gabarito prova enem 2010 1dia

Download Gabarito Prova Enem 2010 1dia

Post on 14-Aug-2015

13 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

21 DIACADERNOAMARELOPROVA DE CINCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIASPROVA DE CINCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIASLEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES SEGUINTESOtempodisponvel paraestasprovasdequatrohorasetrintaminutos.Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTO-RESPOSTA. Osrascunhos e as marcaes assinaladas no CADERNO DE QUESTES nosero considerados na avaliao.Quando terminar as provas, entregue ao aplicador este CADERNO DEQUESTESe o CARTO-RESPOSTA.Voc somente poder deixar o local de prova aps decorridas duas horasdo incio da sua aplicao. Caso permanea na sala por, no mnimo,quatro horas aps o incio da prova, voc poder levar este CADERNO DEQUESTES.Voc ser excludo do exame caso:utilize, durante a realizao da prova, mquinas e/ourelgios de calcular, bem como rdios, gravadores,headphones, telefonescelularesoufontesdeconsultadequalquer espcie;se ausente da sala de provas levando consigo oCADERNO DE QUESTES e/ou o CARTO-RESPOSTA antesdo prazo estabelecido;aja comincorreo ou descortesia para comqualquerparticipante do processo de aplicao das provas;se comunique comoutro participante, verbalmente, porescrito ou por qualquer outra forma;apresente dado(s) falso(s) na sua identificao pessoal.1 82931041151267Este CADERNO DE QUESTES contm 90 questes numeradas de 1 a 90,dispostas da seguinte maneira:a. asquestesdenmero1a45sorelativasreadeCincias Humanas e suas Tecnologias;b. asquestesdenmero46a90sorelativasreadeCincias da Natureza e suas Tecnologias.Marque no CARTO-RESPOSTA, no espao apropriado, a opocorrespondente cor desta capa: 1-Azul; 2-Amarela; 3-Branca ou 4-Rosa.ATENO: se voc assinalar mais de uma opo de cor ou deixar todos oscampos embranco, sua prova no ser corrigida.Verifique, noCARTO-RESPOSTA, seosseusdadosestoregistradoscorretamente. Caso haja alguma divergncia, comunique-a imediatamenteao aplicador da sala.Aps a conferncia, escreva e assine seu nome nos espaos prprios doCARTO-RESPOSTAcomcaneta esferogrfica de tinta preta.No dobre, no amasse, nem rasure o CARTO-RESPOSTA. Ele no poderser substitudo.Para cada uma das questes objetivas, so apresentadas 5opes,identificadas com as letras , , , e . Apenas uma respondecorretamente questo.No CARTO-RESPOSTA, marque, para cada questo, a letra correspondente opo escolhida para a resposta, preenchendo todo o espao compreendidono crculo, com caneta esferogrfica de tinta preta.A B C D EVoc deve, portanto,assinalar apenas uma opo em cada questo. A marcao em mais de umaopo anula a questo, mesmo que uma das respostas esteja correta.EXAME NACIONAL DO ENSINO MDIOESSA A COR DO SEU CADERNO DE PROVAS!MARQUE-A EM SEU CARTO-RESPOSTAa.b.c.d.e.20102010CH - 1 dia| Caderno 2 - AMARELO - Pgina 1Questo 1Antes,eramapenasasgrandescidadesquese apresentavamcomooimpriodatcnica,objetode modifcaes,suspenses,acrscimos,cadavezmais sofsticadasecarregadasdeartifcio.Essemundo artifcial inclui, hoje, o mundo rural. SANTOS, M. A Natureza do Espao. So Paulo: Hucitec, 1996.Considerandoatransformaomencionadanotexto, uma consequncia socioespacial que caracteriza o atual mundo rural brasileiro a reduo do processo de concentrao de terras.o aumento do aproveitamento de solos menos frteis.a ampliao do isolamento do espao rural.a estagnao da