forum tÉcnico inspetor de equipamentos / nr-13 .registros da inspeÇÃo de equipamentos registro

Download FORUM TÉCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13 .registros da inspeÇÃo de equipamentos registro

Post on 09-Nov-2018

222 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    REGISTROS E RELATRIOS DE INSPEO

    Carlos Horta

  • APRESENTAO

    Carlos Cesar Diaz HortaMembro Emrito do Instituto Brasileiro de Petrleo, Gs e Biocombustveis

    (21) 99868-9987

    cdiazhorta@gmail.com

    FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Carlos Horta

  • REGISTROS DA INSPEO DE EQUIPAMENTOS

    REGISTRO DE SEGURANA, quando aplicvel

    PROJETOS DE ALTERAO E REPAROS, conforme NR-13

    RECOMENDAES DE INSPEO

    RELATRIOS DE INSPEO

    FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Documentos elaborados para conferir autenticidade s inspees, e que devem existir enquanto existir o equipamento relacionado.

    Carlos Horta

  • PREPARAO DA INSPEO

    EXECUO DA INSPEO

    REGISTRO DOS RESULTADOSPreenchimento do Registro de Segurana, quando aplicvel.

    Atualizao do pronturio, se necessria.

    Relatrio de Inspeo

    FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    FASES DE UMA INSPEO

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    ESPAO PARA REFLEXO

    RESPONSABILIDADES

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Carlos Horta

    tica

    Estudo dos valores morais e dos princpios ideais da conduta humana

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    TICA PROFISSIONAL

    Conjunto de princpios morais que devem ser respeitados no exerccio de uma profisso

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    RESPONSABILIDADE

    Condio jurdica de quem, sendo consideradocapaz de conhecer e entender as regras e leis ede determinar a prpria vontade e aes, poderser julgado e punido por algum ato quecometeu.

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    AS RESPONSABILIDADES POR UMA INSPEO

    INSPETOR DE EQUIPAMENTOS

    Prepara a Inspeo

    Executa a inspeo

    Prepara as Recomendaes de Inspeo

    Elabora o Relatrio de Inspeo

    ENGENHEIRO DE INSPEO (Responsvel Tcnico)

    Orienta a Preparao da Inspeo

    Participa da Inspeo

    Aprova as recomendaes de Inspeo

    Revisa e Lauda os Relatrios de Inspeo

    Assina o Registro de Segurana das Inspees de CaldeirasCarlos Horta

  • Registro formal dos resultados das inspees realizadas nos equipamentos.

    Documento que pode comprovar a execuo da inspeo.

    Documento que orienta o Engenheiro a tomar decises relativas ao equipamento inspecionado.

    Documento que compe o histrico do equipamento.

    FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    RELATRIO DE INSPEO

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    O relatrio de inspeo no um documento para acesso exclusivo da Inspeo.

    Pode se requisitado por Auditores Fiscais do Trabalho e Autoridades Policiais, do Ministrio Pblico e do Poder Judicirio.

    Para as empresas com SPIE certificado o acesso garantido s Representaes dos Empregados e facultado a todos os trabalhadores.

    RELATRIO DE INSPEO

    ATENO

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    COMO PERMITIR A BUSCA DE INFORMAES DE FORMA EFICAZ

    Informaes em campos bem definidos e ordenados em sequncia lgica.

    Pginas devem ser numeradas

    Outros relatrios e documentos anexados devem estar rastreveis ao relatrio base e vice versa.

    Fotos no corpo do relatrio ou em anexos devem ter legendas explicativas.

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    CAMPOS PRINCIPAIS DE UM RELATRIO BEM ESTRUTURADO

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    Tipo do equipamento Sigla de identificaoNome e localizao da empresa proprietria Local da instalao

    Cdigo de projeto e ano da edioMaterial dos componentes principaisPresso e temperatura de projeto Presso mxima de trabalho admissvel Presso de teste

    IDENTIFICAO E CARACTERSTICAS PRINCIPAIS DO EQUIPAMENTO

    CONDIES DE PROJETO

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Fluidos de servioCategoria NR-13, se aplicvelPresso e temperatura de operao Presso mxima de operao Dispositivos de segurana

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    CONDIES OPERACIONAIS

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Inicial, quando aplicvel

    Peridica programada ou por oportunidade externa, interna ou ambas

    Extraordinria (pode ser parcial)

    Datas do incio e trmino da inspeo

    Datas das prximas inspees

    Teste hidrosttico

    Medio de espessuras (Se pertinente)

    Dispositivos de segurana

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    CARACTERSTICAS DA INSPEO EXECUTADA

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    MEDIO DE ESPESSURAS E CLCULO DA VIDA REMANESCENTE

    OBJETIVO DA MEDIO DE ESPESSURAS

    CALCULAR A VIDA REMANESCENTE

    Nos relatrios de inspeo, a planilha de registro das medies podeestar no corpo do relatrio ou, o mais comum, como um anexo.Deve conter espaos para o registro de todos os dados necessrios epara o clculo da vida remanescente do equipamento.

