gerenciamento de efluentes de abatedouros avÍcolas - estudo de caso super frango

Download GERENCIAMENTO DE EFLUENTES DE ABATEDOUROS AVÍCOLAS - ESTUDO DE CASO SUPER FRANGO

Post on 14-Feb-2015

57 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

GERENCIAMENTO DE EFLUENTES DE ABATEDOUROS AVCOLAS ESTUDO DE CASO (SUPER FRANGO) Jos Fernandes Jnior 1 Osmar Mendes2 Universidade Catlica de Gois Departamento de Engenharia Engenharia Ambiental AV. Universitria, n 1440 Setor Universitrio Fone (62)3946-1351. CEP: 74605-010 Goinia - GO. Resumo A indstria avcola tem um papel muito importante no desenvolvimento econmico e social de uma regio. No processo de abate a gua o principal insumo natural utilizado que ao final do processo gera uma elevada vazo de efluentes. Havendo, portanto, a necessidade da adoo de sistemas de tratamento desses efluentes para reduzir as concentraes das cargas poluidoras, em especial, nesse caso da Demanda Bioqumica de Oxignio - DBO. Nesse estudo avaliou-se a eficincia do projeto implantado na remoo de carga de poluio e comparado aos parmetros com aqueles referenciados na legislao vigente. Comparaes tambm foram feitas quanto s cargas geradas pela indstria estudada e as referncias de outros casos pesquisados. Os resultados da eficincia do projeto foram avaliados em cada etapa do sistema e mostraram que o mesmo est respondendo com uma eficincia total de 89,33% na remoo da DBO, e que, tambm, pode ser traduzido na reduo dos demais elementos constituintes do efluente. Palavras chaves: abate avcola, gerao e tratamento de efluentes. Abstract The poultry industry has a very important paper in the economical and social development of an area. In the discount process the water is the main natural input used that at the end of the process generates a high effluents flow. Having, therefore, the need of the adoption of system of treatment of those effluents to reduce the concentrations of the you defecate pollutant, especially, in that case of the Biochemical Demand of Oxygen - DBO. In that study the efficiency of the project was evaluated implanted in the removal of pollution load and compared the parameters with those refernciados in the effective legislation. Comparisons were also made as for the loads generated for the it elaborates studied and the references of other researched cases. The results of the efficiency of the project were appraised in each stage of the system and they showed that the same is answering with a total efficiency of 89,33% in the removal of DBO and that it can also be translated in the reduction of the other constituent elements of the effluent. Keywords: it abates aciculae, generation and treatment of effluent

1 2

Acadmico do curso de Eng Ambiental da Universidade Catlica de Gois (jose2junior@yahoo.com.br) Prof do Dep. de Eng da Universidade Catlica de Gois - UCG (mendes_osmar@yahoo.com.br)

2

1 INTRODUO

A avicultura teve seu desenvolvimento no cenrio mundial a partir de 1945, que at ento era totalmente rudimentar. Com a deflagrao da guerra, o exrcito americano passou a ter uma demanda pela oferta de carnes vermelhas para alimentar suas tropas. Assim, foi preciso aumentar a produo de carnes alternativas, de preferncia de pequenos animais, como as aves, que estivessem prontas para consumo num curto espao de tempo, tal necessidade fez com os Estados Unidos da Amrica comeassem a desenvolver pesquisas no sentido de obter novas linhagens, raes e alimentos que atendessem aos requerimentos nutricionais das aves e medicamentos especficos para a avicultura. No Brasil, os reflexos desses avanos comearam a chegar no final da dcada de 50 e incio da dcada de 60, quando tiveram incio as importaes de linhagens hbridas americanas de frangos, mais resistentes e produtivas. Com elas, padres de manejo e alimentao foram se alterando gradativamente. Na dcada de 70, a indstria brasileira de frangos cresceu em mdia 12% a.a., sendo que os principais investimentos ocorreram na Regio Sul, regio de grande produo de milho e de crescente produo de soja. O alto nvel tecnolgico alcanado pela avicultura nacional, notadamente a de corte, colocou a atividade em posio privilegiada em relao a outras atividades pecurias desenvolvidas no Brasil, com nvel de produtividade internacional, comparada a dos pases mais atualizados no mundo. A indstria de carnes absorvedora de tecnologias geradas na indstria de bens de capital e so essas, que geram inovaes, que se poderiam chamar de "radicais" para o segmento. Na indstria em geral, h uma demanda muito grande por gua de boa qualidade e grande parte do referido volume ser eliminado para corpos receptores com uma alta carga de matria orgnica e slidos, motivo pelo qual guas residurias, geradas em todos os processos industriais, devem passar por um tratamento especfico. Nos matadouros e frigorficos os efluentes so gerados em grande quantidade e representam um problema srio pelo seu alto teor de matria orgnica e o lanamento desses despejos in natura acarreta srios prejuzos ao meio ambiente (MARLISE, 2006). Todas as etapas do processamento industrial contribuem de alguma forma para a carga de resduos potencialmente impactantes para o meio ambiente. Nesse caso, os resduos so sangue, vsceras, penas, carne e tecidos gordurosos, perdas de processo, detergentes ativos e custicos, dentre outros. O mais significativo o sangue, ao qual, na rea de abate, juntamse ainda penas, esterco e sujeiras; despertando, por isso, maior preocupao. Na maioria das