fronteira agrcola do pas.a diminuio do nvel de emprego formal.Questo 2Fonte: ncra, Estatsticas cadastrais 1998.Ogrfcorepresentaarelaoentreotamanhoea totalidade dos imveis rurais no Brasil. Que caracterstica daestruturafundiriabrasileiraestevidenciadano grfco apresentado?A concentrao de terras nas mos de poucos.A existncia de poucas terras agricultveis.O domnio territorial dos minifndios.A primazia da agricultura familiar.A debilidade dos plantations modernos.Questo 3Amaioriadaspessoasdaquieradocampo.VilaMaria hojeexportadoradetrabalhadores.Empresriosde Primavera do Leste, Estado de Mato Grosso, procuram obairrodeVilaMariaparaconseguirmodeobra. genteindodistantedaqui300,400quilmetrosparair trabalhar,paraganharsetecontopordia.(Carlito,43 anos, maranhense, entrevistado em 22/03/98).Ribeiro, H. S. O migrante e a cidade: diIemas e conitos. Araraquara: Wunderlich, 2001(adaptado).Otextoretrataumfenmenovivenciadopela agricultura brasileira nas ltimas dcadas do sculo XX, consequnciados impactos sociais da modernizao da agricultura.da recomposio dos salrios do trabalhador rural.da exigncia de qualifcao do trabalhador rural.da diminuio da importncia da agricultura.dos processos de desvalorizao de reas rurais. Questo 4Os lixes so o pior tipo de disposio fnal dos resduos slidosdeumacidade,representandoumgrave problema ambiental e de sade pblica. Nesses locais, o lixo jogado diretamente no solo e a cu aberto, sem nenhuma norma de controle, o que causa, entre outros problemas,acontaminaodosoloedasguaspelo chorume(lquidoescurocomaltacargapoluidora, provenientedadecomposiodamatriaorgnica presente no lixo).RCARDO, B.; CANPANLL, M. Almanaque Brasil Socioambiental 2008. So Paulo, nstituto Socioambiental, 2007. Considereummunicpioquedepositaosresduos slidos produzidos por sua populao em um lixo. Esse procedimentoconsideradoumproblemadesade pblica porque os lixescausamproblemasrespiratrios,devidoaomau cheiro que provm da decomposio. solocaispropciosaproliferaodevetoresde doenas, alm de contaminarem o solo e as guas.provocamofenmenodachuvacida,devidoaos gases oriundos da decomposio da matria orgnica.soinstaladosprximosaocentrodascidades, afetandotodaapopulaoquecirculadiariamente na rea.soresponsveispelodesaparecimentodas nascentes na regio onde so instalados, o que leva escassez de gua.CINCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIASQuestes de 1 a 452010CH - 1 dia| Caderno 2 - AMARELO - Pgina 2Figura para as questes5 e6TEXERA, W. et al. (Orgs). Decifrando a Terra. So Paulo: Companhia Editora Nacional, 2009.Questo 5Muitos processos erosivos se concentram nas encostas, principalmenteaquelesmotivadospelaguaepelo vento. No entanto, os refexos tambm so sentidos nas reas de baixada, onde geralmente h ocupao urbana. Um exemplo desses refexos na vida cotidiana de muitas cidades brasileiras amaiorocorrnciadeenchentes,jqueosrios assoreados comportam menos gua em seus leitos.acontaminaodapopulaopelossedimentos trazidos pelo rio e carregados de matria orgnica. odesgastedosolonasreasurbanas,causado pelareduodoescoamentosuperfcialpluvialna encosta.a maior facilidade de captao de gua potvel para o abastecimento pblico, j que maior o efeito do escoamento sobre a infltrao.oaumentodaincidnciadedoenascomoa amebase na populao urbana, em decorrncia do escoamento de gua poluda do topo das encostas.Questo 6Oesquemarepresentaumprocessodeerosoem encosta.Queprticarealizadaporumagricultorpode