuda a manter o foco, a concentração…

Download Guia de redução de despesas em - ?· prática oxigena o cérebro e ajuda a manter o foco, a concentração…

Post on 27-Jul-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Por onde comear? Como avaliar quais so os custos que podem ser reduzidos em minha empresa? So muitas as questes que rondam o pensamento dos empreendedores nesse momento. Entretanto, tem uma palavra que fundamental para conseguir reduzir custos e tomar decises mais acertadas: planejamento. E aqui vale citar Peter Drucker, um dos papas da economia: o planejamento no uma tentativa de predizer o que vai acontecer. O planejamento um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e aes sero necessrios hoje, para merecermos um futuro. O produto final do planejamento no a informao: sempre o trabalho.

    Se a frase vale em perodos de bonana, ela tem ainda mais valor em perodos de crise. Planejar todos os prximos passos em alinhamento ao objetivo estratgico da empresa fator decisivo para o sucesso. E apesar da ansiedade que a crise gera, impulsionando uma vontade de agir impulsivamente, vale respirar fundo e seguir alguns passos:

    1) Medite. Sim, isso mesmo o que voc leu: medite. Arranje tempo para focar sua ateno em si mesmo. Dez minutos dirios bastam. A prtica oxigena o crebro e ajuda a manter o foco, a concentrao e a disciplina. E, por consequncia, leva a aes mais acertadas e serenas.

    2) Analise. Avalie minuciosamente todas as despesas atuais. Identifique em quais aspectos a crise mais te atinge. Reorganize os gastos em categorias como: Gastos Necessrios, Gastos a Negociar e Gastos Suprfluos. Depois de feita a seleo, comece cortando imediatamente todos os suprfluos. Em seguida, parta para a negociao de gastos que podem ser enxugados. Por fim, pense mais a respeito dos gastos necessrios e questione-se se so imperativos ou se tambm podem entrar na categoria de Gastos a Negociar.

    Guia de reduo de despesas em

    Avalie se possvel negociar valores e prazos de pagamentos com fornecedores. Com frequncia, em tempos de crise, reavaliamos os valores das nossas atitudes, tanto em termos financeiros quanto em termos de propsito e objetivos e identificamos oportunidades que sem a presso do momento passem despercebidas. Vale checar as melhores fontes de rendimento de sua empresa e traar estratgias para aumentar esses ganhos. Cabe ainda rever o enquadramento tributrio e ter certeza se no possvel se encaixar em um regime com alquotas menores. Tambm verifique se possvel otimizar recursos, fazendo mais com menos.

    3) Motive: aposte na sua equipe para encontrar solues criativas tanto para reduzir custos quanto para identificar novas oportunidades de receitas. Realize campanhas motivacionais para manter o clima da empresa o mais leve possvel e o nvel de produtividade mais alto. D abertura para que sua equipe se comunique abertamente com os lderes e para que tenham liberdade para propor ideias sem medo. Tambm procure educar seus colaboradores para as vantagens de se fazer mais com menos.

    4) Inove: pequenas mudanas so capazes de gerar grandes resultados. Identifique no dia a dia quais produtos, servios ou processos podem ser aprimorados. Oua os clientes para tentar descobrir alguma brecha de necessidade que possa ser melhorada ou mesmo suprida com pequenas adequaes em seus servios/produtos.

    5) Questione: fazer as perguntas certas pode ser metade do caminho andado para encontrar uma soluo. Questione-se o tempo todo se a empresa est fazendo tudo o que possvel para enfrentar a crise e se manter firme e em rota de crescimento. Pergunte-se diariamente se h algo mais que possvel ser feito, tentando antecipar as possveis consequncias de cada deciso. Pondere sobre as melhores opes de ao que surgirem dessa reflexo. E coloque em ao!

    6) Agilize: siga todos os passos acima, mas faa rapidamente. A teoria da evoluo das espcies de Charles Darwin pode se aplicar para ambientes de negcios em tempos de crise: sobrevivem os que se adaptarem mais rapidamente e no necessariamente os melhores ou mais fortes. Nesse aspecto, pequenas empresas tendem a ser beneficiadas pela capacidade de se reorganizarem com mais agilidade do que as grandes. Aproveite-se dessa adaptabilidade e saia na frente.

    7) Divulgue: faa uso de ferramentas gratuitas disposio de qualquer empreendedor, como as redes sociais e divulgue seu trabalho. O marketing de permisso, no qual as empresas se relacionam com o cliente por meio da publicao de contedos de interesse, uma tima forma de se relacionar melhor com seu consumidor. E laos mais fortes tendem a resultar em vendas.

  • IntroduoAntes de qualquer coisa, muito obrigado por baixar este e-book! Ele parte de uma srie chamada "Enfrentando a crise", repleta de conhecimento para o empreendedor. E um guia para mostrar como microempresas e empresas de pequeno porte podem cortar custos em tempos de crise.

