gestÃo de propriedades leiteiras: ?· (psm); empresário familiar (ef) e empresário rural (er)....

Download GESTÃO DE PROPRIEDADES LEITEIRAS: ?· (PSM); empresário familiar (EF) e empresário rural (ER). ...…

Post on 11-Feb-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1

GESTO DE PROPRIEDADES LEITEIRAS: ACOMPANHAMENTO TCNICO-ECONMICO DO PROLEG NO PERODO 1999 / 2000 (PROGRAMA DE LEITE DA REGIO DE GUARAPUAVA-PR) *

MATSUSHITA, Milton Satoshi 1

SEPULCRI, Odlio 2 PFAU, Luiz Augusto 3

VIECHNIESKI, Marco Aurlio 4 FOLDA, Francisco Srgio 5

FRACASSO, Deomar Marcos 4 GRZYBOWSKI, Joaquim 6

RAMOS, Mrcio Roberto 7

TAMBOSETTI, Valdir 8

TOMEN, Orestes 9

RESUMO Este trabalho apresenta a metodologia e os resultados de dois anos de acompanhamento e monitoramento em 25 propriedades de pecuria leiteira do programa de leite da regio de Guarapuava - PR, PROLEG, com apoio da informtica aplicada. Os resultados deste trabalho compreendem: a anlise da produo de leite obtida no perodo de 1999 e 2000; a produtividade mensal do leite (litros totais por vaca por ms); produtividade do leite (litros por hectare por ano); tamanho do rebanho nmero total de vacas (cabeas); custos variveis; margem bruta por hectare (R$ / ha / ano) e margem bruta por vaca total (R$ / vaca total ms). Este acompanhamento proporciona informaes mensais aos produtores, assistncia tcnica e extenso rural, na identificao dos gargalos da produo e de indicadores tcnicos, econmicos e financeiros, subsidiando-os na tomada de melhores decises pelos produtores, em funo de seus objetivos.

* Trabalho apresentado no II Seminrio Sul-Brasileiro de Administrao Rural Administrao Rural para o sculo XXI. 13 a 15 de agosto de 2002. Centro de eventos da Universidade de Passo Fundo RS e publicado em seus respectivos anais, p 251-262. 1 Eng. Agr., Especialista em Anlise de Sistemas e Informtica na Agropecuria, mestrando em Administrao. Extensionista da EMATER-Paran. 2 Eng. Agr., Ps-graduado em Gesto da Qualidade. Extensionista da EMATER-Paran. 3 Mdico Veterinrio, MS em Nutrio Animal. Extensionista da EMATER-Paran 4 Eng. Agr., Especialista em Bovinocultura de Leite, Extensionista Municipais da EMATER-Paran. 5 Eng. Agr., Especialista Desenvolvimento Rural, Extensionista Municipal da EMATER Paran. EMATER - Paran. 6 Tcnico em Agropecuria, Extensionista Municipal da EMATER Paran. 7Eng. Agr., Extensionista da EMATER Paran. 8Zootecnista, Extensionista da EMATER Paran. 9Med. Vet., Extensionista da EMATER Paran.

2

1. INTRODUO

Em um pas capitalista o que se espera de uma empresa ou de qualquer atividade econmica a gerao de riqueza. Para identificar a riqueza gerada, basta calcular tudo o que se produz para o mercado ou consumo, menos tudo o que se gasta para produzir. Como resultado tem-se a riqueza gerada ou o valor agregado que poder ser positivo ou negativo. Conforme apresentado na frmula a seguir: (Receitas Custos = Lucro ou Prejuzo). A sobrevivncia de um empreendimento, dentre outros fatores, dar-se- pela sua capacidade de gerar lucro.

O cenrio atual caracteriza-se por acentuado ambiente concorrencial e acelerada evoluo tecnolgica. Cada vez mais as decises precisam ser tomadas com agilidade, rapidez e preciso (Pozzebon & Freitas,1996). Tofler (1985, p.128-129) acredita que a informao mais importante do que os fatores terra, trabalho, capital e matria prima.

Percebe-se pelos estudos realizados pela EMATER-Paran (1999 e 2000), que h possibilidade de ganhos nas propriedades rurais com uma eficiente gesto das informaes, que gere indicadores padres, facilitadores e agilizadores de tomada de decises.

Os desafios crescentes que a modernidade e a globalizao introduziram nas empresas, s podero ser superados atravs da melhoria na qualidade e na velocidade das informaes a serem utilizadas para a tomada de decises. Para tanto, a empresa rural necessita-se medir e analisar os resultados, identificar os pontos crticos para agregao de valores e aprimor-los, controlar as operaes para garantir os resultados esperados. Neste sentido, o primeiro passo em qualquer atividade agropecuria a apurao dos indicadores de resultados: Quanto dinheiro minha propriedade/ empresa rural est gerando? Quanto dinheiro est custando para oper-la? Quais so os fatos e dados que geraro os indicadores para medir os resultados? Feito isto, se o produtor/empresrio rural est satisfeito com os resultados, procede-se a melhoria contnua e repete-se o processo produtivo, mantendo-se o padro de qualidade e produtividade j atingidas. Por outro lado, se os resultados no satisfazem os objetivos do produtor/empresrio rural, devem-se buscar as causas desse resultado insatisfatrio, fazendo um diagnstico para identificar onde se encontram as causas dos problemas que afetam os resultados da empresa ou da atividade, para orientar a tomada de deciso e ao para correo do problema (planejamento). A tomada de deciso e a ao correta esto tornando-se cada vez mais importantes na gesto das propriedades/empresas rurais. Diariamente surgem problemas (resultado indesejvel de um trabalho, ou de um processo), que precisam ser resolvidos, dificultados pelos recursos escassos de pessoal, de tempo ou de custeio. Toma a melhor deciso quem tem a melhor informao. Assim, identificar bem os problemas, suas causas e prioriz-las uma questo fundamental na tomada de deciso. Para isto so necessrios mtodos que privilegiem fatos e dados concretos.