resultar em acelerao desse processo?Plantio direto. Associao de culturas.mplantao de curvas de nvel.Arao do solo, do topo ao vale.Terraceamento na propriedade.Questo 7Pensando nas correntes e prestes a entrar no brao que deriva da Corrente do Golfo para o norte, lembrei-me de umvidrodecafsolvelvazio.Coloqueinovidrouma notacheiadezeros,umabolacorrosa-choque. Anotei a posio e data: Latitude 4949' N, Longitude 2349' W. Tampei e joguei na gua. Nunca imaginei que receberia umacartacomafotodeummeninonoruegus, segurando a bolinha e a estranha nota.KLNK, A. Parati: entre dois plos. So Paulo: Companhia das Letras, 1998 (adaptado).No texto, o autor anota sua coordenada geogrfca, que arelaoqueseestabeleceentreasdistncias representadasnomapaeasdistnciasreaisda superfcie cartografada.oregistrodequeosparalelossoverticaise convergemparaospolos,eosmeridianosso crculos imaginrios, horizontais e equidistantes.ainformaodeumconjuntodelinhasimaginrias quepermitemlocalizarumpontoouacidente geogrfco na superfcie terrestre. alatitudecomodistnciaemgrausentreumponto eoMeridianodeGreenwich,ealongitudecomoa distncia em graus entre um ponto e o Equador.aformadeprojeocartogrfca,usadopara navegao,ondeosmeridianoseparalelos distorcem a superfcie do planeta.Questo 8A evoluo do processo de transformao de matrias-primas em produtos acabados ocorreu em trs estgios: artesanato, manufatura e maquinofatura. Um desses estgios foi o artesanato, em que setrabalhavaconformeoritmodasmquinasede maneira padronizada. trabalhava geralmente sem o uso de mquinas e de modo diferente do modelo de produo em srie.empregavamfontesdeenergiaabundantesparao funcionamento das mquinas.realizava parte da produo por cada operrio, com uso de mquinas e trabalho assalariado.faziaminterfernciasdoprocessoprodutivopor tcnicos e gerentes com vistas a determinar o ritmo de produo.Rascunho2010CH - 1 dia| Caderno 2 - AMARELO - Pgina 3Questo 9O G-20 o grupo que rene os pases do G-7, os mais industrializadosdomundo(EUA,Japo,Alemanha, Frana, Reino Unido, tlia e Canad), a Unio Europeia e os principais emergentes (Brasil, Rssia, ndia, China, fricadoSul,ArbiaSaudita,Argentina,Austrlia, Coreia do Sul, ndonsia, Mxico e Turquia). Esse grupo de pases vem ganhando fora nos fruns internacionais de deciso e consulta.ALLAN, R. Crise global. Disponvel em: http://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br. Acesso em: 31 jul.2010.Entre os pases emergentes que formam o G-20, esto os chamados BRC (Brasil, Rssia, ndia e China), termo criado em 2001 para referir-se aos pases queapresentamcaractersticaseconmicaspromissoras para as prximas dcadas. possuem base tecnolgica mais elevada.apresentam ndices de igualdade social e econmica mais acentuados. apresentamdiversidadeambientalsufcientepara impulsionar a economia global.possuemsimilaridadesculturaiscapazesde alavancar a economia mundial.Questo 10A serraria construa ramais ferrovirios que adentravam asgrandesmatas,ondegrandeslocomotivascom guindastesecorrentesgigantescasdemaisde100 metrosarrastavam,paraascomposiesdetrem,as toras que jaziam abatidas por equipes de trabalhadores queanteriormentepassavampelolocal.Quandoo guindastearrastavaasgrandestorasemdireo composio de trem, os ervais nativos que existiam em meio s matas eram destrudos por este deslocamento. MACHADO, P. P. Lideranas do Contestado. Campinas: Unicamp, 2004 (adaptado).No incio do sculo XX, uma srie de empreendimentos capitalist