gesto de pessoas - 6 - liderana e desenvolvimento de equipes efetivas.....59 tema 7 - recrutamento e...

Download Gesto de Pessoas - 6 - LIDERANA E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES EFETIVAS.....59 TEMA 7 - RECRUTAMENTO E SELEO ... A Gesto de Pessoas compreende a importante funo de geren-ciar pessoas

Post on 03-Mar-2018

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Gesto de Pessoas

    Braslia, 2006

  • Diretor-Presidente Alberto Borges Matias

    Instituidores Carlos Alberto Campello David Forli Inocente

    Gestor de Operaes Joo Delo

    Professor Autor Gesto de Pessoas Prof. Dr. Maria de Ftima Bruno de Faria

    A autora responsvel pelo contedo.

    Reitor Lauro Morhy

    Vice-Reitor Timothy Martin Mulholland

    Diretor Bernardo Kipnis

    Coordenadora Pedaggica Maria de Ftima Guerra de Sousa

    Designer Educacional Bruno Silveira Duarte

    Ilustradores do Projeto Carlos Miguel Rodrigues; Andr Tunes; Tatiana Tibrcio; Ribamar Arajo e Paulo Rodrigues

    Capa Rodrigo Mafra e Eduardo Miranda

    Editorao Alissom Lazaro; Evaldo Abreu; Gibran Lima e Tlyo Nunes

    Universidade de Braslia UnBCentro de Educao a Distncia CEADCampus Universitrio Darcy Ribeiro, Multiuso 1 Bl. B Ent. B1/14 CEP: 70919-790 Braslia-DFTel (61) 3349-0996 Fax (61) 3307-3048www.cead.unb.br cead@unb.br

    INEPAD Instituto de Ensino e Pesquisa em AdministraoRua Marechal Rondon, 571 Jardim AmricaCEP: 14020-220 Ribeiro Preto-SPTel (16) 3911-2212www.inepad.org.br secretaria@inepad.org.br

  • SUMRIO

    APRESENTAO ............................................................................................................. 7

    TEMA 1 - GESTO ESTRATGICA DE PESSOAS E GESTO DE PESSOAS POR COMPETNCIAS ........... 9

    TEMA 2 - CULTURA E CLIMA ORGANIZACIONAL ...................................................................... 21

    TEMA 3 - MOTIVAO, SATISFAO E COMPROMETIMENTO NO TRABALHO .............................. 29

    TEMA 4 - GESTO DO CONHECIMENTO E O CAPITAL INTELECTUAL .......................................... 39

    TEMA 5 - TICA NAS ORGANIZAES E NOS NEGCIOS .......................................................... 47

    TEMA 6 - LIDERANA E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES EFETIVAS ........................................... 59

    TEMA 7 - RECRUTAMENTO E SELEO ................................................................................... 69

    TEMA 8 - GESTO DE DESEMPENHO .................................................................................... 77

    TEMA 9 - TREINAMENTO, DESENVOLVIMENTO E EDUCAO ................................................... 87

    TEMA 10 - GESTO DE CARREIRAS ....................................................................................... 97

    TEMA 11 - SISTEMAS DE RECOMPENSA: REMUNERAO E BENEFCIOS .................................107

    TEMA 12 - TENDNCIAS EM GESTO DE PESSOAS: TEMAS EMERGENTES ................................115

    REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS ........................................................................124

  • APRESENTAO

    Esta disciplina trar diferentes temas sobre um assunto que muito lhe interessar: as pessoas nas organizaes. Voc ver que questes re-ferentes organizao, ao trabalho, ao grupo e ao indivduo, as quais, muitas vezes, j foram objeto de sua reflexo, tm sido estudadas por vrios autores.

    A Gesto de Pessoas compreende a importante funo de geren-ciar pessoas nas organizaes, sejam estas pblicas, sejam privadas. As mudanas ocorridas no mundo do trabalho provocaram alteraes no modo como as pessoas passaram a ser consideradas no contexto orga-nizacional.

    Assim, a cada dia, surgem novas discusses sobre como valorizar as pessoas no trabalho, pois essas constituem fonte de produo de novos conhecimentos e so molas mestras para o pleno funcionamento das organizaes.

    Sabemos que nem sempre foi assim. Nos primrdios da administra-o cientfica, os modelos de gesto enfatizavam a busca de formas de manter as pessoas adaptadas organizao e com maior produtividade. Isso se mostrou inadequado e at mesmo desastroso, pois vrias conse-qncias para a sade das pessoas foram percebidas, assim como para a produtividade no trabalho.

    Atualmente, buscam-se formas de a organizao oferecer condies de trabalho que possibilitem a sade e a satisfao do trabalhador, con-jugadas ao desempenho de excelncia no trabalho. As organizaes procuram se adaptar s necessidades das pessoas. E isso no uma ta-refa fcil!

    Com base nessa concepo, vrias estratgias de gesto tm sido traadas, e diversos temas emergiram para buscar compreender a ao humana no trabalho.

    Bem, estes so os aspectos gerais que estudaremos na disciplina.

    Aps concluir a disciplina Gesto de Pessoas, esperamos que voc seja capaz de identificar diferentes aes que facilitem a gesto das pes-soas nas organizaes, a fim de apresentar um desempenho de exceln-cia, em um clima harmonioso de trabalho.

    Ento, vamos comear os nossos estudos?

