guia de campo: aves do parque nacional do cabo .do na contemplação das aves da região, por meio

Download Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo .do na contemplação das aves da região, por meio

Post on 08-Feb-2019

215 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Guia de Campo:

Aves do Parque Nacional doCabo Orange

Elivan Arantes de Souza I Maria Flvia Conti NunesAndrei Langeloh Roos I Helder Farias Pereira de Arajo

Fotos de: Robson Esteves Czaban e Ciro Albano

Fotos de Robson Esteves Czaban e Ciro Albano

Crditos fotos:

Robson Czaban: 2, 4, 5, 9, 11, 12, 16, 18, 19, 23, 24, 25, 26, 28, 29, 31, 35, 36,37, 38, 39, 40 a 51, 53 a 60, 62, 63, 68 a 75, 77, 79, 80, 82 e 83

Ciro Albano: 1, 3, 6, 7, 8, 10, 13, 17, 20, 21, 27, 30, 32, 33, 34, 52, 61, 65, 66,67, 76, 78, 84

Alberto Campos: Capa, 14 e 15

Andrei L Roos: 22 e 64

Helder Arajo: 81

Catalogao na Fonte

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renovveis

A948 Aves do Parque Nacional do Cabo Orange: guia de campo /ElivanArantes de Souza... [et al]. Amap: ICMBio/Cemave, 2008.

100 p. ; il. color.

ISBN 978-85-7300-273-7

1. Aves (Ornitologia). 2. Aves - Brasil. 3. Parque Nacional do Cabo Orange. 4.Regio Norte (Amap). I. Souza, Elivan Arantes de. II. Nunes, Maria Flvia Conti. III.Roos, Andrei Langeloh. IV. Arajo, Helder Farias Pereira de. V. Instituto Chico Men-des da Biodiversidade - ICMBio. VI. Centro Nacional de Pesquisa para Conserva-o de Aves Silvestres - Cemave. VII. Ttulo.

CDU(2.ed.)598.2 (811.6)

1. Prefcio 5

2. Apresentao do livro 6

3. O Parque Nacional do Cabo Orange (PNCO) 9

4. A Avifauna 11

4.1Campos Alagveis, Manguezais e outrasreas costeiras 12

4.2 Floresta Ombrfila e Matas de Vrzea e Igaps 13

4.3 Savanas Amaznicas 14

4.4 Conservao de espcies 14

5. Sobre o Guia 16

5.1 Como utiliz-lo 16

6. Espcies selecionadas 19

7. Lista das espcies do Parque Nacional doCabo Orange (PNCO) 63

8. Referncias bibliogrficas e literatura consultada 78

9. Agradecimentos 80

Sumrio

5Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo Orange

O que mais impressiona as pessoas que visitam o Parque Na-cional do Cabo Orange a grande concentrao de aves que uti-lizam de sua rea para nidificao, como dormitrio e ou reprodu-o. Do Cabo Orange, primeiro acidente geogrfico da costa Brasi-leira, at as praias da foz do rio Cunani, se observam inmeroslocais repletos de espcies como o colhereiro, guar, maarico e astrs espcies de garas brancas. Num local bastante inspito aohomem uma variedade enorme de espcies encontrou o abrigoideal para garantir a sua sobrevivncia. A confirmao da utilizaoda rea por espcies como o flamingo, em sua rota migratria, nospermitiu elevar o grau de auto-estima por defender uma rea toimportante para a preservao desta espcie.

Aps a primeira incurso da equipe do CEMAVE/ICMBio, emmeados de 2004, surgiu a necessidade de registrar e divulgar todoo conhecimento adquirido nas atividades empreendidas pelo cen-tro especializado de pesquisas em aves. Com a proposta aceitapelas equipes do CEMAVE que participaram de todas as trs expe-dies ao PARNA foi solicitado ao projeto ARPA a incluso dorecurso necessrio em nosso planejamento anual.

Com a contribuio de vrios colegas, pesquisadores e fot-grafos tornou-se possvel coletar amostras fotogrficas significati-vas das espcies encontradas no PARNA. Importante tambm des-tacar a contribuio de todos aqueles imprescindveis colaborado-res que pilotaram embarcaes, abriram picadas e serviram comoguias para possibilitar acessar os locais pesquisados. Um agradeci-mento especial dedico ao WWF-Brasil pelo apoio na realizao dasprimeiras expedies ao PARNA, dando incio ao trabalho de re-conhecimento cientifico da rea.

Este livro ser o primeiro a ser publicado sobre o Parque Nacio-nal do Cabo Orange e despertar o interesse pela visitao e pesquisaespecializada no PARNA. Uma fonte de consulta para professores ealunos do estado do Amap um atrativo para a visitao pblica.

Marcos da Silva Cunha

Oiapoque, fevereiro de 2008.

Prefcio 1

Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo Orange6

As aves atraem a ateno humana no s pela sua capacidadede vo e grandes migraes, mas tambm pelos lindos cantos eplumagens exuberantes. Alm disso, so importantes nosecossistemas por cumprirem papis essenciais na manuteno doequilbrio ecolgico, como de polinizao de flores, disperso desementes e controle de pragas.

Alm de serem alvos de contemplao, a presena e o com-portamento das aves podem tambm nos transmitir simples infor-maes sobre o meio ambiente, como o perodo do dia, as esta-es do ano e condies do tempo, como tambm informaesmais complexas, como a indicao sobre a qualidade ambiental deuma localidade. Algumas espcies so muito sensveis s modifica-es em seu hbitat e, assim, a presena delas um indicativo deum bom estado de conservao do ambiente. Por outro lado, hespcies menos sensveis, ou at que se beneficiam das modifica-es do hbitat, que podem indicar um ambiente degradado.

