gestão de estoque

Download Gestão de estoque

Post on 13-Apr-2017

1.500 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • FLUXO DE MATERIAISGESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOQUE um ativo circulante que constituem todos os materiais que a empresa possui e utiliza no processo de produo de seus produtos ou servios.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOQUEALMOXARIFADO OU DEPSITO?

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOQUETipo de Operao Exemplos de estoques mantidos em operao.

    Hotel Alimentos, material de limpeza, itens de toalete.

    Hospital Gaze, instrumentos, sangue, remdio, alimentos.

    Casa Bahia Televisores, geladeira, computadores.

    Fabrica de Televisores Fios, parafusos, componentes.

    Senac Conhecimento, informaes.

    Na sua Casa Papel higinico, sabonetes, pasta de dente.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOQUE

    Quanto?

    O que?

    Reposio?

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    FUNES DO ESTOQUEPorque se faz estoque?

    Garantir o abastecimento de materiais empresa

    Proporcionar economia de escala

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    PLANEJAMENTO DE ESTOQUEConsumo (C) ou Demanda (D): a quantidade consumida ou requisitada para uso em um determinado perodo.

    Mtodo de consumo pelo ultimo perodo: o mtodo mais simples e emprico (que se baseia em experincias). Baseasse em prever o consumo do perodo seguinte com base no consumo do perodo anterior.

    Consumo do Ultimo Ms Consumo Previsto de 10%1.000 und 1.100 und

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CONSUMOMtodo da mdia mvel: o calculo a partir das mdias de consumo dos perodos.

    Meses Consumo

    Janeiro 100 undFevereiro 200 und

    Maro 300 undAbril 400 undMaio 500 undTotal 1.500 und

    Mdia Mvel 300 und

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CONSUMOMtodo de mdia ponderada: Os valores dos perodos mais recentes recebem um peso maior do que os valores dos perodos mais antigos.

    Meses Consumo Peso Total

    Janeiro 100 und 1 100 undFevereiro 200 und 2 400 und

    Maro 300 und 3 900 undAbril 400 und 4 1.600 undMaio 500 und 5 2.500 und

    Acumulado 1500 und 15 pts 5.500 und

    Mdia Ponderada 366,66 und

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    PLANEJAMENTO DE ESTOQUEEstoque de Segurana (ES) Ou Estoque Mnimo (EM): a quantidade de material destinada a evitar rupturas de estoque

    Estoque de Segurana (ES) ES = Consumo Mdio x Perodo de Tempo

    Estoque Mximo (EM): a quantidade mxima de materiais a se mantido no estoque.

    Estoque Mximo (EM) EM = Estoque de Segurana + Lote de Reposio

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    PLANEJAMENTO DE ESTOQUELead Time (LT): o tempo de ressuprimento entre a liberao do pedido at o recebimento.

    Ponto de Pedido (PP): o nvel de estoque que ao ser atingido indica a necessidade de ressuprimento.

    Ponto de Pedido (PP) PP = Consumo Mdio x Lead Time + Estoque de Segurana

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    Grafico dente de serra

    PLANEJAMENTO DE ESTOQUE

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    PROBLEMAManoel tem uma padaria e utiliza como matria prima a farinha da marca XPTO, ele fez o levantamento do consumo por meio de mdia mvel e descobriu que consome cerca de 10 kg a cada duas semanas. Ele compra de um nico fornecedor em sacos de 10 kg. Esse fornecedor demora cerca de 1 semana para entregar. Vamos ajudar Manoel a fazer o controle de estoque?

    Ms Consumo / KGSemana 1 6Semana 2 4Semana 3 8Semana 4 2

    Total 20Mdia 5

    Estoque de Segurana (ES) ES = Consumo Mdio x Perodo de Tempo

    Estoque Mximo (EM) EM = Estoque de Segurana + Lote de Reposio

    Ponto de Pedido (PP) PP = Consumo Mdio x Lead Time + Estoque de Segurana

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    PROBLEMA

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    REGISTRO DE ESTOQUEKardex: um relatrio que permite saber todas as movimentaes dos produtos em estoque, Quantidade Inicial, Entradas, Sadas e Quantidade Atual em estoque.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    REGISTRO DE ESTOQUEPlanejamento das necessidades de materiais (MRP e MRPII): So softwares que inter-relaciona previso de vendas, planejamento da produo, programao de materiais, compras e financeiro

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    SISTEMA TOYOTA DE PRODUO

    Just in time: um modelo que procura eliminar estoques e agilizar a produo. Armazena-se o mnimo de matria prima em estoque.

