guia de-elaboracao-de-itens

Download Guia de-elaboracao-de-itens

Post on 23-Jun-2015

3.159 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. de Questes e Itens de Mltipla Escolha

2. Governador Acio Neves da Cunha Secretria de Estado de Educao Vanessa Guimares PintoSecretrio Adjunto da EducaoJoo Antnio Filocre SaraivaChefe de Gabinete Felipe Estbili MoraesSubsecretria de InformaesSnia Andere Cruz e Tecnologias EducacionaisSuperintendncia de Informaes EducacionaisJuliana de Lucena Ruas Riani Diretoria de Avaliao Educacional Maria Inez Barroso Simes 3. Diretoria de Avaliao EducacionalEquipe Tcnica Amazlis Letcia Drumond Lage Ana Silvria Nascimento Bicalho Carmelita Antnia Pereira Edgard Pedroso Andrade Elza Soares de Couto Geralda Lcia Freire Jardim Gislaine Aparecida da Conceio Maria Guadalupe Cordeiro Snia Maria de Jesus Cavedini Suely da Piedade AlvesConsultora Lcia Alves Faria Mattos ColaboradoraLina Ktia Mesquita Oliveira 4. SumrioApresentao41. Provas e Testes de mltipla escolha52. Estrutura de questes de mltipla escolha73. Formulao de questes de mltipla escolha 84. Seleo de suporte de referncia 95. Etapas na elaborao de questes106. Reviso de questes 127. Tipos de questes objetivas de mltipla escolha 14 7.1 Questo de resposta nica 15 7.2 Questo de afirmao incompleta 16 7.3 Questo de resposta mltipla17 7.4 Questo de foco negativo18 7.5 Questo de assero e razo 19 7.6 Questo de lacuna 20 7.7 Questo de interpretao21 7.8 Questo de associao 23 7.9 Questo de ordenao ou seriao24 7.10 Questo de alternativas constantes 248. Elaborao de questes objetivas de mltipla escolha25 8.1 Recomendaes tcnicas25 8.2 Recomendaes pedaggicas 27 8.3 Recomendaes de Lngua Portuguesa279. Digitao e diagramao 2910. Exemplo de elaborao de questo de mltipla escolha 3011. Roteiro para anlise da qualidade de questes323 5. APRESENTAOEste primeiro guia de Orientaes para Elaborao e Reviso de Itens eQuestes de Mltipla Escolha tem como principal objetivo colaborar com osprofessores em suas atividades docentes, de construo de instrumentos para aavaliao da aprendizagem escolar, ou seja, a avaliao daquelasaprendizagens pelas quais a escola responsvel.A elaborao de itens e questes no se restringe, entretanto, avaliao daaprendizagem escolar, mas aplica-se s diversas modalidades e tipos deavaliao, como os processos seletivos (vestibulares e concursos pblicos), osexames de certificao escolar (exames supletivos), certificao profissional eocupacional (Exames da OAB, Exames de Suficincia), as avaliaes de sistemaou avaliaes em larga escala (PROEB, SAEB, ENEM). Todas essas avaliaesutilizam itens e questes como seu principal instrumento para avaliar osconhecimentos e saberes necessrios ao perfil avaliado.A funo de elaborar itens nesses processos pode ser considerada um dosprincipais fatores para a qualidade das avaliaes, entretanto ser um elaboradorde itens eficientes como instrumento avaliativo no fcil. Apesar de todoprofessor necessariamente elaborar provas para as avaliaes escolares, nemsempre, no entanto, todos conseguem formular itens eficientes e de qualidadepedaggica que assegurem funcionalidade instrumental a essas avaliaes.Tendo em vista desenvolver a habilidade de elaborao e reviso de itens equestes tanto em professores que iro preparar provas escolares de suasdisciplinas quanto naqueles que iro elaborar itens para testes e exames dosdemais processos avaliativos realizados pela Secretaria de Estado da Educaode Minas Gerais, a Diretoria de Avaliao publica este guia com as orientaesbsicas para a formulao de questes objetivas de mltipla escolha.A inteno no de oferecer regras rgidas para cercear a criatividade doselaboradores e engessar o formato dos itens. Ao contrrio, pretende-se que osprofessores criem itens interessantes que estimulem o bom desempenho dequem os responde. Itens criativos, entretanto, no dispensam cuidados especiaispara garantir sua eficincia como bons instrumentos de avaliao.4 6. Itens e Questes1 de Mltipla EscolhaOrientaes tcnico-pedaggicas para o elaborador 1. Provas e Testes de mltipla escolhaA aprendizagem um processo cognitivo, inerente ao ser humano, mas noobservvel diretamente. Para avali-la necessrio que se tenha visibilidade.Esse o papel dos instrumentos de avaliao, como as provas e os testesescolares, que funcionam como estmulos cuja funo provocar respostas quesejam a expresso das aprendizagens e manifestao dos conhecimentos ehabilidades que a constituem.Princpios didticos e orientaes tericas so muito importantes no processo deelaborao de itens, uma vez que questes desse tipo devem ser redigidas deforma clara e precisa. Uma questo deve informar ao avaliando o que se exigedele e como o mesmo deve proceder. Erros de comunicao, decorrentes dam qualidade da questo, podem estimular resultados pouco fidedignos.Ao elaborar questes para avaliar, necessrio estar atento a algunsaspectos: comunicao eficiente: linguagem clara e objetiva, vocabulrio da apropriado aos contedos, habilidades e competncias alvo da avaliao, apresentao de elementos suficientes para que o avaliando entenda precisamente o que e como deve responder; metodologia de ensino: o que se avalia uma aprendizagem da memorizada, uma aprendizagem compreensiva ou uma aprendizagem crtica; funo dos resultados: os resultados sero analisados da construtivamente para que o professor faa um diagnstico de necessidades pedaggicas, para acompanhar o desenvolvimento da aprendizagem de seu aluno, para decidir sobre a certificao ou para seleo dos melhores em um concurso; 51A distino entre item e questo se d no campo das medidas educacionais. Para afinalidade deste guia, os dois termos sero utilizados com o mesmo sentido. 