fórum nacional de pró-reitores de planejamento e administração – forplad niterói - rj...

Download Fórum Nacional de Pró-Reitores de Planejamento e Administração – FORPLAD Niterói - RJ Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Wagner Vilas Boas de Souza

Post on 17-Apr-2015

103 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • Frum Nacional de Pr-Reitores de Planejamento e Administrao FORPLAD Niteri - RJ Subsecretaria de Planejamento e Oramento Wagner Vilas Boas de Souza Coordenador-Geral de Oramento
  • Slide 2
  • Slide 3
  • Slide 4
  • DECRETO N 6.752, DE 28 DE JANEIRO DE 2009. Art. 12. Os rgos e unidades oramentrias do Poder Executivo, constantes dos Oramentos Fiscal e da Seguridade Social da Unio, somente podero empenhar dotaes oramentrias at 24 de dezembro de 2009. Prazo Portaria MEC: 05 de dezembro de 2009 1 o Observado o disposto no caput, os empenhos limitar-se-o s despesas cujos contratos, convnios ou instrumentos congneres possam ser formalizados at 31 de dezembro de 2009. 3 o O Ministro de Estado do Planejamento, Oramento e Gesto poder prorrogar, at 31 de dezembro de 2009, o prazo estabelecido no caput para o atendimento de despesas no previstas no 2 o.
  • Slide 5
  • DESENVOLVIMENTO COM INCLUSO SOCIAL E EDUCAO DE QUALIDADE PPA 2008 2011 DESENVOLVIMENTO COM INCLUSO SOCIAL E EDUCAO DE QUALIDADE Base Legal
  • Slide 6
  • Art. 165. Leis de iniciativa do Poder Executivo estabelecero: I - o plano plurianual; II - as diretrizes oramentrias; III - os oramentos anuais. 1 - A lei que instituir o plano plurianual estabelecer, de forma regionalizada, as diretrizes, objetivos e metas da administrao pblica federal para as despesas de capital e outras delas decorrentes e para as relativas aos programas de durao continuada. Origem do PPA Constituio Federal
  • Slide 7
  • LEI N 11.653, DE 7 DE ABRIL DE 2008. Dispe sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011. Art. 4 o Para efeito desta Lei, entende-se por: I - Programa: instrumento de organizao da ao governamental que articula um conjunto de aes visando concretizao do objetivo nele estabelecido, sendo classificado como: a) Programa Finalstico: pela sua implementao so ofertados bens e servios diretamente sociedade e so gerados resultados passveis de aferio por indicadores; b) Programa de Apoio s Polticas Pblicas e reas Especiais: aqueles voltados para a oferta de servios ao Estado, para a gesto de polticas e para o apoio administrativo.
  • Slide 8
  • LEI N 11.653, DE 7 DE ABRIL DE 2008 Dispe sobre o Plano Plurianual para o perodo 2008/2011. Art. 4 o Para efeito desta Lei, entende-se por: (continuao) II - Ao: instrumento de programao que contribui para atender ao objetivo de um programa, podendo ser oramentria ou no-oramentria, sendo a oramentria classificada, conforme a sua natureza, em: a) Projeto: instrumento de programao para alcanar o objetivo de um programa, envolvendo um conjunto de operaes, limitadas no tempo, das quais resulta um produto que concorre para a expanso ou aperfeioamento da ao de governo; b) Atividade: instrumento de programao para alcanar o objetivo de um programa, envolvendo um conjunto de operaes que se realizam de modo contnuo e permanente, das quais resulta um produto necessrio manuteno da ao de governo; c) Operao Especial: despesas que no contribuem para a manuteno, expanso ou aperfeioamento das aes do governo federal, das quais no resulta um produto, e no gera contraprestao direta sob a forma de bens ou servios.
  • Slide 9
  • Decreto N 6.601, de 10/10/2008 Dispe sobre a gesto do Plano Plurianual 2008-2011 e de seus programas. Art. 2 o A gesto do PPA, coordenada pelo Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto, em articulao com os demais rgos do Poder Executivo, compreende: I - no nvel estratgico: a) Comit de Gesto do PPA, integrado por representantes do Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto, da Casa Civil da Presidncia da Repblica, do Ministrio da Fazenda e da Secretaria de Assuntos Estratgicos da Presidncia da Repblica; b) Secretaria-Executiva, ou seu equivalente nos demais rgos; c) Comisso de Monitoramento e Avaliao do Plano Plurianual - CMA, a ser instituda no mbito do Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto, integrada por representantes de rgos do Poder Executivo; e d) Unidades de Monitoramento e Avaliao - UMA, em cada rgo responsvel por programa.
  • Slide 10
  • II - no nvel ttico-operacional: a) Gerentes de Programa; b) Gerentes-Executivos de Programa; c) Coordenadores de Ao; e d) Coordenadores Executivos de Ao. 1 o Os membros do Comit de Gesto do PPA sero designados pelo Ministro de Estado de Planejamento, Oramento e Gesto, mediante indicao dos titulares dos rgos mencionados na alnea a do inciso I do art. 2o. 2 o A CMA contar com a Cmara Tcnica de Monitoramento e Avaliao - CTMA e com a Cmara Tcnica de Projetos de Grande Vulto - CTPGV para o desempenho de suas atribuies. Decreto N 6.601, de 10/10/2008
