forum gab provas dad

Download Forum Gab Provas Dad

Post on 09-Nov-2015

217 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

sf

TRANSCRIPT

  • Forum da Aula: Aula Demonstrativa

    Prof.:Fabiano Pereira

    [ENVIAR PERGUNTA]

    Aluno Caro Professor,

    Na pgina 8, questo FCC, o gabarito no seria letra "c"?

    Professor Oi, Gustavo!

    Voc tem razo. Foi um erro de digitao.

    Abraos!

    Aluno Ol professor! Segue a uma dvida ref. aula 0 - Pag 71 questo 09 foi dado

    gabarito de correta, porm se so irrenunciveis, no condiz com o enunciado que

    afirma que o Adm. Publico pode facultativamente renunciar aos poderes recebidos... A

    resposta no seria INcorreta?

    Professor

    Oi, Anna Paula!

    Voc tem razo. A assertiva est INcorreta, nos termos dos comentrios apresentados.

    Trata-se de um erro de digitao.

    Abraos!

    Forum da Aula: Aula 1

    Prof.:Fabiano Pereira

    [ENVIAR PERGUNTA]

    Aluno Professor, a jurisprudencia, costumes e principios gerais de direito so fontes primarias ou secundrias? Abraos

    Professor Ol!

    Para fins de concursos pblicos, essas fontes so consideradas secundrias.

    Bons estudos!

    Aluno Aula 1 (substituta) pg. 95 questo 4

    Caro professor, confesso que at hoje eu no tinha ouvido falar na hiptese de que empregos pblicos de empresa pblica e S.E M. poderiam

    ser criados atravs de ato interno; que a obrigatoriedade de criao por Lei apenas p/ Administrao Direta e autrquica (cfe. Art. 61, & 1, II ,

    a da CF88). Da, pergunto: Caso haja a criao de um emprego pblico, ainda que por ato interno (se por empresa pblica ou S.E.M) haver ,

    necessariamente, o concurso pblico para provimento nelas (Empr publica ou na S.E M), por conta do art. 37 CF... Correto? isso?

    Professor OI, Anna!

  • isso mesmo. obrigatria a realizao de concurso pblico para o provimento de empregos pblicos, independentemente da forma de

    criao.

    Bons estudos!

    Aluno Professor,

    as smulas vinculantes so consideradas fontes primrias ou secundrias no D. Administrativo?

    Professor Oi, Germano.

    Para a doutrina majoritria, fontes primrias.

    Abraos!

    Aluno

    Ol, professor. A ttulo de sugesto, um grfico ou algo que o valha com as diferenas e semelhanas entre as entidades da administrao

    indireta ajudaria MUITO a sedimentar o conhecimento (inclusive com as diferenas entre empresas pblicas exploradoras de atividades

    econmicas e prestadoras de servios pblicos). Estudei com bastante ateno e afinco, mas ainda assim no me sinto 100% segura. So

    muitos, muitos detalhes. Um abrao.

    Obs.: estou amando as aulas. apenas sugesto mesmo.

    Professor Oi, Kelly!

    O tema realmente muito extenso. Vou tentar pensar em alguma coisa parecida com um quadro sintico.

    Fico feliz em saber que est gostando das aulas. Lembre-se de que estou sua disposio para o esclarecimento de eventuais dvidas.

    Bons estudos!

    Aluno Professor, no vi a resposta no meu email... poderia reenviar, por gentilieza? Obrigada

    Professor OI, Anna Paula!

    Acabei de enviar novamente.

    Abraos!

    Aluno Oi professor Fabiano!!

    Enviei umas dvidas pro seu email porque eu no tava conseguindo enviar por aqui, ok? Obrigada.

    Professor Ok!

    Dvidas respondidas por e-mail, j que o sistema realmente no est processando as informaes.

    Bons estudos!

    Aluno Ol professor. Favor desconsiderar a pergunta anterior pois acabei de ver sua resposta no frum da aula 02. Obrigada. Ana.

  • Professor

    Ok, Ana!

    Se tiver alguma dvida, estou sua disposio.

    Bons estudos!

    Aluno Ol professor.

    As questes no comentada da aula 01 (questes 11/24, pg. 88/93, as quais s esto na parte de fixao do contedo) foram de fato includas

    na aula 02? No estou encontrando...

    Obrigada.

    Professor Ok, Ana!

    Abraos!

    Aluno Ol professor,

    Acabei de comprar o curso e j vai uma pergunta:

    As questes da ESAF aula 1 que no foram comentadas, sero comentadas na aula 2?

    Obrigado.

    Francisco

    Professor Oi, Francisco!

    Ocorreu uma falha na formatao. Irei providenciar os comentrios das questes e disponibilizarei juntamente com a prxima aula.

    Bons estudos!

    Forum da Aula: Aula 2

    Prof.:Fabiano Pereira

    [ENVIAR PERGUNTA]

    Aluno Aula 2 pg 36 a) servidores pblicos

    Professor, li em algum lugar ou alguma questo dizia que pode haver empregado pblico na Administrao Direta... Existe algum exemplo

    disso? Isso poderia ter ocorrido em decorrncia da EC n 19 que acabou com o regime jurdico nico (antes de sua suspenso pelo STF)?

    Professor

    Oi, Anna!

    Pode sim. Lembre-se de que entre os anos de 1998 (com a promulgao da EC 19) e 2007 (medida cautelar proferida pelo STF na ADI 2135),

  • um autarquia, por exemplo, podia contratar tanto pelo regime celetista quanto estatutrio (porque havia sido extinto o regime jurdico nico).

