[gest£o da ti] governan§a de ti: modelos, certifica§µes e "melhores...

Download [Gest£o da TI] Governan§a de TI: Modelos, certifica§µes e "melhores prticas"

Post on 08-Apr-2017

155 views

Category:

Business

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • GESTO DA TECNOLOGIA DA INFORMAOMODELOS, CERTIFICAES E MELHORES PRTICAS PARA GOVERNANA DE TI

    Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com

    SIN-NA8 | 2 Semestre de 2016

  • IMPORTANTEOs prximos slides fazem parte de uma

    atividade realizada pelos alunos da

    turma SIN-NA8 (8 semestre de

    Sistemas de Informao 2 semestre

    de 2016)

  • CONTEDO

    Modelos, certificaes e

    melhores prticas para

    aplicar a Governana de TI

  • NAVEGUE PELO MATERIAL

    # Tema apresentado

    1 ITIL V3

    2 CMMI DEV

    3 COBIT 5

    4 ISO 21500

    5 PMBOK, 5 Edio

    6 PRINCE2

    7 Scrum

  • [ Gesto da TI ]

    VOLTAR PARA O

    NDICE

  • O principal objetivo da ITIL V3 prover um conjunto deprticas de gerenciamento de servios de TI testadas ecomprovadas no mercado;

    Para ajudar a implantar e manter um gerenciamento deservios de TI focado em pessoas, processos e recursosque so usados na entrega de servios que atendam snecessidades dos clientes.

  • A ITIL pode ser dividida em processos: estratgico, tticoe operacional e possui exatos 26 processos.

  • O ITIL possui a vantagem de ser flexvel , pois pode serutilizado conforme a necessidade da corporao.

    Por exemplo: Caso exista um problema de organizao nacorporao relacionado a novas demandas que sosolicitadas. Vamos utilizar como exemplo a empresacitada em aula: Laboratrio Brasil.

    possvel verificar que eles no possuem gestoalguma do chamados ou novas demandassolicitadas.

    Poderia ser implementado o processo de:Gerenciamento de Incidentes.

  • Modelo no proprietrio: pode ser utilizado por qualquerempresa independente de plataforma tecnolgica;

    No um modelo prescritivo: um modelo flexvel, ouseja, deve ser adotada e adaptada alm de no dependerdo tamanho da empresa ou do setor;

    Fornece as boas e as melhores prticas: as empresas sebeneficiam dessa forma no tendo que investirem tempopara reinventar a roda;

    Usada por milhares de empresas no mundo: ajuda aestabelecer uma terminologia comum entre osprovedores internos e externos de TI;

    Ajuda a atender os requisitos da norma ISO/IEC 20000(padro internacional para Gerenciamento de Servios deTI).

  • Necessidade de alto grau de envolvimento da altadireo;

    Resistncia ao rateio de custos;

    Mudar a cultura da organizao em relao a mtodos,processos/ procedimentos e ferramentas.

  • A ITIL adotada por mais de 15.000 organizaes nomundo todo, dentre elas podemos destacar empresascomo: IBM, Microsoft, HP, HSBC;

    Pr-Ative TI;

    Sonda IT;

    CGI Amrica do Sul;

    Innovative.

  • https://www.exin.com/BR

    https://pt.wikipedia.org/wiki/ITILv3

    http://techoje.com.br

  • Karoline Furtado 13102758

    Thais Mendona 13100634

    Thamires Zeviani 13102695

    Valmir Silva 13100346

    Victor Leite 13101227

  • Capability Maturity

    Model Integration

    (CMMI)

    VOLTAR PARA O

    NDICE

  • Definio - CMMI

    um modelo de referncia que define prticas

    necessrias para o desenvolvimento e avaliao

    de maturidade de software em uma organizao.

    O CMMI no pode ser considerado uma

    metodologia, pois no orienta como deve ser feito,

    e sim o que deve ser feito.

  • Histria

    Desenvolvido pelo Software Engineering

    Institute (SEI) at Carnegie Mellon University

    CMM para Software

    Systems Engineering Capability Model (SECM)

    Integrated Product Development CMM (IPD-

    CMM)

  • reas de Processos Anlise Causal e Resoluo (CAR)

    Gerenciamento de Configurao (CM)

    Deciso Anlise e Resoluo (DAR)

    Gesto Integrada de Projetos (IPM)

    Medio e Anlise (MA)

    Organizao Inovao e Implantao

    (OID)

    Processo da Organizao Definio

    (OPD)

    Processo da Organizao Focus

    (OPF)

    Desempenho Processo da

    Organizao (OPP)

    Treinamento Organizacional (OT)

    Integrao de Produto (PI)

    Projeto de Monitoramento e Controle (PMC)

    Planejamento de Projeto (PP)

    Processos e Qualidade do produto de garantia (PPQA)

    Project Management quantitativa (QPM)

    Desenvolvimento de Requisitos (RD)

    Gerenciamento de Requisitos (REQM)

    Gesto de Risco (RSKM)

    Gesto de Contrato de Fornecedor (SAM)

    Soluo Tcnica (TS)

    Validao (VAL)

    Verificao (VER)

  • Prticas:

    Gerenciamento de Requisitos

    Manipulao de Riscos

    Medio de Desempenho

    Planejamento de Trabalho

    Tomada de Deciso

    Entre outros.

