FUZIL 7,62 M 964 FAL - MANUTENÇÃO

Download FUZIL 7,62 M 964 FAL - MANUTENÇÃO

Post on 18-Jun-2015

30.274 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

POLCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CIEAT FUZIL 7,62 M 964 FALASSUNTO: Descrio, caractersticas e tipos de munio. OBJETIVO: - Descrever o Fz 7,62 M 964 FAL - Citar as caractersticas do Fz 7,62 M 964 FAL - Identificar os tipos de munio usados no FAL DESCRIO O Fz 7,62 M 964 uma arma que funciona por ao da fora expansiva dos gases resultantes da queima da carga de projeo. Para aproveitamento de tal fora existe uma tomada de gases em um ponto do tero mdio do cano. Possui um regulador de escape de gases que permite assegurar um funcionamento regular e suave. O regulador de escape de gases permite, como o seu nome indica, a sada de uma parte dos gases, julgada em excesso para o funcionamento que se deseja. O ferrolho, no fim de seu avano, fecha e tranca a arma. O destrancamento e a abertura s se do aps o projtil ter ultrapassado a boca do cano. Como o ferrolho se acha necessariamente em sua posio de trancamento no instante do disparo, a preciso do tiro no perturbada pelo deslocamento de qualquer massa mais ou menos importante, como sucede em algumas armas automticas. A colocao do cilindro de gases acima do cano e graas aos estudos feitos a cerca da linha geral da arma, logrou-se colocar o centro de gravidade da arma sobre o eixo longitudinal do cano, evitando-se com isso que a arma se levante, isto , tenha estabilidade por ocasio do disparo. O atirador (palavra utilizada na acepo exclusiva de pessoa que aponta e dispara esta arma) pode facilmente manter sua pontaria no alvo. Funciona como arma automtica ou semiautomtica, fazendo o tiro contnuo e tiro intermitente. Um registro de tiro e de segurana, colocado na face exterior esquerda da armao permite obter tais modalidades de tiro. A arma alimentada por um carregador com capacidade para 20 (vinte) cartuchos, que se encaixa no receptor do carregador na parte inferior da caixa da culatra. Em cada avano carregado um cartucho e no recuo, extrado e ejetado o estojo. As operaes de carregamento e de extrao reproduzem-se enquanto h cartucho no carregador. Esvaziando o carregador, o ferrolho mantido retaguarda pelo retm do ferrolho, indicando ao atirador que se deve alimentar a sua arma. A ala de mira, graduada at 600 metros fixada na parte superior da armao; e a massa de mira, circular, bem protegida por abas, e fixada na parte dianteira do cilindro de gases.

CIEAT

1

POLCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CIEAT FUZIL 7,62 M 964 FALO Fz 7,62 M 964, devido o seu peso reduzido e ao seu comprimento uma arma de excelente maneabilidade. O seu peso est em harmonia com a potncia do cartucho que usa, e que torna o tiro da arma muito confortvel. A ala de transporte, colocada junto ao centro de gravidade da arma, facilita sua conduo equilibrada nas progresses mais longas em combate. CARACTERSTICAS A arma em estudo apresenta as seguintes caractersticas e dados numricos: a) Designao: Nomenclatura: Fuzil 7,62 M 964 Indicativo Militar (simbologia): Fz 7,62 Referncia Numrica: MB 03 130 b) Classificao: Natureza: Arma de fogo Tipo: Porttil Funcionamento: Semi-automtico Emprego: Individual Destino: Tiro contra pessoal e pode lanar granadas AP ou AC. c) Calibre: 7,62 mm d) Comprimento: 1,10 m e) Peso: Da arma sem carregador: 4,200kg Do carregador vazio: 0,250kg Do carregador cheio: 0,730kg mira. f) Alcance: De utilizao: 600 m til com luneta: 800 m Mximo: 3.800 m (bala SS 77) g) Velocidade inicial: 840 m/s (bala SS 77) h) Cadncia de tiro: Tcnica: 670/700 tpm Prtica, em tiro contnuo:120 tpm Prtica, em tiro intermitente: 60 tpm i) Cano: Comprimento: 0,533m Peso (aprox.): 0,800kg Alma: Raiada Nmero de raias: 04 Sentido do raiamento: direita Passo, uma volta: 0,305 m Vida do cano: 16.000 tiros (acima de) j) Espcie de tiro: Contnuo ou intermitente, e para lanamento de granada, tiro de repetio. l) Sistema de alimentao: Por carregador m) Capacidade do carregador: 20 cartuchos n) automtico o) princpio de funcionamento: Tomada de gases em um ponto do cano. p) Fechamento e trancamento: por ferrolho basculante. q) Aparelho de pontaria: Ala de mira e massa de Funcionamento: Automtico e semi-