    Kaban: um termo de origem japonesa e significa literalmente carto ou sinalizao. um conceito relacionado com a utilizao de cartes (post-it e outros) para indicar o andamento dos fluxos de produo em empresas de fabricao em srie

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    JUST IN TIME

    https://youtu.be/SLVQiF8y2sY

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    JUST IN TIME

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    AVALIAO DE ESTOQUECurva ABC ou Diagrama de Pareto: Baseia-se no principio de que a maior parte do investimento em materiais est concentrada em um pequeno numero de itens.

    Vilfredo Pareto 1848 - 1923

    Classe A: constituda de poucos itens de 15 20% do total, que representa 80% do investimento.

    Classe B: constituda de uma quantidade mdia de itens de 35 a 40% do total, que representa 15% do investimento.

    Classe C: constituda de uma enorme quantidade de itens 40 a 50% do total, que representa 5% do investimento.

    ABC

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CURVA ABC

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    REQUISIO DE MATERIAIS

    Autorizar a sada de material do almoxarifado

    Muitas empresas utilizam o sistema de requisio de materiais para trs finalidades

    Proceder ao respectivo lanamento de sada de material na ficha de estoque

    Ajudar no clculo do custo de produo

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    LAYOUT DO ESTOQUE

    Porta de Acesso

    Verticalizao

    Corredores

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOCAGEM DE MATERIAISPEPS (FIFO): A sigla PEPS a abreviao da frase primeiro que entra, primeiro a sair (no ingls frist in, frist out). a tcnica que se baseia na ordem cronolgica das entradas de materiais.

    UEPS (LIFO): A sigla UEPS a abreviao da frase Ultimo que entra, primeiro a sair (no ingls last in,frist out). a tcnica que se baseia na ordem cronolgica de valores.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    ESTOCAGEM DE MATERIAISPVPS: A sigla PVPS a abreviao da frase Primeiro que venci, primeiro que sai. a tcnica que se baseia na ordem cronolgica do vencimento do produto.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CODIFICAO DE MATERIAISSistema Alfabtico: Esse sistema representa os materiais por meio de letras. Sua principal caracterstica conseguir associar letras com as caractersticas do material.

    Cod. Desc. Vl. Und

    AA Arroz Agulhinha 5Kg R$:14,90

    AP Arroz Parabolizado 5Kg R$:14,50

    AI Arroz Integral 1Kg R$:5,09

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    Sistema Alfanumrico: Este sistema representa os materiais por meio de nmeros e letras, atualmente um sistema muito utilizado na classificao de peas automotivas e na codificao de placas de automveis.

    CODIFICAO DE MATERIAIS

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CODIFICAO DE MATERIAISSistema Numrico: Esse sistema um dos mtodos mais utilizado pelas empresas, devido sua forma simples e prtica de ser utilizado. Ele tem como base a atribuio de nmeros para representar um material.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CODIFICAO DE MATERIAISSistema Cdigo de Barras: Representa a informao de um material atravs de alternncia de barras, que s podem ser lidas atravs de um software.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CODIFICAO DE MATERIAISSistema QRCODE: um dos mais novos sistemas de codificao, cdigo de barras bidimensional que pode ser facilmente esquadrinhado usando a maioria dos telefones celulares equipados com cmera.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    CODIFICAO DE MATERIAIS

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    INVENTRIO um levantamento fsico dos materiais existentes, por meio de contagem. Ou seja, serve para confrontar e precificar o que foi dado entrada e sada do estoque.

    Inventrios Gerais: So efetuados no final do exerccio fiscal da empresa, abrangendo a totalidade dos itens de estoque de uma s vez.

    Inventrio Rotativo: So feitos por meio de uma programao mensal, envolve determinado item

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    INVENTRIO

    Convocao das equipes e tempo hbil: Os inventariantes devem ser escolhidos entre os funcionrios da empresa e separados em duas equipes

    Arrumao Fsica: Os materiais devem ser agrupados por tipo e devem ficar de forma visvel

    Etiquetas ou carto de inventrio: Constituem no meio de registro de contagem de cada item.

    Atualizao dos registros: Os registros de entradas, sadas e saldos de estoque devero ser atualizados at a data do inventrio.

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    INVENTRIOContagem do estoque: Cada item de estoque a ser inventariado dever ser obrigatoriamente contado duas vezes.

    Reconciliaes e ajustes: Nos casos de divergncia entre o real e o registrado, a seces envolvidas no controle de estoques devero justificar as variaes

  • GESTO DE ESTOQUE - PROF. DANILO BRAGA

    DICAS#1 - Estipule Horrios

    #2 - Controle os Estoques

    #3 - Limpeza

    #4 - Evite outros objetos

    #5 - Pessoa Responsvel

  • Obrigado!

    /dbdanillo @dbdanillo

    +DanilloBraga /