    Quando o STF suspendeu a alterao contitucional que havia promovido a extino do regime jurdico nico (em 2007), no explicou como

    ficaria a situao daqueles que haviam sido contratados pela CLT, portanto, ainda so considerados empregados pblicos at o julgamento

    final, pelo STF, da ADI 2135.

    Abraos!

    Aluno OL professor!! Tudo certinho? Tenho mais duas dvidas acerca do curso acima citado: 1)

    Aula 2 pg. 57 (questo esaf logo acima do item 2.3.7) (...) o estatuto das empresas estatais poder exclu-las da estrita observncia da legislao sobre licitao foi dada como CORRETA, por qu? No seu comentrio em pargrafo anterior foi dito que, apesar de no ter sido criado ainda o estatuto, a essas entidades aplicam-se as regras da lei 8666/93... Sendo assim, a assertiva da Esaf no estaria Errada?

    2)

    Aula 2 pg 56 sobre a no necessidade de motivao de dispensa de empregado pblico pelo TST.

    H no site do pr[orpio ponto dos concursos (trasncrita abaixo) uma deciso contrria, recente, postada pelo Marcelo Alexandrino, em 21/03, de que o STF julgou que obrigatria a motivao da referida dispensa, inclusive mantendo-se o entendimento de que eles (empregados publs. ) no possuem estabilidade e precisam fazer concurso.

    Gostaria de uma posio de qual entendimento deveremos adotar. Pelo que entendi, quando o M. Alexandrino diz "de repercusso geral", significa que ser vinculante pra todos, no ? Sendo vinculante, essa deciso anula a deciso do TST (conforme sua aula pag 56 - aula 2)?

    Obrigada!

    Professor Oi, Anna Paula!

    Antes de postar as perguntas no frum, caso as tenha digitado no word, favor copiar e colar antes no "BLOCO DE NOTAS", para eliminar

    eventuais conflitos de formao, pois, caso contrrio, no consigo respond-las.

    Vamos l aos respectivos comentrios:

    1. Perceba que a banca utilizou a expresso "PODER EXCLU-LAS", o que verdade. Se o estatuto jurdico (baseado em lei) a que se refere

    o art. 173 da CF for criado amanh, as empresas estatais sero excludas do mbito da Lei 8.666. Todavia, como esse "estatuto jurdico" AINDA

    NO FOI CRIADO por lei, as empresas estatais continuam submetidas Lei de Licitaes e Contratos Administrativos.

    2. Deve prevalecer o atual entendimento do STF, que exige motivao. Perceba que a nossa aula foi postada antes do atual entendimento do

    STF.

    Abraos!

    Aluno Oi professor! Seguem duas dvidas: 1)

    Aula 2 pg. 57 (questo esaf logo acima do item 2.3.7) (...) o estatuto das empresas estatais poder exclu-las da estrita observncia da legislao sobre licitao foi dada como CORRETA, por

  • qu? No seu comentrio em pargrafo anterior foi dito que, apesar de no ter sido criado ainda o estatuto, a essas entidades aplicam-se as regras da lei 8666/93... Sendo assim, a assertiva da Esaf no estaria Errada?

    2)

    Aula 2 pg 56 sobre a no necessidade de motivao de dispensa de empregado pblico pelo TST.

    H no site do pr[orpio ponto dos concursos (trasncrita abaixo) uma deciso contrria, recente, postada pelo Marcelo Alexandrino, em 21/03, de que o STF julgou que obrigatria a motivao da referida dispensa, inclusive mantendo-se o entendimento de que eles (empregados publs. ) no possuem estabilidade e precisam fazer concurso.

    Gostaria de uma posio de qual entendimento deveremos adotar. Pelo que entendi, quando o M. Alexandrino diz "de repercusso geral", significa que ser vinculante pra todos, no ? Sendo vinculante, essa deciso anula a deciso do TST (conforme sua aula pag 56 - aula 2)?

    Professor

    Oi, Anna Paula!

    Antes de postar as perguntas no frum, caso as tenha digitado no word, favor copiar e colar antes no "BLOCO DE NOTAS", para eliminar

    eventuais conflitos de formao, pois, caso contrrio, no consigo respond-las.

    Vamos l aos respectivos comentrios:

    1. Perceba que a banca utilizou a expresso "PODER EXCLU-LAS", o que verdade. Se o estatuto jurdico (baseado em lei) a que se refere

    o art. 173 da CF for criado amanh, as empresas estatais sero excludas do mbito da Lei 8.666. Todavia, como esse "estatuto jurdico" AINDA

    NO FOI CRIADO por lei, as empresas estatais continuam submetidas Lei de Licitaes e Contratos Administrativos.

    2. Deve prevalecer o atual entendimento do STF, que exige motivao. Perceba que a nossa aula foi postada antes do atual entendimento do

    STF.

    Abraos!

    Aluno Ol professor,

    No localizei as respostas comentadas das questes de fixao da AULA 1.

    Voc falou que houve um erro de formatao da aula anterior.

    Favor disponibiliz-las. Ok.

    Muito obrigado.

    Francisco

  • Professor Oi, Francisco.

    Na segunda-feira, dia 18 de maro, o arquivo referente aula 01 ser substitudo. No novo arquivo, inclui os comentrios de mais 10 questes

    da relao para fixao. Em relao s demai