gabarito edição nº 346

Download Gabarito Edição nº 346

Post on 16-Mar-2016

221 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Gabarito Edição nº 346 de 04 a 10 de abril de 2011.

TRANSCRIPT

  • GabaritoJORNAL DA EDUCAO

    ARQ

    UIV

    O P

    ESSO

    ALCO

    ORD

    ENA

    O D

    E EV

    ENTO

    S/CO

    LG

    IO V

    IT

    RIA

    ACESSE ESTE JORNAL NO SITE

    COLGIO VITRIA FAZ FESTA NO DIA DO CIRCO

    Ano VIII EdIo n 346 RIo BRAnco-Ac, 4 A 10 dE ABRIL dE 2011 E-MAIL: gabarito_ac@terra.com.br

    Uma srie de atividades desenvolvidas no Colgio Vitria marca as comemoraes relativas ao Dia do Circo: alunos, professores, coordenadores, pais de alunos e

    direo se envolvem com a alegria e a diverso, alguns fantasiados de palhaos.PginaS 4 E 5

    Dona Cil d exemplo aos jovens ao receber diploma com 58 anos

    Betel distribui

    livros paraprofessor

    A T U A L I D A D E

    Pgina 6

    E S T R E I A

    Pgina 2

    Coluna vai dar dicas de como escolher a sua profisso

    P E R S O N A G E M

    Pgina 8

    Darcila gonalves Espndola exemplo de dedicao e

    coragem ao concluir o ensino superior em Pedagogia.

    WW

    W.F

    MU

    .BR

    EVAL

    DO

    PER

    EIRA

    RIB

    EIRO

    /GAB

    ARIT

    O

  • F A C U L D A D ERio Branco-acre, 4 a 10 de abril de 2011Gabarito

    2- JORNAL DA EDUCAO

    GabaritoPublicao dirigida para

    a rea da Educao

    Jornalista Responsvel:Evaldo Pereira Ribeiro

    (164 DRT/AM)

    ESCOLHA SUA PROFISSO

    WW

    W.F

    MU

    .BR

    sociais tm impacto no desen-volvimento da contabilidade e apresentou as mudanas no cenrio econmico e social nos ltimos anos, identificando os impactos que tiveram na Cincia Contbil.

    O ponto alto da palestra acon-teceu quando o Dr. Milanez falou sobre o grande desafio para o profissional de contabilidade em absorver os novos conceitos provenientes da harmonizao internacional da contabilidade, pois no Brasil cerca de 6 milhes

    A Coordenao do Curso de Cincias Contbeis iniciou o ano letivo promovendo no audi-trio da Instituio a palestra A Contabilidade do Sculo XXI. O evento teve como palestrante o professor Dr. Milanez Silva e Souza, coordenador de mestrados na Universidade Federal do Ama-zonas (UFAM), que falou sobre o cenrio social, econmico e financeiro no qual a contabilidade atua em nossos dias.

    Discorreu como os eventos

    Palestra discute Cincias Contbeis no cenrio nacional Professor enfatiza cenrio nacional, com enfoque na rea econmica

    FOTO

    S: D

    ECO

    M/U

    NIN

    ORT

    E

    ARQ

    UIV

    O P

    ESSO

    AL

    n O que viria a ser o bsico? Certamente teria respostas se-melhantes para esta pergunta: uma casa, um carro, um em-prego melhor, sade, uma boa aparncia e como no poderia deixar de aparecer o amor, que em sua presena traz alegria e em sua falta muita dor.

    Mas, ser que gostamos mesmo do bsico? Se pen-sarmos bem somos sempre atra-dos pelo que chama a ateno do mundo a prova disso seria o sucesso dos reality shows, que acaba tornando annimos em estrelas, com seus 15 minutos de fama.

    Desde crianas buscamos a to disputada ateno de nossos pais, avs, tios e at mesmo desconhecidos. Choramos, gritamos, corremos, fazemos inmeras perguntas, tudo em

    O bsico da vidaCRNICA

    Ana Paula Xavier

    busca do nosso desejo maior chamar, a ateno dos que nos rodeiam.

    Algumas pessoas partem do principio de que falem mal, mas falem de mim, sem se preocupar em serem amadas ou idolatra-das pelo resto do mundo. Elas preferem ser odiadas a serem desprezadas ou esquecidas.

    Vrias so as nossas tticas para ter a ateno do outro, somos capazes de procurar doenas para termos o prazer de ouvir algum perguntar como ns estamos! Essa seria a explicao mais bvia para gostarmos tanto de ir ao mdi-co, visto que naquele momento mesmo que por pouco tempo, temos a ateno voltada apenas a ns.

    Nas relaes familiares os filhos so mestres em chamar a ateno dos pais. J os pais no conseguem sequer saber se o filho fez a ltima refeio, pois dificilmente ele os ouve, mas pais, no de desesperem ao se depararem com o primeiro problema. Esse jogo vira, faz parte.

