gazeta rural nº 232

Download Gazeta Rural nº 232

Post on 03-Apr-2016

229 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O sector do mel está em destaque na edição nº 232 da Gazeta Rural. Na edição de 15 de Setembro pode ainda ficar a par dos últimos eventos de cariz gastronómicos, a Festas das Vindimas, em Viseu, os vinhos do Picoou uma entrevista a Carlos Lucas, a propósito das novas instalações da Magnum Vinhos, em Oliveira do Conde. Pode ainda ficar a par do rescaldo da Agroglobal, da Vindouro ou da Feira do Vinho do Dão, em Nelas, assim como outras notícias que fizeram a actualidade. Tudo para ler na versão online ou importando a versão PDF em: www.gazetarural.com Boa leitura.

TRANSCRIPT

  • MelDoce e Afrodisiaco

    w w w . g a z e t a r u r a l . c o m Director: Jos Lus Arajo | N. 23215 de Setembro de 2014 | Preo 2,00 Euros

  • 29 CONCURSO NACIONAL DE OVINOS SERRA DA ESTRELA

    19 DE SETEMBRO - SEXTA-FEIRA

    PAVILHO DE CONCURSOS

    08:00 h Apresentao dos animais no local do concurso

    10:00 h Julgamento dos animais

    14:00 h - Exposio dos animais concorrentes

    AUDITRIO SEMINRIOPDR 2020

    10:00h Sesso de AberturaDirectora Regional de Agricultura e Pescas do CentroEng. Leonel Amorim - DRAPCEng. Pinto Sousa - DRAPCEng. Pedro Magalhes - ANCOSE

    20 DE SETEMBRO - SBADO10:00 h Publicao dos Resultados

    11:00 h Sesso de EncerramentoPresidente da Cmara Municipal de Oliveira de HospitalPresidente da ANCOSE

    11:30 h Entrega de prmios

    12:30 h - Almoo Convvio

    Sum

    rio 04 Achig de regresso s mesas de Vila de Rei

    05 Festival Gastronmico Quilmetro Zero mostra produtos do concelho

    06 Oleiros promove primeira Conferncia do Pinhal

    07 Expodemo exalta a ma e mostra vinhos da regio

    08 Vinhos do Pico duplicaram de preo em cinco anos

    10 O Do precisa fazer coisas que os outros no fa-zem, diz Carlos Lucas

    12 Festa das Vindimas d a redescobrir o Do em Viseu

    27 Agroglobal uma feira extraordinria, diz Assun-o Cristas

    29 Vindouro Festa Pombalina fideliza pblicos na XII edio

    30 Feira de Vinhos do Do foi um sucesso

    32 Agricultores guardam abboras espera de melhor preo

    38 Sandra Santos a nova coordenadora da AGIM 13 a 26 Especial Mel

  • 4 www.gazetarural.com

    O Festival Gastronmico do Achig est de volta a Vila de Rei no final do ms de Setembro. A oitava edio do evento, organizado pela Cmara de Vila de Rei, far com que, de 27 de Setembro a 5 de Outu-bro, o concelho se volte a encher de sabores e aro-mas que fazem as delcias dos visitantes.

    Os amantes deste prato tradicional podero, assim, experimentar os melhores pratos de achig nos cinco restaurantes aderentes: Albergaria D. Di-nis (Vila de Rei), Churrasqueira Central (Vila de Rei), O Cobra (Vila de Rei), O Elctrico (Relva) e Paraso do Zzere (Zaboeira).

    O presidente da Cmara de Vila de Rei, Ricardo Aires, afirma que a qualidade dos nossos restau-rantes anualmente comprovada pelos milhares de pessoas que os visitam, com especial incidncia du-rante os Festivais Gastronmicos do Concelho. Com a realizao desta oitava edio do Festival Gastro-nmico do Achig esperamos voltar a colocar a nos-sa gastronomia em grande destaque e a divulgar a cozinha tradicional da zona centro do Pas.

