gravura, uma introdução

Click here to load reader

Post on 08-Apr-2016

375 views

Category:

Documents

13 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gravura Apostila desenvolvida no Laboratório de Design Instrucional do Núcleo de Educação Aberta e à Distância da Ufes. Capa por Ricardo Capucho e Lorena Manhães. Editoração por Mariana Melim.

TRANSCRIPT

  • 1Universidade Aberta do Brasil

    Universidade Federal do Esprito SantoArtes VisuaisLicenciatura

  • 2

    Transmitir noes do acervo grfico da humanidade, e em especial, do riqussimo acervo de gravura original gerado pela cultura brasileira durante o sculo XX um dos objetivos deste volume didtico no marco do Curso de Graduao em Artes Visuais em EAD. Nesse contexto, merece especial destaque o trabalho em prol da gravura esprito-santense desenvolvido por professores, pesquisadores, monitores e estudantes desde a fundao do Ateli de Gravura do DAV/CAR/UFES na dcada de 60 do sculo passado. Grande parte das imagens utilizadas neste fascculo provm desse pequeno, porm significativo e crescente acervo de estampas do Departamento de Artes Visuais. Imagens estas, que fazem um contraponto com a histria da arte no intuito de fornecer uma viso abrangente e contempornea das muitas e variadas formas de se fazer gravura. Com uma bibliografia atualizada o livro visa a explicitar a histria dos diversos procedimentos tcnicos desde a ptica da pluralidade.

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPRITO SANTONcleo de Educao Aberta e a Distncia

    Vitria2011

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPRITO SANTO

    Laboratrio de Design Instrucional

    LDI coordenaoHeliana PachecoJos Octavio Lobo NameRicardo Esteves

    GernciaSusllem Meneguzzi Tonani

    EditoraoMariana Melim

    CapaRicardo CapuchoLorena Manhes

    Impresso

    Dados Internacionais de Catalogao-na-publicao (CIP)(Biblioteca Central da Universidade Federal do Esprito Santo, ES, Brasil)

    Alvarez, Fernando Gmez. Gravura : uma introduo / Fernando Gmez Alvarez. - Vitria : UFES,

    Ncleo de Educao Aberta e a Distncia, 2011.132 p. : il.

    Inclui bibliografia.ISBN:

    1. Gravura. I. Ttulo.

    CDU: 76

    A473g

    Presidente da RepblicaDilma Rousseff

    Ministro da EducaoFernando Haddad

    Diretor de Educao a Distncia DED/CAPES/MECJoo Carlos Teatini de Souza Clmaco

    ReitorReinaldo Centoducatte

    Pr-Reitor de Ensino de GraduaoMaria Auxiliadora Corassa

    Diretor Geral do ne@adReinaldo Centoducatte

    Coordenadora UAB da UFESMaria Jos Campos Rodrigues

    Diretora Administrativa do ne@adMaria Jos Campos Rodrigues

    Diretor Pedaggico do ne@adJulio Francelino Ferreira Filho

    Diretora do Centro de ArtesCristina Engel de Alvarez

    Coordenao do Curso de Artes Visuais - Licenciatura na Modalidade a DistnciaMaria Gorete Dadalto Gonalves

    Reviso OrtogrficaJlio Francelino Ferreira Filho

    Design GrficoLDI Laboratrio de Design Instrucional

    ne@adAv. Fernando Ferrari, n.514 - CEP 29075-910, Goiabeiras - Vitria - ES(27)4009-2208

    A reproduo de imagens de obras em (nesta) obra tem o carter pedaggico e cientifico, amparado pelos limites do direito de autor no art. 46 da Lei no. 9610/1998, entre elas as previstas no inciso III (a citao em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicao, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crtica ou polmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e a origem da obra), sendo toda reproduo realizada com amparo legal do regime geral de direito de autor no Brasil.

    Copyright 2011. Todos os direitos desta edio esto reservados ao ne@ad. Nenhuma parte deste material poder ser reproduzida, transmitida e gravada, por qualquer meio eletrnico, por fotocpia e outros, sem a prvia autorizao, por escrito, da Coordenao Acadmica do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, na modalidade a distncia.

  • 04

    06

    16

    24

    44

    66

    78

    106

    114

    120

    123

    125

    127

    130

    Sumrio

    Apresentao

    Introduo

    A GRAVURA COMO PROCESSO

    A GRAVURA EM RELEVO

    A XILOGRAFIA

    A MONOTIPIA

    A CALCOGRAFIA OU GRAVURA EM METAL

    OUTRAS TCNICAS DE GRAVURA

    Concluses

    Glossrio tcnico

    Fornecedores de material para gravura

    Sitios de internet de interesse

    Referncias

    Lista de imagens e crditos fotogrficos

  • 4

    ApreSentAo

    O presente fascculo de Gravura no marco do Curso de Artes Visuais, modalidade a distncia, resultado de uma pesquisa multidisciplinar, de inmeras leituras, e, tambm, das experincias prticas e, consequentemente, das descobertas individuais de pesquisadores, tanto docentes quanto discentes, no ateli de gravura do DAV/CAR/UFES, ao longo dos anos. No entanto, uma reviso se fez necessria, visando a sinte-tizar e a adaptar, tanto os conhecimentos adquiridos, quanto s pesquisas realizadas, no formato de um texto breve para um Curso de Graduao em Artes Visuais em EAD.