  • Objetivo:

    Estabelecer um modelo nico para o processo de

    melhoria corporativo, integrando diferentes modelos e

    disciplinas.

    Foi baseado nas melhores prticas para

    desenvolvimento e manuteno de produtos. H uma

    nfase tanto em engenharia de sistemas quanto em

    engenharia de software, e h uma integrao necessria

    para o desenvolvimento e a manuteno.

  • Estrutura:

    CMMI for Development (CMMI-DEV) publicada em

    agosto de 2006. Dirige-se ao processo de

    desenvolvimento de produtos e servios.

    CMMI for Acquisition (CMMI-ACQ) publicada em

    novembro de 2007. Dirige-se aos processos de

    aquisio e terceirizao de bens e servios.

    CMMI for Services (CMMI-SVC) publicada em fevereiro

    de 2009. Dirige-se aos processos de empresas

    prestadoras de servios.

  • Estgios do CMMI:

    Nvel 1 - Inicial: imaturidade

    organizacional; os processos

    so improvisados e geralmente

    no so seguidos;

    compromissos de prazo e

    custo no so cumpridos; o

    planejamento no feito com

    base em estimativas; as

    qualidades, procedimentos e

    conhecimentos pertencem s

    pessoas e no aos projetos; as

    chances de sucesso dependem

    das habilidades pessoais dos

    gerentes e desenvolvedores;

    Nvel 2 - Gerenciado: polticas e

    procedimentos para gerenciar

    o desenvolvimento de software

    esto definidas e so

    obedecidas; o planejamento

    baseado em estimativas e na

    experincia anterior de outros

    projetos; os projetos utilizam

    processos definidos, usados,

    disseminados, documentados,

    medidos e fiscalizados com

    rotinas de melhoria; os

    processos afetados so

    puramente gerenciais (no

    tcnicos) e pertencem aos

    projetos e no s pessoas;

    Nvel 3 - Definido: os processos

    utilizados so estabelecidos e

    padronizados em toda a

    organizao; processos

    tcnicos passam a ser

    considerados ao lado dos

    processos gerenciais; tanto os

    processos gerenciais quanto

    os tcnicos passam a ser

    repetidos; os processos

    pertencem a organizao e no

    mais aos projetos;

    Nvel 4 - Quantitativamente

    Gerenciado: so estabelecidas

    metas quantitativas para os

    processos e produtos, medidas

    de qualidade e produtividade

    so coletadas em todos os

    projetos; estabelecido

    controle estatstico de

    processos; a gesto passa a

    ser feitas com bases

    quantitativas;

    Nvel 5 - Otimizao: a

    organizao est engajada na

    melhoria contnua de seus

    processos; identificao de

    pontos fracos e defeitos; aes

    preventivas sobre causas;

    mudanas mais significativas

    de processos e/ou tecnologias

    so feitas a partir de anlise de

    custo/benefcio com base em

    dados quantitativos.

  • Vantagens do CMMI:

    O modelo de qualidade CMMI reconhecido internacionalmente e se

    tornou uma referncia no mercado. Muitas empresas utilizam como

    estratgia para exportao da mo-de-obra, buscando obter um

    diferencial competitivo. O conjunto de prticas do CMMI contribui para

    o aprimoramento dos processos de uma organizao tornando-a mais

    madura e eficiente [VIRTUARTE, 2012].

    O CMMI ajuda a organizao a conhecer os seus processos e o

    seu desempenho, melhorando a preciso do planejamento.

    Permite um melhor monitoramento dos processos, possibilitando

    que o gerente de projetos saiba se o projeto dar certo ou no

    [MELLO, 2011]. Com o tempo, adquirindo maturidade, a

    empresa vai identificando o que realmente tem valor, sendo este

    o foco, otimizando cada vez mais os processos, o que justifica o

    CMMI, que um modelo que possibilita uma melhoria contnua

    nos processos, amadurecendo as organizaes e tornando-as

    mais competitivas.

  • Desvantagens do CMMI:

    Para certificao necessrio a realizao de avaliaes e este

    processo alm de moroso, possui alto custo. Geralmente o

    custo fica a depender da complexidade do processo. Alm

    disso, necessrio investir tempo, geralmente, para se chegar

    aos nveis de maturidade mais altos leva-se em mdia de 4 a 8

    anos.

    Essas dificuldades contrastam com a realidade das empresas que no

    podem realizar um investimento to alto na obteno da certificao.

    Muitas empresas tratam o CMMI como um processo e no como um

    modelo, e relatam que nem todas as prticas so realmente

    necessrias na maioria dos casos. Por isso, muito trabalho poderia ser

    evitado, principalmente em projetos pequenos.

  • Como pode ser aplicado:

    Para se aplicar a vrias reas de interesse, o

    framework agrupa melhores prticas nas assim

    chamadas constelaes. Uma constelao um

    conjunto de componentes CMMI utilizados para

    construir modelos, materiais de treinamento e

    documentos de avaliao

  • CMMI DEV

    A CMMI para Desenvolvim