3

2. METODOLOGIA 2.1 rea de abrangncia

Este trabalho, gesto da propriedade leiteira, faz parte, juntamente com outros componentes, do Programa de Leite da Regio de Guarapuava - PROLEG, desenvolvido na regio central do Estado do Paran. Est sendo executado nos municpios de Guarapuava, Laranjeiras do sul, Nova Laranjeiras, Campina do Simo, Quedas do Iguau e Virmond, selecionados dentro de uma bacia leiteira de 31 municpios com 6.259 produtores e uma produo diria mdia de 217.988 litros de leite (EMATER-Paran, 1999).

2.2 Seleo do Publico

As unidades de produo podem ser classificadas de vrios tipos, em funo de o meio rural no ser um todo homogneo. No trabalho de (Yu & Sereia, 1993), sob o ttulo "Tipificao e Caracterizao dos Produtores Rurais do Paran - 1980", utilizando dos critrios: contratao de fora de trabalho; tecnificao; capitalizao, receita e despesas; classificaram os produtores do Estado do Paran nas categorias: produtores de subsistncia (PS); produtores simples de mercadoria (PSM); empresrio familiar (EF) e empresrio rural (ER). A seleo do pblico e das propriedades (25 propriedades) seguiram esta mesma metodologia, conforme seu nvel tecnolgico e capitalizao, para que possam ser analisadas separadamente. As propriedades selecionadas para acompanhamento pertencem s categorias: PSM (22 propriedades) e Empresrio Familiar (3 propriedades).

2.3 Coleta dos dados

Foi realizado o levantamento das propriedades leiteiras, mensalmente atravs de formulrio especfico. Os dados foram processados, analisados e devolvidos ao produtor.

O presente estudo corresponde ao perodo 1.999 (01 de janeiro a 31 de dezembro) e 2.000 (01 de janeiro a 31 de dezembro).

2.4 Critrio de separao do custo do leite do cust o da carne

Segundo Gomes (1999), a correta apropriao do custo de produo da atividade leiteira complexa, em razo de algumas caractersticas: Produo conjunta e simultnea de carne, leite e forragem. Elevada participao da mo-de-obra familiar, cuja apropriao de custos

sempre muito subjetiva. Produo contnua na qual feito um corte, por perodo, para anlise anual ou

semestral. Altos investimentos em terras, benfeitorias, mquinas e animais, cuja apropriao

dos custos tambm tem elevada dose de subjetividade. Em funo dessa complexidade, necessrio uma boa interao do tcnico,

que est determinando o custo, com o produtor, para uma interpretao dos resultados mais prximos da realidade.

4

A atividade leiteira tem produo conjunta de carne e leite, pois quando se trata do rebanho leiteiro tem-se, como resultado, a produo de leite e de animais (bezerros que nascem, novilhas que crescem, vacas que so descartadas, etc.). muito difcil separar o que vai para produo de leite e o que vai para a produo de animais. Para tanto, conforme o mesmo autor, h necessidade de utilizar uma metodologia adequada para separar tais custos.

Para separar o custo da atividade leiteira global (carne e leite) e o custo s do leite, utiliza-se distribuir os custos proporcionalmente renda bruta de cada setor. Como exemplo, se a renda bruta do leite representa 80% e a renda bruta da venda de animais 20%, corresponde ao percentual que cada componente contribui na participao dos custos totais.

2.5 Processamento dos dados

Os dados coletados mensalmente so processados atravs do Sistema Gesto da Pecuria Leiteira GPL, planilha desenvolvida em Excel pela EMATER-Paran, com o objetivo de acompanhar e analisar os custos s do leite e da atividade leiteira, diagnosticar e planejar a atividade na propriedade rural.

2.6 Metodologia de interpretao das informaes O desempenho, a performance, ou os resultados de uma empresa/

propriedade rural poder ser medido e analisado comparativamente, selecionando-se, previamente, indicadores de desempenho, conforme os objetivos do pecuarista. A comparao poder ser feita com o seu prprio desempenho, ao longo dos anos, considerando-se o incio como ano zero e tomando-o como base, sendo igual a 100%, verifica-se seu crescimento, ou no, a cada ano.

Pode-se, tambm, compar-la a empresas/propriedades com certo grau de homogeneidade, isto , situem-se numa mesma microregio, possuam estruturas semelhantes e desenvolvam as mesmas exploraes, num mesmo perodo, utilizando-se dos mesmos indicadores. - Elementos utilizados para anlise:

Lucro = (Quantidade Produzida x Preo) Custo Tot al - Procedimento de anlise:

No curto prazo (perodo de um ano): - Analise da Margem