gates catlogo correias automotivas linha leve

Download GATES CATLOGO CORREIAS AUTOMOTIVAS LINHA LEVE

Post on 22-Oct-2014

4.568 views

Category:

Documents

15 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

GATES CATÁLOGO CORREIAS AUTOMOTIVAS LINHA LEVE

TRANSCRIPT

Nova Nomenclatura de Correias

03

IMPORTANTE!Informamos que foram alterados os cdigos e embalagens das correias Gates. Nenhum produto sofreu alterao. Confira abaixo os novos formatos:

Correia SincronizadoraTodas as correias sincronizadoras HNBR sero identificadas com XS no cdigo no lugar de HNBR. A marcao GS e U do cdigo Gates ser excluda.

CloropreneAntes: Depois: Antes:

HNBRDepois:

40305X17111d / 17 x 1057LAGUNA 1.8 16S

CAMSHT

CAMSHT

40433x17XS111d / 17 x 1057LAGUNA 1.8 16S

CAMSHT

CAMSHT

RENAULT ESPACE 2.0 6S

RENAULT ESPACE 2.0 6S

TENS

IDLER

TENS

IDLER

IDLER

IDLER

40305X17U

CRANSHT

GS40433x17U

CRANSHT

40305X17U

40305X17

GS40433x17U

40433x17XS

Correia V, Powerband (V-Dupla) e Micro-VAs marcaes GS dos cdigos Gates sero excludas.

Correia VAntes: Depois:

Micro-V Antes: Depois:

Green Stripedo ifica 9 Correia Cert S 1694 /T /T ISO IS

Green Stripedo ifica 9 Micro Cert S 1694 /T ISO

V

- V

9252 GS 7356

9252 7356

K04033 GS

K040433

7356 GS

7356

K040433 GSCorreia Powerband (V-Dupla)Antes: Depois:

K040433

Green Stripedo Power ifica 9 rtific Cert S 1694 /T /T ISO

Band

2/9252 GS

2/9252

2/9252 GS

2/9252

04

Informaes Adicionais

AbreviaturasACD ALT AUTOM BA BH BI BV CPA CVA DH GIR MANL MTR PLI POL TENS. Ar Condicionado Alternador Automtico Bomba dgua Bomba Hidrulica Bomba Injetora Bomba de Vcuo Compressor de Ar Comando de Vlvulas Direo Hidrulica Girabrequim Manual Motor Polia Intermediria Polia Tensionador Aire Acondicionado Automtico Bomba de gua Bomba Hidrulica Bomba de Inyeccin Bomba de Vcuo Compresor de Aire Comando de Vlvulas Direccion Hidrulica Cigeal Manual Motor Polea Intermediria Polea Tensor

Sistema de Leitura do Cdigo GatesLeitura da Correia Micro-V Leitura da Correia Sincronizadora

K 050 492Comprimento Efetivo = 49,2 x 25,4 = 1250 mm N de Ribs (de 3 a 10) Referncia Automotiva

41 117 x 17 XSRefere-se a correias em HNBR Largura da Correia Nmero de Dentes Referncia Automotiva

Leitura da Correia em V e Powerband (V-Dupla)

2/9709Comprimento Efetivo = 70,9 x 25,4 = 1800mm Largura da Correia Para correias Powerband(V-Dupla), o cdigo possui o prefixo 2/.

Equipamentos de Teste da Gates

Dr. Gates (sob consulta) - seu jogo de ferramentas para a instalao e a manuteno completa de sistemas de transmisso de correias.

Verificador de alinhamento a laser (sob consulta) Ferramenta de pouco peso e fcil de usar para identificar os mais comuns tipos de desalinhamento.

Tensimetro STT-1 (sob consulta) - Ferramenta prtica e exata para verificar a tenso das correias Micro-V XF.

ndice

05

Busca por Montadora / Bsqueda por ensambladora LEVESAlfa Romeo Asia Motors Audi BMW Caloi/Monark Chrysler Cintren Daewoo Daihatsu Dodge Ferrari Fiat Ford GM Honda Hyundai Isuzu Jaguar Jeep JPX Kia Motors Lada Land Rover Lexus Mazda Mercedes-Benz Mitsubshi Nissan Peugeot Porsche Renault Seat Subaru Suzuki Toyota Troller Volvo Volkswagen10 11 11 13 15 15 16 19 19 19 20 20 25 28 32 34 35 35 35 36 36 37 37 38 38 39 41 44 45 47 48 50 50 51 53 54 54 56

UTILITRIOSAsia Motors Fiat GM Hyundai Iveco Caminhes Kia Motors MBB Caminhes Peugeot Renault Toyota Volkswagen62 62 62 62 63 63 64 64 65 65 65

Busca por cdigo Gates /Correia V Micro-V Micro-V Dupla Sincronizadora Converses

Bsqueda por cdigo Gates

67 80 113 114 13003 04 04 06

Nova Nomenclatura Abreviaturas Sistema de Leitura Soluo de Problemas

06

Guia de solues de problemas

Correia SincronizadoraQuando uma correia se danifica prematuramente importante determinar o motivo deste problema e a ao corretiva adequada. Se a correia foi removida por alguma razo, uma nova correia deve ser instalada. Nunca reutilize uma correia.

APARNCIA

CAUSASEntrada de corpo estranho no sistema. Tenso excessiva na instalao.