    Os festivais Super Gastronmicos conhecem novo captu-lo, agora em Bragana, at 21 de Setembro. Durante uma dezena de dias (comeou a 12 de Setembro), Carne na Praa vai eno-brecer a qualidade das carnes transmontanas, proporcionando a harmonizao com cervejas artesanais.

    Pernil cozido, pezinhos de coentrada, rojes da barriga, ro-jes do redenho, fumeiro, prego de vitela em azeite no po e cal-deirada de cordeiro, entre outras, so vrias as propostas que

    De 27 de Setembro a 5 de Outubro

    Achig de regresso s mesas de Vila de Rei

    Com as carnes transmontanas em destaque at 21 de Setembro

    Festival Super Gastronmicos estreou-se em Bragana

    os restaurantes Emiclau e Copinhos vo confeccionar no festival, de segunda a sexta-feira, das 18 s 23 horas, sbado e domingo, das 12 s 24 horas, a preos entre os 3 e os 13.

    Carne na Praa ser tambm uma oportunidade de con-firmar o potencial de harmonizao gastronmica das novas cervejas artesanais Super Bock Seleco 1927, elaboradas a partir de ingredientes de primeira grandeza. A Munich Dunkel particularmente recomendada para combinar com sabores mais intensos e carnes grelhadas, por se tratar de uma cerveja muito cremosa, com um aroma rico a malte, chocolate, frutos secos e um fumado ligeiro, elegante, com final mdio, frutado e ligeira-mente tostado.

    Justa Nobre e Rodrigo Meneses no palco de Bragana

    Os visitantes do festival Carne na Praa tero tambm a possibilidade de contactar com nomes bem conhecidos do pa-norama gastronmico portugus, que assumem o desafio de re-criar o receiturio transmontano.

    Justa Nobre, transmontana dos quatro costados que faz su-cesso em restaurantes de Lisboa, regressa a casa para encer-rar com chave de ouro o festival, dia 21, pelas 13 horas. Rodrigo Meneses, tambm transmontano, apresentador do 24 Kitchen, recupera as razes da regio no dia 20, pelas 20 horas. scar Gonalves e Lus Portugal abriram o certame.

    Os festivais Super Gastronmicos so uma organizao Su-per Bock e EV-Essncia do Vinho. Carne na Praa, que conta com o apoio especial da Cmara de Bragana, encerra o Vero, seguindo-se, em Outubro, a terceira edio do festival Francesi-nha na Baixa, no Porto.

  • 5www.gazetarural.com

    Nos fins-de-semana de 19 e 21 e 26 e 28 de Setembro, em Belmonte

    Festival Gastronmico Quilmetro Zero mostra produtos do concelho

    Andam zero quilmetros para chegar sua mesa. Falamos de produtos e alimentos produzidos no con-celho de Belmonte. Ali pode provar a comida dali. Nos restaurantes aderentes sabem quem cultivou as couves, criou o cabrito e colheu a uvas que fazem o vinho.

    O Festival Gastronmico Quilmetro Zero, que se realiza nos fins-de-semana de 19 e 21 e 26 e 28 de Se-tembro, uma iniciativa da Cmara de Belmonte que visa promover o que por l se faz, como se faz e onde se podem apreciar as qualidades da tradio gastronmica local, nos dois ltimos fins-de-semana de Setembro. Pretende-se, assim, dar um forte contributo para a economia local dos produtores do concelho, e chamar a ateno para o po-tencial agrcola do concelho, refere a autarquia.

    Os visitantes vo comer os produtos cultivados e criados no concelho. Esse o lema do Festival Gas-tronmico Quilmetro Zero. No viajam, no andam qualquer quilmetro, so daqui.

    Cerveja artesanal assume protago-nismo no Festival do Caneco

    Entretanto, a cerveja artesanal vai estar em desta-que no I Festival do Caneco, que decorre em Belmonte de 25 a 27 de Setembro. Este evento enquadra-se den-tro da promoo de Belmonte, a par de outros cartazes como a Feira Medieval e o Mercado Kosher, que decor-reu no incio deste ms referiu o presidente da Cmara de Belmonte.