    Na Introduo, tentar-se- reunir, de forma condensada, as principais tendn-cias contemporneas na gravura, balizando os elos entre as mesmas, com especial destaque para o hibridismo e o conceito de gravura original. No captulo I, intitu-lado A gravura como processo, dar-se- uma maior nfase s etapas de produo de uma gravura. Etapas essas que passam, sempre, a nosso ver, pelo contato fsi-co, pelo inter-relacionamento e pela experincia do sujeito criador com matrias, ferramentas, tecnologias e materiais, assim como pela empatia, desconsiderando adjetivos como arteso ou artesanal, os quais costumam ser associados a esta fase da prxis emprica com certo vis pejorativo, decorrente de modismos e de uma crtica de arte fascinada pela velocidade geomtrica das tecnologias eletrnicas.

    No captulo II, intitulado A gravura em relevo, enfatizar-se- o papel da in-cluso de novos materiais, inclusive, da sucata industrial com o advento das van-guardas modernistas primeiramente e das ps-modernistas posteriormente, o que possibilitou ampliar o conceito de gravura em relevo. Nesse captulo, sero forne-cidas informaes bsicas de como trabalhar vrias tcnicas especficas, algumas das quais, pouco conhecidas para o no especialista.

  • 5

    No captulo III, A xilografia, ser dada especial ateno ao contraste de fontes, as mais diversas, visando a delimitar conceitos e lugares-comuns. Tambm sero delimitados os principais desdobramentos ou ramificaes da xilografia, como, por exemplo, a linoleografia e a gravura de topo, dentre outros.

    O captulo IV, intitulado A monotipia, reveste-se de grande importncia devido precariedade das fontes bibliogrficas disponveis, e grande parte da prtica basear-se no carter emprico dos procedimentos individuais. O captulo V, A calcografia ou gravura em metal, dedicar uma parte importante do texto a explicitar a histria dos diversos procedimentos tcnicos. Por sua importncia didtica, ser explicitada a forma de imprimir uma gravura em metal sem o uso da prensa. A seguir, em um subcaptulo, ser abordado o crescente uso de plsticos e polmeros na gravura de baixa toxidez, assim como as descobertas recentes no mbito da sade e da ecologia.

    J no captulo derradeiro, o nmero VI, intitulado Outras tcnicas de gravura, o objetivo ser mencionar duas especializaes dentro da gravura: a serigrafia e a lito-grafia. A seguir, ser includa no livro uma srie de tpicos, dentre os quais: um Glos-srio tcnico, no qual se pretende exprimir, de forma sinttica, conceitos-chaves da gravura. Uma lista de Fornecedores de material para gravura no Brasil e na Grande Vitria permitir ao discente da modalidade EAD saber onde adquirir os materiais e ferramentas especficos, necessrios disciplina. Uma lista de Sites de Internet de interesse, no qual se incluem museus, galerias de arte especializadas em gravura, revistas sobre gravura on-line, e sites especializados de pesquisa em artes, tanto no Brasil quanto no mundo. E, finalmente, as Referncias; divididas por reas temticas: Gravura em geral; Xilografia, Linoleogravura e Gravura em relevo; e Calcografia.

  • 8

    introDuo

    Desde seu surgimento em diversas culturas e pocas, a estampa esteve vinculada reprodutibilidade, viabilizando a difuso e a ilustrao das ideias (os livros), fatos da atualidade (a folha volante a

    xilo de cordel , a imprensa escrita, cartazes, gravuras comemorativas),

    mercadorias (anncios, cartazes, etiquetas, papel moeda, etc.). Pode-

    ramos inclusive dizer que a inveno da maioria das diversas tcnicas

    da gravura esteve, em maior ou menor grau, vinculada ao mercado,

    pois o que se visava era produzir tiragens cada vez maiores e com uma

    maior qualidade tcnica.

    No campo das artes visuais, a imagem impressa sempre ocupou

    uma posio de destaque, mesmo que de forma intermitente. Por

    outro lado, a gravura tem sido associada, desde os primrdios das

    artes, ao desenho, j que tanto o suporte definitivo, tradicionalmente

    o papel, como as especificidades do carter grfico a gestualidade

    do trao, as hachuras aproximam as narrativas dessas duas manifes-

    taes artsticas.

    Desde o ponto de vista etimolgico, devemos discernir as nuanas

    entre o que hoje denominamos como gravura de interpretao, gra-

    vura de reproduo, e gravura original. Na gravura de interpretao, o

    criador da imagem no a executa. Isto fica por conta de um gravador

    experiente que visa a reproduzir, com a maior acuidade, a inteno

    do artista, como acontecia com a xilogravura japonesa, na renascena

    ou com as ilustraes de Dor, dentre outros exemplos. J na gravura

    de reproduo, o realizador-gravador transcreve obras existentes no

    campo das artes, visando a reproduzi-las o mais fielmente possvel.

    Ferreira cita Vassari e Delacroix, que coincidiam em sustentar, em po-

    cas diferentes, que a finalidade da gravura de reproduo era divulgar

    a cultura1. Permitindo, acrescentamos, a multiplicao de aqueles ori-

    1Ferreira, O. C., Imagem e letra. SP: Edusp, 1994, p. 31.

  • 9ginais guardados em colees privadas e museus, numa poca em que

    as distncias eram enormes. Co

View more