CIEAT

2

POLCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CIEAT FUZIL 7,62 M 964 FALr) Gatilho (fora para disparar) 3,5 4,5 kg s) Refrigerao: A ar TIPOS DE MUNIO a) Utiliza os seguintes tipos de cartucho: Car 7,62 M1 guerra; cor cobre Car 7,62 M1 Tr traante; cor vermelha Car 7,62 Pf nato perfurante (Belga); cor preta Car 7,62 Pf I nato perfurante incendirio (Belga) Car 7,62 M1 Ft festim; lote antigos de cor vermelha e lotes modernos de cor branca Car 7,62 M1 L lanamento de Gr de bocal Car 7,62 Ma Manejo b) Utiliza os seguintes tipos de granadas: Antipessoal - (cor havana); CEV (VO) Anticarro (cor vede oliva) Incendiria (cor cinza) De exerccio AP (azul) e AC (cinta azul) ASSUNTO Desmontagem, montagem e nomenclatura OBJETIVO - Desmontar e montar o Fz 7,62 FAL - Nomear as principais partes e peas DESMONTAGEM (1 ESCALO) A desmontagem do Fz 7,62 M964 deve ser realizada segundo operaes limitadas para cada um dos escales de manuteno e de modo que um deles no execute nenhuma operao privativa dos escales de nmero de ordem mais elevado, ou seja, o 1 escalo no deve, nem pode, realizar qualquer operao prevista para o 2 escalo. Este no executar qualquer das previstas para o 1 escalo, e assim por diante. Ao contrrio, qualquer escalo de manuteno pode fazer todas as operaes dos escales de nmero de ordem inferior ao seu. A desmontagem deve ser realizada somente por elemento bem instrudo, pois este deve conhecer, inclusive, que no h necessidade de esforo para a retirada (ou colocao) de qualquer pea, bem como chegar a realizar a desmontagem sumria (parcial) na obscuridade. As peas retiradas devem ser colocadas sempre em uma superfcie limpa, e na mesma ordem que vo saindo, a fim de facilitar a montagem, a qual se efetuara na ordem inversa. Embora a desmontagem total da arma no apresente dificuldade acentuada, expressamente proibido ultrapassar o escalo de manuteno em que atua o operador, a fim de que se evite desgastes ou outros danos em certas peas, alm de que algumas operaes exigem ferramenta especial.

CIEAT

3

POLCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CIEAT FUZIL 7,62 M 964 FALNOTA: O uso de martelo, toca-pino, ou qualquer outra ferramenta deve ser feito sem choque, violncia ou esforo. O operador da desmontagem (ou montagem), ou quem determinar, responsvel pelo dano que sobrevier da utilizao indevida de qualquer ferramenta ou substituto dela. MEDIDAS PRELIMINARES A desmontagem do Fz 7,62 M964 FAL, consiste de 10 operaes e deve ser procedida por 04 (quatro) medidas preliminares, estando a arma sem a baioneta. PRIMEIRA MEDIDA PRELIMINAR: - Retirar o carregador a) Identificar o retm do carregador b) Para retirar o carregador , com auxilio do polegar pressione o retm do carregador, ao mesmo tempo que, os demais dedos, obrigue o carregador a girar para frente. c) Caso os golpes de segurana sejam executados com o carregador na arma, o ferrolho ficar preso retaguarda. SEGUNDA MEDIDA PRELIMINAR: - Execuo de dois golpes de segurana. a) Identifique, no lado esquerdo da caixa da culatra, alavanca de manejo. b) Para executar os manejo de segurana, leve a alavanca de manejo completamente retaguarda e DESMONTAGEM DE 1 ESCALO: QUARTA MEDIDA PRELIMINAR: - Retirar a bandoleira Com execuo das quatro medidas preliminares a arma estar em segurana e com o mecanismo desembaraado para a desmontagem. TERCEIRA MEDIDA PRELIMINAR: - Travar a arma a) Identificar o registro de tiro e segurana, ao lado esquerdo da caixa da culatra. b) Identifique as letras R, S e A c) A arma estar em segurana (travada) quando o registro de tiro e segurana estiver na posio S. solte. Ela ira frente por ao das molas recuperadoras. c) com a execuo dos manejo de segurana qualquer cartucho que tenha ficado na cmara ser ejetado da arma. d) Os manejo de segurana devero ser executados com a boca da arma voltada para cima, para maior segurana do operador e da turma de instruo. - Com a finalidade de torn-los efetivos, a alavanca de manejo dever ser liberada retaguarda, e no conduzida frente.

CIEAT

4

POLCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CIEAT FUZIL 7,62 M 964 FALSeqncia de operaes que permite ao usurio da arma executar a manuteno de 1 escalo. PRIMEIRA OPERAO Abrir a caixa da culatra a) Coloque a arma sobre a bancada, fazendo-a repousar sobre a face direita. b) Identifique a chaveta do trinco da armao imediatamente direita da Posio R do registro de tiro e segurana. c) Para abrir a caixa da culatra, empunhe a arma de modo que a mo esquerda segure o Cano-cilindro de gases logo aps a alavanca de manejo, e com a mo direita segure o delgado, com o polegar direito colocado abaixo da chaveta do trinco de armao. Empurre com o polegar a chaveta do trinco da armao para cima. Deslocada a chaveta, abra a arma executando o movimento de giratrio com as duas mos. SEGUNDA OPERAO - Retirar o conjunto do ferrolho impulsor do ferrolho. Retire o conjunto do seu alojamento na caixa da culatra, puxando-o pela haste do impulsor do ferrolho. TERCEIRA OPERAO - Separar o ferrolho de seu impulsor QUARTA OPERAO - Retirar o percussor a) Identificar a cauda do percussor, aflorando da parte posterior do ferrolho. b) Identifique o pino do percussor c) Segure o ferrolho com a mo esquerda e comprima a cauda do percussor com o polegar. Com auxilio de um toca-pino ou da ponta de um cartucho retire o pino do percussor de seu alojamento. Isto feito, afrouxe a presso sobre a cauda do percussor e, desfeita a tenso da mola do percussor, retire-o de seu alojamento. Esta operao pode ser executada segundo dois processos: Primeiro processo: Segure o conjunto com a mo direita, de modo que o impulsor fique entre o polegar e o indicador, e com a haste para baixo. Com a mo esquerda segure o ferrolho, de modo que o polegar comprima a cauda do percussor, e o indicador se coloque sobre a parte anterior do f

Recommended

View more >