Por todas as razes acima, fica claro que as aves so patrim-nios naturais que devem ser protegidos para a conservao dosecossistemas e para que as geraes futuras tambm possam apreci-las. Com esse objetivo, o governo brasileiro dispe de um CentroNacional de Pesquisas para a Conservao de Aves Silvestres -CEMAVE, que faz parte da estrutura do Instituto Chico Mendes deConservao da Biodiversidade - ICMBIO, Ministrio do Meio Am-biente- MMA, o qual tem a misso de acompanhar e estudar aspopulaes de aves brasileiras, assessorando o governo em polti-cas de conservao das espcies e dos ambientes dos quais elasdependem. Esta no uma tarefa fcil, j que o Brasil o segundoou terceiro pas no mundo em diversidade de aves e possui muitosdesafios para um desenvolvimento sustentvel pleno.

7Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo Orange

Aqui residem cerca de 1800 espcies diferentes e, desse total,160 espcies ou subespcies so consideradas ameaadas deextino pela lista oficial publicada pelo Ministrio do Meio Ambi-ente em 2003. As principais ameaas para elas so a destruio deseus hbitats e a ao de traficantes. Dessa forma, as aves represen-tam, em disparada, o grupo faunstico com o maior nmero deespcies includas na lista.

Entre os principais servios do CEMAVE est a realizaode inventrios de avifauna em Unidades de Conservao ligadasa estrutura do ICMBIO. O Parque Nacional do Cabo Orange-PNCO uma delas e no ano de 2004 teve um projeto aprovadono Programa reas Protegidas da Amaznia ARPA paraimplementao de sua estrutura e o custeio de pesquisas visan-do a elaborao do Plano de Manejo da Unidade. Este umdocumento tcnico que serve como um instrumento de planeja-mento para a gesto do parque, mediante o qual se estabelece ozoneamento e normas para o uso da rea. Para sua elaboraoso necessrios diagnsticos biticos, abiticos e scio-ambiental.Nesse contexto o CEMAVE foi convidado a realizar o diagnsti-co da avifauna da unidade.

Tamanha beleza observada pelos pesquisadores inspirou a idiada elaborao de uma publicao que auxiliasse a comunidadelocal e visitantes na identificao das espcies de aves do parque.Este guia , ento, o fruto do desejo das equipes do Parque Nacio-nal do Cabo Orange e do CEMAVE de compartilhar o prazer obti-do na contemplao das aves da regio, por meio da divulgao darica e bela avifauna existente no parque e do incentivo ao turismode observao de aves na natureza.

2Apresentao

Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo Orange8

9Guia de Campo: Aves do Parque Nacional do Cabo Orange

3O Parque Nacional doCabo Orange

Projeo: Universal Transversa de Mercator (UTM)Datum: WGS-84 - Fuso 22NBase cartogrfica elaborada a partir de cartas topogrficas e planimtricas integrantes do sistema Cartogrfico Nacional (escalas 1:1.000.000, 1:250.000e1:1.000.000), Carta de Vegetao - Amap (escala 1:750.000), Coordenadoria de Recursos Naturais e Estudos Ambientias - IBGE e imagens dos satlitesLandsat TM 5 e 7 (entre 1990 e 2002).

0 5 10 20km

Escala: 1:1.200.000 - 1cm = 12km

Limite do PARNA do Cabo Orange

Entorno do PARNA do Cabo Orange

Lago/Massa D'gua

Rios e Igaraps Principais

Rodovia BR-156

Cidade; Povoado

Comunidade Indgena

Aeroporto/Pista de Pouso

D - Floresta Ombrfila Densa (Floresta Tropical Pluvial)

Da - Floresta Ombrfila Densa Aluvial (1)

Dae - Floresta Ombrfila Densa Aluvial com Dossel Emergente (1)

Dau - Floresta Ombrfila Densa Aluvial com Dossel Uniforme (1)

Db - Floresta Ombrfila Densa das Terras Baixas (1)

Dbu - Floresta Ombrfila Densa das Terras Baixas com Dossel Uniforme (1)

Dsu - Floresta Ombrfila Densa Submontana com Dossel Uniforme (1)

Vs.D -Vegetao Secundria (2)

Vsp.D -Vegetao Secundria com Palmeiras (2)

Vss.D -Vegetao Secundria sem Palmeiras (2)

Ap.D - Pecuria/Pastagem (2)

S - Regio da Savana (Cerrado)

Sd - Savana Florestada (1)

Saf - Savana Arborizada com Floresta-de-Galeria (1)

Sgs - Savana Gramneo-Lenhosa sem Floresta-de-Galeria (1)

Spf - Savana Parque com Floresta-de-Galeria (1)

Sps - Savana Parque sem Floresta-de-Galeria (1)

Ap.S - Pecuria/Pastagem (2)

Pf - Formaes com Influncia Fluviomarinha

Pfm - Formao Pioneira com Influncia Fluviomarinha arbrea Manguezal (1)

Pa - Formaes com Influncia Pluvial e/ou Lacustre

Paas - Formao Pioneira com Influncia Fluvial e/ou Lacustre Arbustiva sem Palmeiras (1)

Pahs - Formao Pioneira com Influncia Fluvial e/ou Lacustre Herbcea sem Palmeiras (1)

Pah - Formao Pioneira com Influncia Fluvial e/ou Lacustre Herbcea (1)

Contato Savana/Floresta Ombrfila Densa (ENCRAVES) SO

Formaes/Subformaes (Predomnio)

Db1 - Floresta Ombrfila Densa das Terras Baixas

Dbu1 - Floresta Ombrfila Densa das Terras Baixas com Dossel Unifor