    Antnio Rocha adiantou que o Festival do Caneco est aberto regio e vai ser muito focado no pbli-co jovem. Queremos que as novas geraes no olhem para ns apenas como uma terra de museus, de histria, mas sim como uma terra de animao, de qualidade de vida, de futuro, sublinhou.

    O I Festival do Caneco - Festival de Cerveja artesanal e arte urbana uma iniciativa da autarquia local. Prepa-rmos um mercado de produtos locais e os restaurantes vo ter ementas com esses mesmos produtos, sublinha o autarca de Belmonte. o conceito Quilmetro zero, produtos que no andaram qualquer quilmetro para chegar mesa. As ementas tero um logtipo a dizer Aqui Daqui e o restaurante pode dizer quem plantou as couves, criou o cabrito ou colheu as uvas daquele vi-nho, explica Antnio Rocha.

    Nesta primeira edio, vo estar presentes cerca de 90 barraquinhas de cerveja artesanal de expositores de Portugal e de Espanha e, a par destas, existe tambm um programa de animao.

    Artesanato, gastronomia, animao de rua, pintu-ras de portas, dana contempornea, desfile de moda, teatro de rua e feira de velharias juntam-se, durante trs dias, na zona envolvente ao castelo de Belmonte. O fes-tival conta ainda com um encontro de escritores, onde vai estar presente Afonso Cruz, com o livro Jesus Cristo bebia cerveja e Gabriel Magalhes, com o livro Restau-rante Canibal.

  • 6 www.gazetarural.com

    A Agim vai organizar um curso de aplicao de produtos fitofar-macuticos, em horrio ps-laboral, a ter incio a 20 de Outubro nas instalaes do Edifcio VougaPark, em Sever do Vouga. O curso, que ter a durao de 35 horas e ir decorrer nos dias teis das 19 s 22,30 horas e aos sbados, destina-se a agricultores e a outros inte-ressados que apliquem ou venham a aplicar produtos fitofarmacuti-cos, nomeadamente pessoas ligadas de qualquer forma actividade agrcola, alm de outros empregados, desempregados e reformados.

    Este curso homologado pela Direco Regional de Agricultura e Pescas (DRAP) e tem como objectivo promover o desenvolvimento pessoal e profissional dos agricultores ou outros aplicadores que uti-lizam produtos fitofarmacuticos.

    O curso ir permitir ao formando obter o carto de aplicador, que ir ser obrigatrio para a aquisio e aplicao destes produtos qu-micos, de acordo com a legislao em vigor.

    Para alm da obteno de um certificado de qualificaes, o curso de aplicao de produtos fitofarmacuticos possibilita ainda a obteno de um certificado profissional de Aplicao de Produtos Fitofarmacuticos, emitido pela DRAP, com acesso ao carto de apli-cador.

    Para inscries e mais informaes, os interessados podem con-tactar a Agim, no Edifcio VougaPark, em Paradela do Vouga, pelo te-lefone 234597020, telemvel 914101946 ou e-mail angela@agim.pt.

    No prximo dia 19 de Setembro realiza-se no Auditrio da Casa da Cultura, em Oleiros, a primeira Conferncia do Pinhal, uma organizao da Cmara de Oleiros e do Jornal do Fundo, com o apoio dos Municpios de Pampilhosa da Serra, Proena-a-Nova, Sert, Castanheira de Pra e Pedrgo Grande.

    Esta conferncia ser constituda por trs painis de debate. O primeiro, dedicado ao estmulo dado pelo Estado aos produtores florestais, contar com a participao de Amndio Torres, do Ins-tituto da Conservao da Natureza e Florestas (ICNF), que far a sua interveno sobre a proteco de incndios; de Ricardo Tor-res, director florestal do Grupo ORYZON Energias, que falar sobre a florestao e sequestro de carbono. A finalizar este painel, Jorge Paiva, do Departamento de Biologia da Universidade de Coimbra, abordar o tema fomento e biodiversidade. No segundo painel, Patrcia Coutim, ges