gravidez ect³pica

Download Gravidez ect³pica

If you can't read please download the document

Post on 22-Jun-2015

991 views

Category:

Health & Medicine

6 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Gravidez ectpica Diagnstico e Tratamento Acadmicos: Bruno M. T. de Oliveira, Henrique A. Abujamra, Joo A. Kaiper, Joo G. B. Scalabrin, Vinicius S. Cembranel Universidade do Oeste de Santa Catarina Medicina 1 Fase Disciplina: Biologia Celular e Molecular I Segmento: Embriologia

2. Autoria Universidade Federal de So Paulo UNIFESP Jlio E. Jnior Nuno Mota Roberto da Costa Soares Luiz Camano 3. O que ? Gravidez anormal que ocorre fora da parede do tero Geralmente o embrio morre Pode ocorrer no ovrio, no colo do tero, tubas uterinas e na cavidade abdominal 4. Causa Bloqueio fsico no caminho da tuba uterina para o tero 5. Sintomas Sagramento vaginal Dor lombar Clica em um dos lados da pelve Presso intensa no reto Dor forte, aguda e repentina no abdmem 6. Fatores de risco Infertilidade Sangramento genital Doena inflamatria plvica Usurias de DIU Tabagismo Nesses casos o acompanhamento deve ser cuidadoso at o diagnstico final 7. Diagnstico Precoce para evitar a ruptura tubria Menos invasvel possvel, com ultra-som Exames complementares 8. Se o HCG estiver elevado, confirmar com o USTV Se o HGC estiver baixo, novo exame aps 48 horas 9. Formas de tratamento Tratamento cirrgico Tratamento medicamentoso 10. Tratamento cirrgico Conduta padro nesse tipo de gravidez Laparotomia, casos de ruptura tubria Laparoscopia, sem ruptura tubria 11. Tipos Cirrgia radical (salpingectomia) Cirrgia conservadora (salpingostomia) 12. Qual o melhor mtodo cirrgico para gravidez futura? Estudos eram controvrsios Reviso Cochrane 2007- sem possibilidade de avaliao Concluso da UNIFESP Cirurgia conservadora (Salpingostomia) 13. Tratamento Medicamentoso O tratamento medicamentoso realizado atravs da administraao do MTX (Metotrexato) Ao do MTX na enzima DHFR (Dehidrofolato redutase) 14. Critrios para a utilizao do MTX Estabilidade hemodinmica Diametro da massa anexial menor ou igual a 3,5 cm Ausncia de dor abdominal intensa ou persistente Funo heptica e renal normais Desejo de ter uma futura gravidez 15. Contra Indicaes Gravidez intra uterina Imuno deficincia Anemia (Moderada a Intensa) Leucopenia Trombopenia Sensibilidade prvia ao MTX Disfuno heptica e renal 16. Exames a serem realizados antes do tratamento Hemograma completo Heptico (TGO/TGP) Creatinina Tipagem sanguinea ABO/Rh 17. Metodos de administrao do MTX Dose nica Casos de gravidez ectpica tubria Via intramuscular 50mg Ttulos de B hCG inferiores a 5.000 m.UI/mL. Acompanhamento por dosagem semanal do B - hCG Multiplas Doses Casos de gravidez ectpica atpica Aplicao intramuscular 1mg/Kg de MTX nos dias (1,3,5,7) alterando com Leucovorin (cido folnico) nos dias (2,4,6,8) Nveis B hCG < 15%, tratamento interrompido 18. Paciente sumbetido ao tratamento deve evitar Relaes sexuais at que os nveis de B hCG fiquem negativos Exames ginecolgicos e de USTV durante o acompanhamento Exposio solar Engravidar por perodo de 3 meses aps trmino do tratamento 19. Eficcia Em geral o tratamento com MTX considerado seguro e eficaz, muito raramente complicaes com risco de morte foram relatadas com seu uso. Apesar de os resultados com o tratamento medicamentoso serem muito favorveis, com 80% de sucesso e 20% de falha, esta falha preocupante. Quando ocorre a falha, h possibilidade de ruptura tubria, tornando necessrio procedimento cirrgico de emergencia, na grande maioria dos casos a salpingectomia adotada. 20. Sinais de falha levam ao abandono do tratamento medicamentoso Instabilidade hemodinmica. Aumento da dor abdominal Elevao dos ttulos do B hCG aps uso do MTX. 21. Tratamento local com MTX O MTX pode ser ministrado localmente na tuba uterina e guiado por USTV. A dose ministrada de 1mg/Kg. Esta tcnica apresenta desvantagens em relao ao tratamento convencional pois alm de ser invasiva depende tambm das habilidades do especialista. A principal indicao para o tratamento local nos casos de localizao atpica da gravidez ectpica. 22. Concluso Importante o diagnstico precoce da gravidez ectpica utilizando-se a USTV Acompanhar os nveis de B-hCG Respeitar sempre as indicaes quanto a que cirurgia fazer ou qual tratamento adotar Avaliao de cada caso em particular