  • TEMA 1TEMA 1

    GESTO ESTRATGICA DE PESSOAS E GESTO DE PESSOAS

    POR COMPETNCIAS

  • 10

    TEMA 1 GESTO ESTRATGICA DE

    PESSOAS E GESTO DE PESSOAS POR COMPETNCIA Neste tema trataremos da importncia que as pessoas passaram a ter no mun-

    do do trabalho situando as principais mudanas que levaram denominao de gesto de pessoas, bem como a relao entre diferentes vises de mundo e o modo como as pessoas so consideradas no ambiente de trabalho. Assim, voc poder ter uma idia da abrangncia do tema da disciplina e da complexidade do mundo do trabalho. Veremos tambm como as aes de gesto de pessoas se relacionam com as estratgias organizacionais a partir do modelo de gesto baseada em competncias.

    Ao trmino deste tema, esperamos que voc seja capaz de:

    Identificar a relao entre a gesto de pessoas e a realizao das estratgias organizacionais.

    Vamos adiante?

    1.1 Vises de mundo e concepes das pessoas no mundo do trabalho

    As organizaes esto inseridas em um contexto social, poltico, econmico e cultural e, portanto, sofrem alteraes ao longo do tempo em funo das mudan-as que ocorrem no ambiente externo.

    Voc j deve ter imaginado que essas mudanas impactam a maneira como as pessoas so tratadas no ambiente de trabalho.

    Os diferentes nomes atribudos ao gerenciamento das pessoas no contex-to organizacional revelam um pouco o impacto que as mudanas ocorridas no mundo exercem no ambiente de trabalho.

    Voc j deve ter ouvido falar em diferentes nomes para se referir ao gerencia-mento das pessoas no trabalho, no mesmo?

    Eis alguns deles: administrao de recursos humanos, gesto do capital inte-lectual, gesto de talentos humanos, gesto de pessoas ou at mesmo gesto com pessoas.

    Quais as razes do uso desses diferentes nomes?

    Essas diferentes denominaes revelam concepes diversas sobre o homem no trabalho que, por sua vez, revelam diferentes vises de mundo.

    Vejamos uma abordagem apresentada por Mato, Santamara e Souza Silva (2001) que demonstra bem o que queremos destacar.

    Esses autores assinalam trs diferentes vises que caracterizam o mundo em que vivemos. Esse mundo, para eles, no concebido como uma poca de mu-danas, mas como uma mudana de poca.

    Por que voc acha que esses autores denominam o mundo atual de mudana de poca? .

    As vises de mundo analisadas por eles so: mecnica, econmica e holstica. Essas vises determinam as formas como as organizaes interpretam a realida-de, a fim de compreend-la e as aes que realizam para transform-la.

    Na viso mecnica, buscam-se solues tcnicas para todos os problemas organizacionais e as pessoas so vistas como recursos humanos. Essa viso per-dura desde os sculos XVI e XVII, sendo consolidada no sculo XVIII. O mundo

    TEMA 1 GESTO ESTRATGICA DE PESSOAS E GESTO DE PESSOAS POR COMPETNCIAS

  • 11

    TEMA 1 GESTO ESTRATGICA DE

    PESSOAS E GESTO DE PESSOAS POR COMPETNCIA

    percebido como uma mquina sem sentimentos, onde a razo mecnica exclui a emoo humana.

    J na viso econmica do mundo, a metfora do mercado assume o coman-do da tarefa de moldar modelos mentais individuais e marcos institucionais que, por sua vez, influenciam a percepo, as decises e as aes dos atores sociais das sociedades. (MATO; SANTAMARIA; SOUZA SILVA, 2001, p. 11). Os autores des-tacam que os gerentes passaram a ser considerados capital intelectual, os quais, do mesmo modo tratavam queles que gerenciavam. Somente era considerado importante o que tem ou o que agrega algum valor econmico. Esses gerentes eram capacitados de maneira exaustiva para, na maioria das ocasies, buscar resposta para uma pergunta: Que valor agrega...? . Eram gerentes competitivos que tinham como preocupao usar o seu capital intelectual para criar vanta-gens competitivas para sua organizao e da tecnologia da informao, que lhe permite prescindir do capital humano no necessrio (MATO; SANTAMARIA; SOUZA SILVA, 2001, p. 13).

    Na viso holstica de mundo, a metfora do sistema influencia a formao de modelos mentais individuais e marcos institucionais, cujas referncias incluem uma preocupao por todas as formas de vida no planeta. Com base nesta viso, os gerentes so formados como cidados que so talentos humanos, com ima-ginao, intuio, curiosidade e motivao, capazes de perceber e criar alm de suas experincias e conhecimento prvios (MATO; SANTAMARIA; SOUZA SILVA, 2001, p. 12-14). O princpio que norteia a ao dos gerentes com essa viso o de aprender fazendo, na busca do desenvolvimento do seu talento para gerenciar outros talentos.

    A anlise da abordagem dos autores permite-nos concluir que uma das prin-cipais razes para o no uso da denominao Administrao de Recursos Huma-nos nos dias atuais, destacar que as pessoas no so recursos como os finan-ceiros, materiais e outros que as organizaes utilizam, mas ocupam um lugar privilegiado nestas. Assim, o homem deve ser considerado, em sua complexida-de, como algum que pensa, reflete, produz idias novas e capaz de provocar mudanas. Ele aprende, modifica o ambiente onde est inserido e a si prprio. Desse modo, voc pode concluir que o homem sofre influncia das modificaes nas organizaes, assim como ele modifica o ambiente onde trabalha a partir da sua atu

Recommended

View more >