SOLUESVerificar se as protees esto corretamente instaladas. Instalar com a tenso correta. Observar as instrues de manuseio. Instalar com a tenso correta. Eliminar a causa do travamento. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). Instalar com a tenso correta. Substituir as polias desgastadas. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). No submeter a correia a uma circunferncia menor que a polia de transmisso. Retirar a correia da embalagem somente para a instalao. Eliminar as causas do superaquecimento. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). Instalar com a tenso correta. Substituir as polias desgastadas. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). Substituir os retentores danificados e a correia. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). Substituir as polias. Providenciar o correto alinhamento. Obs: Verificar os itens do sistema de transmisso (polias e rolamentos). Instalar com a tenso correta. Providenciar o correto alinhamento. Substituir as polias. Substituir as polias.

Falha por Tenso Arrancamento dos Dentes Desgaste dos Dentes

Baixa tenso. Travamento do sistema.

Tenso Incorreta. Polia com desgaste.

Vinco

Manuseio incorreto na instalao. Armazenamento incorreto da correia.

Trincas no Dorso Desgaste entre os Dentes Contaminao por leo Desgaste Lateral

Superaquecimento ou exposio a temperaturas muito baixas.

Excesso de tenso. Polia com desgaste.

Vazamento de leo. Obs: Reduz a vida til da correia.

Polias com flanges danificadas. Desalinhamento.

Rudos

Alta e baixa tenso. Desalinhamento. Flanges danificadas. Polias desgastadas ou defeituosas.

NUNCA FORCE, DOBRE OU TORA UMA CORREIA

NO

NO

NO

Guia de solues de problemas

07

Correia Micro-VQuando um correia se danifica prematuramente importante determinar o motivo deste problema e a ao corretiva adequada. Se a correia foi removida por alguma razo, uma nova correia deve ser instalada. Nunca reaproveite uma correia.

APARNCIAAbrasoO costado da correia apresenta-se brilhante ou vitrificado.

CAUSAS

SOLUES

Polia travada ou com dificuldade de movimento.

Subtituir a correia e verificar o tensionador ou os rolamentos.

TrincasPequenas rachaduras vsiveis ao longo dos Ribs. Desgaste natural devido a constante exposio ao calor e a tenso. As trincas aparecem no topo dos Ribs e podem chegar at a regio dos cordes. Se voc encontrar mais que trs trincas numa rea de 8cm a pea deve ser substituda.

Desprendimento de partculasPedaos ou partculas de borracha se soltam da correia. Quando isto ocorre a correia pode falhar a qualquer momento. Substituio da correia desobedecendo a quilometragem recomendada pelo fabricante. Corrigir o desalinhamento e substituir as correias danificadas.

DesalinhamentoA lateral da correia pode aparecer cortada ou o cordonel pode tornar-se gasto e os ribs removidos. Desalinhamento de polia e rudo caracterstico, resultando no desgaste prematuro. Corrigir o desalinhamento e substituir a correia.

Entrada de corpos estranhosPequenas marcas ou furos so visveis no costado da correia e o tecido ao redor dos furos geralmente est esfiapado. Presena de pedras, cascalho ou areia que se alojam entre a correia e as polias. Inspecionar as polias e substituir as correias.

Desgaste irregular dos ribsMarcas nas laterais da correia, possveis cordes quebrados ou ribs serrilhados. Rudos de pequenas batidas ou aspereza podem ser ouvidos. Presena de objetos estranhos como pequenos pedregulhos na parte interna da polia poder causar deformao dos canais das polias, conseqentemente danificando a correia. Substituir a correia e verificar a existncia de objetos estranhos ou marcas nas polias e se necessrio substitu-las.

Polia muito desgastadaA correia comea a apresentar separao dos ribs da capa superior causando possveis falhas. Instalao inadequada. Geralmente os ribs so montados fora dos canais das polias fazendo com que a mesma se desalinhe. Substituir a correia observando o correto encaixe nos canais da polia.

Arrancamento de MaterialO material removido dos ribs, desenvolvendo as rachaduras na correia. Tensionamento incorreto, desalinhamento, polias desgastadas, presena de corpos estranhos ou a combinao destes fatores. Inspecionar as polias e substituir as correias.

08

Guia de solues de problemas

Correia VAs correias devem ser inspecionadas periodicamente para a verificao de desgaste e variao de tenso, sendo substitudas conforme recomendao do fabricante. Correias aplicadas em alternador e ar condicionado so mais exigidas que as peas utilizadas em direo hidrulica ou bomba dgua. O rudo produzido por uma correia ao desgastar-se indica a necessidade de ser substituda. Inspecione-as periodicamente. Ao inspecionar uma correia verifique se o motor est desligado e sempre desligue a bateria para evitar que a ventoinha entre em funcionamento. Tora ligeiramente a correia e verifique as partes laterais e inferior para verificar se algum dos seguintes sinais esta presente, qualquer um deles obriga a substituio da pea.

APARNCIAParedes vitrificadasAparncia espelhada.

CAUSAS

SOLUES

Patinao entre a polia e a correia devido ao atrito proveniente de contaminao de leo ou gua.

Eliminar os vazamentos e substituir as correias.

TrincasTrincas por todo o canal da correia. Tenso baixa ou excessiva. Quando pequenas e em distncias regulares, indica desgaste natural. Substituir a co

Recommended

View more >