    Sim, parece que crise o sentimento atual da nao. Ela o assunto que domina as conversas, de elevadores a reunies de negcios. Se ela to crtica assim ou no, no ser nesse e-book que trataremos. Aqui ns entregaremos a voc algumas medidas possveis para qualquer empresrio e que podem (e devem) ser adotadas em todas as pocas, incluindo as crticas!

    Contudo, inegvel que o Brasil passa por um perodo de taxas altas de juros e inflao, aumento da dvida pblica, PIB em queda e constante crescimento da taxa de desemprego. Mas crise tambm pode ser um sinnimo de oportunidade, de olhar para fora da caixa, agir alm da zona de conforto e, assim, encontrar solues mais criativas e que at ento andavam escondidas em ponto cego.

    Boa leitura!

    Por onde comear? Como avaliar quais so os custos que podem ser reduzidos em minha empresa? So muitas as questes que rondam o pensamento dos empreendedores nesse momento. Entretanto, tem uma palavra que fundamental para conseguir reduzir custos e tomar decises mais acertadas: planejamento. E aqui vale citar Peter Drucker, um dos papas da economia: o planejamento no uma tentativa de predizer o que vai acontecer. O planejamento um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e aes sero necessrios hoje, para merecermos um futuro. O produto final do planejamento no a informao: sempre o trabalho.

    Se a frase vale em perodos de bonana, ela tem ainda mais valor em perodos de crise. Planejar todos os prximos passos em alinhamento ao objetivo estratgico da empresa fator decisivo para o sucesso. E apesar da ansiedade que a crise gera, impulsionando uma vontade de agir impulsivamente, vale respirar fundo e seguir alguns passos:

    1) Medite. Sim, isso mesmo o que voc leu: medite. Arranje tempo para focar sua ateno em si mesmo. Dez minutos dirios bastam. A prtica oxigena o crebro e ajuda a manter o foco, a concentrao e a disciplina. E, por consequncia, leva a aes mais acertadas e serenas.

    2) Analise. Avalie minuciosamente todas as despesas atuais. Identifique em quais aspectos a crise mais te atinge. Reorganize os gastos em categorias como: Gastos Necessrios, Gastos a Negociar e Gastos Suprfluos. Depois de feita a seleo, comece cortando imediatamente todos os suprfluos. Em seguida, parta para a negociao de gastos que podem ser enxugados. Por fim, pense mais a respeito dos gastos necessrios e questione-se se so imperativos ou se tambm podem entrar na categoria de Gastos a Negociar.

    Avalie se possvel negociar valores e prazos de pagamentos com fornecedores. Com frequncia, em tempos de crise, reavaliamos os valores das nossas atitudes, tanto em termos financeiros quanto em termos de propsito e objetivos e identificamos oportunidades que sem a presso do momento passem despercebidas. Vale checar as melhores fontes de rendimento de sua empresa e traar estratgias para aumentar esses ganhos. Cabe ainda rever o enquadramento tributrio e ter certeza se no possvel se encaixar em um regime com alquotas menores. Tambm verifique se possvel otimizar recursos, fazendo mais com menos.

    3) Motive: aposte na sua equipe para encontrar solues criativas tanto para reduzir custos quanto para identificar novas oportunidades de receitas. Realize campanhas motivacionais para manter o clima da empresa o mais leve possvel e o nvel de produtividade mais alto. D abertura para que sua equipe se comunique abertamente com os lderes e para que tenham liberdade para propor ideias sem medo. Tambm procure educar seus colaboradores para as vantagens de se fazer mais com menos.

    4) Inove: pequenas mudanas so capazes de gerar grandes resultados. Identifique no dia a dia quais produtos, servios ou processos podem ser aprimorados. Oua os clientes para tentar descobrir alguma brecha de necessidade que possa ser melhorada ou mesmo suprida com pequenas adequaes em seus servios/produtos.

    5) Questione: fazer as perguntas certas pode ser metade do caminho andado para encontrar uma soluo. Questione-se o tempo todo se a empresa est fazendo tudo o que possvel para enfrentar a crise e se manter firme e em rota de crescimento. Pergunte-se diariamente se h algo mais que possvel ser feito, tentando antecipar as possveis consequncias de cada deciso. Pondere sobre as melhores opes de ao que surgirem dessa reflexo. E coloque em ao!

    6) Agilize: siga todos os passos acima, mas faa rapidamente. A teoria da evoluo das espcies de Charles Darwin pode se aplicar para ambientes de negcios em tempos de crise: sobrevivem os que se adaptarem mais rapidamente e no necessariamente os melhores ou mais fortes. Nesse aspecto, pequenas empresas tendem a ser beneficiadas pela capacidade de se reorganizarem com mais agilidade do que as grandes. Aproveite-se dessa adaptabilidade e saia na frente.

    7) Divulgue: faa uso de ferramentas gratuitas disposio de qualquer empreendedor, como as redes sociais e divulgue seu trabalho. O marketing de permisso, no qual as empresas se relacionam com o cliente por meio da publicao de contedos de interesse, uma tima forma de se relacionar melhor com seu consumidor. E laos mais fortes tendem a resultar em vendas.

  • Muitos so os impactos de uma crise, que nada