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    Boa Prtica => Inserir no Relatrio de Inspeo texto explicativo quando a vida residual for avaliada por outro mtodo, ou mesmo quando no houver necessidade da avaliao.

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    ENSAIOS EXECUTADOSNesse campo, deve constar a relao completa de todos os ensaios executados, citando a parte do equipamento onde foi aplicado cada um, a identificao do relatrio de ensaio e a identificao do Inspetor executante.

    REPAROS EXECUTADOSCampo para registro das intervenes de manuteno. Os registros devem ser enriquecidos com a citao dos procedimentos empregados nos reparos (execuo e controle da qualidade), fotos, croquis e etc. Caso existentes, projetos de alterao e reparo devem ser citados e os documentos que o constituem , anexados ao relatrio.

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    RECOMENDAES DE INSPEO Nesse campo, devem estar listadas todas as recomendaes de inspeo emitidas para correo de situaes verificadas no equipamento, que o Inspetor entendeu como no conformes ou preocupantes.

    importante constar providncias para todas as situaes anormais identificadas ou um parecer tcnico do Engenheiro isentando ou adiando intervenes.

    RELAO DE ANEXOSDeve conter a relao de todos os anexos que so parte integrante do relatrio de inspeo.

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    CONCLUSES Campo reservado para o laudo final da inspeo.O Engenheiro decide e informa se o equipamento inspecionado pode ou no continuar operando. A liberao para a operao deve sempre definir a condio operacional e o perodo de validade, aps o qual o equipamento dever ser novamente inspecionado.

    Estar atento para que alguma irregularidade encontrada no equipamento e que no envolva a sua integridade, no venha a ser fator condicionante na liberao para a operao.

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    IDENTIFICAO E ASSINATURASCampo destinado identificao dos participantes da inspeo.Deve conter o nome legvel, o n do registro no conselho e a assinatura do Engenheiro Responsvel pela inspeo e o nome e assinatura dos Inspetores que dela participaram.

    A ESTRUTURA DO RELATRIO DE INSPEO

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    RELATRIOS DE INSPEO

    Para os equipamentos com a gesto da integridade estrutural regida pela NR-13, o contedo mnimo dos relatrios de inspeo est definido na Norma conforme abaixo.

    Caldeiras Item 13.4.4.14

    Vasos de Presso Item 13.5.4.13

    Tubulaes Item 13.6.3.9

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    RELATRIOS DE INSPEO

    EQUIPAMENTOS NR-13

    Caldeiras 60 dias90 dias em caso de parada geral para manuteno

    Vasos de Presso: 60 dias90 dias em caso de parada geral para manuteno

    Tubulaes: 30 dias para linhas individuais90 dias para sistemas de tubulaes

    OUTROS EQUIPAMENTOSConforme procedimento da EmpresaEmpresas com SPIE certificado: conforme documentao especfica

    PRAZOS PARA EMISSO DOS RELATRIOS

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    Os registros devem ser claros e objetivos, com o relator atento para:

    No se estender em explicaes didticas.

    Registrar tudo o que foi observado em cada parte do equipamento, mesmo o que julgou ser de menor importncia.- .

    No deixar de escrever o que lhe parece ser bvio, pois para outra pessoa pode no s-lo.

    Relatar todas as partes inspecionadas, mesmo que no tenha observado qualquer anormalidade.

    DESCRIO DA INSPEO

    RECOMENDAES PARA A PARTE DESCRITIVA

    Carlos Horta

  • FORUM TCNICO INSPETOR DE EQUIPAMENTOS / NR-13

    DESCRIO DA INSPEO

    RECOMENDAES PARA A PARTE DESCRITIVA

    No utilizar adjetivos para expressar quantidade ou qualidade. Por exemplo: grande perda de espessura, corroso severa, pouca quantidade de depsitos, condies razoveis, sensvel melhora, desgaste de mdias propores etc. O Inspetor deve, sempre que possvel utilizar valores facilmente identificveis por quem est lendo o relatrio, como por exemplo: perda de 20% da espessura nominal da chapa, desgaste corrosivo de 0,2 mm/ano, cerca