  • Slide 11
  • 3 As UMA institudas no mbito de cada rgo responsvel por programa devero estar subordinadas s respectivas Secretarias- Executivas ou unidades administrativas equivalentes. 4 A gesto de programa do PPA de responsabilidade do Gerente de Programa, em conjunto com o Gerente-Executivo, e a gesto da ao, do Coordenador de Ao, com apoio do Coordenador-Executivo de Ao. Decreto N 6.601, de 10/10/2008
  • Slide 12
  • Art. 3 Os titulares dos rgos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judicirio, e do Ministrio Pblico da Unio, relacionados no Anexo III da Lei n 11.653, de 2008, identificaro, em ato prprio, no prazo de at trinta dias a partir da publicao deste Decreto, as unidades administrativas e os programas e aes a elas vinculados, sob sua responsabilidade. 1 Nos casos de alterao das vinculaes entre unidades administrativas, programas e aes, caber aos titulares dos rgos responsveis manter atualizadas no mbito do Sistema de Informaes Gerenciais e de Planejamento - SigPlan, nos termos do caput, as informaes a elas referentes. 2 O Gerente de Programa o titular da unidade administrativa qual o programa est vinculado e o Coordenador de Ao, da unidade administrativa qual se vincula a ao nos termos do caput. Decreto N 6.601, de 10/10/2008
  • Slide 13
  • Portaria MEC n 731, de 22/07/09 Art. 3 Ficam designados os Gerentes e os Gerentes- Executivos dos Programas do Ministrio da Educao, na forma do anexo desta Portaria. 1 So atribuies dos Gerentes de Programa: I elaborar o Plano Gerencial do Programa; II formular os indicadores do programa; III gerenciar a implementao do programa e monitorar a evoluo dos indicadores; IV monitorar e avaliar a execuo do conjunto das aes do programa e subaes oramentrias, em consonncia com o Plano Gerencial do Programa, indicando os ajustes que se fizerem necessrios;
  • Slide 14
  • PROGRAMA UNIDADE RESPONSVEL GERENTE EXECUTIVO Brasil Alfabetizado e Educao de Jovens e Adultos SECAD Andr Luiz de Figueiredo Lzaro Ivan Carlos Ferreira Lima Brasil EscolarizadoFNDE Daniel Silva Balaban Adalberto Domingos da Paz Desenvolvimento da Educao Profissional e Tecnolgica SETEC Eliezer Moreira Pacheco Getulio Marques Ferreira Gesto da Poltica de Educao SPO Paulo Eduardo Nunes de Moura Rocha Lo Kessel Brasil UniversitrioSESU Maria Paula Dallari Bucci Valeria Grilanda Rodrigues Paiva PPA 2008 - 2011
  • Slide 15
  • PROGRAMAS FINALSTICOS UNIDADE RESPONSVEL GERENTE EXECUTIVO Desenvolvimento da Educao Especial SEESP Claudia Pereira Dutra Martha Tombesi Guedes Desenvolvimento do Ensino da Ps-Graduao e da Pesquisa Cientfica CAPES Jorge Almeida Guimares Emidio Cantdio de Oliveira Filho Educao para a Diversidade e Cidadania SECAD Andr Luiz de Figueiredo Lzaro Ivan Carlos Ferreira Lima Qualidade na EscolaSEB Maria do Pilar Lacerda Almeida e Silva Cinara Dias Custdio Estatsticas e Avaliaes Educacionais INEP Reynaldo Fernandes Valmirim Garces de Mendona PPA 2008 - 2011
  • Slide 16
  • Portaria MEC n 731, de 22/07/09 1 So atribuies dos Gerentes de Programa(CONTINUAO): V validar as informaes atualizadas do desempenho fsico das aes; VI negociar e articular a obteno dos recursos para o alcance do objetivo do programa; VII gerir os riscos e as restries que possam influenciar o desempenho do programa; VIII zelar pela qualidade das informaes das aes regionalizadas por Unidade da Federao; IX manter atualizadas, no SIMEC, as informaes do desempenho do programa a fim de subsidiar a elaborao de relatrios gerenciais e de prestaes de contas da atuao governamental; X avaliar o programa sob a sua responsabilidade, de acordo com os incisos III e IV do Art. 19 da Lei n. 11.653, de 2008 e demais requisitos de informao estabelecidos pelo rgo Central do Sistema de Planejamento e Oramento Federal, para fins de elaborao do Relatrio Anual de Avaliao do PPA;
  • Slide 17
  • Portaria MEC n 731, de 22/07/09 2 Os Gerentes de Programa publicaro portaria especfica com a indicao dos Coordenadores de Ao e os Coordenadores-Executivos de Ao em at 60 dias aps a publicao desta, com o apoio operacional da Subsecretaria de Planejamento e Oramento da Secretaria Executiva. 3 Os Gerentes de Programa podero estabelecer portarias e orientaes normativas, em conformidade com o 1 deste artigo, visando alcanar os objetivos estabelecidos para o programa. 4 A validao de que trata o inciso V do 1 deste artigo, ser realizada trimestralmente, do dcimo primeiro at o ltimo dia do ms subseqente ao trmino de cada trimestre. 5 Os Gerentes-Executivos atuaro como auxiliares dos respectivos Gerentes de Programa no desempenho das suas competncias.
  • Slide 18
  • Portaria MEC n 731, de 22/07/09 Art. 4 Compete ao Coordenador de Ao: I viabilizar a execuo e o monitoramento de uma ou mais aes do programa; II responsabilizar-se pela obteno do produto expresso na meta fsica da ao; III utilizar os recursos de forma otimizada, segundo normas e padres mensurveis; IV gerir os riscos

Recommended

View more >