3

vezes, podem ser adotados procedimentos preventivos, tais como a separao mecnica dos componentes, com vistas recuperao dos resduos, de modo a serem comercializados como raes, leos, sebo etc. As descargas poluentes da indstria podem ser reduzidas atravs da combinao de tcnicas que incluem o gerenciamento eficiente das guas, medidas de controle de gerao de resduos na prpria planta, controles de processo e vrios nveis de tratamento biolgico (Relatrio Setorial da Avicultura, 1995). O consumo de gua funo direta de sua capacidade de abate. Segundo o DIPOA (1978), em geral, o consumo mdio de gua, em matadouros avcolas, poder ser calculado tomando como base o volume de 30 (trinta) litros por ave abatida, incluindo-se a o consumo em todas as sees do matadouro. O volume de despejo, hoje, por ave abatida, tende a ser reduzido, podendo ser estimado em cerca de 20 (vinte) litros em mdia (MARLISE, 2006).

2 REVISO BIBLIOGRFICA

Conforme o homem caminha na linha do tempo, seus hbitos e costumes vo sofrendo alteraes, e com o avano das indstrias alimentcias tem propiciado uma grande oferta e demanda por produtos de distintas origens. Nesse contexto, surge a indstria de abate avcola que acaba tendo um grande papel no desenvolvimento econmico e social da regio na qual a unidade se encontra instalada e tambm para o pas. O abate e processamento de carcaas de aves abrangem atividades de controle desenvolvidas dentro do abatedouro, desde o momento em que as aves chegam plataforma de recepo, at a obteno do produto final, sendo a gua utilizada em diversas operaes que ao final do processo tem se um volume de efluente que proporcional quantidade de aves abatida/dia (AVICULTURA INDUSTRIAL, 2006). Estes efluentes ao serem dispostos com seus poluentes caractersticos promovem a alterao da qualidade dos corpos receptores elevando conseqentemente a sua poluio. Assim, o papel dos recursos hdricos para o desenvolvimento do homem e suas atividades tanto para o suprimento de gua para abastecimento, como tambm corpo receptor dos dejetos tem se um quadro preocupante perante o aumento da populao e a falta de saneamento, que leva o corpo receptor a receber esgoto domstico e efluentes industriais, onde este corpo hdrico acaba sendo manancial para cidades que esto a jusante dos pontos de emisso

4

(SPERLING, 1996). O processo produtivo dentro de uma planta de abate avcola iniciado colocandose as aves de bico para baixo nos funis do sangradouro, para que seja realizada a sangria. Esta operao considerada de grande importncia para a melhor conservao da carne. Posteriormente as aves so encaminhadas a escaldaria, para a escaldagem com base em gua aquecida; da vai para a depenadeira, onde sero devidamente depenadas. A prxima operao a eviscerao, realizada manualmente em mesas ou balces apropriados. As carcaas so introduzidas em tangues com gua natural para uma rpida lavagem. Depois, so colocadas em tangues com gua fria, visando o pr-resfriamento. Essa operao realizada para que a carne perca calor, seja protegida contra alteraes diversas e readquira em parte a gua anteriormente perdida. As carcaas, ento, so levadas ao balco de embalagem, onde so colocadas em sacos plsticos com ou sem vsceras comestveis. Em seguida vo para a cmara frigorfica e, posteriormente, so encaminhadas ao mercado para comercializao (SEBRAE, 2006). A disposio das guas residurias do abate de aves quando no atendem os padres de lanamento estipulados por normas e regulamentaes causam a poluio hdrica. Essa poluio definida como qualquer alterao fsica, qumica ou biolgica da qualidade de um corpo hdrico, capaz de ultrapassar os padres estabelecidos para a classe, conforme o seu uso preponderante. Considera-se a ao dos agentes: fsicos materiais (slidos em suspenso) ou formas de energia (calorfica e radiaes); qumicos (substncias dissolvidas ou com potencial solubilizao); biolgicos (microorganismos) que deterioram a qualidade ou inviabilizando a vida aqutica (SPERLING, 1996). Os sistemas de tratamento de efluentes so baseados na transformao dos poluentes dissolvidos e em suspenso em gases inertes e/ou slidos sedimentveis para a posterior separao das fases slida/lquida. Sendo assim, se no houver a formao de gases inertes ou lodo estvel, no se pode considerar que houve tratamento. A Lei de Lavoisier, sobre a conservao da matria perfeitamente aplicvel ao caso, observando-se apenas que ao remover as substncias ou materiais dissolvidos e em suspenso na gua, estes sejam transformados em materiais estveis ambientalmente. A poluio no deve ser transferida de forma e lugar. necessrio conhecer o princpio de funcionamento de cada operao unitria utilizada, bem como a ordem de associ