gr.bíblico v domingo tempo quaresmav domingo tempo ... domingotempo quaresma ano a.pdfv domingo...

Download Gr.Bíblico V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo ... DomingoTempo Quaresma Ano A.pdfV Domingo Tempo…

Post on 01-Dec-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Ambiente:

    O Evangelho segundo Joo procura apresentar Jesuscomo o Messias, Filho de Deus, enviado pelo Pai paracriar um Homem Novo. A cena situa-nos em Betnia, umaaldeia a Este do monte das Oliveiras, a cerca de trs

    1

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

    aldeia a Este do monte das Oliveiras, a cerca de trsquilmetros de Jerusalm. O autor da catequese coloca-nos diante de um episdio um triste episdio familiar:a morte de um homem. A famlia mencionada, constitudapor trs pessoas (Marta, Maria e Lzaro), parececonhecida de Jesus: no vers. 5, diz-se que Jesus amavaMarta, a sua irm Maria e Lzaro. A visita de Jesus a casadesta famlia , alis, mencionada em Lc 10,38-42; e Jootem o cuidado de observar que a Maria, aqui referenciada, a mesma que tinha ungido o Senhor com perfume e lhetinha enxugado os ps com os cabelos (v.2, cf. Jo12,1-8).

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Mensagem-1: Um facto abala a vida desta famlia (Maria, Marta e Um facto abala a vida desta famlia (Maria, Marta e Lazaro):o irmo (Lzaro) est gravemente doente. Lazaro):o irmo (Lzaro) est gravemente doente. As irms mostram o seu interesse, preocupao e As irms mostram o seu interesse, preocupao e solidariedade para com o irmo doente e informam solidariedade para com o irmo doente e informam Jesus. A relao de Jesus com Lzaro de afecto e Jesus. A relao de Jesus com Lzaro de afecto e

    2

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

    Jesus. A relao de Jesus com Lzaro de afecto e Jesus. A relao de Jesus com Lzaro de afecto e amizade; mas Jesus no vai imediatamente ao seu amizade; mas Jesus no vai imediatamente ao seu encontro; parece, at, atrasarencontro; parece, at, atrasar--se deliberadamente se deliberadamente (v.6).Com a sua passividade, Jesus deixa que a morte (v.6).Com a sua passividade, Jesus deixa que a morte fsica do amigo se consume. Provavelmente, na fsica do amigo se consume. Provavelmente, na inteno do nosso catequista, o pormenor significa que inteno do nosso catequista, o pormenor significa que Jesus no veio para alterar o ciclo normal da vida fsica Jesus no veio para alterar o ciclo normal da vida fsica do homem, libertandodo homem, libertando--o da morte biolgica; veio, sim, o da morte biolgica; veio, sim, para dar um novo sentido morte fsica e para oferecer para dar um novo sentido morte fsica e para oferecer ao homem a vida eterna. ao homem a vida eterna.

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Mensagem-2: Jesus no d ateno ao medo dos Jesus no d ateno ao medo dos discpulos: a sua preocupao nica discpulos: a sua preocupao nica realizar o plano do Pai no sentido de dar realizar o plano do Pai no sentido de dar vida ao homem. Jesus no pode vida ao homem. Jesus no pode abandonar o amigo: Ele o pastor que abandonar o amigo: Ele o pastor que

    3

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

    abandonar o amigo: Ele o pastor que abandonar o amigo: Ele o pastor que desafia o perigo por amor dos seus. Ao desafia o perigo por amor dos seus. Ao chegar a Betnia, Jesus encontrou o chegar a Betnia, Jesus encontrou o amigo sepultado h j quatro dias. De amigo sepultado h j quatro dias. De acordo com a mentalidade judaica, a acordo com a mentalidade judaica, a morte era considerada definitiva a partir morte era considerada definitiva a partir do terceiro dia. Quando Jesus chega, do terceiro dia. Quando Jesus chega, Lzaro est, pois, verdadeiramente Lzaro est, pois, verdadeiramente morto. Jesus no elimina a morte fsica; morto. Jesus no elimina a morte fsica; mas, para quem amigo de Jesus, mas, para quem amigo de Jesus, morte fsica no mais do que ummorte fsica no mais do que umsono, do qual se acorda para descobrir a vida definitiva.sono, do qual se acorda para descobrir a vida definitiva.

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Todos eles conhecem Jesus, so Todos eles conhecem Jesus, so

    4

    I

    II

    Mensagem Mensagem Central.Central.

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

    Jesus oferece ao homem A Vida que se Jesus oferece ao homem A Vida que se prolonga para sempre. Para que essa prolonga para sempre. Para que essa Vida definitiva possa chegar ao homem Vida definitiva possa chegar ao homem necessrio, no entanto, que o homem necessrio, no entanto, que o homem adira a Jesus e O siga, num caminho adira a Jesus e O siga, num caminho de amor e de dom da vida;de amor e de dom da vida;todo aquele que vive e acredita em todo aquele que vive e acredita em mim, nunca morrermim, nunca morrer..

    Todos eles conhecem Jesus, so Todos eles conhecem Jesus, so amigos de Jesus, acolhem Jesus na amigos de Jesus, acolhem Jesus na sua casa e na sua vida. Essa famlia sua casa e na sua vida. Essa famlia tambm faz a experincia da morte tambm faz a experincia da morte fsica. Como que deve lidar com ela? fsica. Como que deve lidar com ela? Com o desespero de quem acha que Com o desespero de quem acha que tudo acabou? No. Ser amigo de Jesus tudo acabou? No. Ser amigo de Jesus saber que Ele a ressurreio e a saber que Ele a ressurreio e a vida e que d aos seus a vida plena, vida e que d aos seus a vida plena, em todos os momentos.em todos os momentos.

    I

  • V Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo QuaresmaV Domingo Tempo Quaresma---- ANO AANO AANO AANO A

    Ao longo da nossa existncia nesta terra, Ao longo da nossa existncia nesta terra, convivemos com situaes em queconvivemos com situaes em quesomos tocados pela morte fsica daqueles a somos tocados pela morte fsica daqueles a

    Nossa SenhoraConceio

    Gr.Bblico

    Reflexo:

    5

    Eu sou a ressurreio e a vida

    EVANGELHO Jo 11,1-45

    somos tocados pela morte fsica daqueles a somos tocados pela morte fsica daqueles a quem amamos natural que fiquemos quem amamos natural que fiquemos tristes pela sua partida e por eles deixarem tristes pela sua partida e por eles deixarem de estar fisicamente presentes a nosso lado. de estar fisicamente presentes a nosso lado.

    A nossa f convidaA nossa f convida--nos, no entanto, a ter a nos, no entanto, a ter a certezacerteza de que os amigos no so de que os amigos no so aniquilados: apenas encontraram essa vida aniquilados: apenas encontraram essa vida definitiva, longe da debilidade e da finitude definitiva, longe da debilidade e da finitude humanas.humanas.