    Seria sbio dizer ento que ningum suporta ser completa-mente annimo. Afinal, o que todos queremos da vida alm do bsico o bem maior: ser-mos notados pelos que esto a nossa volta e por que no nos mantermos notados.

    n ObjetivoFormar profissionais com competncia para atuarem no mbito das atividades essenciais para a realizao de obras audiovisuais, a partir dos suportes televisivos, cinematogrficos e videogr-ficos, que contribuam com a inovao audiovisual que o mercado exige. n Durao/Modalidade/rea/Turno4 semestres/Tecnolgico/Rdio e TV/Vespertino e Noturno.

    n Mercado de TrabalhoO profissional formado no

    Curso Superior de Tecnologia em Produo Audivisual

    curso pode trabalhar em pro-dutoras independentes, que desenvolvem contedo para internet e celular; emissoras de TV e Rdio; emissoras de TV por assinatura. Pode atuar na criao de roteiros, produo, ps-produo, direo e edio de produtos de udio e vdeo e na manuteno da programao de emissoras de Rdio e TV.

    n AutorizaoCurso autorizado pela Secreta-ria de Educao Profissional e Tecnolgica do Ministrio da Educao (MEC), atravs da Portaria n 295, de 15/12/2010.

    n Diferencial

    O curso tecnolgico em Pro-duo Audiovisual, Produo Cultural e Design do Instituto de Ensino Superior do Acre est voltado capacitao tcnico no campo da expres-so por imagens e sons com uma viso mais atualizada, buscando a convergncia e conversibilidade de mdias cada vez mais evidente na rea da Comunicao. As ati-vidades do curso iro concen-trar-se em Curso Terico em Audiovisual, Curso Tcnico de Realizao Audiovisual; e Desenvolvimento de Projetos Experimentais.

    ONDE ESTUDAR

    Instituto de Ensino Supe-rior do Acre (IESACRE)Cidade Universitria Uni-norteBR 364 Km 2 - Alameda Hungria, 200 - Jardim Europa II Rio Branco - Acre - (68) 3302-7070

    de entidades precisam de contabi-listas habilitados para o exerccio da profisso.

    Segundo o professor Francis-co Queiroz Filho, coordenador do Curso de Cincias Contbeis, a cada novo semestre a coordena-o busca colaborar com a comu-nidade acadmica com eventos que apresentem estudos sistema-tizados sobre contabilidade.

    Palestra foi realizada no auditrio da Uninorte com a participao dos alunos do curso de Cincias Contbeis

    Professor Milanez Silva, da Universidade Federal do amazonas

    (acima); professor Francisco Queiroz, coordenador do curso

    de Cincias Contbeis da Uninorte (ao lado)

    Evaldo Pereira Ribeiro

  • E S C O L A

    Rio Branco-acre, 4 a 10 de abril de 2011 Gabarito3

    JORNAL DA EDUCAO -

    Padro comemora Dia do Circo com fantochesn A professora Eloilma Chaves Vieira Lima, do Jardim II do Colgio Padro, comemorou o Dia do Circo com uma atividade diferente: acompanhada da aluna Isabele, 4, realizou um teatro de fantoches para os alunos das turmas visitantes.

    Segundo a professora, o tea-trinho de bonecos no s fcil de ser montado, como surte um efeito maravilhoso e as crianas vibram e participam com alegria.

    Os bonecos so fceis de fazer e o texto para a pea, tanto pode ser estudado, como tambm pode ser improvisado.

    A professora Geane Lucas destacou a importncia da ativi-dade, principalmente devido ao interesse da aluna Isabele, que ensaiou e participou do teatro com desenvoltura. muito bom quando as crianas se envolvem neste tipo de atividade, disse a diretora.

    Durante o primeiro bi-mestre de 2011 a pro-fessora de Matemtica Jordnia Regina, do Colgio Alternativo, instigou os alunos dos 8 e 9 anos a co-

    VTO

    R G

    ABRIE

    L S.

    S. R

    IBEI

    RO

    /GAB

    ARIT

    O

    Professora Eloilma apresenta teatro para alunos convidados

    Projeto Miniaturas apresentado no Colgio Alternativo

    nhecerem a histria e os feitos do matemtico Tales de Mileto. Para tanto, foi elaborado o pro-jeto Construo de Miniaturas em que os alunos verificaram na prtica as aplicaes do Teorema

    Aula ensina na prtica como utilizar os ensinos de Tales de Mileto

    Professora Jordnia, de Matemtica, com os alunos que reproduziram o Aeroporto de Rio Branco

    de Tales. As turmas foram divididas em

    grupos e cada um ficou respons-vel por construir em miniatura, um dos vrios monumentos ou prdios pblicos da capital. A apresentao dos trabalhos ocor-reu no dia 25 de maro e toda escola pode visitar as maquetes e conhecer um pouco mais sobre Tales de Mileto.

    A aluna Rebecca Freitas da 8 B fala a respeito da importncia desse trabalho. Todo contedo terico que discutido dentro das aulas de Matemtica levado para a prtica, j que encontrare-mos situaes em que precisamos aplic-lo.

    As alunas Juliana Guerreiro e Katrine Jabra, 8 A concluem que h uma proporcionalidade entre as medidas da sombra e a altura do objeto. Com base nesse esquema, conseguimos medir a altura do objeto a partir da som-bra. Assim, no projeto pudemos praticar o que aprendemos teori-camente em sala de aula.

    Depois de todas as descober-tas, o aluno Rodrigo, 8 B, destaca que atravs do Teorema de Tales podemos medir a distncia de um lugar para outro e at encon-trar o comprimento dos fundos de um terreno, e ainda h quem diga que ele no importante.

    Maquetes produzidas pelos alunos utilizando as propores ensinadas em sala de aula (acima e abaixo)

    Isabele e Tiago, 4 anos: diverso com o fantoches e o dedinho pintado

  • Rio Branco-acre, 4 a 10 de abril de 2011

    4Gabarito - JORNAL DA EDUCAO

    E S P E C I A L

    FOTO

    S: C

    OO

    RD

    ENA

    O D

    E EV

    ENTO

    S/CO

    LG

    IO V

    IT

    RIA

    Diverso e alegria no Dia do Circo no Colgio VitriaAlegria marcou as comemoraes com pais, alunos e professores

    Foi com o tema No dei-xe mo