7. concepo de aprendizagem, conhecimento ou saberes: avaliam-se da os conhecimentos conceituais e factuais (saber), as habilidades de lidar com esses conhecimentos (saber fazer) ou a competncia de utiliz-los eficientemente (fazer); avaliam-se os conhecimentos sobre atitudes e as atitudes; didtica: que estrutura a questo deve ter, que elementos devem ser da informados ao avaliando, como tornar a questo atrativa para que haja empenho em responder, que nvel de complexidade a questo deve ter, como torn-la bsica, mais compreensiva, evitando-se o suprfluo cansativo e enfadonho; correo lingstica: como garantir os elementos da textualidade, da qual pontuao mais adequeada, que ordem gramatical estabelecer entre os elementos da questo, qual vocabulrio pertinente; princpio da educabilidade: avalia-se acreditando que todos do aprendem e que os resultados da avaliao indicam o que cada aluno necessita como atendimento especfico tendo em vista assegurar o seu desenvolvimento contnuo; nvel a que a avaliao se destina: qual o grau de complexidade do que os itens podem apresentar para que sejam adequados aos objetivos da avaliao e ao nvel de desenvolvimento do aluno avaliado.No h normas para garantir boas questes se no houver conhecimentoatualizado dos contedos a serem avaliados nem a inteno de aprimoramentocontnuo. A habilidade em formular questes de mltipla escolha se adquire coma experincia, mas principalmente com a crtica construtiva de revisores queanalisam tanto a validade do contedo abordado pela questo quanto osaspectos tcnicos e a correo lingstica.6 8. 2. Estrutura de questes de mltipla escolha Uma questo de mltipla escolha apresenta a seguinte estrutura: Aps ler e analisar o poema, assinale a alternativa que completa corretamente a afirmao. Instruo A JESUS CRISTO NOSSO SENHOR(Gregrio de Matos Guerra) Suporte (textos, desenhos, Pequei, Senhor, mas no porque hei pecado,figuras) da Vossa alta clemncia me despido; porque, quanto mais tenho delinqido, vos tenho a perdoar mais empenhado. Se basta a vos irar tanto pecado, a abrandar-vos sobeja um s gemido: que a mesma culpa, que vos h ofendido vos tem para o perdo lisonjeado. Se uma ovelha perdida, e j cobrada glria tal e prazer to repentino vos deu, como afimais na sacra histria,Enunciado da situao problema e comando da resposta eu sou, Senhor, a ovelha desgarrada, cobrai-a; e no queirais , pastor divino, perder na vossa ovelha a vossa glria. A argumentao do eu potico nesse soneto de Gregrio de Matos faz com que, pela lgica, ele se apresente perante Deus como algum A) temeroso da ira divina.Distrator Alternativas B) humilde diante do poder divino.Distrator de resposta C) seguro do perdo que receber. Resposta correta D) santificado pelas suas boas aes. Distrator7 (Barbosa, M. V. Questo 36454. Banco de Itens da SEEMG. BH: DAVE/SEEMG, 2006) 9. 3. Formulao de questes de mltipla escolhaOs itens so formulados de forma a apresentarem uma situao problema clarae objetiva que deve ser respondida atravs da escolha de uma das alternativasde resposta, compostas por um gabarito e trs ou quatro distratores.O enunciado, base da questo, traz em si o estmulo que provoca a resposta. uma situao problema expressa como afirmativa ou pergunta e explicitaclaramente a base da resposta o qu se exige do avaliando e como ele deveproceder o comando da resposta. Ao enunciar o problema, deve-se apresentartodas as informaes de que o aluno precisa para se situar sobre o qu o itemaborda e que objeto de anlise. Essas informaes devem tambm sersuficientes para que ele compreenda claramente qual o problema proposto ede que forma deve resolv-lo. Enunciados inespecficos e comandos poucodefinidos incorrem no erro de exigir do aluno que adivinhem. Enunciados comoAnalise as afirmativas corretas ou correto afirmar so pouco claros e noindicam o que se deve fazer, ou seja , deve-se analisar se esto corretas emrelao a qu?As alternativas de resposta devem convidar o aluno a resolver o problema pelaescolha da resposta correta, por isso o gabarito no pode dar margem a dvidas.Os distratores, conforme o prprio nome indica, so respostas plausveis quetm a funo de atrair quem no sabe e escolhe sem fundamento a resposta quelhe parece certa ou que o impressiona. Para evitar acertos ao acaso, osdistratores tm que ser plausveis, vale dizer, devem ser aceitveis comopossibilidades de respostas para o problema apresentado, mas nocorrespondem satisfatoriamente ou em